A Importância Da Gestão Do Conhecimento Nas Empresas

Publicado em: 27/08/2008 |Comentário: 3 | Acessos: 24,131 |

A globalização está fazendo com que as empresas, sem as proteções oficiais das reservas de mercado, tenham que se ajustar à Nova Economia. Precisam adequar seus custos e aumentar a produtividade para serem competitivas.
Por isso, muitas empresas já estão pensando em seus funcionários operacionais, administrativos e administradores, não mais como simples “Recursos Humanos”, mas sim, como “Capital Humano”.
Esse novo enfoque enfatiza que as pessoas são parte crucial de uma empresa e como tal, têm necessidade de serem desenvolvidas, gerenciadas e tratadas com o mesmo respeito distinguido a todos os outros capitais.
CONHECIMENTO.:: Introdução ::.
Na Nova Economia, as mudanças ocorrem com extrema rapidez e as pessoas apesar de não acompanharem essas mudanças com a mesma velocidade, têm que se amoldar às novas situações, necessitando de atenção para reduzirem ou eliminarem essa diferença e conseguirem atingir os objetivos empresariais.
Por outro lado, as empresas por muito tempo subestimaram o valor dos conhecimentos de seus funcionários. Hoje, sabe-se que a soma desse conhecimento tem um valor e que mensurá-lo e tê-lo sob controle, e acima de tudo, aplicá-lo em favor da empresa, torna-se um diferencial competitivo.
Mas para ser aplicado, não basta tê-lo. Nesse momento entra outro importante e decisivo componente: a motivação do funcionário para aplicá-lo.
Somente empresas atentas ao seu Capital Humano, conseguem reter os talentos e motivá-los a utilizar o seu conhecimento em benefício de ambos. A relação ganha/ganha faz parte dos valores dessas empresas.
Deve haver um alinhamento de todos os trabalhos de modo a converter o conhecimento dos trabalhadores em auto-realização e em benefícios para as empresas. A função gerencial passa a ter fundamental importância no desenvolvimento do “Capital Humano” devendo mesmo ser vista como sua missão.
O que diferencia as empresas na Nova Economia ou também chamada Economia da Era da Internet, é o quanto de valor elas criam para seus clientes e consumidores.
A frase: “As empresas se constroem através de pessoas e nunca serão maiores ou melhores que as pessoas que a compõe.”(autor desconhecido) exemplifica bem, o quanto a qualidade das pessoas pode ser o diferencial competitivo num mercado globalizado.
Nesse ponto, o Capital Humano é o que faz a diferença. Os outros capitais, tais como cadeiras, computadores, salas, etc. devem trabalhar para as pessoas e nunca devem ser tratados melhor que essas pessoas.
Por traz da melhor tecnologia, sempre haverá uma pessoa para comandá-la.
Outro fator de extrema importância a ser analisado, é o custo da reposição de talentos que deixam a empresa.
A maioria das pessoas muda de emprego em busca de trabalhos mais desafiadores, respeito profissional e a possibilidade de influenciar a organização.
Essa é a conclusão de uma pesquisa publicada pela Korn/Ferry International, apresentada no Fórum Mundial de Economia de 2001 em Davos na Suíça.
Reter talentos é sem dúvida um desafio para as organizações. Muitas empresas já comprovaram que é mais econômico desenvolver um plano de retenção, do que buscar outros talentos no mercado. Até porque não existem tantos talentos prontos no mercado para suprir todas as empresas.

.:: Por Onde Começar? ::.

Não basta simplesmente contratar um curso já pronto ou desenvolver o seu próprio curso com o material utilizado nas aulas presenciais e colocá-lo na Internet ou Intranet da empresa para ser acessado pelos empregados.
Esse é de fato, o caminho mais simples e provavelmente o mais econômico inicialmente.
Sim, inicialmente, pois ao longo do tempo pode tornar-se tão ou mais dispendioso que um sistema completo e bem planejado. Além do que, uma iniciativa dessas sem os correspondentes controles e avaliação, pode desestimular os empregados a utilizarem o computador para aprenderem, e os empresários, diretores e gerentes a investirem num sistema mais abrangente e sério.
No nosso entender, o primeiro passo, é a organização decidir se quer ter mais um programa de treinamento, ou se quer ter um sistema de capacitação e desenvolvimento de talentos.
Se a opção for por ter mais um programa de treinamento, espera-se que essa decisão esteja baseada na conclusão da necessidade apresentada por ocasião do desenvolvimento de um sistema de capacitação e desenvolvimento de talentos. Caso contrário, o sucesso desse treinamento é questionável e a aplicação dos conhecimentos adquiridos (?) não terá como ser medida.
Se por outro lado, a opção for por ter um sistema de capacitação e desenvolvimento de talentos, que é o que recomendamos, a primeira coisa a se fazer é quebrar os paradigmas tradicionais de treinamento.
No gráfico abaixo, descrevemos o esquema completo de um sistema adequado:

ambiente_de_aprendizagem.jpg

Vamos detalhar todos os componentes desse gráfico:

Por Ambiente de Aprendizagem (AA), entendemos ser aquele que as organizações conscientemente desenvolvem e que tem por objetivo propiciar a todos na organização, independentemente do nível hierárquico, a oportunidade de aumentar seus conhecimentos e instrução. Essa característica é claramente identificada através de ações concretas, tais como: criação e desenvolvimento de cursos de alfabetização e supletivos; incentivo financeiro através de bolsas de estudo para graduação e pós-graduação; criação de bibliotecas fixas e circulantes; salas de estudo e leitura de jornais e revistas técnicas e assuntos gerais; treinamentos operacionais e administrativos; acesso à Internet e outros.
Mas não basta ter todas essa ações implementadas se as mesmas forem independentes, sem uma organização formal, e não tiverem um objetivo macro e mensurável.
Para que a organização possa mensurar e obter resultados desses investimentos, é que se faz necessário a implantação de um Sistema de Gerenciamento do Aprendizado (SGA).
Esse Sistema terá como finalidade precípua garantir através de ações e controles específicos, que tanto o investimento em treinamento quanto em ampliação do conhecimento, tenham retorno para a organização na melhoria da qualidade do Capital Humano e conseqüente dos produtos, dos níveis de produtividade, da satisfação dos clientes.
O SGA está dividido em outros dois sistemas para que melhor se possa entender a sua aplicação. Primeiro o Sistema Integrado de Gerenciamento do Aprendizado (SIGA) e o Sistema de Gerenciamento do Conhecimento (SGC). O SIGA por sua vez, está dividido em dois outros sistemas inter-relacionados e complementares que são o Sistema de Gerenciamento do Treinamento (SGT) e o Sistema de Gerenciamento do Plano de Carreira (SGPC).
O SIGA irá conjuminar os esforços de treinamento e de desenvolvimento orientados e desenvolvidos pela organização para a melhoria e qualificação do Capital Humano, com aqueles desenvolvidos pelos empregados (o Capital Humano) como investimento pessoal em suas carreiras.
O SGT promoverá a integração entre os sistemas de treinamento aplicados e que tipicamente são: os presenciais, os treinamentos vivenciais, os treinamentos por instrução programada através de manuais, o E-Learning que por sua vez pode ser dividido em Treinamento Baseado em Computador (TBC) e Treinamento Baseado na Web (TBW) e o Treinamento no Cargo (Trainnig on the Job). Esses treinamentos são definidos tomando-se em conta a Missão e Visão da organização comparada às qualificações e necessidades de desenvolvimento dos seus Talentos (Capital Humano) apuradas pelo SGPC.
O SGPC por sua vez, é um Sistema baseado na comunicação franca e aberta e feedback positivo e autêntico de mão dupla, onde tanto a Organização como os componentes de seu Capital Humano, sabem onde querem e devem chegar, identificam claramente o estágio em que se encontram, traçam objetivos em conjunto e assumem cada um, a sua parte de responsabilidade para atingi-los. Muitos instrumentos e ferramentas podem ser utilizados nesse Sistema: a Administração por Objetivos, a Pesquisa de Clima Organizacional, a Avaliação 360°, questionários e entrevistas pessoais, análise de potencial e desempenho, etc.
O Sistema de Gerenciamento do Conhecimento (SGC) é sem dúvida um dos mais importantes sistemas a serem desenvolvidos e implantados pelas organizações, para que possam disseminar toda informação e conhecimento que as permeiam.
Na grande maioria das organizações é comum que um determinado funcionário seja inscrito em um curso ou seminário, ao fim do qual, retoma as suas atividades cotidianas e eventualmente passa a utilizar o novo conhecimento adquirido, se é que de fato adquiriu algum.
A organização, representada pelo chefe imediato desse funcionário, normalmente não avalia qual novo conhecimento esse funcionário adquiriu e principalmente, não se certifica se ele está sendo aplicado em benefício da organização. Também não se preocupa que esse novo conhecimento fique restrito somente a uma pessoa, não propiciando a sua disseminação para os demais funcionários.
Conclusão: quando esse funcionário que recebeu investimentos para adquirir novos conhecimentos, desvincular-se da organização, o conhecimento vai junto com ele e a organização terá que refazer o investimento em outro funcionário e assim sucessivamente, com enorme dispêndio de recursos financeiros e principalmente de tempo.
Uma forma de garantir que o conhecimento seja compartilhado por toda organização é desenvolvendo um SGC. As ferramentas são inúmeras e variam desde simples reuniões pós-treinamento para divulgação e análise do aprendizado, até as mais modernas que são as salas de bate-papo, fóruns e conferências pela Internet.
Por exemplo, numa videoconferência, pode-se colocar um assunto ou problema para ser resolvido em grupo, de forma que todos possam opinar e contribuir para uma conclusão que seja aceita pela organização. O mesmo pode ser feito através de fóruns de debate sobre assuntos previamente agendados.
Mas o mais importante, é que tudo isso fique registrado e acessível a todos na organização para consulta a qualquer tempo.

Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 11 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/administracao-artigos/a-importancia-da-gestao-do-conhecimento-nas-empresas-538412.html

    Palavras-chave do artigo:

    gestao

    ,

    conhecimento

    ,

    educacao

    Comentar sobre o artigo

    A gestão educacional apresenta-se diferente de outras formas de administração por ter características próprias, quando refletimos sobre ela entendemos que é um processo complexo , pois, não se limita apenas ao campo intra-escolar, ela abrange um cenário mais amplo e trata-se de um cenário com várias perspectivas e concepções.

    Por: Odair José Barletal Educação> Ensino Superiorl 08/06/2011 lAcessos: 1,379

    A consultoria prática vem ganhando novos contornos com a prática da consultoria, onde a tônica não é mais criar procedimentos e algemas de aplicação, mas a condução do processo com dinâmica de educação para gestão.

    Por: Ivan Postigol Negócios> Gestãol 17/12/2010 lAcessos: 25
    Alexandre Penante

    AVANÇOS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO ESTADO DO PARÁ PELA SEDUC

    Por: Alexandre Penantel Educação> Ciêncial 17/01/2011 lAcessos: 1,151 lComentário: 1

    O presente trabalho tem como propósito apresentar um estudo através de uma análise bibliográfica sobre a incorporação das tecnologias da informação e da comunicação na educação básica. Apontando algumas reflexões e discussões acerca do uso das tecnologias no cotidiano e nas práticas pedagógicas dos professores de educação básica.

    Por: Patricia Coelhol Educação> Educação Onlinel 24/08/2010 lAcessos: 4,575 lComentário: 1
    Regialice Moreira Correia

    O presente artigo tem como objetivo analisar o modelo de Gestão Democrática, advinda das tendências pedagógicas liberais do modelo de sociedade capitalista, paralelamente as concepções de educação bancária, observada na visão de Paulo Freire, a prática pedagógica vista como ferramenta para uma real democracia na perspectiva proposta por Luckesi, as relações entre a estrutura organizacional da escola e o modelo de gestão democrática. O foco da discussão é a formação de uma sociedade legitimamente

    Por: Regialice Moreira Correial Educaçãol 02/08/2013 lAcessos: 165

    Atuação do professor na educação a distância O presente texto, que sendo uma forma de comunicação, visa trabalhar o conceito, a reflexão e a discussão da importância da comunicação dialógica na gestão dos processos educativos na Educação a Distância (EAD), assim como explicitar as características imprescindíveis do seu gestor.

    Por: Suely Hasel Educação> Educação Onlinel 28/05/2010 lAcessos: 1,470

    A administração escolar tem passado por muitas transformações, no intuito de deixar claro o conceito das instituições de ensino, bem como seu papel, tornar evidente sua autonomia; tem adotado modelo de gestão específico e adaptado ás situações de necessidades existentes.

    Por: Hamilton Hédi Furtadol Educação> Ensino Superiorl 16/09/2012 lAcessos: 206
    marlucia pontes gomes de jesus

    Este artigo foi o artigo inaugural do blog Damarlu Educação (www.damarlueducar.blogspot.com) publicado no dia 6 de janeiro de 2010. Trata da importância dos conselhos municipais de educação, do seu funcionamento e de orientações para a sua implantação.

    Por: marlucia pontes gomes de jesusl Educaçãol 27/04/2011 lAcessos: 1,261
    GUSTAVO H FLORENCIO S THEODORO

    Para se ter base a iniciação dos estudos referente às Políticas Educacionais, é preciso determinar o tipo de objeto ou campo teórico que o constitui. No campo da Ciência Política e da Educação, a partir do qual nasce o objeto das Políticas Educacionais, temos campos mais ou menos sistemáticos, construídos pela aproximação das duas Ciências, cujos métodos e técnicas moldam-se para dar ao Analista, indicadores através dos quais possa interpretar os fatos da realidade que deseja investigar.

    Por: GUSTAVO H FLORENCIO S THEODOROl Educação> Ensino Superiorl 12/09/2011 lAcessos: 372
    Elizeu Vieira Moreira

    Discute as políticas de gestão da educação implantadas nas escolas da rede estadual do Estado do Amazonas. Analisa essas políticas dentro no contexto do neoliberalismo como uma alternativa teórica, econômica, ideológica, ético-política e educacional, enfatizando a implantação dos processos oriundos do mundo empresarial. Conclui políticas de administração estão comprometidos com a política cultural do neoliberalismo.

    Por: Elizeu Vieira Moreiral Educação> Ciêncial 29/06/2011 lAcessos: 455 lComentário: 2
    michelly bonifacio

    10 Dicas que Você Precisa Saber para Acertar na hora de Administrar sua Empresa.

    Por: michelly bonifaciol Negócios> Administraçãol 20/10/2014

    Algo que podemos verificar com uma determinada facilidade, é o fato de que muitas pessoas podem acabar por morar em um condomínio, afinal acaba-se por julgar como algo mais seguro, no entanto, também acaba por ser possível que muitos não tenham conhecimento sobre acaba por funcionar o sistema de administração de um condomínio.

    Por: anamarial Negócios> Administraçãol 17/10/2014

    Saiba o que é um Sistema de Informação Gerencial, suas vantagens e desvantagens, assim como os tipos nos quais os sistemas se classificam.

    Por: Sistemas de Informaçãol Negócios> Administraçãol 16/10/2014
    Elisângela da Silva Pereira

    É praticamente impossível fazer alguma ação em nossas vidas sem que antes tenhamos feito um plano. Por exemplo, um professor tem que preparar suas aulas antes de ministrá-las e no caso de um gestor, este precisa preparar sua equipe para que atinja as metas estabelecidas e dentro dos prazos. Quando olhamos a estrutura de uma empresa percebemos o quanto é importante trabalhar o planejamento, principalmente para que as coisas saiam conforme o esperado e para que a empresa corra o menor risco possí

    Por: Elisângela da Silva Pereiral Negócios> Administraçãol 15/10/2014 lAcessos: 11
    Elisângela da Silva Pereira

    Encontramos no mercado hoje uma grande parcela de empresas que apresentam dificuldades de crescimento e abertura de novos negócios e, muitas vezes, não sabem o real motivo desta dificuldade. O que poucas delas sabem é que existe um serviço oferecido por empresas de consultoria chamado "Pesquisa de Clima Organizacional". Este serviço nada mais é que um instrumento que gera uma base sólida de dados sobre o comportamento da organização, e através dele é possível apontar áreas com demandas de melho

    Por: Elisângela da Silva Pereiral Negócios> Administraçãol 13/10/2014

    Excel é a ferramenta mais usada no mundo corporativo! Todas as pessoas, independente do ramo de atuação, com toda certeza, um dia terá que usar o Excel para completar uma tarefa! Pensando em ajudar e conscientizar as pessoas, criei um infográfico que cita as principais razões para que todos os profissionais busquem a aprender Excel. Entre muitas razões, a principal é que o Excel pode aumentar significativamente o salário! Confira! http://www.ninjadoexcel.com.br

    Por: Ninja do Excell Negócios> Administraçãol 06/10/2014

    RESUMO Este estudo tem como objetivo de analisar a Ética Geral e Profissional na Área da Contabilidade, buscando identificar e compreender a sua aplicação. A análise fundamenta este estudo baseia-se em levantamento bibliográfico e estudo de caso. Sendo os princípios e valores éticos nos Escritórios de Contabilidade, o ponto principal da pesquisa, pela análise dos dados, denota-se que e os profissionais em geral conhecem o código de ética na sua formação acadêmica, sabem de sua importância para

    Por: Marcela J. Bojanowskil Negócios> Administraçãol 04/10/2014 lAcessos: 18

    O fusionamento de grandes empresas no Brasil tem se tornado algo recorrente. É preciso pensar na implicação das responsabilidades e éticas após tal junção. Será que é possível unir duas empresas, antes concorrentes, e se tornarem aliadas sem comprometer suas missões e valores?

    Por: Flavia Sál Negócios> Administraçãol 03/10/2014

    Basicamente, quando falamos em Gestão de Competências estamos falando das Competências Organizacionais.

    Por: ORIVALDO ANDREAZZA PERESl Carreira> Recursos Humanosl 03/12/2008 lAcessos: 20,606 lComentário: 2

    Quero tratar de um assunto que vem me indignando há muito tempo! É o feedback que os profissionais de Recursos Humanos (a grande maioria) insistem em não dar a candidatos a emprego e empresas prestadoras de serviço.

    Por: ORIVALDO ANDREAZZA PERESl Negócios> Administraçãol 27/08/2008 lAcessos: 270

    Para que todas as competências hoje mais desejadas pelas organizações sejam desenvolvidas (Busca de Superação; Comunicação; Desenvolvimento de Pessoas; Empowerment; Flexibilidade a Mudanças; Liderança de Equipe; Negociação; Orientação para Clientes; Orientação para Resultados; Posicionamento Estratégico e Trabalho em Equipe), uma competência em especial precisa ser antes desenvolvida.

    Por: ORIVALDO ANDREAZZA PERESl Negócios> Administraçãol 27/08/2008 lAcessos: 4,178

    Vimos no artigo anterior que para a mudança ser bem sucedida é imperioso desenvolver um plano de comunicação e de acompanhamento do progresso do atingimento de objetivos. Tornar-se uma Organização Empowered é crucial para que os talentos assumam as responsabilidades pelos seus atos e participem das decisões que interferem diretamente em seu desempenho.

    Por: ORIVALDO ANDREAZZA PERESl Negócios> Administraçãol 27/08/2008 lAcessos: 505

    Vimos no artigo anterior a importância do desenvolvimento das Competências Pessoais e Organizacionais. Mas esse desenvolvimento implica necessariamente na incorporação de mudanças.

    Por: ORIVALDO ANDREAZZA PERESl Negócios> Administraçãol 27/08/2008 lAcessos: 347

    Atualmente a realidade no mundo dos negócios é que o diferencial entre as organizações passou a ser o Conhecimento e são as pessoas que detêm o Conhecimento.

    Por: ORIVALDO ANDREAZZA PERESl Negócios> Administraçãol 27/08/2008 lAcessos: 925

    Quem, empresário ou profissional de RH, ainda não se fez essa pergunta? É claro que o seu “feeling” diz alguma coisa, mas estará você correto nessa avaliação subjetiva? Falta coragem para perguntar?

    Por: ORIVALDO ANDREAZZA PERESl Negócios> Administraçãol 27/08/2008 lAcessos: 764

    O Clima Organizacional representa o complexo de valores, atitudes e comportamentos, sejam formais ou informais, existentes dentro de uma organização e que afetam a forma com as pessoas se relacionam umas com as outras. É a qualidade do ambiente da empresa percebida pelas pessoas.

    Por: ORIVALDO ANDREAZZA PERESl Negócios> Administraçãol 27/08/2008 lAcessos: 3,124

    Comments on this article

    0
    eliza 15/02/2011
    Gostaria de saber do autor : Qual a diferença entre gestão do conhecimento e um programa de treinamento e desenvolvimento na empresa?
    2
    agostinho livisse 04/05/2010
    parabenizar primeiro pelo bolgue e uma iniciativa muito positiva na partilha dos conhecimentos sobre gestao e ao mesmo tempo e um instrumento para a absorcao de conhecimentos inerentes a gestao toda a sociedade em especial para a camada estudantil, eu gostaria que agrupassem a informacao de uma forma clara e subsequente.obrigado
    -2
    rosangela 11/03/2009
    Muito bom comentário. Afinal estamos no mundo das mudanças e se não adaptarmos a essas estaremos defazados.
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast