A Influência das emoções na carreira da secretária

Publicado em: 02/12/2013 |Comentário: 0 | Acessos: 55 |

Todos nós sabemos que a profissão de secretariado executivo vem sofrendo mudanças ao longo do tempo. Além das técnicas secretariais, temos que adquirir visão de negócios, ferramentas de motivação, liderança, comunicação, gestão e empreendedorismo.  E mais: na ausência do chefe, a secretária precisa contornar conflitos e situações inesperadas, de maneira a não obstruir o fluxo de trabalho. Devemos ter também sólidas noções de administração e boa dose de diplomacia para saber lidar com os demais funcionários e com a clientela da empresa. Ou seja, é preciso ter conhecimentos técnicos, administrativos e emocionais.

O mercado de trabalho está muito mais exigente, e isso quer dizer que, apenas ser o mais competente tecnicamente do mercado não garante trabalho. Então, devemos desenvolver e aprimorar habilidades como controle de emoções e capacidade de interagir com grupos diferentes em momentos distintos.  Peter Drucker, considerado o pai da administração moderna, diz que as pessoas são contratadas por suas competências técnicas, mas são demitidas pelas comportamentais ou emocionais.

As relações interpessoais saudáveis e a capacidade de liderança no ambiente profissional são reconhecidas como requisito para um resultado eficaz do trabalho, e aprender a lidar com as emoções, aliando ao conhecimento técnico, pode representar um passo à frente para o sucesso profissional. Conhecemos isso como a inteligência emocional, que aplicada nas organizações através da vida profissional da secretária executiva, pode servir de base para que estas profissionais conquistem espaço e para que desenvolvam a capacidade de atuar nas diferentes atividades que desempenham junto ao executivo.

Isso não significa que não é necessário que o profissional invista na sua formação, o que obviamente é algo muito importante. O que quero destacar é que, se uma empresa precisar escolher entre dois profissionais com a mesma formação e os mesmos conhecimentos, ela vai ficar com aquele que tiver um perfil emocional mais adequado, pois é esse quem vai agregar mais valor para a empresa.

Então, como alcançar uma convivência razoavelmente satisfatória e produtiva no ambiente de trabalho? No caso da secretária executiva, ela interage a cada tarefa desempenhada e o domínio dos aspectos das relações interpessoais pode provocar sentimentos positivos de simpatia, aumentando a cooperação, o que será favorável nas atividades que propor, nos projetos que precisa  executar ou mesmo nos processos de liderança.

Mas como isso é possível? Uma das formas para entender e desenvolver estes processos que facilitam e colaboram para uma prática profissional eficaz são as técnicas da Inteligência Emocional.

Primeiro é adequado que se entenda como é o funcionamento das emoções e da razão no cérebro humano.  Daniel Goleman é considerado como revolucionário pela maioria dos autores que escrevem a respeito. Ele afirma que somente um alto QI (coeficiente de inteligência) não basta para o sucesso no trabalho. Ele afirma que o cérebro está divido em dois centros: a inteligência intelectual (razão) e a inteligência emocional (emoção).

Mas o que é Inteligência Emocional? Segundo Goleman  " A inteligência emocional é simplesmente o uso inteligente das emoções – isto é, fazer intencionalmente com que suas emoções trabalhem a seu favor, usando-as como uma ajuda para ditar seu comportamento e seu raciocínio de maneira a aperfeiçoar seus resultados."

Ao longo do seu dia de trabalho, a secretária executiva passa por momentos que podemos considerar como críticos. O contato com a chefia estressada pelas cobranças hierárquicas, por exemplo, pode causar muita pressão e cobranças ou até mesmo desmotivação. Como seu trabalho envolve basicamente relacionamento interpessoal, desenvolver o controle das emoções, identificando maus hábitos e rastreando as possibilidades de crescimento, poderá lidar mais facilmente com situações difíceis tão presentes em sua profissão, fazendo com que as atitudes sejam focadas em resultados esperados pela chefia, sem a perda da motivação e com o equilíbrio emocional necessário para manutenção da empatia com o grupo de trabalho.

Para qualquer profissional, e no caso da secretária executiva, a autoconsciência destas influências externas e internas sobre a avaliação das pessoas é fundamental, na medida em que seus clientes externos e internos são frequentemente muito diferentes uns dos outros, desde os mais variados cargos até culturas e subculturas diversas. A avaliação constante dos comportamentos a tomar para cada tipo de cliente e identificar como estes a veem podem ser uma forma de conquistar sua empatia, tanto em uma negociação com diretores da empresa como em uma tomada de decisão sobre um projeto com a equipe. A autoconsciência é a chave para gerar um relacionamento interpessoal positivo e, consequentemente, clima favorável e produtividade adequada.

Entendendo e controlando as emoções

Goleman explica que o ser humano possui quatro emoções: a raiva, o medo, a tristeza e a alegria. Dentro de cada uma delas, nós desenvolvemos os sentimentos.

Por que quando sentimos raiva, queremos bater, agredir ou arremessar algo que esteja ao nosso alcance? É porque o sangue flui para as mãos. Esse é um comportamento fisiológico herdado dos antepassados no intuito de nos proteger e garantir a sobrevivência da espécie.

Quando sentimos medo, o sangue flui para os membros inferiores, pois o objetivo é dar forças para uma possível fuga. Porém em algumas pessoas o efeito é o contrário; a pessoa não consegue sair do lugar por sentir um peso nas pernas. A pessoa fica com o rosto pálido e pouco sangue circula no cérebro. Isso também explica porque um estudante, tomado pelo pânico no momento de iniciar uma prova, tem o famoso "branco" aparece e os pensamentos se tornam desordenados.

A tristeza faz com que o metabolismo fique lento, fazendo com que a pessoa "desacelere" e reflita sobre os acontecimentos da vida. E isso não é ruim, a questão é não demorar muito tempo para continuar nessa reflexão.

A felicidade vem para suprimir sentimentos negativos e pensamentos perturbadores. É que aumento de atividade de centros cerebrais, o sangue circula mais rápido, levando mais oxigênio ao cérebro, fazendo-nos ficar num estado de relaxamento.

É bom aprender também que devemos ver as emoções como algo necessário: a raiva é positiva quando ela nos move a tomar uma atitude. O medo nos protege. A tristeza nos faz refletir sobre uma atitude a ser tomada enquanto a felicidade nos motiva. O que precisamos é identificá-las e saber qual atitude tomar em cada uma delas.

Seja o respirar profundamente e contar até 10 no momento da raiva ou aproveitar o otimismo que a felicidade provoca para apresentar um projeto engavetado há algum tempo, o importante é buscar treina-las e aplica-las no ambiente de trabalho.

Competências como empatia, habilidade de interagir com pessoas diferentes, saber ouvir, ter autoconsciência e controle das próprias emoções, alem de direcionar energias positivas para a eficácia do trabalho a ser desenvolvido, gerando clima de colaboração e de satisfação com as pessoas que se convive, estão intimamente ligadas com o sucesso profissional de qualquer pessoa.

O uso destas competências emocionais, pela secretária executiva, vai ajuda-la a alcançar o objetivo de desenvolver melhores relacionamentos interpessoais, a fim de que seu trabalho traga resultados eficazes.  

Então, vamos praticar?

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/administracao-artigos/a-influencia-das-emocoes-na-carreira-da-secretaria-6849490.html

    Palavras-chave do artigo:

    emocoes

    ,

    inteligencia emocional

    ,

    secretaria

    Comentar sobre o artigo

    A profissão de Secretariado Executivo vem passando por transformações na consolidação de um profissional com habilidades e competências. Contudo, o presente artigo discute o Secretário (a) Executivo (a) aplicando as ferramentas da visão estratégica aliada o uso da inteligência emocional no ambiente do trabalho. A soma dessas competências e a habilidades resultam no reconhecimento do profissional e no crescimento da organização. Palavras como atualização, conhecimento, pesquisa, trabalho em equip

    Por: Danielle de Souza de Oliveiral Negócios> Administraçãol 21/01/2011 lAcessos: 2,865 lComentário: 1
    Daniel Caraúna da Motta

    Inteligência emocional e comunicação empática aplicadas como elementos de implementação e aprimoramento do processo de ensino e aprendizagem na gestão democrática participativa no contexto institucional. Emotional intelligence and empathic communication applied as elements of implementation and improvement of the teaching and learning in participatory democratic management in the institutional context.

    Por: Daniel Caraúna da Mottal Educação> Ensino Superiorl 22/02/2010 lAcessos: 4,774

    O presente estudo vem a ser uma resposta que desejo dar a mim mesma desde quando iniciei minha carreira de professora, sempre vi os professores acarretados de tarefas, na preparação de aula, preocupados com novas dinâmicas de ensino para tornar a aula mais interessante, mais atraente aos olhos dos alunos. Como resultado desses esforços sempre via os professores infelizes e desanimados, porque as atividades não foram recebidas como o planejado pelo professor, enfim este teve suas expectativas fru

    Por: MARRUSHl Educação> Educação Infantill 10/06/2012 lAcessos: 446

    Objetivo refletir sobre o direito à educação na infância e adolescência e sua interdependência com a estrutura familiar e a educação escolar. É na Escola que crianças e adolescentes se incluem ou se excluem no mundo da cidadania. A sociedade atual passa por mudanças drásticas com famílias desestruturadas e conseqüentemente gerando filhos muitas vezes problemáticos.

    Por: elisabeta da costa saltonl Direito> Legislaçãol 09/06/2011 lAcessos: 537
    Inez Kwiecinski

    O objetivo deste artigo é reunir informações sobre o conceito e as concepções das altas habilidades, uma vez que tais concepções e conceitos sobre altas habilidades/superdotação são de suma importância, sobretudo quando se admite que qualquer prática educativa deve sempre partir de um referencial teórico. Superdotação é um conceito ainda em estudo, sabemos, porém que, este conceito serve para expressar alto nível de inteligência e indica desenvolvimento acelerado das funções cerebrais.

    Por: Inez Kwiecinskil Educação> Educação Infantill 18/08/2011 lAcessos: 1,328

    Como se estruturou historicamente a Psicomotricidade na cidade de Uberlândia/MG nas décadas de 90 até os dias atuais e quais os principais avanços e dificuldades enfrentadas? Este artigo tem como objetivos conhecer a historia da Psicomotricidade na cidade de Uberlândia/MG.

    Por: JOSE BRAGA GUIMARAES NETOl Educação> Ensino Superiorl 17/12/2014 lAcessos: 20
    Berenice Neves Grisoste

    Este artigo relata a relação afetiva entre aluno/professor que é de extrema importância para o desenvolvimento da aprendizagem saudável entre os educandos, e adaptação dos mesmos ao meio físico e social. O desenvolvimento do aluno tem um valor imprescindível para o processo de construção de conhecimentos e da realidade em que ele vive. Percebe-se que o afeto é um grande laço que liga o professor e aluno, é um conjunto onde estão relacionados á autoestima, amor, sentimentos e valores, são essas r

    Por: Berenice Neves Grisostel Educação> Educação Infantill 24/11/2013 lAcessos: 144
    Paulo Rogério Araújo

    O presente estudo, pela análise da obra literária de Bartolomeu Campos de Queirós, baseado em sua autobiografia – recortes de memórias de um menino – e dialogando com teóricos como Wallon e Vygotsky, traz uma pesquisa bibliográfica abordando elementos que auxiliam os professores em sala de aula, como a afetividade, o carinho e o respeito, visando trazer contribuições presentes na obra como um todo.

    Por: Paulo Rogério Araújol Educação> Ensino Superiorl 08/10/2011 lAcessos: 1,053
    Ana Maricélia de Oliveira

    O presente trabalho se constitui no estudo do tema O poder da Literatura Infantil na formação de leitores mirins. Teve como fundamentação teórica vários autores como: Alves, Villardi, Zilberman e outros. O mesmo tem como objetivo fundamental apresentar a importância que as obras literárias infantis tem na vida dos futuros leitores. Assim como, mostrar a função que a escola e o educador desempenham, enquanto peças fundamentais na formação de crianças leitoras.

    Por: Ana Maricélia de Oliveiral Educaçãol 02/04/2013 lAcessos: 313
    Jannieli Moraes Lima

    Este artigo irá relatar a importância e a o crescimento da logística nas organizações. Sabemos que não há como uma empresa sobreviver sem a existência da atividade logística, pois a organização para ter sucesso em suas operações necessita de um bom nível de serviço logístico para viabilizar a aquisição de matéria-prima e a entrega dos produtos aos clientes. Apresenta opiniões de autores renomados na área de Logística como forma de fundamentação das idéias expostas. Um dos resultados mais importa

    Por: Jannieli Moraes Limal Negócios> Administraçãol 27/01/2015
    michelly bonifacio

    Como se destacar dentre tantos outros no buraco negro que é uma caixa de e-mail em vez de se perder para sempre? Descubra agora mesmo 7 Dicas Infalíveis que vão fazer de sua Campanha de E-mail Marketing um Sucesso Total!

    Por: michelly bonifaciol Negócios> Administraçãol 26/01/2015
    condominioviva

    Por diversos motivos, como a necessidade de ter um espaço maior para guardar móveis e objetos temporariamente ou mesmo para possibilitar o armazenamento de grandes quantidades de mercadoria, no caso de empresas, a locação de galpões é, atualmente, uma alternativa moderna ao sistema tradicional.

    Por: condominiovival Negócios> Administraçãol 20/01/2015
    condominioviva

    A necessidade cada vez maior de espaços para depósitos, armazéns, almoxarifados e salões para grandes eventos, como as exposições-feiras ou barracão para festas e estúdios de filmagens, está fazendo com que intensifique a busca por galpões para alugar em diversas partes do Brasil.

    Por: condominiovival Negócios> Administraçãol 20/01/2015
    condominioviva

    A locação de galpões (self storage) é uma modalidade de prestação de serviço que vem sendo bastante utilizada em muitos países, principalmente nos Estados Unidos e na Europa, contando com milhares de imóveis vazios disponibilizados para contratos temporários.

    Por: condominiovival Negócios> Administraçãol 20/01/2015
    condominioviva

    Toda empresa necessita de espaço físico seja ele para acomodar seus colaboradores ou mesmo para armazenar o estoque, que como sabemos é o coração da empresa, afinal sem o estoque não podemos dar andamentos as novas vendas e muito menos prestar um bom serviço aos nossos clientes.

    Por: condominiovival Negócios> Administraçãol 20/01/2015
    Walter Gassenferth

    O artigo mostra de onde a empresa Holding escolhe suas estratégias; que tipo de estratégias são discutidas, selecionadas e implementadas; e para um maior aprofundamento neste tema, descreve uma tipologia de estratégias corporativas para um grupo controlador.

    Por: Walter Gassenferthl Negócios> Administraçãol 19/01/2015 lAcessos: 867
    Portais Imobiliarios

    Se o corretor de imóveis tem autonomia para trabalhar é porque alguém lhe ofereceu essa condição. No entanto, o indivíduo não reconhece e pensa que trabalha sozinho. Para ele, as demais pessoas são concorrentes e devem ser superadas. Por este motivo, a comunicação com a gerência não acontece e a hierarquia é desrespeitada.

    Por: Portais Imobiliariosl Negócios> Administraçãol 06/01/2015
    Alessandra Dultra

    Os estudos históricos da sociedade revelam que, pessoas portadoras de deficiência sempre foram marginalizadas, vivendo num verdadeiro "apartheid" social. Aqui no Brasil, a evolução da sociedade não foi suficiente para afastar a exclusão e as dificuldades experimentadas pelo deficiente físico, pois ele ainda é ignorado. Assim, faz-se necessário estabelecer leis que obriguem a igualdade entre as pessoas, sejam elas portadoras de deficiência ou não.

    Por: Alessandra Dultral Negócios> Gestãol 10/12/2013 lAcessos: 31
    Alessandra Dultra

    Nos dias atuais, com tantas mudanças e transformações, uma coisa permanece: todos querem o sucesso pessoal e profissional. Devemos ter em mente que o sucesso não é uma loteria. Sucesso é um direito que nós temos. Mas para isso, é necessário muito trabalho. E quando falamos em muito trabalho, não devemos pensar em algo a longo prazo.

    Por: Alessandra Dultral Negócios> Administraçãol 02/12/2013 lAcessos: 38
    Alessandra Dultra

    Profissionais motivados são essenciais para a condução de qualquer departamento dentro de uma empresa. O ideal é que líderes e equipes queiram sempre criar um ambiente favorável, onde todos possam trabalhar juntos por um objetivo comum. O verdadeiro líder é aquela pessoa que tem seguidores atraídos pelo carisma e confiança. Que fazem a equipe ter uma alta produtividade, sem deixar de lado a busca por uma vida com mais qualidade.

    Por: Alessandra Dultral Negócios> Gestãol 09/08/2013 lAcessos: 36
    Alessandra Dultra

    Hoje as redes sociais como Twitter, Facebook, Instagram e Linkedin, fazem parte do nosso dia-a-dia, seja por diversão, amizade ou motivos profissionais. O mais certo é dizer que a internet trouxe o universo para dentro dos nossos computadores e celulares. E por esse motivo, a exposição das pessoas nas redes sociais não para de crescer. Mas as redes sociais nos ajudam ou nos atrapalham? Existem limites sobre o que se publica na rede?

    Por: Alessandra Dultral Negócios> Gestãol 02/08/2013 lAcessos: 48
    Alessandra Dultra

    Aprendemos que trabalho e emprego tem conceitos distintos: que trabalho é qualquer atividade executada, remunerada ou não, e que emprego é um tipo de trabalho remunerado com carteira assinada ou emprego público. Assim, parece que quem tem emprego trabalha menos e ganha mais, e quem tem trabalho, trabalha mesmo. Será que isso é mesmo?

    Por: Alessandra Dultral Negócios> Gestãol 02/08/2013 lAcessos: 35
    Alessandra Dultra

    Artigo baseado no livro Faça o que tem de ser feito, de Bob Nelson, editora Sextante. O que toda empresa espera é que você sempre se esforce a fim de que ela seja bem-sucedida. Do estagiário ao diretor, a ideia é que cada um use seu discernimento para descobrir o que precisa ser feito - e deve fazer isso sem que ninguém lhe peça. Atualmente, o empregado não pode simplesmente cumprir suas tarefas; deve pensar e agir na defesa dos interesses da organização.

    Por: Alessandra Dultral Negócios> Gestãol 02/08/2013 lAcessos: 35
    Alessandra Dultra

    Acredito que todos já ouviram a frase: "Tempo é dinheiro". Então, administrar bem o relógio é fundamental para evitar prejuízos. Para a maioria das pessoas, administrar o tempo é uma espécie de missão impossível. Quem tem tempo não é quem não faz nada: é quem consegue administrar o tempo que tem. Todos nós conhecemos pessoas: um tio idoso, uma vizinha , que pelos nossos padrões não fazem nada o dia inteiro e, no entanto, constantemente se dizem sem tempo.

    Por: Alessandra Dultral Negócios> Administraçãol 28/12/2012 lAcessos: 51
    Alessandra Dultra

    O poder exerce forte fascínio sobre as criaturas, principalmente na vida social. Muitos acham que ter poder é chegar à glória, ao ápice profissional. Desejam ocupar cargos que lhes concedam poder sobre outros indivíduos, porém são poucas as que sabem exercer esse cargo com autoridade.

    Por: Alessandra Dultral Negócios> Administraçãol 28/12/2012 lAcessos: 188
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast