De Mãos Dadas

Publicado em: 12/01/2009 |Comentário: 1 | Acessos: 203 |

De mãos dadas.
Por Adm. Marizete Furbino





“Liderança é uma escolha que se faz, não um lugar em que se senta"
(John C. Maxwell, consultor americano).



Em pleno século XXI vê-se de maneira urgente e emergente que temos de ser, além de gerente, um grande líder; caso contrário, estaremos fadados não apenas ao fracasso, mas também a sucumbirmos no mercado em que atuamos.



Enquanto líder, o gerente, além de se preocupar em demasia com todos os recursos humanos envolvidos no processo organizacional, procurando investir, manter e reter os talentos dentro da organização, ele possui também a preocupação incansável em incentivar toda a equipe de trabalho, fazendo destes um verdadeiro time, e assim, alcançar resultados mais do que esperados. 



Enquanto gerente, o líder se preocupa em descentralizar ações, realizando um trabalho em equipe, de forma a somar talentos, habilidades e conhecimentos, colocando de forma clara as atribuições para cada um dentro da organização, deixando de maneira transparente o que se espera de cada profissional. Além disso, realiza o planejamento de forma conjunta, atuando de forma a atender à satisfação de seus clientes, estipulando prazos para cumprimentos de tarefas, e assim, buscando alcançar a eficiência e eficácia.



Enquanto líder, o gerente entende bastante de gente, sabe como ninguém lidar com o ser humano, procurando não somente conhecer os seus anseios e reais necessidades, mas procurando atendê-los, pois tem consciência que profissional satisfeito é sinônimo de produtividade.



Enquanto gerente, o líder busca controlar, assegurando a compreensão e monitorando as ações realizadas, detectando falhas em tempo hábil e corrigindo-as, demonstrando indignação diante de um erro e/ou falha, mas também vibrando com seus colaboradores a cada conquista.
 
Enquanto líder o gerente sabe, além de ouvir, dialogar e respeitar seus colaboradores, pois sabe que cada ser humano da organização tem algo a contribuir, uma vez que são seres dotados de inteligência, conhecimentos, habilidades e talentos. Nesse viés, além de valorizar todos dentro da organização, energiza-os com muita paixão. Através do carisma que possui, envolve de certa forma todos no trabalho, fazendo com que seus colaboradores se entreguem de “corpo e alma” ao que se propõem a fazer, e com muito gosto.



Enquanto gerente, o líder preocupa com a qualidade da prestação de serviço e/ou fabricação do produto, às vezes impõe suas idéias e opiniões, esquecendo-se que está cercado de pessoas que podem colaborar e muito com a organização, se estas tiverem vez e voz.
 
Ainda, é importante notar que um grande líder é um gerente orientado para resultados. Os líderes são profissionais que, além de aguçar a vontade de toda equipe em trabalhar mais, melhor e com gosto, incentiva-os sempre, desenvolvendo a difícil arte de trabalhar em equipe. Entre seus necessários talentos, sabe ouvir seus colaboradores, possuindo muita facilidade em se relacionar e inspirado sempre na confiança se apóia nas pessoas envolvidas no processo, procurando atuar inovando sempre, tomando sempre a decisão mais acertada, contribuindo assim para o desenvolvimento e crescimento da organização em que atua.



Ressalta-se que o líder, além de possuir um forte equilíbrio emocional, exerce sua função com muita humildade e sabedoria, sabendo reconhecer seus erros, driblar as crises e conflitos que porventura poderão surgir, lidando muito bem com as pressões, procurando transformá-las em desafios, e como resultado obtendo grandes conquistas.



É pacífico dizer que, sendo um profissional pró-ativo, o líder muitas vezes quebra regras e se antecipa aos problemas, sendo flexível e adaptando às mudanças, trilhando um novo caminho. É com essa sutil tática que reinventa uma nova forma de caminhar, pois é um profissional que se encontra sempre obcecado pelas transformações, procurando sempre olhar para além do plano já traçado com o objetivo de fazer acontecer. Em síntese, é através dessa visão futurista que enxerga o que o outro ainda não viu, “abocanhando” assim, as grandes oportunidades de mercado.



Não se pode olvidar que o líder preocupa-se muito com a ética e com a moral, zelando então pelo seu comportamento, tendo um autocontrole invejável, sendo sempre gentil e extremamente transparente em suas ações, pois quando comunica, expõe de fato o que realmente sente, expõe sua alma, o seu coração. É admirável verificar que suas ações refletem sempre a sinceridade do momento.



Pautados em três pilares – inteligência, conhecimento e criatividade – o gerente atua na organização canalizando esforço em prol da produtividade, agindo com maestria. Já para o líder existem três pilares que o sustentam e que são: visão, valores e comportamentos, e é exatamente esta tríade que o conduz habitualmente ao sucesso.



Por fim e diante todo o exposto, conclui-se que liderar e gerenciar predispõe a papéis diferentes, porém complementares. Um gerente não sobrevive hoje sem ser um grande líder e vice-versa. Assim, torna-se essencial que gerentes se preocupem em desenvolver capacidades que os tornem grandes líderes, pois a liderança está intimamente ligada a comportamento interpessoal, e a boa notícia é que se pode aprender, bastando querer ser.



07/07/2008



Marizete Furbino, com formação em Pedagogia e Administração pela UNILESTE-MG, especialização em Empreendedorismo, Marketing e Finanças pela UNILESTE-MG. É Administradora, Consultora e Professora Universitária UNIPAC- Vale do Aço.
Contatos através do e-mail: marizetefurbino@yahoo.com.br.
Reprodução autorizada desde que mantida a integridade do texto, mencionando a autora e comunicada sua utilização através do e-mail marizetefurbino@yahoo.com.br


Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/administracao-artigos/de-maos-dadas-720547.html

    Palavras-chave do artigo:

    empresa

    ,

    uniao

    ,

    soma

    Comentar sobre o artigo

    ALDINEI RODRIGUES MACENA

    A nova lei de falências e Recuperação de Empresas, Lei 11.101 de 09 de fevereiro de 2005 trouxe avanços ao considerar o Princípio da função social da empresa e o princípio da preservação da empresa, porém, isso não impediu que ela também fosse concebida com alguns vícios e contradições, quanto a sua parte viciosa, encontramos a vinculação da decretação da falência do empresário que vier a requerer a recuperação Judicial e ter seu pedido indeferido, essa vinculação consiste em um retrocesso, pois

    Por: ALDINEI RODRIGUES MACENAl Direito> Doutrinal 13/04/2011 lAcessos: 4,531

    O presente estudo traz de forma bastante clara, objetiva e direta os aspectos relevantes do direito de empresa à luz do NCC (Parte 1)

    Por: Silvana Aparecida Wierzchónl Direitol 16/04/2008 lAcessos: 37,745 lComentário: 6
    Rafael Koshima

    O presente trabalho busca as características das empresas vencedoras da pesquisa "Melhores empresas para Trabalhar Brasil" realizado pela empresa Great Place to Work. Usando o endomarketing como a base de uma ferramenta para obtenção de lucros para as empresas, principalmente as de grande porte. Com o intuito de promover o bem estar do funcionário, através da satisfação com o próprio trabalho, com a remuneração, com os colegas, com o supervisor e com as promoções oferecidas.

    Por: Rafael Koshimal Negócios> Administraçãol 01/02/2011 lAcessos: 1,638

    O atual cenário econômico faz com que as empresas tenham, cada vez mais, a necessidade de criar novos meios de reduzir custos, pois esta é, na maioria das vezes, a única forma de enfrentar a concorrência e se manter no mercado. Neste contexto, o presente artigo desenvolve um estudo sobre a importância do controle de custos para as organizações. Sendo assim, inicialmente foi feita uma pesquisa bibliográfica, com o objetivo de apresentar definições de gastos e algumas teorias sobre controle de cus

    Por: Diego Ceriolil Finançasl 24/09/2009 lAcessos: 25,699 lComentário: 6

    O presente trabalho propõe-se a discorrer sobre o tema do Planejamento Tributário e a possibilidade da redução da carga tributária através do uso efetivo de meios legais que permitam abrandar a sanha arrecadatória do Estado. A relevância do tema consiste na tentativa de conscientizar o leitor da existência de procedimentos legais, que possibilitam uma menor geração de tributos na atividade empresarial. Além disso, afastar a idéia de que a sonegação fiscal, prática largamente utilizada em nosso país, fomentada por uma excessiva carga tributária e pela impunidade reinante, seja a escolha do contribuinte para mitigar o pagamento de suas obrigações tributárias em detrimento da conduta legal efetivada através de um eficaz planejamento tributário.

    Por: marco antonio coelho de carvalhol Direito> Direito Tributáriol 20/04/2009 lAcessos: 14,072 lComentário: 2

    A Susep publicou a Circular 448, na edição desta segunda-feira do Diário Oficial da União.

    Por: revistacobertural Press Releasel 11/09/2012 lAcessos: 22

    Publicado ontem no Diário Oficial da União, o Plano Trienal do Seguro Rural elaborado pelo Ministério da Agricultura prevê a liberação de R$ 1,3 bilhão de 2013 a 2015 para as subvenções ao prêmio das apólices contratadas pelos produtores.

    Por: revistacobertural Press Releasel 04/12/2012

    Examina-se os Regimes Previdenciários em vigor no Brasil, bem assim, analisa-se as aposentadorias no Regime Geral de Previdência Social.

    Por: Edson Leandro da Silval Direito> Legislaçãol 27/10/2014 lAcessos: 13
    SerradoMar Imóvel Praia Grande

    A Cyrela publicou o Dicionário do Mercado Imobiliário. Muito bom pois, ajuda pessoas leigas em alguns assuntos a entederem melhor seu significado. Isto tabém ajuda a corretores de diferentes regiões do país.

    Por: SerradoMar Imóvel Praia Grandel Notícias & Sociedade> Cotidianol 23/09/2011 lAcessos: 421

    a análise jurídica do problema da bitributação e a adoção do Preço de Transferência como um remédio para o referido problema.

    Por: Jaqueline Nunes Santosl Direito> Direito Tributáriol 14/04/2008 lAcessos: 16,622

    Na indústria, o lençol de borracha EPDM é um dos mais utilizados. Sua composição técnica oferece uma série de vantagens que torna o material uma excelente opção de custo/benefício para o comprador. Este tipo de borracha possui algumas peculiaridades que o torno ideal para certas ocasiões.

    Por: Thiago Fonsecal Negócios> Administraçãol 18/11/2014
    Jenner R Camillo

    Escolher qual é a modalidade de crédito ideal para o seu investimento não é uma tarefa fácil, principalmente porque a grande maioria das instituições financeiras faz o uso de critérios de avaliação burocráticos das empresas antes de decidir emprestar o dinheiro ou investir.

    Por: Jenner R Camillol Negócios> Administraçãol 16/11/2014

    A logística pode através da melhora nos processos, reduzir custos, desperdícios e gerar agilidade as empresas. No artigo abaixo conheceremos um pouco da historia e a algumas funções da logística, além de, compreender sua importância dentro das organizações.

    Por: Wesley Daniel de Figueiredol Negócios> Administraçãol 14/11/2014 lAcessos: 11
    michelly bonifacio

    Você já sabe que deve estar sempre atento ao que seu concorrente está fazendo, certo? Afinal, é através dele que você vai identificar o caminho que o mercado está seguindo e então, se posicionar de acordo com as expectativas. Então, se você sabe que o que eles estão fazendo está dando resultados, porque não seguir o exemplo?

    Por: michelly bonifaciol Negócios> Administraçãol 12/11/2014 lAcessos: 12

    Este trabalho em como objetivo destacar a importância de uma boa comunicação de estoques para evitar custos desnecessários e aumentar a vantagem competitiva no mercado cada vez mais acirrado

    Por: valerianol Negócios> Administraçãol 11/11/2014 lAcessos: 17
    michelly bonifacio

    Nesta mais nova série, veja semana a semana uma nova dica para melhorar o desempenho de sua empresa.

    Por: michelly bonifaciol Negócios> Administraçãol 11/11/2014
    michelly bonifacio

    Nesta mais nova série, veja semana a semana uma nova dica para melhorar o desempenho de sua empresa.

    Por: michelly bonifaciol Negócios> Administraçãol 11/11/2014
    Leandro A da Silva

    A estagnação de mercados de nações desenvolvidas, o aumento das desigualdades sociais, o crescimento dos níveis de deterioração ambiental e a apreensão de que o mundo desenvolvido possa estar submergindo com relação a sua densidade populacional, vêm se convencionando e originando entraves à economia global...

    Por: Leandro A da Silval Negócios> Administraçãol 09/11/2014 lAcessos: 25
    Marizete Furbino

    É fato que todo e qualquer ser humano gosta e precisa ser respeitado. O respeito, além de ser considerado uma valiosa virtude, é essencial para que, nas empresas, possa haver um ambiente cujo clima organizacional seja harmonioso; logo, isto se torna propício à produtividade, caso contrário, a mesma poderá ficar comprometida.

    Por: Marizete Furbinol Negócios> Administraçãol 12/01/2009 lAcessos: 8,417 lComentário: 2
    Marizete Furbino

    Importante perceber que quando se faz o marketing pessoal, obtêm-se como resultado o sucesso profissional. Pensando assim, sua imagem pessoal deve ser tratada com muito cuidado, pois a mesma vale ouro.

    Por: Marizete Furbinol Negócios> Administraçãol 12/01/2009 lAcessos: 1,556
    Marizete Furbino

    Em síntese, a partir do momento em que desejamos e decidimos vencer, os limites anteriormente estabelecidos serão superados, deixando de existir. Sem essa certeza, a caminhada fica pesada, íngreme, árdua e corre-se o risco de não somente resvalar, mas de cair e se machucar.

    Por: Marizete Furbinol Negócios> Administraçãol 12/01/2009 lAcessos: 612 lComentário: 1
    Marizete Furbino

    Em meio a este período “negro” no mundo dos negócios, onde nos deparamos com o turbilhão nas bolsas de valores, com o disparar do dólar, e vivenciando um momento recheado de demasiada incerteza, é exatamente diante dos efeitos negativos da crise norte-americana que devemos considerar importante repensar nossa postura diante deste cenário. Pode-se dizer que o que irá determinar se vamos nos submergir, ou se acabamos de submergir ou se emergimos e ressurgimos das cinzas, será nossa atitude.

    Por: Marizete Furbinol Negócios> Administraçãol 12/01/2009 lAcessos: 1,015
    Marizete Furbino

    Em meio ao emaranhado da “guerra de mercado”, observamos uma prática muito em voga hodiernamente – a prática da espionagem. Empregadores ficam tão obcecados pela produtividade, qualidade e competitividade, que decidem espionar cada vez mais a vida do colaborador, ficando bem claro tal comportamento quando decidem realizar rastreamento de e-mails e a fazer espionagem também através de câmeras de vídeo, restando apenas a vontade de realizar a implantação de um chip nos corpos de todos os envolvidos, monitorando assim, de vez, toda a vida do colaborador.

    Por: Marizete Furbinol Negócios> Administraçãol 12/01/2009 lAcessos: 412 lComentário: 1
    Marizete Furbino

    Sabe-se que desde a década de 90 percebeu-se que o fácil e direto acesso aos gestores rendia frutos valiosos para a empresa, pois, os colaboradores atuavam com mais empenho, mais envolvimento e comprometimento, realizando a troca de informações e somando conhecimentos. Como conseqüência, gestores inteligentes adotaram como estratégia a eliminação de quaisquer obstáculos que porventura viessem a interferir em todo processo organizacional, tomando medidas drásticas e arrojadas, tais como, derrubar portas e paredes, deixando-as extremamente livres ao ambiente de trabalho.

    Por: Marizete Furbinol Negócios> Administraçãol 12/01/2009 lAcessos: 462
    Marizete Furbino

    Insta dizer que a inveja é um sentimento tão medíocre, que se torna difícil de ser “digerido”. Esse sentimento, que é desencadeado pela desigualdade, é capaz de corroer a alma do invejoso, e o pior é que este ser humano fica tão envolvido com tal sentimento, que se sente incapaz de perceber tamanha destruição em sua própria vida.

    Por: Marizete Furbinol Negócios> Administraçãol 12/01/2009 lAcessos: 1,291 lComentário: 1
    Marizete Furbino

     É um líder visionário: Esta é uma das características marcantes de um empreendedor. Ser um líder visionário nem sempre é fácil, já que a fronteira entre o “ousar de forma conseqüente e com pé no chão” é muito tênue quando relacionada ao “líder delirante”. Dentro desse contexto, através de um comportamento dinâmico, ativo, e pró-ativo no exercício da função, observa-se que o líder visionário é capaz de enxergar oportunidades onde ninguém as vê, e, por conseguinte, obter além do resultado esperado, um diferencial.

    Por: Marizete Furbinol Negócios> Administraçãol 12/01/2009 lAcessos: 692

    Comments on this article

    0
    Utilia 09/06/2009
    gostaria de ser um bom lider ,talvez um dia consiga...
    Por agora contento-me em dar apoio sem preconceitos
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast