UM POUCO DA HISTÓRIA DE FREDERICK TAYLOR

27/11/2008 • Por • 42,091 Acessos

 

TAYLOR

 

O CRIADOR DA ADMINISTRAÇÃO CIÊNTIFICA.

A gestão cientifica de FREDERICK TAYLOR começou dentro da fábrica, mas acabou por influenciar em todos os aspectos da vida e cultura do século XX. Apesar da rejeição que hoje inspira sua Teoria, fato é que não podemos substituí-la por algo melhor. Ainda hoje continua atual.

Conhecer um pouco da História de FREDERICK TAYLOR é talvez algo que ajude a entendê-lo.

Frederick Taylor nasceu no estado da Filadélfia, nos USA em 1856, foi educado dentro de uma mentalidade de disciplina, devoção ao trabalho e poupança. Iniciou sua vida profissional com operário de fabrica, formou-se em Engenharia em 1885 e foi trabalhar em uma grande empresa siderúrgica, onde desenvolveu estudos que deram base para formular sua teoria, na qual ela analisou a empresa a partir dos níveis operacionais em direção ao invés de direção.

Aos 21 anos, Frederick Taylor forma-se em Engenharia no Stevens Institute of Technology, e New Jersey.

Seu trabalho acontece em um período da história Americana, logo após a guerra civil, onde a industria vivia intensas mudanças. Os donos do capital tornavam-se cada vez mais ricos com a produção em massa, e as pequenas fábricas tornavam-se grandes plantas. Por outro lado o trabalhador recebia muito pouco pelos seus esforços, além dos problemas que eram gerados pelas más condições de trabalho. Nessa época a gerencia das fábricas trabalhavam com um sistema de bônus (premiação), que acreditavam ser suficientes para resolver todos os conflitos.

Frederick Taylor acreditava que esse sistema de bônus só seria eficaz quando combinado com tarefas devidamente e cuidadosamente planejadas e facilmente ensaiadas. Ele não somente sabia como planejar o trabalho de maneira eficiente, como também foi um arquiteto das mudanças organizacionais. Na sua concepção, a gerência deveria atuar de maneira cooperativa e ter uma atuação no sentido de apoiar o trabalho dos operários.

O conceito de produtividade estava em achar o desafio adequado a cada pessoa, dentro de seu potencial, então pagando-se bem pelo desempenho superior. O estudo de tempos simplesmente dobrou a produtividade na MIDVALE, além do uso de controles sistemáticos e ferramentas, e o novo esquema de remuneração, desenvolvido por Taylor. Remunerava-se a pessoa e não o trabalho; e ele, ainda acreditava que não seria necessário os sindicatos se cada trabalhador fosse remunerado de acordo com seu valor.

Apesar de seus feitos impressionantes e eficazes na época, Taylor fez muitos inimigos, especialmente entre a média e alta gerência. Alguns deles eram também donos de terras e quando Taylor reduziu a força de trabalho eles acharam que fosse acabar com a população de SOUTH BETHLEHEM. Ironicamente foi exatamente para isso que esses gerentes haviam contratado Frederick Taylor, mas acharam que ele nunca conseguiria. Fato é que os trabalhadores demitidos acabaram sendo absorvidos por outras indústrias. Frederick Taylor foi demitido em 05-1901 da Bethlehem após disputas com a nova gerência.

Frederick Taylor fez o que pode para adequar seus pensamentos às necessidades de seus clientes e a cada situação particular. Foi a primeira pessoa na história a fazer tentativas sistemáticas de melhorar tanto a produtividade com a qualidade de vida no trabalho nas fábricas (Weisford,1987).

Frederick Taylor morre em 1915 aos 59 anos de idade, vitimado por uma gripe.

Hoje em dia, sabemos que temos que superá-lo, mas não sabemos o que colocar no seu lugar.

nbs.administracao@gmail.com

nbsousa_2005@hotmail.com

http://twitter.com/nbdesousa

 

 

Perfil do Autor

Nelson B. Sousa

Adm. de Empresas. Cursos de Atualização Pela: F.G.V - EM: ÉTICA - RECURSOS HUMANOS -ADM ESTRATÉGICA - DIVERSIDADE NAS ORGANIZAÇÕES -MOTIVAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES- BALANCED SCORECARD-INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA-DIREITO DO TRABALHADOR-PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO-GESTÃO DE CUSTOS- 2008/09. CONTATOS: nbsousa_2005@hotmail.com, http://www.visaoempreendedora.net/ ARTIGOS LICENCIADOS - http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/br/