Abuso Sexual

Publicado em: 25/03/2009 | Acessos: 2,539 |

ABUSO SEXUAL

Podemos classificar as crianças que sofrem abuso sexual como Filhos do Calvário. A indolência parece tomar conta das autoridades brasileiras. A violência sexual ou abuso sexual leva-nos a crer em doença. Existem quatro categorias distintas de abuso sexual: Pedofilia; estupro; assédio sexual e exploração sexual profissional. Em todos os casos, ou entre eles, existem necessidades de tratamento, tanto dos abusadores, quanto das vítimas.

Muitos jovens em iniciação sexual usam de todas as artimanhas para saciar seus desejos. Em todas as classificações de abuso sexual podemos dizer que além do tratamento médico, o psicológico é indispensável, pois a situação é grave e o fato não é raro ocorrer, visto que a vítima de abuso pode se tornar um abusador no futuro.
É muito normal existir a prática de sexo entre os menores,normalmente esta prática é executada as escondidas, e existe uma espécie de troca ou escolha. A prática do sexo na infância vai desde a masturbação até o ato sexual propriamente dito.

Essas nuanças aqui citadas ocorrem em maior percentual no sexo masculino. Normalmente, existe um - cobaia e este futuramente pode se tornar homossexual. Quando o assunto é sexo excogitamos muitos pungentes, que levam problemas graves para as famílias. Vemos com tristeza nas páginas do jornal o Povo o abuso sexual praticado por um iraniano preso com duas adolescentes. Ficamos a imaginar a dificuldade que determinados brasileiros encontram para adentrar em outros países, contrastando com a facilidade que os gringos encontram para ingressar na "Ilha da Fantasia".

Iraniano de 45 anos foi preso em Fortaleza acusado de abusar sexualmente de duas adolescentes com 14 e 15 anos. A prisão aconteceu a menos de 500 metros da Delegacia de Combate à Exploração à Criança e ao Adolescente, no bairro São Gerardo. O que nos deixa com uma pulga atrás da orelha é que o abusador mora a 10 anos em Fortaleza e já responde a quatro processos na justiça. Indagamos como um cidadão estrangeiro de alta periculosidade, respondendo a quatro processos, se encontra solto desfrutando das benesses da capital alencaria. Indagamos: O que a justiça tem a dizer sobre a impunidade do iraniano?



Queremos ressaltar a nossa posição quanto ao abuso sexual: Temos que rogar providências das autoridades, dos pais, dos parentes, e que tenham mais vigilância sobre seus filhos, visto que esta prática pode ter como cenários os próprios banheiros de colégios, terrenos baldios e casas abandonadas. A Prática sexual é tão abrangente que já é classificada como perversões sexuais ou parafilias, sexualidade normal e transtornos sexuais; prática de sexo compulsivo, sexo na adolescência notadamente tendo como cena principal colégios, faculdades e universidades. A sinonímia para as classificações acima enumeradas são de suma importância e que todos devam tomar ciência e conhecimento. Senão vejamos: "Pedofilia abuso de menores, incesto, molestação de menores.


A Pedofilia é um transtorno parafílico, onde a pessoa apresenta fantasia e excitação sexual intensa com crianças pré-púberes, efetivando na prática tais urgências, com sentimentos de angústia e sofrimento. O abusador tem no mínimo 16 anos de idade e é pelo menos cinco anos mais velho que a vítima. O abuso ocorre em todas as classes sociais, raças e níveis educacionais. A grande maioria de abusadores é de homens, mas suspeita-se que os casos de mães abusadoras sejam subdiagnosticados. Existem quatro faixas etárias de abusadores: Jovens com idade de até 18 anos, que aprende sexo com suas vítimas; adultos de 35 a 45 anos de idade que molestam seus filhos ou de amigos e parentes, pessoas com mais de 55 anos que sofrerão estresse por separação, doenças do Sistema Nervoso Central, ou mesmo perda do cônjuge por separação ou morte.

E entram neste écran os viciados em sexo independente de classe social e raça. O sexo praticado com crianças geralmente é oro-genital, sendo menos freqüente o contato gênito-genital ou gênito-anal. As causas do abuso são variáveis. O molestador geralmente justifica seus atos, racionalizando que está ofertando oportunidades à criança de desenvolver-se no sexo, ser especial e saudável, inclusive praticando sexo com a permissão desta. Pode envolver-se afetivamente e não ter qualquer noção de limites entre papéis ou de diferenças de idade. Quando ocorre dentro do seio familiar (o abusador é o pai ou padrasto, por exemplo), o processo é bastante complicado.

Normalmente interna-se a criança para sua proteção, e toda uma equipe trabalha com o clareamento da situação. Por vezes, a criança é também espancada e deve ser tratada fisicamente. O que tange a parte cientifica do caso contamos com o apoio singular do site: http://www.abcdasaude.com.br/ A família se divide entre os que acusam o abusador e os que acusam a vítima, culpando esta última pela participação e provocação do abuso. O tratamento, então, é inicialmente direcionado para a intervenção em crise. Depois, tanto a criança, quanto o abusador e a família devem ser tratados em longo prazo. Devido ao fato de abuso de menores ser considerado crime, o tratamento do abusador torna-se mais difícil.

As conseqüências emocionais para a criança são bastante graves, tornando-as inseguras, culpadas, deprimidas, com problemas sexuais e problemas nos relacionamentos íntimos na vida adulta. O abuso sexual é coisa séria, mas parece que os problemas oriundos desta prática abominável estão sendo empurrados com a barriga. Sabemos que as praias do litoral cearense estão cheias de mansões pertencentes a estrangeiros, seria um momento de o Governo Federal investigar rigorosamente estas pessoas.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI E ALOMERCE

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 7 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/adolescentes-artigos/abuso-sexual-833968.html

    Palavras-chave do artigo:

    violencia sexual

    ,

    problemas psicologicos

    ,

    perversao sexual

    Comentar sobre o artigo

    MARIA DAS GRAÇAS TELES MARTINS

    A violência sexual contra crianças e adolescentes resultam de um fenômeno complexo levando em consideração o contexto histórico, econômico, cultural e político. Alunos do Colégio Liceu Paraibano (PB), entrevistam uma profissional da área da psicologia e educação sobre o assunto. Conclui-se que o trauma do abuso sexual pode afetar o desenvolvimento de crianças e adolescentes, uma vez que desenvolvem severos problemas emocionais, relacionais com prejuízos físicos, psicológicos e psiquiátricos.

    Por: MARIA DAS GRAÇAS TELES MARTINSl Educação> Ciêncial 02/12/2010 lAcessos: 4,006

    A cidadania nada mais é do que a qualidade ou estado de cidadão. A educação do homossexual na área do sexo, à luz da Doutrina Espírita, não se fará com a eliminação dos seus reflexos mentais de feminilidade ou masculinidade, pois estes já constituem patrimônio íntimo, adquiridos em experiências nas reencarnações sucessivas, nos milênios. O que é bom no Espírito deve ser conservado, cabendo somente o dever de aperfeiçoar e purificar estas qualidades.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Notícias & Sociedadel 22/05/2009 lAcessos: 493

    Esse é um trabalho que foi realizado semestre passado por mim e meus amigos da faculdade (Liciane, Karoline, Marta e Anderson) para apresentação de um seminário da disciplina de Criminologia, no qual fala sobre um tema bastante atual e que sempre é debatido na mídia nacional, que é a pedofilia online.

    Por: Rosilene Oliveira Britol Direitol 06/12/2010 lAcessos: 1,557

    A pedofilia é muito comentada e praticada nos dias atuais. Será uma doença ou uma perversão sexual? Não sabemos. Alguns estudiosos dizem ser a pedofilia simultaneamente definida como doença, distúrbio psicológico e desvio sexual (ou parafilia) pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Nos manuais de classificação dos transtornos mentais e de comportamento encontramos essa categoria diagnosticada. Assim fica definida a classe dos pedófilos como doentes. Então, além da prisão para estes seres humanos, o tratamento psicológico se faz necessário e tratado convenientemente. Como se procede com os portadores de síndromes e doenças de distúrbios psicológicos.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Notícias & Sociedade> Cotidianol 11/09/2008 lAcessos: 1,281
    Antonio de Jesus Trovão

    A previsibilidade do tema do ponto de vista jurídico e normativo.

    Por: Antonio de Jesus Trovãol Direito> Doutrinal 01/09/2010 lAcessos: 503 lComentário: 1
    buffet villalegre

    Qual criança nunca sonhou em ser um super-herói ou uma princesa encantada? Se formos fazer essa pergunta para uma criança certamente ela terá uma infinidade de heróis para nos indicar, e para elas os heróis é aquele visto na tela da televisão, é o desenho animado que mais gosta, enfim existe uma infinidade de respostas para essa pergunta.

    Por: buffet villalegrel Lar e Família> Adolescentesl 23/09/2014
    buffet villalegre

    Tudo seria perfeito se não existisse por trás dessa animação toda, um grupo de pessoas que trabalham pesado para deixar tudo perfeito. Um grupo de pessoas que procura a melhor maneira de deixar os clientes satisfeitos com trabalho oferecido pelo buffet infantil.

    Por: buffet villalegrel Lar e Família> Adolescentesl 23/09/2014
    buffet villalegre

    Com a correria dos dias, o trabalho, os cuidados com os filhos e entre outras inúmeras tarefas cotidianas, nem sobra tempo para realizar a organização de uma festa de aniversário para os filhos. A melhor opção nesses casos então é contratar os serviços de um Buffet Infantil para que ele cuide de tudo de forma segura e com responsabilidade.

    Por: buffet villalegrel Lar e Família> Adolescentesl 23/09/2014

    Este artigo tem por objetivo compreender como a política do Sistema Único da Assistência Social tem refletido na Instituição de Acolhimento de Crianças e Adolescentes (Casa-Lar) e assim identificar como o assistente social atua neste território. Mesmo que se trate de uma política voltada à um publico em vulnerabilidade social, as crianças tem sido assistidas em sua integralidade, buscando reintegrá-las a um lar que possa amá-las e respeitá-las como crianças e adolescentes portadoras de direi

    Por: Agta Amoriml Lar e Família> Adolescentesl 05/09/2014 lAcessos: 22

    A fase da pré-adolescência, que engloba a faixa dos 10 aos 13 anos, não é um momento fácil. O período é de imensas transformações que mexem tanto com o lado físico como o psicológico, quando há maior interesse pela sexualidade, ainda que o fluxo mental continue mantendo-se no nível do brincar.

    Por: Flávia Ghiurghil Lar e Família> Adolescentesl 02/09/2014

    O presente artigo analisa através de estudos bibliográficos a discussão sobre o consumo abusivo do álcool, a influência entre os adolescentes e suas consequências psicossociais. Trata-se de panorama de publicações nacionais com corte cronológico de dez anos (2003-2013) de caráter qualitativo, de artigos publicados em revistas, feita por meio de consultas as bases de dados e sistemas de busca virtuais. O alcoolismo é uma questão de saúde pública; causa desestrutura familiar, ás vezes irreversível

    Por: Iago Batista dos Santosl Lar e Família> Adolescentesl 01/09/2014 lAcessos: 15
    Jesus Rios Nilton

    O reino dos céus é semelhante a um rei que celebrou as bodas de seu filho.

    Por: Jesus Rios Niltonl Lar e Família> Adolescentesl 28/08/2014
    João Donizete France

    A crescente escalada em aplicativos distribuídos gratuitamente na web, torna-se indispensável a consciência dos pais para com seus filhos.

    Por: João Donizete Francel Lar e Família> Adolescentesl 18/08/2014

    A política brasileira além de ferver virou um inferno. Um inferno com muitos diabos que não têm medo da cruz. Deus, o nosso Pai morreu e Jesus não estão mais em seus corações. A caridade, a fraternidade e os bons princípios não foram sublimados, e sim exterminados juntamente com a ética. No coração do brasileiro só resta esperança, as forças já estão combalidas, vítimas de uma politicagem escarnecida. O encanto do Brasil antigo evaporou-se diante das aberrações e das corrupções eleitorais.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatural 13/10/2014

    A felicidade imanta o meu ser, entro em êxtase vibracional, no entanto, meu ego se altera para todo mundo ver, o meu corpo se altera meio descomunal. Quando um grande amor amadurece, os tremores constantemente se alternam o corpo não resiste e a rosa não floresce, o íntimo se refina e, os desejos jornadeiam. O imã do amor me aconchega delicioso, o carinho e o afago do meu amor se transformam, a minha amada transborda em carinho astucioso e uma entrega sem pudor nos delicia e ...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 08/10/2014

    Podemos afirmar que, muitas vezes, a verdade é mais interessante que a ficção. O Ciclo Cósmico pela qual a humanidade vem passando, ou pelo desenvolvimento intelectual do hominal, leva a um interesse maior pela vida do Grande Mestre, ou Grande Redentor, Jesus do que em qualquer outro período desde o início de cristianismo. Nunca na história humana, Cristo foi tão estudado, pesquisado por estudantes de psicologia, misticismo, metafísicas e ocultismo com sentido minucioso e analítico. Nesse estudo

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 07/10/2014

    A brisa suave nos acaricia e o sol envolto pelo arco-íris, encanta-nos no pingente solar. Buscamos a todo instante a incessante diretriz, altaneira e rediviva. Somos humanos imperfeitos, mas através do amor e do perdão, procuramos alcançar vencendo todos os obstáculos, entre suores, perfumes, barulho, pedras de tropeços, o que mais almejamos o dom de amar. O amor na feição extrema vive em seu próprio lugar e não encontra problema difícil de suportar.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 06/10/2014

    Pensei nas pessoas sofredoras e fui orando para as entidades protetoras. Vi no semblante de uma criança solitária, a fome que a consumia. Imantei o amor em prol de um pequeno ser. Vi no sol da primavera seus momentos bons e ruins, mas não almejamos sofrimentos, principalmente para os seres indefesos e inocentes. Como diria Cornélio Pires, sempre noto com reserva as dores que vêm do herdeiro; não sei se o choro é de mágoa ou de briga por dinheiro.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatural 03/10/2014

    Segundo Hammed (por Francisco do Espírito Santo Neto) a rigor, família é uma instituição social que compreende indivíduos ligados entre si por laços consanguíneos. A formação do grupo familiar tem como finalidade a educação, implicando, porém, outros fatores como amor, atenção, compreensão, coerência e, sobretudo, respeito à individualidade de cada componente do instinto doméstico. Uma expressão belíssima, esclarecedora, no entanto, vem se deformando nos dias atuais.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 25/09/2014

    Lágrimas são emoções materializadas que romperam bandeiras do corpo físico. Em realidade, representam os excessos de energia que necessitamos extravasar. Nem sempre são as mesmas fontes que determinam as lágrimas, pois variadas são as nascentes geradoras que as expelem através dos olhos. Em épocas de política o Brasil se transforma, e denotamos como são grandes os aparatos, que os candidatos fazem para chamar a atenção do eleitor. Festival de publicidades, bandeirolas são tremuladas pelo vento d

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatural 24/09/2014

    Ray Bradbury, escritor norte-americano, 1953 depois de Cristo, nos repassou essa lindeza, essa preciosidade que colocamos a disposição de quem gosta de auferir o que os grandes escritores colocam a nossa disposição. "O mundo está escuro e parece morto, feras e serpentes se escondem nas trevas… Então, tu apareces no horizonte… E a terra fica em festa. Os humanos se levantam do sono e partem para o trabalho. Ó sol, imagem do Criador, fogo inicial da Vida… Vamos colher, até o fim dos tempos,

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Ciênciasl 23/09/2014
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast