Violência Na Adolescência

Publicado em: 20/01/2009 |Comentário: 23 | Acessos: 30,252 |

Infelizmente, a agressividade é sempre um tema da atualidade, especialmente a agressividade juvenil, na qual está relacionada aos roubos, furtos, assaltos, seqüestros, gangues, atiradores de escolas, dos queimadores de mendigos, dos homicidas ou pelo simples fato da agressão familiar, o que não é tão difícil hoje em dia.


Segundo a UNICEF, a situação da violência na adolescência gera o seguinte fato, 44% das crianças e adolescentes no Brasil, vivem em famílias com uma renda per capita de meio salário mínimo, sendo que desse total, metade vive em famílias com um quarto de salário mínimo per capita. São 29 milhões de crianças e adolescentes em situação de miséria absoluta, filha da violência estrutural, campo propício para a experiência da delinqüência.


De acordo com a revista americana “Science”, algumas das causas sociais da violência mais relevantes são:


a)    Índices de encarceramento, tanto familiar quanto em cadeias;


b)    Uso constante de crack e outras drogas nocivas


c)     Uso de armas, na qual a venda é ilegal nesta faixa etária, porém de fácil acesso


d)    Desigualdade econômica


e)    Dificuldade de laços familiares

Considere que não é fácil construir uma sociedade rica e igual, que eduque de forma adequada e capacitada todas as crianças, mas como evitar a violência em sociedade e ainda mais com o adolescente?


Podemos dizer que não há realmente soluções mágicas ou estratégicas para tal fato. Temos que entender que a violência juvenil deve ser entendida como doença, por fatores múltiplos, como citados acima, na qual precisam ser verificados com cuidado para que possamos ao menos diminuir este fato, que é tão complexo e amedrontador a todos numa sociedade.

Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 39 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/adolescentes-artigos/violencia-na-adolescencia-730326.html

    Palavras-chave do artigo:

    adolescentes

    ,

    violencia

    Comentar sobre o artigo

    ENTENDER A VIOLÊNCIA QUE ACONTECE NA ESCOLA NOS DIAS ATUAIS SIGNIFICA ABRIR ESPAÇO PARA UMA REFLEXÃO EM TORNO DA MUDANÇA DE POSTURA DO PROFESSOR NO COTIDIANO ESCOLAR. O EDUCADOR QUE COMPREENDE SEU PAPEL VISUALIZA NA ESCOLA UM IMPORTANTE ESPAÇO DE PREVENÇÃO DA VIOLÊNCIA.

    Por: VIVIANE AVELINO MARCELOSl Educaçãol 19/01/2009 lAcessos: 129,877 lComentário: 66
    Lizete Andreis Sebben

    Análise do Mapa da Violência para Crianças e Adolescentes pela Desembargadora do TJRS

    Por: Lizete Andreis Sebbenl Direito> Doutrinal 12/12/2012 lAcessos: 45

    O estudo objetivou analisar os tipos de violência praticados contra a criança e o adolescente, e identificar as políticas de atendimento a essas vítimas, para tanto se utilizou a metodologia da pesquisa bibliográfica com pesquisas realizadas em bibliotecas virtuais de diversas universidades conceituadas. De modo geral a pesquisa demonstrou que em 80% dos casos de violência intrafamiliar os principais agressores são as mães e ou pais e violência ocorreu predominantemente na residência da vítima.

    Por: Ceres Ribeiro de Moraesl Educaçãol 11/11/2012 lAcessos: 747
    Silvane dos Santos Matias

    A violência intrafamiliar vem se apresentando de forma desordenada em nossa sociedade. Muitas crianças são vivem sob o medo, a falta de segurança e de proteção necessários.Seus direitos são violados ainda em tenra idade.. Esse artigo tem como objetivos abordar sobre a violência intrafamiliar na primeira infância enfocando o abuso sexual, como também ressaltar a importância do enfermeiro nesse contexto. Metodologia: Revisão bibliográfica baseada em: Azevedo e Guerra (1989), Ribeiro e Reis (2004),

    Por: Silvane dos Santos Matiasl Saúde e Bem Estarl 23/07/2010 lAcessos: 938

    De 25 a 28 de novembro aconteceu no Sesc Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, o I Congresso Brasileiro de Enfrentamento às Violências Sexuais contra Crianças e Adolescentes: diálogo para o Fortalecimento das Ações.

    Por: Simone Barretol Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 02/12/2008 lAcessos: 714 lComentário: 1
    Romilda Aparecida Lima

    Este artigo tem por objetivo refletir sobre as concepções de superioridade das elites sobre as percepções de infância e adolescência dos séculos XVI a XXI. Essas concepções apontam transformações socioeconômicas no Brasil, que pode nos assinalar a posição que encaixa os adolescentes enquanto seres. Nesta análise, percebe-se que de uma forma, ou de outra, continuam sendo válidas na atualidade, situações que não são novas, mas que se repetem séculos após séculos.

    Por: Romilda Aparecida Limal Educação> Educação Infantill 11/03/2014 lAcessos: 83
    Ireneide Linhares da Silva

    Este projeto é uma proposta de intervenção na prática pedagógica para o Ensino Fundamental tendo em vista as muitas situações de violência que acontecem no ambiente escolar. Inclui uma abordagem sobre bullyng que é uma forma de violência enfrentada por alunos, professores e demais funcionários de escolas e também com o Estatuto da criança e do adolescente para que os envolvidos possam conhecer os direitos e consequentemente seus deveres enquanto cidadão.

    Por: Ireneide Linhares da Silval Educação> Educação Infantill 28/03/2011 lAcessos: 4,349 lComentário: 1
    leone pereira de souza

    O objetivo deste trabalho foi investigar os saberes docentes e discentes sobre drogas, violência no âmbito escolar e sua influência no processo educacional, em uma Escola Estadual no Município de Boa Vista/RR/Brasil, conscientizando assim os alunos e demais segmentos da comunidade escolar. Tenta-se responder a seguinte problemática: De que forma o professor aborda esta temática em sala de aula? e com qual frequência o faz? A pesquisa tem cunho quali-quantitativa, utilizando o método Hermenêutico

    Por: leone pereira de souzal Educaçãol 17/02/2010 lAcessos: 2,177 lComentário: 1
    JOSÉ ALCY DE PINHO MARTINS

    A violência na escola é um tema de grande relevância, que influencia no processo educacional. Este projeto teve como objetivo geral analisar a violência na escola em uma perspectiva sócio-jurídica e educacional, verificando se a instituição escolar, estar perdendo seu caráter transformador e seu poder de antídoto contra a violência.

    Por: JOSÉ ALCY DE PINHO MARTINSl Educaçãol 06/11/2009 lAcessos: 2,772

    Oi pessoal. tô precisando desabafar. Hoje soube de uma notícia, que me deixou arrasado, minha filha de 14 anos revelou pra mãe dela, que se entregou pra um cara, Ela perdeu a virgindade exatamente na cidade onde morávamos no final de 2014...

    Por: ELIVALDO BARROS MOREIRAl Lar e Família> Adolescentesl 22/10/2014 lAcessos: 18
    buffet villalegre

    Qual criança nunca sonhou em ser um super-herói ou uma princesa encantada? Se formos fazer essa pergunta para uma criança certamente ela terá uma infinidade de heróis para nos indicar, e para elas os heróis é aquele visto na tela da televisão, é o desenho animado que mais gosta, enfim existe uma infinidade de respostas para essa pergunta.

    Por: buffet villalegrel Lar e Família> Adolescentesl 23/09/2014
    buffet villalegre

    Tudo seria perfeito se não existisse por trás dessa animação toda, um grupo de pessoas que trabalham pesado para deixar tudo perfeito. Um grupo de pessoas que procura a melhor maneira de deixar os clientes satisfeitos com trabalho oferecido pelo buffet infantil.

    Por: buffet villalegrel Lar e Família> Adolescentesl 23/09/2014
    buffet villalegre

    Com a correria dos dias, o trabalho, os cuidados com os filhos e entre outras inúmeras tarefas cotidianas, nem sobra tempo para realizar a organização de uma festa de aniversário para os filhos. A melhor opção nesses casos então é contratar os serviços de um Buffet Infantil para que ele cuide de tudo de forma segura e com responsabilidade.

    Por: buffet villalegrel Lar e Família> Adolescentesl 23/09/2014

    Este artigo tem por objetivo compreender como a política do Sistema Único da Assistência Social tem refletido na Instituição de Acolhimento de Crianças e Adolescentes (Casa-Lar) e assim identificar como o assistente social atua neste território. Mesmo que se trate de uma política voltada à um publico em vulnerabilidade social, as crianças tem sido assistidas em sua integralidade, buscando reintegrá-las a um lar que possa amá-las e respeitá-las como crianças e adolescentes portadoras de direi

    Por: Agta Amoriml Lar e Família> Adolescentesl 05/09/2014 lAcessos: 24

    A fase da pré-adolescência, que engloba a faixa dos 10 aos 13 anos, não é um momento fácil. O período é de imensas transformações que mexem tanto com o lado físico como o psicológico, quando há maior interesse pela sexualidade, ainda que o fluxo mental continue mantendo-se no nível do brincar.

    Por: Flávia Ghiurghil Lar e Família> Adolescentesl 02/09/2014

    O presente artigo analisa através de estudos bibliográficos a discussão sobre o consumo abusivo do álcool, a influência entre os adolescentes e suas consequências psicossociais. Trata-se de panorama de publicações nacionais com corte cronológico de dez anos (2003-2013) de caráter qualitativo, de artigos publicados em revistas, feita por meio de consultas as bases de dados e sistemas de busca virtuais. O alcoolismo é uma questão de saúde pública; causa desestrutura familiar, ás vezes irreversível

    Por: Iago Batista dos Santosl Lar e Família> Adolescentesl 01/09/2014 lAcessos: 26
    Jesus Rios Nilton

    O reino dos céus é semelhante a um rei que celebrou as bodas de seu filho.

    Por: Jesus Rios Niltonl Lar e Família> Adolescentesl 28/08/2014

    Popularmente há uma tendência em se julgar à sanidade da pessoa, de acordo com seu comportamento, de acordo com sua adequação às conveniências sócio-culturais como, por exemplo, a obediência aos familiares, o sucesso no sistema de produção, a postura sexual, etc.

    Por: Alexandre Vieiral Saúde e Bem Estarl 20/01/2009 lAcessos: 74,374 lComentário: 21

    É um grupo de sintomas incapacitantes permanentes, resultantes de danos as áreas do cérebro responsáveis pelo controle motor. Não progressiva que pode ter origem antes, durante ou logo após o nascimento e se manifesta na perda ou no comprometimento do controle sobre a musculatura voluntária. Caracteriza por um distúrbio de movimento ou postura dependendo do local e magnitude do dano os sintomas podem variar.

    Por: Alexandre Vieiral Saúde e Bem Estarl 20/01/2009 lAcessos: 8,775 lComentário: 11

    O TCE é uma agressão ao cérebro, não de natureza degenerativa ou congênita, mas causada por uma força física externa, que pode produzir um estado diminuído ou alterado de consciência, que resulta em comprometimento das habilidades cognitivas ou do funcionamento físico.

    Por: Alexandre Vieiral Saúde e Bem Estarl 20/01/2009 lAcessos: 22,707 lComentário: 11

    O AVE, ou Acidente Vascular Encefálico é a terceira maior causa de morte no mundo desenvolvido, atrás apenas das doenças coronárias e de todos os tipos de câncer.

    Por: Alexandre Vieiral Saúde e Bem Estarl 20/01/2009 lAcessos: 11,413

    Falar sobre os direitos de um deficiente não é coisa fácil! Neste artigo, relataremos situações sociais e profissionais sobre os direitos dos deficientes.

    Por: Alexandre Vieiral Direito> Legislaçãol 20/01/2009 lAcessos: 7,425 lComentário: 3

    Relatar sobre apnéia e ronco, para alguns pode parecer uma brincadeira, assim como gozações do cotidiano, porém para as quem possui, é de grande frustração social e também familiar.

    Por: Alexandre Vieiral Saúde e Bem Estarl 20/01/2009 lAcessos: 722

    Embora tenha sido reconhecida primeira vez em 1981 a imunodeficiência adquirida (AIDS) se tornou um importante problema de saúde pública dessa geração. Nas várias semanas ou meses após a infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV), muitos indivíduos desenvolvem uma doença semelhante à mononucleose com duração de uma a duas semanas.

    Por: Alexandre Vieiral Saúde e Bem Estarl 20/01/2009 lAcessos: 2,382 lComentário: 1

    Podemos definir a cardiopatia como qualquer doença que atinja o coração. Mas como detectar uma doença no Coração?

    Por: Alexandre Vieiral Saúde e Bem Estarl 20/01/2009 lAcessos: 137,060 lComentário: 20

    Comments on this article

    1
    ruthelo 26/10/2011
    eu acho que isso não é muito importante porquê eu não gostei...isso não me interesou muito.
    1
    Rosigela 26/10/2011
    Confesso que meu ponto de vista diverge quanto qual seria a solução desse mau, mas devo dizer que tenho experiência em famílias desestruturadas, lido com casos como esse com constância!
    A sociedade poderia parar de buscar culpados e assumir-se,o poder público poderia cancelar os futuros presídios se investisse em acompanhamento familiar!
    2
    Juliana 20/10/2011
    Eu acho que para termos um futuro melhor precisamos de mais oportunidades. Tais como: Trabalhos. Muuitos deixam de estudar para ajudar na renda familiar,e outros escolhem o mundo do crime e da prostituição. Acho que com mais oportunidades, muitas coisas poderiam, mudar no nosso Brasil..
    2
    LUCIMARA MESQUITA LODONHA 26/08/2011
    EU ACHO QUE AS JOVENS NO DIA DE HOJE, ESTAO PRECISANDO E DE TER MAIS DIALOGOS ,COM SEUS RESPONSSAVEIS ,PARA QUE ELES OU ELAS SE INFORMEM, MAIS E E IMPORTANTE QUE SEUS RESPONSSAVEIS NAO FIQUEM IVITANDO ESSE TIPO DE ASSUNTO,
    ANTES QUE ACONTEÇA O PIOR.
    3
    JULIA 08/05/2011
    SÓ ENTRE POIS TENHO UM TRABALHO DE FILOSOFIA PARA FAZER
    3
    thaina 07/04/2011
    eu acho +-
    0
    layssa 31/03/2011
    acho que em relação a violência quem sofre mais é o adolescente.
    Porque já está em fase de crescimento e acho que deve ser bem difícil principalmente pra ele.
    Tenho uma pequenq experiência de vida mas já tenho noção do que é agressiviade e brutalidade ao adolescente.
    2
    magna 08/02/2011
    eu so queria saber porq eles fazem isso a violência não leva a nada!
    2
    barbara brenda da silva 10/11/2010
    eu acho que a violência e um papel muito ruin ela essa ta de violência ela e praticada em todas as escolas faculdade etcccccccccccccc!!!!!!!!!!!!!
    2
    tacila medeiros araujo 26/10/2010
    mande um texto falando sobre a violencia ao adolescente
    2
    CAIANA 06/10/2010
    COM QUANTOS ANOS AS CRIANCAS COMESAN A ENTRAR NAS DROGAS
    2
    GUILHERME SOUZA 20/09/2010
    BLABLABLA BLA A I BLA
    -1
    william 12/05/2010
    A violência contra os adolescentes é provocado pelas drogas pois ela está acima dos outros atos de infração
    -1
    leonice Santos rodrigues 11/05/2010
    Eu sou violenta ao beijar na boca ....
    O que fazer???
    4
    wilkslam 23/04/2010
    A violência está crescendo cada vez mais no nosso país, devemos lutar contra o bulling, até por que os jovens e são o futuro do nosso PAÍS.
    0
    aline 17/12/2009
    cm combater esses maniaco
    -3
    sara 02/12/2009
    quero fazer minha caricatura ow !!! q coisa sô
    -4
    samara 26/11/2009
    interessante mas bem confuso.
    -2
    elisângela 19/10/2009
    quero minha caricaturaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
    3
    Letícia 15/09/2009
    . Se a sociedade fosse justa , e igual a todos os cidadões talvez
    o mundo não fosse tomado por simples crianças, e até mesmo jovens por que seus devidos lugares seriam sentados numa cadeira , com livros e cadernos em sala de aula mais apesar que nem isso poderiamos mais chamar de escola, pois até nisso os adolescentes estão transformando em um ambiente complexo de violência e vandalismo . Se tudo fosse igualdade a todos nesse Brasil , se as pessoas os governos passe mais a pensar no proximo assim como pensam em riquesa , dinheiro no bolso , como muitas pessoas pessam em coisas futeis , o mundo seria mais capacitado para poder se chamar ' BRASIL ' pois assim seria um mundo de união, um mundo harmonico. e não o que é hoje tirando a vida de pequenas crianças que poderiam ser o futuro desse Brasil , poderiam ser a cabeça para uma evolução maior, de vez cultivarem o que só se pode ter uma vez que é a VIDA estão tirando antes que a acabe !
    2
    Renata katielle 09/08/2009
    Infelizmente no mundo de hoje as pesoas pesão em matar e roubar que não tem tempo de pensar no estudo se as pessoas que vivem aqui não fosse como são não teria acontecido.
    1
    ailton 14/07/2009
    Infelizmente, a agressividade é sempre um tema da atualidade, especialmente a agressividade juvenil, na qual está relacionada aos roubos, furtos, assaltos, seqüestros, gangues, atiradores de escolas, dos queimadores de mendigos, dos homicidas ou pelo simples fato da agressão familiar, o que não é tão difícil hoje em dia.

    Segundo a UNICEF, a situação da violência na adolescência gera o seguinte fato, 44% das crianças e adolescentes no Brasil, vivem em famílias com uma renda per capita de meio salário mínimo, sendo que desse total, metade vive em famílias com um quarto de salário mínimo per capita. São 29 milhões de crianças e adolescentes em situação de miséria absoluta, filha da violência estrutural, campo propício para a experiência da delinqüência.

    De acordo com a revista americana “Science”, algumas das causas sociais da violência mais relevantes são:

    a) Índices de encarceramento, tanto familiar quanto em cadeias;

    b) Uso constante de crack e outras drogas nocivas

    c) Uso de armas, na qual a venda é ilegal nesta faixa etária, porém de fácil acesso

    d) Desigualdade econômica

    e) Dificuldade de laços familiares

    Considere que não é fácil construir uma sociedade rica e igual, que eduque de forma adequada e capacitada todas as crianças, mas como evitar a violência em sociedade e ainda mais com o adolescente?

    Podemos dizer que não há realmente soluções mágicas ou estratégicas para tal fato. Temos que entender que a violência juvenil deve ser entendida como doença, por fatores múltiplos, como citadInfelizmente, a agressividade é sempre um tema da atualidade, especialmente a agressividade juvenil, na qual está relacionada aos roubos, furtos, assaltos, seqüestros, gangues, atiradores de escolas, dos queimadores de mendigos, dos homicidas ou pelo simples fato da agressão familiar, o que não é tão difícil hoje em dia.
    1
    fernanda 16/06/2009
    amei tudo de bom esse jogo!!!
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast