Dicas Sobre Como Amansar Uma Calopsita Ou Agapornis

31/07/2009 • Por • 24,870 Acessos

Estive recentemente em um criatório especializado na criação dessas duas espécies e entrevistou o proprietário Mário Aparecido Garcia, de Campo Grande. De acordo com Garcia, os filhotes de agapornis e calopsitas são retirados dos pais quando completam duas semanas de vida e devem ser tratados de quatro a cinco vezes por dia. “Eu tiro os filhotes quando começam a nascer às primeiras penas. Eles são como crianças, precisam de cuidados especiais o tempo todo, pois ainda não sabem se alimentar sozinho”, explica.

 

Segundo ele, os filhotes são alimentados com uma papa, mas a composição da alimentação é um segredo do criador. “Consegui formular uma papinha com bastante nutrientes e proteínas. Dou a alimentação com uma seringa acoplada a uma espécie de agulha que não machuca as aves. Elas são como uma criança. Precisam de muitos cuidados. Às vezes tenho que acordar de madrugada para tratá-los”, comenta.

 O criador explicou que com o passar dos dias ele vai reduzindo a quantidade da papinha e aumenta a ração, como o alpiste, o girassol e o painço. “Quando eles começam a ficar maiores eu dou a papinha só à noite. Deixo só a ração na gaiola durante o dia, para que eles fiquem com fome e comam ela apenas. O objetivo é incentivá-los a abandonar a papinha”, disse.

 

Conforme ele, esse processo garante que os pássaros fiquem dóceis e se apeguem ao tratador. “Eles ficam mansos e procuram a gente para se alimentar. Os filhotes pensam que somos os pais deles e não fogem. Em relação a ensinar as aves a assoviar, Garcia alega que só a calopsita macho faz isso. “As fêmeas não assoviam, apenas piam. Isso também acontece com os agapornis. Tanto o macho quanto a fêmea dessa espécie só piam. Para ensinar um macho de calopsita assoviar você precisa escolher uma música ou hino e colocar diariamente para ele ouvir”, salienta.

 

Ainda segundo o criador, quando mais novo o pássaro ouvir o som, mas satisfatório será o resultado. “Eu já ouvi calopsita assoviando o Hino Nacional ou o Hino do Flamengo. Eu tenho uma que assovia a música “atirei o pau no gato”. O segredo é colocar a música todos os dias para a calopsita ouvir e com o tempo ela começa a imitar o som”, finaliza.

 Uma dica do Blog Aves e Notícias: você pode não ter sucesso nas primeiras tentativas, mas não desista, a criação de aves é assim mesmo. Com o tempo os resultados começam a aparecer facilmente, e as metas são alcançadas facilmente.

 

Alessandro Perin - do Blog Aves e Notícias (http://avesenoticias.spaces.live.com ou www.avesenoticias.com.br)

 

Perfil do Autor

Alessandro Perin