Giardia Em Cães Filhotes – Métodos De Controle

09/04/2009 • Por • 11,674 Acessos

. 10 a 20% dos animais bem tratados podem ter GIARDIA
. 26% a 50% de animais jovens podem ter GIÁRDIA
. Um canil pode estar infetado por GIARDIA, mesmo que, os cães são tratados contra este protozoário
Nem todos os animais (cães) apresentam sinais clínicos e podem contaminar outros animais principalmente sendo filhotes. Cabe ressaltar que, GIARDIA é uma zoonose e podemos visualizá-la somente em microscópio.

SINTOMAS
Animais adultos dificilmente apresentem sintomas. Já, os filhotes, apresentam.
Diarréia (fezes gordurosas, aguda ou crônica)
Obs.: O homem pode estar contaminado e passar ao animal.

PERÍODO DE INCUBAÇÃO
5 a 15 dias

DIAGNÓSTICO
Através de exame de fezes ou flutuação em sulfato de zinco.
Obs. E ATENÇÃO!: O importante é fazer 3 exames sequencias com intervalos de 1 semana e os mesmos deverão ser negativos.

CONTAMINAÇÃO
A contaminação é fecal (direta, ou seja, não tem vetor)
Por meio de água, alimentos, pelagem que podem conter cistos de giárdia isto tudo contaminado pelas fezes.
A GARDIA pode ser chamada de tropozoitos e ao contrário do cisto é pouco resistente no meio ambiente, tanto no calor, quanto no frio.

COMO DESINFETAR O AMBIENTE
. AMONIA QUARTENÁRIA
. VASSOURA DE FOGO
. VAPOR DE ÁGUA

VERMIFUGAÇÃO SEGURA
A cada 30 dias até 6 meses de idade ou a cada 60 dias até 12 meses de idade.
Por: http://www.portalcanino.com.br/affenpinscher.htm

Fonte: http://www.rededefilhotes.com.br/affenpinscher.htm

 

 

O filhotinho dormindo terá seu sistema imunológico, sistema nervoso e seu metabolismo funcionando melhor. Portanto, é importante que o mesmo tenha um bom sono. Assim como os bebês humanos, os filhotes também precisam dormir.

 

Sobre o Autor
EDUARDO FREIRE é cinófilo e canicultor...

Perfil do Autor

EDUARDO FREIRE - CINÓFILO

EDUARDO FREIRE é cinófilo e canicultor.