Hístoria da Folia de Reis

Publicado em: 07/08/2010 |Comentário: 1 | Acessos: 223 |

É um auto popular natalino, de origem portuguesa, de evocação da visita dos três Reis Magos ao Menino Jesus, com apresentação de danças dramáticas como o Terno de Reis, o Rancho e o Bumba-meu-boi. A Folia de Reis marca o fim do ciclo natalino, principalmente no Norte do país. A Folia tem início no dia 24 de dezembro, à meia-noite, e termina no dia 6 de janeiro, Dia de Reis. O desfile leva uma bandeira que muitos acreditam ter o poder de curar as pessoas.

Os foliões fazem paradas em casas previamente escolhidas, para cantorias, em troca de comida e bebida. As Bandeiras de Reis, como também são chamadas as Folias, têm versos próprios para pedir, agradecer e despedir-se dos moradores.

Quando as bandeiras percorrem apenas as ruas da cidade, chamam-se Folias de Reis ou Folias de Reis de Banda de Música. No entanto, quando também visitam os sítios e fazendas, recebem o nome de Folias de Reis de Caixa.

As folias têm de 8 a 20 foliões que são organizados de acordo com suas funções. Eles representam os próprios Reis Magos, acompanhados de empregados, como o pajem e os mordomos, soldados e o Demônio ou Herodes e seus soldados, perseguidores de Jesus Cristo. O mestre e o contramestre são as figuras mais importantes e usam fitas cruzadas no peito, capas de renda e ombreiras para diferenciarem-se dos demais foliões. O mestre é responsável pela organização da folia e o contramestre recolhe os donativos oferecidos pelos donos das casas. O alferes fica encarregado de levar a bandeira, que traz estampadas as figuras dos Reis Magos e da Sagrada Família e que é feita de acordo com as posses do grupo. Os músicos e cantores animam a folia com bumbo, violão, sanfona, pandeiro e cavaquinho. Cantam versos inspirados em trechos da Bíblia e sua música recebe o nome de toada.


Os palhaços, que representam os perseguidores de Cristo, apresentam-se depois dos outros. Usando máscaras e roupas improvisadas, eles dançam descalços, saltitam e recitam versos engraçados chamados chulas. Depois da apresentação dos palhaços são feitas as despedidas.

No encerramento da Folia de Reis, no dia 6 de janeiro, parentes, amigos e participantes de outras folias se divertem com muitas música, comida e bebida. E uma ceia é realizada a 2 de fevereiro, dia de N. Sra das Candeias. Os foliões cumprem promessa de por 7 anos consecutivos saírem com a folia. Conhecida nas cidades, vilarejos e fazendas do interior do RJ, ES, MG, GO, SP e PR, a Folia era essencialmente rural, mas nos dias atuais se expandiu, resistindo até mesmo nas grandes cidades (RJ, Belo Horizonte e Goiânia), no PA e no MA. A Folia de Reis revivia no campo as jornadas das pastorinhas urbanas, entre Natal e Reis.

(Fonte: Globinho Pesquisa, dez. 1996 e 1997)

Arquivo: Folia de Reis de Diadema S.Paulo  27/02/2008.

Jaime F. Mendes - Fonte http://www.foliadereis.org - Comunidade da Folia de reis

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/arte-artigos/historia-da-folia-de-reis-2986740.html

    Palavras-chave do artigo:

    folia de reis

    ,

    reisado

    ,

    www foliadereis org

    Comentar sobre o artigo

    A vinda, da família do Sr. Joaquim Orlando Dias de Minas Gerais para São Paulo começou assim com a chegada em São Paulo em 1943, ele e a esposa Dona Orminda com 4 filhas e um filho pegaram o trem que vem de São Paulo para Santo André e depois vieram para Piraporinha ( hoje pertence a cidade de Diadema) morar ao lado da Cerâmica Assad.

    Por: Jaime Mendesl Arte& Entretenimento> Artel 07/08/2010 lAcessos: 226 lComentário: 2
    Mirian Rodrigues

    A beleza de um Estado, não esta somente em suas belezas naturais, mais também nas pessoas que habitam o local. Estas pessoas é que são responsáveis por tornar o lugar agradável e acolhedor para aqueles que vêm de fora conhecer e visitar as belezas do lugar, que se torna chamativo pela junção destes dois itens, o calor humano e a visão estonteante do lugar. Falo de Itajaí - Santa Catarina, onde conheci, e todos devem conhecer TEREZA ALTHOFF, dona de habilidosas mãos em artesanato.

    Por: Mirian Rodriguesl Arte& Entretenimento> Artel 25/03/2014 lAcessos: 19

    Hoje vamos começar uma série de aulas de arte, com questões respondidas sobre determinado assunto dentro do universo das artes. Em nossa primeira aula, falaremos sobre o Barroco.

    Por: Domine Historia da Artel Arte& Entretenimento> Artel 18/03/2014

    Como iniciaram os museus? Qual foi o primeiro museu da história? Conheça os diversos museus do Brasil e conheça a arte de nosso país.

    Por: Domine Historia da Artel Arte& Entretenimento> Artel 10/03/2014

    O que vem a ser arte contemporânea? O termo é muito utilizado, mas será que você sabe de que arte está falando quando se refere a esse termo? O que a contemporaneidade trouxe de diferente para a arte?

    Por: Domine Historia da Artel Arte& Entretenimento> Artel 10/03/2014 lAcessos: 11
    Cheversson Chagas

    Nesses 12 anos que trabalho com caricaturas digitais muitas vezes me deparo com essa pergunta. Pra que serve uma caricatura? Essa pergunta vem de amigos ou parentes que não entendem porque trabalho com isso. Também muitas vezes alguns possíveis clientes me perguntam isso. Então vou explicar rapidamente para que uma pessoa pode pedir sua caricatura.

    Por: Cheversson Chagasl Arte& Entretenimento> Artel 09/03/2014

    Já ouviu falar em Body Art, ou a arte do corpo? É um movimento artístico que trabalha a arte no próprio corpo.

    Por: Domine Historia da Artel Arte& Entretenimento> Artel 04/02/2014 lAcessos: 17

    Afinal de contas qual é a definição de arte? Você já encontrou a resposta para isso? Talvez devesse refletir sobre uma questão interessante: será que existe definição para a arte?

    Por: Domine Historia da Artel Arte& Entretenimento> Artel 04/02/2014 lAcessos: 20

    Esses últimos anos com a influência da Europa e Estados Unidos, além de novidades tecnológicas como câmeras DSLR a linguagem de filmes de casamento mudou muito.

    Por: Rafal Arte& Entretenimento> Artel 31/01/2014 lAcessos: 14

    A vinda, da família do Sr. Joaquim Orlando Dias de Minas Gerais para São Paulo começou assim com a chegada em São Paulo em 1943, ele e a esposa Dona Orminda com 4 filhas e um filho pegaram o trem que vem de São Paulo para Santo André e depois vieram para Piraporinha ( hoje pertence a cidade de Diadema) morar ao lado da Cerâmica Assad.

    Por: Jaime Mendesl Arte& Entretenimento> Artel 07/08/2010 lAcessos: 226 lComentário: 2

    Comments on this article

    0
    Ilza 12/08/2010
    Parabéns Ponto de Cultura Folia de Reis.
    Sou moradora de Diadema e gostei de saber um pouco mais sobre essa cultura.
    Ilza
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast