Qual o conceito de arte?

Publicado em: 29/03/2012 |Comentário: 0 | Acessos: 829 |

O conceito de arte é bastante amplo e pode englobar manifestações que fazem parte do cotidiano. Você já se perguntou quantas vezes por dia entra em contato com alguma forma de arte? No quanto ela é importante para a sua vida? Reflita sobre isso e aponte alguns momentos do seu dia a dia em que a arte está presente.
A criação artística, não importa a forma que assuma, é uma necessidade humana. Porém, não é tarefa fácil conceituá-la. Leia, a seguir, a opinião de alguns especialistas sobre o assunto:

Nada existe realmente a que se possa dar o nome Arte. Existem somente artistas. Outrora, eram homens que apanhavam um punhado de terra colorida e com ela modelavam toscamente as formas de um bisão na parede de uma caverna; hoje, alguns compram suas tintas e desenham cartazes para tapumes; eles faziam e fazem muitas outras coisas. Não prejudica ninguém dar o nome de arte a todas essas atividades, desde que se conserve em mente que tal palavra pode significar coisas muito diversas, em tempos e lugares diferentes, e que Arte com A maiúsculo não existe.

GOMBRICH, E. H. A história da arte. Rio de Janeiro: LTC, 1995. p. 15.

Costuma-se relacionar a arte à ideia de beleza. Há muito tempo, tenta-se definir o que é capaz de despertar essa ideia no ser humano e até hoje não se chegou a uma resposta exata. Cada cultura, cada contexto constrói um conceito sobre o que seja arte e beleza.
No mercado formal, os limites para determinar o que seja uma obra de arte são ténues e imprecisos. Essa determinação, em geral, fica a cargo de críticos, historiadores, peritos e da mídia especializada que, durante muito tempo, adotou uma concepção estética eurocentrista, interpretando os fenómenos segundo os valores do ocidente europeu. [...]
Sabemos, hoje, que o conceito de arte não se restringe à estética eurocentrista e podemos falar em Artes e não apenas em Arte. [...] arte é linguagem que se manifesta através de música, dança, teatro, imagens. Seus processos de construção desenvolvem uma lógica interna particular na organização de sons, silêncios, ritmos, cores, formas, linhas, gestos, de acordo com a intenção do produtor.

SOUZA, Ana Lúcia et ai. De olho na cultura: pontos de vista afro-brasileiros. Salvador: Centro de Estudos afro-orientais; Brasília: Fundação Palmares, 2005. p. 141.

Os dois textos levam a pensar no surgimento da arte, nos valores diversos que ela assumiu ao longo dos tempos, bem como no contexto histórico em que se insere qualquer obra de arte. Se chegar a um conceito único do que seja a arte é tarefa difícil, por outro lado é consenso que o objeto artístico foi valorizado ao longo dos tempos por uma de suas funções centrais: possibilitar ao homem vivenciar experiências e emoções. A arte é também uma experiência formativa, nunca se acaba de aprender sobre ela, há sempre novas coisas a descobrir, a sentir.

Muitas vezes, a arte é provocativa, pois rompe com padrões preestabelecidos e revela uma outra forma de encarar a realidade circundante. Tenho falado disso agora que introduzi o assunto em minhas turmas de Ensino Médio como preparatório para o ENEM 2012. Sem querer desviar do assunto, falo bastante a respeito das Vanguardas Europeias.

Um exemplo de arte provocativa pode ser encontrado nas obras do brasileiro Arthur Bispo do Rosário (1909-1989). Diagnosticado como esquizofrênico, ele passou grande parte de sua vida internado em manicômios. Sua obra faz uso de elementos do cotidiano para representar o modo como ele percebia o universo ao seu redor. Lençóis, sucata e linhas, que ele desfiava do uniforme dos internos, são alguns dos materiais usados pelo artista para a elaboração de mantos, túnicas e instalações, como a apresentada ao lado.

Em sua obra Talheres, o sergipano Arthur Bispo do Rosário rompe com a perspectiva realista de representação. Ao pendurar uma série de talheres numa estrutura de papelão, o artista desloca esses objetos do seu uso cotidiano e atribui a eles um sentido especial: elas já não servem para se comer algo, mas para provocar a reflexão de quem as contempla. O fato de os talheres serem de metal e estarem alinhados pode sugerir, por exemplo, a reifação e massificação existente nos antigos manicômios, que tratavam os internos de maneira indiferenciada, como se fossem todos iguais.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/arteentretenimento-artigos/qual-o-conceito-de-arte-5785481.html

    Palavras-chave do artigo:

    arte

    ,

    conceito de arte

    Comentar sobre o artigo

    Desde os primórdios o homem demonstra sua necessidade de se expressar e para isso molda no mundo uma nova criação. Como um demiurgo, o homem visita o mundo dos possíveis e dele trás novas formas e conceitos que transcendem a natureza, transfigurando o mundo em tudo o que faz. Uma das mais elevadas manifestações humanas é a Arte que, por sua natureza alcança o infinito, e enquanto existe não deixa de impressionar. A Arte passa então a estar sob outra emanação humana: o Poder.

    Por: Cláudio Antônio Arantes Pompeul Arte& Entretenimento> Artel 30/06/2013 lAcessos: 44

    1.RESUMO A Pesquisa segue caminhos, que passam por estudos na área da História e da Crítica a arte sobre as Intervenções Urbanas. Visa mostrar o nascimento da instalação como forma de expressão em termos globais e no Brasil. A transitoriedade no tempo e a descontinuidade no espaço, freqüentes nos projetos contemporâneos, características das instalações que se popularizam nos anos 60 e 70, até chegar a questões que estão presentes nas instalações urbanas e nos objetos expandidos q

    Por: Jessica Tardivol Educação> Ensino Superiorl 22/06/2010 lAcessos: 1,403
    Júlio César dos Anjos

    O presente texto trás a historicidade da cultura dentro do âmbito das artes. Seu conceito empregado como sentido tecnológico de interação entre o público e a arte; Sua jornada surgida na aurora da humanidade; Como a sua tecnologia irá se comportar diante da interação arte e publico, tal como a localização do artista nesse processo.

    Por: Júlio César dos Anjosl Arte& Entretenimento> Artel 23/01/2012 lAcessos: 146
    simiana ribeiro leal

    Resumo: Este artigo tem como objetivo analisar e discutir como a Arte tem contribuído de forma relevante para o processo de ensino e da aprendizagem dos alunos da educação básica, e de como através da educação estética se pode construir interfaces, com outras áreas do conhecimento. Pode-se afirmar que através da quebra do conceito que Arte está isolada de outros saberes tradicionais, e que trabalhar a Arte de forma articulada com outras disciplinas, viabiliza um novo modelo de aprendizagem menos

    Por: simiana ribeiro leall Educação> Ensino Superiorl 15/11/2011 lAcessos: 629
    Jorge Ramos Nunes

    NUNES, Jorge Ramos, aluno do primeiro semestre do Curso de Teatro da Universidade de Brasília – UnB. O Universo das Artes é o terceiro capítulo do livro Convite a Filosofia de Marilena de Souza Chauí, publicado 2000, pela Editora Ática, São Paulo. Em o Universo das Artes, Caeiro, um dos heterônimos de Fernando Pessoa, apresenta a arte de uma maneira ampla, detalhando exatamente o que é arte relacionada com a sociedade, a cultura, a religião, a técnica, filosofia, a natureza, e outros assuntos.

    Por: Jorge Ramos Nunesl Educação> Ensino Superiorl 09/01/2011 lAcessos: 1,206

    Este artigo foi realizado com o intuíto de facilitar o estudo para o exame da OAB/RS , sobre Litisconsorcio . Artigo completo , estudo profundo . Qualquer duvida , estou a disposição .

    Por: LARA LIMA GIUDICEl Direito> Doutrinal 15/10/2008 lAcessos: 11,582 lComentário: 5
    EVILAZIO RIBEIRO

    CARACTERES: a) Pressupõe uma situação litigiosa concreta (órgão adequado para julgar, contraditório regular é procedimento preestabelecido)

    Por: EVILAZIO RIBEIROl Direito> Legislaçãol 14/12/2010 lAcessos: 6,487
    Jaconias Dias Rodrigues

    O presente artigo tem o objetivo de analisar o cotidiano das aulas de Artes numa Escola da na Rede Municipal de Serra. A pesquisa se constituiu na analise das atividades docentes e referências bibliográficas. No entanto possui caráter teórico –empírico com vistas a demonstrar e analisar a realidade do cotidiano das aulas de artes na escola.

    Por: Jaconias Dias Rodriguesl Educação> Educação Infantill 15/07/2011 lAcessos: 3,029
    João Paulo Cavalléro

    Uma temática que aflora cada vez mais é o entendimento legítimo e adequado do "Mundo" das Comunicações Mercadológicas. Com o passar do tempo, a discussão ressurge com reforços no embate discursivo do que realmente vem a ser a Publicidade. Uma mera Arte? Ou uma Ciência pautada em princípios teóricos? No artigo proposto, almeja-se espelhar o mais profundo da discussão etimológica da disciplina, ao buscar compreender a sensibilidade dos dois respectivos "mundos".

    Por: João Paulo Cavallérol Marketing e Publicidadel 27/10/2010 lAcessos: 308

    (*) Elza Lúcia Panzan Um povo culto é um povo desenvolvido. Bem informado, com acesso à educação de qualidade, uma sociedade se fortalece e torna-se apta a exercer sua cidadania. Vencer as limitações no campo da educação vai exigir, de nós brasileiros, muito empenho; seja do setor público ou do setor privado. Assim como nas demais áreas, a luta é árdua. Temos muito a construir, melhorar, equipar, transformar. Na saúde, educação, infraestrutura, na esfera sociocultural.

    Por: ana paulaignaciol Arte& Entretenimentol 28/10/2014
    Fernanda Th. C. Schneider

    É uma estória contada com uma habilidade enorme de manejar o tempo, os encontros e o amor. É o talento da autora para amarrar causa e efeito num tempo não linear que torna "A Mulher do Viajante do Tempo" um dos livros mais geniais escritos nos últimos tempos.

    Por: Fernanda Th. C. Schneiderl Arte& Entretenimentol 23/10/2014
    Fernanda Th. C. Schneider

    Sabe aquele livro que mantém você tentando adivinhar o final, mas você não adivinha? Aquele livro que guarda o segredo até o último capítulo? Aquele livro que faz você suspeitar de tudo e todos? Garota Exemplar, de Gillian Flynn, é aquele livro. Lançado em 2012. Você não pode perder!

    Por: Fernanda Th. C. Schneiderl Arte& Entretenimentol 23/10/2014

    Dicas de de roles culturais e gastronômicos sem gastar muito! Confira nossas dicas em nossa página no facebook: https://www.facebook.com/eaioquetemprahoje

    Por: eaioquetemprahojel Arte& Entretenimentol 28/09/2014 lAcessos: 11
    Tiago

    Jaz momentos de alegria e júbilo, uma tarde com os amigos, um jantar com a família, um encontro romântico, cinema e programas de TV, jogos eletrônicos,etc. Tanta coisa para nos entretermos há algo mais fora de nossa realidade que esquecemos?

    Por: Tiagol Arte& Entretenimentol 10/09/2014

    Porque se preocupar com quem vai fazer a sua filmagem de casamento? Como escolher um bom profissional? Confira algumas dicas neste artigo!

    Por: Bernardol Arte& Entretenimentol 08/08/2014

    As pulseiras de identificação podem ajudar você a controlar a consumação em um evento. Saiba como as pulseiras de identificação podem ser utilizadas.

    Por: Ricardo Prates Moraisl Arte& Entretenimentol 25/07/2014 lAcessos: 15

    A produção de eventos requer dedicação e disciplina dos organizadores. Para facilitar sua vida , separamos as etapas essenciais da produção de eventos.

    Por: Ricardo Prates Moraisl Arte& Entretenimentol 23/07/2014
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast