A Prática Do Marketing E A Questão Ética Na Atualidade

Publicado em: 23/07/2008 |Comentário: 1 | Acessos: 12,354 |

  1. O marketing


O termo marketing possui várias definições, porém basicamente essa palavra vem associada ao mercado, à comercialização dos produtos e serviços.

Um dos termos mais usados é o que define, como um processo social por meio do qual pessoas e grupos de pessoas obtêm aquilo de que necessitam e o que desejam com a criação, oferta e livre negociação de produtos e serviços de valor com outros. (KOTLER e KELLER, 2006).

Esta aí a chave do marketing, como processo social, onde podemos ter mais de um agente envolvido e de onde gera uma negociação para que o indivíduo adquira de forma direta ou indireta um bem, suprindo desta maneira as necessidades e os desejos do consumidor.

O trabalho do marketing é atingir o público alvo de forma totalmente hipnótica, trazendo em si a comunicação do produto mais barato, mais fácil, mais acessível, mais popular, mais bonito, o da moda, enfim o planejamento irá depender do público a qual o produtor quer atingir.

É por isso, que o marketing é um processo incrementador de atividades junto ao mercado. Tal processo é crucial nos mercados de hoje, onde se tem uma competição acirrada de opções frente ao consumidor.

As vantagens competitivas não vencem atualmente, somente pela sua comunicação, ou sua linguagem perante o cliente, mas temos várias outras chaves para isso, como por exemplo, o preço, a tecnologia, o design, a variedade e principalmente o respeito social e ambiental, que tem sido valorizado a cada transformação que o mundo passa, e esta passando.

O fato é que a população mundial esta despertando para a questão do equilíbrio, do respeito ao próximo. Está amadurecendo uma visão de harmonia entre desenvolvimento e qualidade de vida.

E o marketing terá que se atualizar para não ser depredado como ferramenta eficaz de comercialização.

 

 


  1. Entendendo a ética


 

Ética é originada do grego ethos, (modo de ser, caráter) através do latim mos (ou no plural mores) (costumes, de onde se derivou à palavra moral.) Em Filosofia, Ética significa o que é bom para o indivíduo e para a sociedade. Sua finalidade é contribuir para o estabelecimento de deveres nas relações indivíduo - sociedade.

A ética é teórica, e busca explicar e justificar os costumes de uma determinada sociedade, bem como fornecer subsídios para a solução de seus dilemas mais comuns.

Atualmente, a maioria das profissões tem o seu próprio código de ética profissional, que é um conjunto de normas de cumprimento obrigatório, derivadas da ética, freqüentemente incorporada à lei pública. Nesses casos, os princípios éticos passam a ter força de lei. O seu não cumprimento pode resultar em sanções executadas pela sociedade profissional, como censura pública e suspensão temporária ou definitiva do direito de exercer a profissão.

E é nesse sentido de respeito profissional que a ética tem de ser cada vez mais valorizada e utilizada pelas empresas.

 

 

3. O marketing e a questão ética

 

As relações de consumo, desde de imemoráveis tempos, têm se pautado em princípios solidamente sedimentados, a partir do atendimento às necessidades do ser humano, que são as condições básicas, e em seguida o atendimento da satisfação de seus desejos e expectativas.

Para alcançar esses objetivos o comerciante tem recorrido a uma lista de estratégias, onde com elas, procura sensibilizar o consumidor, mostrando a ele que certo produto é tudo aquilo que ele desejava ter. 

Entra ai, a ferramenta mais utilizada atualmente, o marketing, pois ele é um dos campos em que a criatividade é o ponto chave dos negócios.

Com a globalização, o aumento da concorrência foi inevitável, ainda mais com o surgimento da internet e suas facilidades. Para suprir esta concorrência, a criação de estratégias passa a ser mais feroz, intensa, e agregam mais valor ao produto. 

De todas as atividades empresariais, o marketing é a de maior visibilidade e, por isso, a mais sujeita a questionamentos de ordem ética.

Alguns dos questionamentos éticos em relação ao marketing são, a ligação do marketing com as características do sistema capitalista, àquele que diz respeito à tendência e estímulo ao materialismo; e outra questão enfoca atividades de marketing como a precificação, propaganda e vendas. Sendo que entre ambas está a multiplicidade de visões relativas à ética que, por se tratar de tema complexo e subjetivo, está sujeita a diferenças de interpretação, que variam conforme as circunstâncias e as percepções, dificultando o consenso. Como resultado, os atores do marketing e do mundo dos negócios tendem a se mover em certa zona de amoralidade, deixando que o mercado e a sociedade julguem as suas práticas.

Mas a partir de quando estamos sendo antiéticos no uso de nossa criatividade? Quando você faz uso de suas habilidades para ser superior ou ter um nível competitivo mais forte, não se é antiético. Mas a partir do momento que suas habilidades ultrapassam o valor do produto e exaltam, embutindo a ele propagandas falsas, causando assim, danos à sociedade que esta consumindo o produto, em termos de ética, podemos dizer que se é antiético.

No Brasil, as empresas varejistas utilizam em série, o clichê do produto mais barato, onde são dados descontos que muitas vezes são invisíveis, pois no fim paga-se o mesmo ou até mais pelo produto. Uma outra forma de estratégia, é anunciar uma série de produtos que muitas vezes não existem na hora da compra. 

Um grande exemplo disso, podemos ver nas propagandas de lojas que vendem eletrodomésticos e cia. Elas ditam o menor preço de certos produtos, porém, em letras miúdas, colocam todas as restrições ao adquirir aquele produto. 

As propagandas de imobiliárias, também valorizam em excesso o produto passando para o comprador um ideal de moradia, com área de lazer ampla, piscina, churrasqueira, sala de fitness, porteiro eletrônico, enfim são diversos atrativos apregoados na propagando do imóvel, que analisados pelo potencial do comprador, atendem seus desejos e necessidades. O adquirente, depois de um certo tempo, começa a perceber que este local dos sonhos era na verdade uma falsa propaganda. Pois é daí que ele tem uma visão sólida dos defeitos daquele lugar dos sonhos.

Toda linguagem e artifícios utilizados no marketing muitas vezes embutem valores em um produto que na finalidade não possui esse valor a mais, e às vezes não possuem nem sequer valor.

O marketing não pode servir, para subverter o indivíduo, para mau tratá-lo em busca do benefício particular de um grupo ou de uma companhia.

Pois, o marketing é um rol de estratégias que buscam o bem estar humano, social e do meio ambiente e com isso não pode deixar de ser ético em suas tarefas. 

 

 

      4. Bibliografia

 

KOTLER, Philip; KELLER, Kevin LaneAdministração de Marketing. 12a Edição. São Paulo: Prentice Hall, 2006.

   MASI, Domenico. A Sociedade Pós-Industrial. São Paulo: Senac, 2000.

  SANTOS, Milton. O Brasil: Território e Sociedade no Início do Século XXI. São Paulo: 2001

KOTLER, Philip. Administração de marketing – análise, planejamento, implementação e controle. 5 ed. São Paulo: Atlas, 1998. 

RIES, AI & TROUT, Jack. Marketing de Guerra. Makron, São Paulo: 1989.

UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO. Ética a qualquer preço? Uma análise da campanha de comunicação da Brahma. Disponível em: www2.metodista.br/unesco/gcsb/artigo_etica.pdf. Acesso em: 02 maio 2008.

LUFT, Celso Pedro. Minidicionário Luft. 20 ª edição. São Paulo: Ática, 2002.

KOTLER, Philip & ROBERTO, Eduardo L. Marketing Social. Rio de Janeiro. Campus, 1992.

 

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/atendimento-ao-cliente-artigos/a-pratica-do-marketing-e-a-questao-etica-na-atualidade-494051.html

    Palavras-chave do artigo:

    marketing

    ,

    etica e globalizacao

    Comentar sobre o artigo

    Alexandre Motta

    O Marketing Jurídico e a Evolução da Advocacia.

    Por: Alexandre Mottal Marketing e Publicidadel 14/01/2010 lAcessos: 555
    EDSON BARBOSA DE SOUSA JUNIOR

    PARTE II - TRABALHO DE CONCLUSÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO - GESTAO EM MARKETING E VENDAS

    Por: EDSON BARBOSA DE SOUSA JUNIORl Negócios> Gestãol 28/05/2010 lAcessos: 526 lComentário: 1

    Atualmente, para ser considerada socialmente responsável uma empresa deve antes de tudo ser a primeira colaboradora para o desenvolvimento social, para a preservação ambiental e para a melhoria da qualidade de vida das comunidades onde está inserida. No presente artigo, através de métodos exploratórios e pesquisa bibliográfica serão descritas algumas ações desenvolvidas pela empresa Natura do Brasil no sentido de responsabilidade social e ambiental.

    Por: Daniella Patrícia Ezequiell Negócios> Pequenas Empresasl 25/11/2011 lAcessos: 958

    Este artigo tem como objetivo destacar o direito que todos têm à educação, uma vez que a mesma dá condições para que todos tenham oportunidades iguais em nossa sociedade. A análise do artigo tem como fundamentação a teoria histórico-cultural, investigando a maneira como os professores transmitem conhecimento e os alunos assimilam o que foi transmitido, mostrando assim que o ato de ensinar é uma mediação, na qual professor e aluno são sujeitos do processo de aprendizagem.

    Por: Eduardo Milarél Educaçãol 29/11/2010 lAcessos: 1,304
    Marizete Furbino

    Século XXI, era marcada por mudanças e incertezas; portanto, as empresas que estão inseridas no mercado deverão ter uma preocupação em comum, que é a preocupação relacionada à imagem da empresa repassada ao cliente.

    Por: Marizete Furbinol Negócios> Administraçãol 12/01/2009 lAcessos: 361
    Adeilde Francisca de Santana

    O ensino da literatura dentro das escolas perdeu espaço para a cultura de massa, visto que essa está amparada por interesses financeiros da classe dominante.

    Por: Adeilde Francisca de Santanal Educação> Ensino Superiorl 24/06/2011 lAcessos: 142

    O equilíbrio, atualização, gestão e geração de valor na administração e seus princípios e processos, dar-se-á em trabalhar e exercer ações através de recursos na tomada de decisões para atingirmos objetivos, e as empresas neste mercado e mundo global buscam o sucesso e a perenidade, com bons administradores e profissionais, devido a administração que não é uma arte passiva e temos que ter comprometimento, ética, seriedade e uma equipe voltada à busca de resultados.

    Por: Peri da Silva Santanal Negócios> Administraçãol 04/04/2010 lAcessos: 327 lComentário: 2

    Este artigo realizou um estudo exploratório da utilização da Gestão de Projetos na Internacionalização de Empresas. Buscou-se analisar o que significam os dois conceitos através de visões de vários autores. O objetivo foi trazer à tona a utilidade e a correlação entre dois saberes do conhecimento que, atualmente, fazem parte do cotidiano das empresas. Analisou-se o planejamento correto e os riscos positivos e negativos de uma empresa estar fora do país. Foram trazidos conceitos propostos pela Ge

    Por: Quintiliano Campomoril Negócios> Ger. de Projetosl 19/05/2011 lAcessos: 661

    Este artigo tem como base principal meu trabalho de dissertação do curso de Mestrado em Processos Educativos na Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC), que tem como título "A Formação Acadêmica do Administrador de Empresas da UNIUV e a Empregabilidade na Região de União da Vitória - PR". Este trabalho tem como sustentação o estudo do egresso na região de União da Vitória – PR e o egresso do curso de Administração de Empresas do Centro Universitário de União da Vitória - UNIUV.

    Por: Naiara Cristina Sepanhakil Educação> Ensino Superiorl 07/03/2012 lAcessos: 976

    O atendimento ao cliente é um serviço de impacto e precisa de um grupo de pessoas hábeis para realizar o atendimento de uma empresa, contudo, não é sempre assim que funciona, gerando resultados improdutivos impedindo o progresso do negócio.

    Por: Adriano Bezerral Negócios> Atendimento ao Clientel 07/08/2014 lAcessos: 34
    Gerisval Alves Pessoa

    Vender não se trata de trocar o produto ou serviço por dinheiro do cliente. É a doação de si mesmo.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Atendimento ao Clientel 20/06/2014 lAcessos: 33
    Orlando Ferreira Ribeiro

    Isso mesmo não se espante por andar na contramão! É ainda fundamental afirmar com certeza que "O que é errado é errado, mesmo que todos estejam fazendo" e, "O que é certo é certo, mesmo que poucos estejam fazendo".Longe de mim a ideia de estabelecer uma revolução mas pre- tendo sim estabelecer uma revisão de conceitos, embora tenha a certeza de que esteja contrariando o senso comum.

    Por: Orlando Ferreira Ribeirol Negócios> Atendimento ao Clientel 13/06/2014 lAcessos: 29
    Portais Imobiliarios

    Existem clientes realmente difíceis onde é quase impossível não perder a calma em algumas situações, mas manter a educação é sempre essencial e com mais algumas dicas é possível lidar com a situação sem perder a razão.

    Por: Portais Imobiliariosl Negócios> Atendimento ao Clientel 05/06/2014 lAcessos: 17
    Durval Senna da Silva

    Costumo chamar de "ponto cego" do marketing digital o fato da maioria dos produtores e afiliados não enxergar que relacionamento com clientes vai muito além do que mensagens por autoresponder. Alguns produtores mais "empolgados" na hora da venda até dizem que vão nos "pegar pelas mãos" (não literalmente claro!) e nos levar a outro nível, mas na prática a teoria é outra... O que é inconcebível e que o mercado digital abre possibilidades enormes para os pseudo-experts da noite para o dia...

    Por: Durval Senna da Silval Negócios> Atendimento ao Clientel 08/05/2014 lAcessos: 95
    Eduardo Alencar

    O presente artigo discute alguns dos desafios de atendimento ao cliente para o atual mercado logístico de transporte de mercadorias

    Por: Eduardo Alencarl Negócios> Atendimento ao Clientel 06/05/2014 lAcessos: 45

    Muitas empresas tratam o cliente como se ele fosse um mal necessário. Veja quais são os dois maiores vilões que fazem as empresas perderem clientes.

    Por: Ernesto Bergl Negócios> Atendimento ao Clientel 23/04/2014 lAcessos: 37

    Sócios da Bvaz Idiomas, que presta serviços de tradução e de legendagem para grandes empresas, ressaltam que o sucesso está em compreender a necessidade do cliente e oferecer um serviço de qualidade, indo além das expectativas

    Por: estudio de comunicacaol Negócios> Atendimento ao Clientel 19/02/2014 lAcessos: 44

    Comments on this article

    0
    gisleide 06/06/2009
    Esse assunto é de suma umportância para o administrador, que assume seu papel com objetivo de chega ao seu mérito desejado....
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast