Denuncie o Abuso dos Bancos no Banco Central

Publicado em: 08/05/2010 | Acessos: 740 |

Uma situação bem corriqueira está acontecendo com o sistema bancário em relação aos seus clientes que deixam suas contas inativas.

 

Vou narrar o fato ocorrido comigo dentro de uma entidade bancária:

 

Eu tinha uma conta salário (sem taxa de manutenção mensal)  de uma empresa que trabalhei durante 4 anos. Desliguei-me da empresa e por ser uma conta salário, não me preocupei em fazer o fechamento oficial da mesma através de uma carta.

 

No período de quase dois anos, nunca recebi uma única correspondência do banco informando-me a situação desta conta corrente que para mim já estava encerrada.

 

Após este período, um dia recebo uma correspondência do banco informando-me que estava com um débito de R$ 527,00 reais e se não saldasse, meu nome seria encaminhado ao Serasa e SCPC.

 

Liguei então para a agência a qual tinha esta conta corrente, falei com a gerente então encarregada pela mesma e me foi informado os seguintes fatos:

 

1)      O Banco me deu um cheque especial de R$ 500,00 após a minha saída da empresa;

2)      A minha conta corrente teria se transformado em uma conta normal;

3)      Foi me cobrada a taxa mensal de R% 27,00 pela manutenção da mesma até que atingisse o limite;

4)      Meu limite de cheque especial havia "estourado o limite" e o banco estaria me cobrando pela manutenção da mesma.

 

Diante do caso, solicitei o fechamento de minha conta por nunca ter recebido sequer um único aviso do banco, ou, em último caso, transformasse esta conta em serviços essenciais.

 

Durante 20 dias, eu entrei em contato com a gerente responsável pela conta e a mesma sempre me informava que estava esperando receber a microfilmagem da movimentação para a resolução do meu caso.

 

Foi neste período que recebi uma carta do Serasa e do SCPC, informando-me que se não resolvesse o débito em 10 dias, meu nome estaria incluso nestas entidades.

 

Tentei um último contato com o call center do banco e a gerente da conta, sem sucesso.

 

Não tive dúvidas, fiz uma reclamação e denunciei o banco para o Banco Central pelo telefone 08009792345, a mesma foi protocolada e deram o prazo para que o banco respondesse a denúncia em 10 dias.

 

Daí, a situação se inverteu, o banco passou a me ligar várias vezes, tentou algumas vezes que eu reconhecesse a divida e que a saldasse.

 

Diante do acontecido, tinha certeza que não devia nada ao banco, dado aos seguintes fatos:

 

1)      Eu tinha uma conta salário (sem taxa de manutenção);

2)      Foi só eu me desligar da empresa, o banco me deu um cheque especial com limite de R$ 500,00, sem me informar e sem  minha autorização;

3)      Passaram a debitar mensalmente R$ 27,00 reais pela manutenção da conta, e enquanto havia o saldo do cheque especial, não me informaram absolutamente nada;

4)      Após, me enviaram um telegrama informando que o meu limite de cheque especial havia "estourado" e que estava negativo em R$ 527,00 reais e caso eu não saldasse o débito, meu nome seria encaminhado ao Serasa.

5)      Tentei contato com o banco  durante 20 dias e me informaram que precisavam esperar a microfilmagem da movimentação da conta para análise;

6)      Recebi o telegrama do Serasa e SCPC me informando que tinha 10 dias para saldar a divida ou estaria com meu nome protestado;

7)      Fiz uma denúncia no banco Central, onde o mesmo deu ao banco 10 dias para se posicionar diante do acontecido.

 

Enfim, o banco reconheceu que eu não tinha divida alguma com ele, mas este processo não só nos causou estress como uma infinita perda de tempo.

 

Por isso, não cedam ás armadilhas dos bancos, isso é má fé e funciona muito com pessoas que não possuem conhecimento dos seus direitos.

 

Não aceite os abusos das entidades bancárias, denuncie-os no Banco Central através do telefone 08009792345.

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/atendimento-ao-cliente-artigos/denuncie-o-abuso-dos-bancos-no-banco-central-2327577.html

    Palavras-chave do artigo:

    denuncie o abuso dos bancos no banco central

    Comentar sobre o artigo

    José Mario Araujo da Silva

    Este é uma resposta a uma pergunta que recebemos em nosso artigo "Financiamento de Veículos/ Leasing: é possível negociar os juros com o banco?", que, por ser relativamente extensa, resolvemos publicar como novo artigo.

    Por: José Mario Araujo da Silval Direito> Jurisprudêncial 18/07/2012 lAcessos: 910

    O atendimento ao cliente é um serviço de impacto e precisa de um grupo de pessoas hábeis para realizar o atendimento de uma empresa, contudo, não é sempre assim que funciona, gerando resultados improdutivos impedindo o progresso do negócio.

    Por: Adriano Bezerral Negócios> Atendimento ao Clientel 07/08/2014 lAcessos: 27
    Gerisval Alves Pessoa

    Vender não se trata de trocar o produto ou serviço por dinheiro do cliente. É a doação de si mesmo.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Atendimento ao Clientel 20/06/2014 lAcessos: 26
    Orlando Ferreira Ribeiro

    Isso mesmo não se espante por andar na contramão! É ainda fundamental afirmar com certeza que "O que é errado é errado, mesmo que todos estejam fazendo" e, "O que é certo é certo, mesmo que poucos estejam fazendo".Longe de mim a ideia de estabelecer uma revolução mas pre- tendo sim estabelecer uma revisão de conceitos, embora tenha a certeza de que esteja contrariando o senso comum.

    Por: Orlando Ferreira Ribeirol Negócios> Atendimento ao Clientel 13/06/2014 lAcessos: 24
    Portais Imobiliarios

    Existem clientes realmente difíceis onde é quase impossível não perder a calma em algumas situações, mas manter a educação é sempre essencial e com mais algumas dicas é possível lidar com a situação sem perder a razão.

    Por: Portais Imobiliariosl Negócios> Atendimento ao Clientel 05/06/2014 lAcessos: 13
    Durval Senna da Silva

    Costumo chamar de "ponto cego" do marketing digital o fato da maioria dos produtores e afiliados não enxergar que relacionamento com clientes vai muito além do que mensagens por autoresponder. Alguns produtores mais "empolgados" na hora da venda até dizem que vão nos "pegar pelas mãos" (não literalmente claro!) e nos levar a outro nível, mas na prática a teoria é outra... O que é inconcebível e que o mercado digital abre possibilidades enormes para os pseudo-experts da noite para o dia...

    Por: Durval Senna da Silval Negócios> Atendimento ao Clientel 08/05/2014 lAcessos: 87
    Eduardo Alencar

    O presente artigo discute alguns dos desafios de atendimento ao cliente para o atual mercado logístico de transporte de mercadorias

    Por: Eduardo Alencarl Negócios> Atendimento ao Clientel 06/05/2014 lAcessos: 42

    Muitas empresas tratam o cliente como se ele fosse um mal necessário. Veja quais são os dois maiores vilões que fazem as empresas perderem clientes.

    Por: Ernesto Bergl Negócios> Atendimento ao Clientel 23/04/2014 lAcessos: 33

    Sócios da Bvaz Idiomas, que presta serviços de tradução e de legendagem para grandes empresas, ressaltam que o sucesso está em compreender a necessidade do cliente e oferecer um serviço de qualidade, indo além das expectativas

    Por: estudio de comunicacaol Negócios> Atendimento ao Clientel 19/02/2014 lAcessos: 40
    Sandra Regina da Luz Inácio

    Há pessoas que são só pessoas, mas há aquelas que são a razão da nossa existência.

    Por: Sandra Regina da Luz Ináciol Relacionamentos> Amizadel 14/07/2013 lAcessos: 25
    Sandra Regina da Luz Inácio

    Segundo os especialistas a Deep Web é 85% maior que a internet tradicional, onde encontra-se os mais diversos assuntos, sendo impossível de se rastrear qualquer usuário, tornado assim a criminalidade virtual mais fácil e acessível a todos que querem praticar crimes diversos. Ela é o lado negro da Internet.

    Por: Sandra Regina da Luz Ináciol Tecnologia> Tecnologiasl 13/04/2013 lAcessos: 69
    Sandra Regina da Luz Inácio

    Não pergunte porque, e nem qual o motivo, pare uns minutos e abençoe. Abençoe o dia, pois ele é a esperança de realizar seus sonhos.

    Por: Sandra Regina da Luz Ináciol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 20/01/2013 lAcessos: 54
    Sandra Regina da Luz Inácio

    A consultoria de tendências britânica Fast Future mapeou as 100 profissões que estarão em alta no futuro. Os resultados estão no estudo The Shape of Jobs to Come. A pesquisa analisou o cenário dos dias de hoje a 2030, ouvindo mais de 486 especialistas de 58 países, em cinco continentes. A lista, publicada pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), levou em consideração fatores econômicos, políticos, sociais, demográficos, ambientais e científicos.

    Por: Sandra Regina da Luz Ináciol Negócios> Administraçãol 17/01/2013 lAcessos: 69
    Sandra Regina da Luz Inácio

    Imagens: imagens que nos remetam e nos lembre momentos agradáveis de nossas vidas são muito eficientes sempre. São truques muito simples, mas que fazem toda a diferença na hora da escolha de compra do consumidor.

    Por: Sandra Regina da Luz Ináciol Marketing e Publicidade> Marketing Internacionall 31/12/2012 lAcessos: 52
    Sandra Regina da Luz Inácio

    Pai, no dia em que sua voz se calou para sempre, minha alma também silenciou... silenciou para o mundo, porque nunca mais eu poderei chamar "Pai".

    Por: Sandra Regina da Luz Ináciol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 31/12/2012 lAcessos: 29
    Sandra Regina da Luz Inácio

    Neurocoaching é a junção do coaching já conhecido acrescido das técnicas aplicadas ao cérebro pela neurociência e do mental através da neuropsicologia.

    Por: Sandra Regina da Luz Ináciol Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 31/12/2012 lAcessos: 41
    Sandra Regina da Luz Inácio

    Meu Deus não permita que eu perca o que é bom que ainda existe em mim. Sobrou muito pouco do tudo que eu possuía, eram tantos sonhos, sentimentos bons, amor fraternal, esperança e a certeza de que faria diferença para as pessoas neste mundo tão imundo.

    Por: Sandra Regina da Luz Ináciol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 31/12/2012 lAcessos: 28
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast