O PAPEL E A IMPORTÂNCIA DO SUPERVISOR DE SEGURANÇA NAS EMPRESAS DE SEGURANÇA PATRIMONIAL

Publicado em: 05/11/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 937 |

O PAPEL E A IMPORTÂNCIA DO SUPERVISOR DE SEGURANÇA NAS EMPRESAS DE  SEGURANÇA PATRIMONIAL

O papel do supervisor em algumas empresas de segurança privada, não esta de forma nenhuma relacionada à valorização do profissional. Algumas empresas sejam elas de pequeno, médio ou de grande porte esquecem-se de dois fatores importantes: O supervisor e o vigilante. As empresas só focam os clientes, que é o fator determinante, e o mais importante na visão de alguns gestores. Esquecem-se que para a satisfação do cliente na prestação de serviço, o vigilante é o colaborador de linha de frente, e sempre estará em contato direto com o cliente, o supervisor é o elo entre clientes, colaboradores e a empresa, ele é o mais indicado, para saber como esta a situação física e emocional do colaborador no posto de serviço.

Hoje com o mundo globalizado, não tem mais espaço para o tipo de supervisor, que atuava em décadas passadas. Naquela época os colaboradores eram tratados nas regras do regime militar, não importando o estado emocional de cada um, o que todos queriam é que o trabalho fosse realizado, não importava as condições, que muitas vezes em alguns postos era até desumano. Nesta época a maioria dos supervisores atuava ou teriam participado do quadro das forças armadas ou na policia militar, e traziam consigo enraizado o regime militar, e implantava este regime nas empresas. Outros que não fizeram parte do quadro militar, também incorporavam o regime, usando muitas vezes de truculência. As técnicas usadas na época vinham das escolas militares, com planejamentos e estratégias usadas na segurança pública, o vigilante em questão, não tinha direito a opinar, mesmo que ele também tivesse servido as forças armadas. Nesta época era comum as empresas contratarem ex-militares (soldados), para preencher as vagas de vigilantes, aproveitando que eles já estavam enquadrados no regime. Este era o retrato do supervisor de segurança, e também era o que as empresas procuravam implantar.

Hoje o papel do supervisor é de máxima importância, passamos por uma mudança de concepção de segurança, ele pode tratar diretamente com o cliente, representando a empresa, defendendo os interesses em comum,  da organização e do vigilante, tem que ter habilidades Técnicas, Humanas e Conceituais, ter conhecimento das funções da administração; Planejar, Organizar, Comandar, Coordenar e Controlar. A atuação deste profissional tem que estar direcionado ao mesmo tempo em vários segmentos, e a sua carteira de clientes pede isso. A sua área de atuação tem um leque de clientes distintos, que pode ser; bancos, indústrias, hospitais, shopping centers, condomínios comerciais e residenciais, órgãos públicos, hipermercados e institutos educacionais entre outros, e estes clientes estão cada vez mais exigentes. O supervisor tem que elaborar normas e procedimentos, projetos de segurança física, eletrônica e da informação, políticas de segurança, implantação de novos postos, alem de demonstrar pró - atividade, conduzir sindicância interna, programa de treinamento e qualificação, fiscalizar documentos, equipamentos, entre outros.

O profissional tem que estar preparado, para avaliar as diversas vulnerabilidades dos seus clientes dia-a-dia; No passado o supervisor não fazia, o papel de gerenciamento de risco e prevenção de perdas, hoje é obrigatório e fundamental, este levantamento tem que ser diário, ou em todas as visitas fiscalizadoras, e sempre interagindo com o corpo de vigilância do posto de serviço, solicitando idéias, e nunca esquecer que o vigilante fica a maior parte do tempo no posto, estas anotações têm que estar sempre atualizada, dever manter a empresa e o cliente sempre informados, através de relatórios.

Após a ocorrência, tem que avaliar com rapidez e precisão, o modus operandi utilizado, pelos criminosos, e tem que atuar no gerenciamento de crise, dar suporte a todos os envolvidos na ocorrência, preservar o ambiente, orientar seus colaboradores e também preservar a imagem do cliente. O profissional tem que ter um bom relacionamento interpessoal (Gestão de Pessoas), para tratar de assuntos muitas vezes delicado que envolve a família do colaborador, e tem que interagir com outros setores na empresa e com órgãos externos, e tratar direto ou indiretamente com os gestores da empresa.

Hoje não tem mais espaço no mercado para o supervisor do passado, o profissional tem que se atualizar constantemente, através da leitura, tem vários livros de ótimos autores, as universidades oferecendo cursos de Graduação, MBA e Pós-Graduação, tudo isto relacionado à segurança. E ainda tem a internet como uma ferramenta importante de pesquisas.

Os criminosos todos os dias surgem com novas técnicas para burlar a lei. A Segurança deve se aprimorar com as novas tecnologias para tentar frustrar a ação destes criminosos.

Ninguém nunca sabe tudo, o conhecimento é infinito.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/atendimento-ao-cliente-artigos/o-papel-e-a-importancia-do-supervisor-de-seguranca-nas-empresas-de-seguranca-patrimonial-3615154.html

    Palavras-chave do artigo:

    sociedade seguranca profissionalismo

    Comentar sobre o artigo

    Este Artigo,trata-se de como valorizar um ser humano, tendo em vista que o Policial Militar, por uma pequena parte da sociedade é mal visto. Porém, é um artigo simples, claro e objetiva.

    Por: José Valdeci de Souza Martinsl Carreira> Gestão de Carreiral 26/01/2009 lAcessos: 10,013 lComentário: 10
    Adriano Martins Pinheiro

    Segundo o artigo 966 do Código Civil: "Considera-se empresário quem exerce profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou a circulação de bens ou de serviços."

    Por: Adriano Martins Pinheirol Direito> Doutrinal 20/10/2009 lAcessos: 21,051 lComentário: 1
    Vininha F. Carvalho

    É necessário ter uma visão do turismo baseada em quatro elementos: ambiental, econômico, social e cultural. Não pode haver um trabalho isolado. Deve-se promover o envolvimento da comunidade local, usando o bom senso , de maneira séria e responsável.

    Por: Vininha F. Carvalhol Turismo e Viageml 01/12/2008 lAcessos: 712 lComentário: 1
    Wagner Campos

    O objetivo das organizações é gerar resultados, desenvolver-se, obter lucros aos seus acionistas, prospectar novos mercados e se necessário, realizar fusões.

    Por: Wagner Camposl Notícias & Sociedadel 25/02/2008 lAcessos: 588
    Ramon Barros

    Estamos realmente preparados para separar trabalho, ética, moral e valores? o que são estes itens para você? Os seus valores e princípios correspondem com os de sua organização?

    Por: Ramon Barrosl Carreira> Recursos Humanosl 30/01/2010 lAcessos: 1,213
    Karoline Gonçalves de Sousa

    O presente artigo vem com o propósito de mostrar como acontece, no ambiente de trabalho, a prática do assédio moral e as consequências que este traz àquele que o pratica. Demonstra o lado frágil da relação trabalhista e a influência que tem essa fragilidade para que esse tipo de ato torne-se frequente. Ainda, as formas de prevenção e como agir quando se vê diante dessa prática que leva o "alvo" a situações mais agravantes dentro e fora do ambiente de trabalho.

    Por: Karoline Gonçalves de Sousal Direitol 10/11/2014 lAcessos: 20

    A cultura organizacional pode ser definida como um conjunto de hábitos, crenças, normas, valores, atitudes e expectativas compartilhadas em uma organização que tem como principal objetivo alinhar os valores organizacionais as estratégias do negócio. Assim, o objetivo desta pesquisa é conhecer a cultura organizacional por meio dos valores e das práticas segundo a percepção dos colaboradores de uma empresa de geração de energia elétrica.

    Por: ANA CAROLINA SANTOS GOMESl Negócios> Gestãol 07/08/2012 lAcessos: 373
    Artur Victoria

    Na América de hoje ter poder é controlar os meios de comunicação. Theodore White

    Por: Artur Victorial Educaçãol 29/07/2009 lAcessos: 289
    Gisele Leite

    Artigo de cunho didático sobre a responsabilidade civil das diferentes empresas.

    Por: Gisele Leitel Direito> Doutrinal 08/12/2009 lAcessos: 829

    O atendimento é essencial para fidelizar e satisfazer clientes, por isso ele deve ser excelente.

    Por: contasl Negócios> Atendimento ao Clientel 17/12/2014

    Excelência em Comunicação no Atendimento ao Cliente - Parte 02, Comunicação verbal nos dias atuais.

    Por: Priscila Pereira de Oliveiral Negócios> Atendimento ao Clientel 14/12/2014
    michelly bonifacio

    Você já teve sua empresa criticada nas mídias sociais por conta de um mau atendimento ou quem sabe por algum problema com seu produto? É horrível, não? Então, se você já teve sua empresa criticada nas mídias sociais e quer evitar que isso aconteça novamente ou se simplesmente tem medo de que isso ocorra e quer se prevenir, não importa, este artigo foi feito especialmente para você. Veja agora mesmo 3 Dicas que vão ajudar a sua empresa a não ser Publicamente Criticada pelas Mídias Sociais.

    Por: michelly bonifaciol Negócios> Atendimento ao Clientel 11/12/2014

    Para manter um cliente, é necessário realizar algumas ações pontuais a fim de fidelizá-lo. Entretanto existem algumas ações que podem ser realizadas de maneira simples para que ocorra a fidelização completa.

    Por: Inrisel Negócios> Atendimento ao Clientel 03/12/2014

    A comunicação é fundamental em todos os pilares da vida, e quando fala-se em Atendimento ao Cliente é fundamental pois é preciso primeiro se conhecer para entender o cliente, a primeira parte do artigo é sobre AUTOCOMUNICAÇÃO.

    Por: Priscila Pereira de Oliveiral Negócios> Atendimento ao Clientel 29/11/2014 lAcessos: 17

    A cadeia de suprimentos para a indústria de tecnologia é extremamente volátil, já que envolve grandes desafios para as empresas do setor, como a rápida resposta à demanda, sazonalidade, melhoria contínua, otimização de custos, visibilidade em tempo real, lançamento de novos produtos em um curto período de tempo e a movimentação de itens para produtos com ciclo de vida curto.

    Por: Flávia Gaviolil Negócios> Atendimento ao Clientel 25/11/2014

    O atendimento ao cliente é um serviço de impacto e precisa de um grupo de pessoas hábeis para realizar o atendimento de uma empresa, contudo, não é sempre assim que funciona, gerando resultados improdutivos impedindo o progresso do negócio.

    Por: Adriano Bezerral Negócios> Atendimento ao Clientel 07/08/2014 lAcessos: 37
    Gerisval Alves Pessoa

    Vender não se trata de trocar o produto ou serviço por dinheiro do cliente. É a doação de si mesmo.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Atendimento ao Clientel 20/06/2014 lAcessos: 37
    NIVALDO NUNES

    Na era do conhecimento, o Gestor de RH, tem que buscar todos estes conceitos e técnicas, atualizando-se constantemente, através de cursos técnicos, de graduação, pós-graduação e de extensão, para se manter competitivo na área de atuação.

    Por: NIVALDO NUNESl Negócios> Gestãol 18/07/2012 lAcessos: 225
    NIVALDO NUNES

    Agora vamos avaliar a parte operacional: veremos a seguir o que acontece quando o sensor detecta a presença de um intruso na sua empresa ou residência. Este sensor é disparado na unidade de atendimento da empresa de monitoramento.

    Por: NIVALDO NUNESl Negócios> Atendimento ao Clientel 03/08/2011 lAcessos: 75
    NIVALDO NUNES

    Este profissional terá que buscar qualificação e aperfeiçoamento constantemente através do processo de ensino-aprendizagem.

    Por: NIVALDO NUNESl Negócios> Gestãol 29/06/2011 lAcessos: 107
    NIVALDO NUNES

    A enfermagem é uma das raras profissões que mesclam o científico com o humano, além de orientar e tratar o paciente atua diretamente na prevenção de doenças e na produção de pesquisas.

    Por: NIVALDO NUNESl Saúde e Bem Estar> Medicinal 12/05/2011 lAcessos: 225
    NIVALDO NUNES

    Mas hoje o RH tem o papel importante no que diz respeito a planejar, promover, coordenar as atividades relacionadas à seleção e contratação, e no que diz respeito à avaliação funcional e comportamental dos colaboradores. O setor tem a responsabilidade na formação continuada dos profissionais, com o objetivo do crescimento da instituição.

    Por: NIVALDO NUNESl Negócios> Gestãol 24/03/2011 lAcessos: 406
    NIVALDO NUNES

    Os desafios corporativos estão a cada dia maiores, e os concorrentes estão cada vez mais desempenhando seu papel em busca de novas tendências. E para se adequar a esta realidade o gestor administrativo, que não tem conhecimento em gestão de segurança, tem também este desafio pela frente, e a consultoria é uma boa alternativa.

    Por: NIVALDO NUNESl Negócios> Gestãol 24/03/2011 lAcessos: 326
    NIVALDO NUNES

    Tudo que diz respeito à área de segurança do trabalho, o técnico poderá atuar diretamente como consultor.

    Por: NIVALDO NUNESl Negócios> Gestãol 21/02/2011 lAcessos: 2,808
    NIVALDO NUNES

    É uma atividade controlada por Leis, Portarias, e por Normas Regulamentadoras, que estão em constante reformulação, em busca de melhores condições para o trabalhador em seu ambiente de trabalho.

    Por: NIVALDO NUNESl Negócios> Administraçãol 12/02/2011 lAcessos: 1,100 lComentário: 1
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast