O PAPEL E A IMPORTÂNCIA DO SUPERVISOR DE SEGURANÇA NAS EMPRESAS DE SEGURANÇA PATRIMONIAL

Publicado em: 05/11/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 934 |

O PAPEL E A IMPORTÂNCIA DO SUPERVISOR DE SEGURANÇA NAS EMPRESAS DE  SEGURANÇA PATRIMONIAL

O papel do supervisor em algumas empresas de segurança privada, não esta de forma nenhuma relacionada à valorização do profissional. Algumas empresas sejam elas de pequeno, médio ou de grande porte esquecem-se de dois fatores importantes: O supervisor e o vigilante. As empresas só focam os clientes, que é o fator determinante, e o mais importante na visão de alguns gestores. Esquecem-se que para a satisfação do cliente na prestação de serviço, o vigilante é o colaborador de linha de frente, e sempre estará em contato direto com o cliente, o supervisor é o elo entre clientes, colaboradores e a empresa, ele é o mais indicado, para saber como esta a situação física e emocional do colaborador no posto de serviço.

Hoje com o mundo globalizado, não tem mais espaço para o tipo de supervisor, que atuava em décadas passadas. Naquela época os colaboradores eram tratados nas regras do regime militar, não importando o estado emocional de cada um, o que todos queriam é que o trabalho fosse realizado, não importava as condições, que muitas vezes em alguns postos era até desumano. Nesta época a maioria dos supervisores atuava ou teriam participado do quadro das forças armadas ou na policia militar, e traziam consigo enraizado o regime militar, e implantava este regime nas empresas. Outros que não fizeram parte do quadro militar, também incorporavam o regime, usando muitas vezes de truculência. As técnicas usadas na época vinham das escolas militares, com planejamentos e estratégias usadas na segurança pública, o vigilante em questão, não tinha direito a opinar, mesmo que ele também tivesse servido as forças armadas. Nesta época era comum as empresas contratarem ex-militares (soldados), para preencher as vagas de vigilantes, aproveitando que eles já estavam enquadrados no regime. Este era o retrato do supervisor de segurança, e também era o que as empresas procuravam implantar.

Hoje o papel do supervisor é de máxima importância, passamos por uma mudança de concepção de segurança, ele pode tratar diretamente com o cliente, representando a empresa, defendendo os interesses em comum,  da organização e do vigilante, tem que ter habilidades Técnicas, Humanas e Conceituais, ter conhecimento das funções da administração; Planejar, Organizar, Comandar, Coordenar e Controlar. A atuação deste profissional tem que estar direcionado ao mesmo tempo em vários segmentos, e a sua carteira de clientes pede isso. A sua área de atuação tem um leque de clientes distintos, que pode ser; bancos, indústrias, hospitais, shopping centers, condomínios comerciais e residenciais, órgãos públicos, hipermercados e institutos educacionais entre outros, e estes clientes estão cada vez mais exigentes. O supervisor tem que elaborar normas e procedimentos, projetos de segurança física, eletrônica e da informação, políticas de segurança, implantação de novos postos, alem de demonstrar pró - atividade, conduzir sindicância interna, programa de treinamento e qualificação, fiscalizar documentos, equipamentos, entre outros.

O profissional tem que estar preparado, para avaliar as diversas vulnerabilidades dos seus clientes dia-a-dia; No passado o supervisor não fazia, o papel de gerenciamento de risco e prevenção de perdas, hoje é obrigatório e fundamental, este levantamento tem que ser diário, ou em todas as visitas fiscalizadoras, e sempre interagindo com o corpo de vigilância do posto de serviço, solicitando idéias, e nunca esquecer que o vigilante fica a maior parte do tempo no posto, estas anotações têm que estar sempre atualizada, dever manter a empresa e o cliente sempre informados, através de relatórios.

Após a ocorrência, tem que avaliar com rapidez e precisão, o modus operandi utilizado, pelos criminosos, e tem que atuar no gerenciamento de crise, dar suporte a todos os envolvidos na ocorrência, preservar o ambiente, orientar seus colaboradores e também preservar a imagem do cliente. O profissional tem que ter um bom relacionamento interpessoal (Gestão de Pessoas), para tratar de assuntos muitas vezes delicado que envolve a família do colaborador, e tem que interagir com outros setores na empresa e com órgãos externos, e tratar direto ou indiretamente com os gestores da empresa.

Hoje não tem mais espaço no mercado para o supervisor do passado, o profissional tem que se atualizar constantemente, através da leitura, tem vários livros de ótimos autores, as universidades oferecendo cursos de Graduação, MBA e Pós-Graduação, tudo isto relacionado à segurança. E ainda tem a internet como uma ferramenta importante de pesquisas.

Os criminosos todos os dias surgem com novas técnicas para burlar a lei. A Segurança deve se aprimorar com as novas tecnologias para tentar frustrar a ação destes criminosos.

Ninguém nunca sabe tudo, o conhecimento é infinito.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/atendimento-ao-cliente-artigos/o-papel-e-a-importancia-do-supervisor-de-seguranca-nas-empresas-de-seguranca-patrimonial-3615154.html

    Palavras-chave do artigo:

    sociedade seguranca profissionalismo

    Comentar sobre o artigo

    Este Artigo,trata-se de como valorizar um ser humano, tendo em vista que o Policial Militar, por uma pequena parte da sociedade é mal visto. Porém, é um artigo simples, claro e objetiva.

    Por: José Valdeci de Souza Martinsl Carreira> Gestão de Carreiral 26/01/2009 lAcessos: 10,005 lComentário: 10
    Adriano Martins Pinheiro

    Segundo o artigo 966 do Código Civil: "Considera-se empresário quem exerce profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou a circulação de bens ou de serviços."

    Por: Adriano Martins Pinheirol Direito> Doutrinal 20/10/2009 lAcessos: 20,986 lComentário: 1
    Vininha F. Carvalho

    É necessário ter uma visão do turismo baseada em quatro elementos: ambiental, econômico, social e cultural. Não pode haver um trabalho isolado. Deve-se promover o envolvimento da comunidade local, usando o bom senso , de maneira séria e responsável.

    Por: Vininha F. Carvalhol Turismo e Viageml 01/12/2008 lAcessos: 709 lComentário: 1
    Wagner Campos

    O objetivo das organizações é gerar resultados, desenvolver-se, obter lucros aos seus acionistas, prospectar novos mercados e se necessário, realizar fusões.

    Por: Wagner Camposl Notícias & Sociedadel 25/02/2008 lAcessos: 586
    Ramon Barros

    Estamos realmente preparados para separar trabalho, ética, moral e valores? o que são estes itens para você? Os seus valores e princípios correspondem com os de sua organização?

    Por: Ramon Barrosl Carreira> Recursos Humanosl 30/01/2010 lAcessos: 1,211
    Karoline Gonçalves de Sousa

    O presente artigo vem com o propósito de mostrar como acontece, no ambiente de trabalho, a prática do assédio moral e as consequências que este traz àquele que o pratica. Demonstra o lado frágil da relação trabalhista e a influência que tem essa fragilidade para que esse tipo de ato torne-se frequente. Ainda, as formas de prevenção e como agir quando se vê diante dessa prática que leva o "alvo" a situações mais agravantes dentro e fora do ambiente de trabalho.

    Por: Karoline Gonçalves de Sousal Direitol 10/11/2014 lAcessos: 13

    A cultura organizacional pode ser definida como um conjunto de hábitos, crenças, normas, valores, atitudes e expectativas compartilhadas em uma organização que tem como principal objetivo alinhar os valores organizacionais as estratégias do negócio. Assim, o objetivo desta pesquisa é conhecer a cultura organizacional por meio dos valores e das práticas segundo a percepção dos colaboradores de uma empresa de geração de energia elétrica.

    Por: ANA CAROLINA SANTOS GOMESl Negócios> Gestãol 07/08/2012 lAcessos: 368
    Artur Victoria

    Na América de hoje ter poder é controlar os meios de comunicação. Theodore White

    Por: Artur Victorial Educaçãol 29/07/2009 lAcessos: 286
    Gisele Leite

    Artigo de cunho didático sobre a responsabilidade civil das diferentes empresas.

    Por: Gisele Leitel Direito> Doutrinal 08/12/2009 lAcessos: 826

    O atendimento ao cliente é um serviço de impacto e precisa de um grupo de pessoas hábeis para realizar o atendimento de uma empresa, contudo, não é sempre assim que funciona, gerando resultados improdutivos impedindo o progresso do negócio.

    Por: Adriano Bezerral Negócios> Atendimento ao Clientel 07/08/2014 lAcessos: 34
    Gerisval Alves Pessoa

    Vender não se trata de trocar o produto ou serviço por dinheiro do cliente. É a doação de si mesmo.

    Por: Gerisval Alves Pessoal Negócios> Atendimento ao Clientel 20/06/2014 lAcessos: 34
    Orlando Ferreira Ribeiro

    Isso mesmo não se espante por andar na contramão! É ainda fundamental afirmar com certeza que "O que é errado é errado, mesmo que todos estejam fazendo" e, "O que é certo é certo, mesmo que poucos estejam fazendo".Longe de mim a ideia de estabelecer uma revolução mas pre- tendo sim estabelecer uma revisão de conceitos, embora tenha a certeza de que esteja contrariando o senso comum.

    Por: Orlando Ferreira Ribeirol Negócios> Atendimento ao Clientel 13/06/2014 lAcessos: 29
    Portais Imobiliarios

    Existem clientes realmente difíceis onde é quase impossível não perder a calma em algumas situações, mas manter a educação é sempre essencial e com mais algumas dicas é possível lidar com a situação sem perder a razão.

    Por: Portais Imobiliariosl Negócios> Atendimento ao Clientel 05/06/2014 lAcessos: 17
    Durval Senna da Silva

    Costumo chamar de "ponto cego" do marketing digital o fato da maioria dos produtores e afiliados não enxergar que relacionamento com clientes vai muito além do que mensagens por autoresponder. Alguns produtores mais "empolgados" na hora da venda até dizem que vão nos "pegar pelas mãos" (não literalmente claro!) e nos levar a outro nível, mas na prática a teoria é outra... O que é inconcebível e que o mercado digital abre possibilidades enormes para os pseudo-experts da noite para o dia...

    Por: Durval Senna da Silval Negócios> Atendimento ao Clientel 08/05/2014 lAcessos: 95
    Eduardo Alencar

    O presente artigo discute alguns dos desafios de atendimento ao cliente para o atual mercado logístico de transporte de mercadorias

    Por: Eduardo Alencarl Negócios> Atendimento ao Clientel 06/05/2014 lAcessos: 45

    Muitas empresas tratam o cliente como se ele fosse um mal necessário. Veja quais são os dois maiores vilões que fazem as empresas perderem clientes.

    Por: Ernesto Bergl Negócios> Atendimento ao Clientel 23/04/2014 lAcessos: 37

    Sócios da Bvaz Idiomas, que presta serviços de tradução e de legendagem para grandes empresas, ressaltam que o sucesso está em compreender a necessidade do cliente e oferecer um serviço de qualidade, indo além das expectativas

    Por: estudio de comunicacaol Negócios> Atendimento ao Clientel 19/02/2014 lAcessos: 44
    NIVALDO NUNES

    Na era do conhecimento, o Gestor de RH, tem que buscar todos estes conceitos e técnicas, atualizando-se constantemente, através de cursos técnicos, de graduação, pós-graduação e de extensão, para se manter competitivo na área de atuação.

    Por: NIVALDO NUNESl Negócios> Gestãol 18/07/2012 lAcessos: 222
    NIVALDO NUNES

    Agora vamos avaliar a parte operacional: veremos a seguir o que acontece quando o sensor detecta a presença de um intruso na sua empresa ou residência. Este sensor é disparado na unidade de atendimento da empresa de monitoramento.

    Por: NIVALDO NUNESl Negócios> Atendimento ao Clientel 03/08/2011 lAcessos: 74
    NIVALDO NUNES

    Este profissional terá que buscar qualificação e aperfeiçoamento constantemente através do processo de ensino-aprendizagem.

    Por: NIVALDO NUNESl Negócios> Gestãol 29/06/2011 lAcessos: 104
    NIVALDO NUNES

    A enfermagem é uma das raras profissões que mesclam o científico com o humano, além de orientar e tratar o paciente atua diretamente na prevenção de doenças e na produção de pesquisas.

    Por: NIVALDO NUNESl Saúde e Bem Estar> Medicinal 12/05/2011 lAcessos: 223
    NIVALDO NUNES

    Mas hoje o RH tem o papel importante no que diz respeito a planejar, promover, coordenar as atividades relacionadas à seleção e contratação, e no que diz respeito à avaliação funcional e comportamental dos colaboradores. O setor tem a responsabilidade na formação continuada dos profissionais, com o objetivo do crescimento da instituição.

    Por: NIVALDO NUNESl Negócios> Gestãol 24/03/2011 lAcessos: 399
    NIVALDO NUNES

    Os desafios corporativos estão a cada dia maiores, e os concorrentes estão cada vez mais desempenhando seu papel em busca de novas tendências. E para se adequar a esta realidade o gestor administrativo, que não tem conhecimento em gestão de segurança, tem também este desafio pela frente, e a consultoria é uma boa alternativa.

    Por: NIVALDO NUNESl Negócios> Gestãol 24/03/2011 lAcessos: 324
    NIVALDO NUNES

    Tudo que diz respeito à área de segurança do trabalho, o técnico poderá atuar diretamente como consultor.

    Por: NIVALDO NUNESl Negócios> Gestãol 21/02/2011 lAcessos: 2,791
    NIVALDO NUNES

    É uma atividade controlada por Leis, Portarias, e por Normas Regulamentadoras, que estão em constante reformulação, em busca de melhores condições para o trabalhador em seu ambiente de trabalho.

    Por: NIVALDO NUNESl Negócios> Administraçãol 12/02/2011 lAcessos: 1,092 lComentário: 1
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast