Prioridades E Qualidade De Vida

Publicado em: 10/10/2008 | Acessos: 14,636 |

"Preste atenção em seus pensamentos porque eles se tornarão palavras. Preste atenção em suas palavras porque elas se tornarão atitudes. Preste atenção em suas atitudes porque elas se tornarão hábitos. Preste atenção a seus hábitos porque eles se tornarão seu caráter e preste atenção em seu caráter porque ele se tornará o seu destino!"

Esta reflexão é central para a qualidade de vida. Qualidade de vida é uma responsabilidade individual. Compreender isso é essencial!

Claro que o conjunto das escolhas das outras pessoas interfere na sua qualidade de vida, assim como suas escolhas interferem na qualidade de vida delas. Interferem, não determinam!

O que determina a sua qualidade de vida são suas prioridades. As suas prioridades, não as dos outros!

Nenhuma empresa é responsável pela qualidade de vida de seus funcionários. Ela é responsável por oferecer as melhores condições para que cada funcionário tenha a melhor qualidade de vida possível no trabalho. Qualidade de vida no trabalho não equivale, e nem poderia, à qualidade de vida como um todo, mas considerando que passamos uma grande parte do dia em atividades profissionais, descuidar deste aspecto da qualidade de vida é grave!

Ainda mais importantes que as escolhas que a empresa faz e que impactam sobre sua qualidade de vida, são as escolhas que você faz sobre como vai reagir às particularidades do cotidiano no trabalho.

Você não tem como controlar o que a vida vai colocar a sua frente a cada dia, mas tem como controlar (aprender e transformar) suas reações diante dos fatos. Quando Sartre escreveu "o inferno são os outros" ele estava ironizando a característica humana de culpar e transferir responsabilidade, egoisticamente, para os outros sobre aspectos que cabem de maneira intransferível a cada indivíduo.

Se emprestarmos o princípio da Melhoria Contínua da Qualidade Total "todo trabalho pode e deve ser melhorado" para a nossa vida como um todo, estaremos tomando uma decisão muito sábia.

Qualidade de vida é um conceito e um estado dinâmico, não estático!

Qualidade de vida significa harmonia e bem estar nos aspectos mentais, físicos e espirituais que envolvem nossa vida em todas as esferas: afetiva, profissional, relacional, etc.

Cada área de nossas vidas precisa possuir metas e prioridades bem definidas. O que mais afeta a qualidade de vida das pessoas é a perda de energia que se reflete em perda de entusiasmo, motivação, prazer, produtividade.

Sempre que você notar que o nível de sua qualidade de vida caiu, pergunte-se: Quais estão sendo as minhas reais prioridades?

Eu digo prioridades reais, não as que você diz possuir, mas aquelas que você vivencia de fato.

Se você diz que saúde é uma prioridade, observe o que de concreto você está fazendo por ela. Seus hábitos são saudáveis? Mais saudáveis que no trimestre passado?

Se sua prioridade é ampliar seu conhecimento em determinada área, quanto do seu tempo você vem dedicando a isso? Com que freqüência, determinação e produtividade?

Em geral as pessoas declaram como prioridades coisas que não tratam desta maneira e continuam sempre queixosas sobre a sua baixa qualidade de vida.

Qualidade de vida é um conjunto de escolhas pertinentes a cada indivíduo e contempla as particularidades de cada indivíduo. Cada um de nós possui limites de esforço diferentes, energia disponível diferente, capacidade de adaptação diferente, crenças e valores diferentes.             Sua qualidade de vida depende essencialmente de quem você é de fato. Por isso, pessoas que não se dedicaram a se conhecer melhor apresentam sempre pior qualidade de vida. Se você não sabe definir bem a si mesmo, não definirá bem suas prioridades!

Nada nos faz perder mais energia que a indecisão e o desconhecimento de nossas prioridades. Pessoas aprisionadas nestas circunstâncias fazem foco no trabalho, quando o momento é de prioridade familiar. Querem viajar com a família quando o momento é de priorizar os negócios. São pessoas que estão sempre ausentes de onde deveriam estar. Estas pessoas não estão em casa nem quando voltam para casa, e quando estão no trabalho preocupam-se em não estar em casa...

Eu chamo isso de a neurose da indecisão e da falta de prioridade!

Mude suas prioridades e você mudará sua vida como um todo!

Permita-me algumas sugestões:

1) Aprenda a respirar, em geral respiramos muito mal.
2) Procure uma nutricionista funcional e reeduque sua alimentação.
3) Mexa-se! No mínimo uma caminhada todos os dias, mesmo que seja na esteira.
4) Dedique tempo de qualidade às pessoas que você ama.
5) Dez minutos por dia de Sol sem filtro solar. Mais tempo que isso: filtro solar.
6) Tome bastante água, comece ao levantar.
7)  Alongue-se, alongamento é a base do equilíbrio físico.
8)  Aprenda a meditar.
9)  Cultive o hábito da oração.
10) Priorize a evolução e a prática do Bem.

Somos todos responsáveis pelas prioridades que fazemos, e, como disse Aristóteles: "Nos tornamos aquilo que repetidamente fazemos".
O que você anda fazendo de si?
Acredite: obter sucesso é plenamente compatível com uma vida saudável e feliz, basta aprender a estar em um lugar de cada vez e viver intensamente esta oportunidade!

Acompanhe as novidades no Twitter: www.twitter.com/carloshilsdorf

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/auto-ajuda-artigos/prioridades-e-qualidade-de-vida-597906.html

    Palavras-chave do artigo:

    qualidade de vida

    ,

    vida

    ,

    qualidade

    Comentar sobre o artigo

    Abraao Dahis

    Muito se fala na influência da arquitetura sobre a qualidade de vida de seus moradores ou de qualquer pessoa que dela faça uso. Eu nunca pude admitir a arquitetura funcional versus a arquitetura estética, sendo uma ou outra mais ou menos importantes, nem independentes ou solitárias na criação de qualquer espaço a ser ocupado por uma pessoa.

    Por: Abraao Dahisl Negócios> Atendimento ao Clientel 04/07/2009 lAcessos: 184

    O presente artigo tem como objetivo mostrar o que é a QVT (Qualidade de Vida no Trabalho), e qual o seu papel dentro das organizações. A QVT engloba muitos aspectos na organização, fazendo com que seja um elemento impulsionador que traz bastante motivação e satisfação no ambiente de trabalho aliado à saúde e o bem-estar do trabalhador. Dentre os temas abordados estão; enfoque biopsicossocial, os componentes da QVT, contribuições das ciências, as causas do estresse no ambient

    Por: Angélica Cristina da Costal Carreira> Recursos Humanosl 15/10/2014 lAcessos: 92
    Thiago Miranda

    Se por um lado, a tecnologia e a industrialização facilitam nossas vidas e contribuem para o progresso social e econômico da civilização, por outro nos colocam a mercê de uma série de fatores de riscos relacionados ao estado de saúde. Contrariando essa perspectiva, a Educação Física aparece como uma das variáveis na promoção da qualidade de vida e da saúde, tendo papel importante na atuação escolar (NAHAS, 2001). A pesquisa pretende apontar o papel da educação física em pról à qualidade de vida.

    Por: Thiago Mirandal Educação> Ensino Superiorl 31/07/2009 lAcessos: 14,401 lComentário: 2

    Esse trabalho foi elaborado pela aluna do 6º período do curso de administração de empresas da faculdade de teologia integrada - Fatin e o mesmo irá falar sobre a qualidade de vida no trabalho do livro CHIAVENATO ID ALBERTO

    Por: geane merial Educação> Ensino Superiorl 11/12/2010 lAcessos: 982

    O presente trabalho teve como objetivo verificar os fatores que compõem e como é a qualidade de vida no trabalho dos psicólogos do CAPS/CISME em um município do interior de Goiás. Participaram da pesquisa profissionais da área da psicologia, que trabalham no Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS) deste município. Foi utilizado o Inventário de Qualidade de Vida (IQV) de Lipp, o qual permitiu fazer uma avaliação dessa qualidade de vida.

    Por: Albertol Psicologia&Auto-Ajudal 27/11/2012 lAcessos: 68
    Claudia Forlin

    A escolha desse tema ocorreu devido à observação da demanda dos números ainda crescentes de crianças com HIV. Através deste trabalho obtive dados que mostram a qualidade de vida dessas crianças. Elas convivem com essa patologia que vem causando transtornos fisiológicos e psicológicos e muitas dessas crianças vivem em casas de apoio. A presente revisão foi baseada na consulta bibliográfica em livros e artigos retirados da base de dados Scielo, Bireme, Ministério da Saúde, Ministério Casa Civil.

    Por: Claudia Forlinl Saúde e Bem Estar> Medicinal 04/04/2011 lAcessos: 441

    Muitos empresários estão percebendo que melhorar a qualidade de vida de seus funcionários e de suas famílias torna a empresa mais saudável, competitiva e produtiva. Essa é a principal função da QVT (Qualidade de Vida Total), baseada em dois aspectos importantes: o bem-estar do trabalhador e a eficácia organizacional . Um programa adequado de QVT busca uma organização mais humanizada e proporciona condições de desenvolvimento pessoal.

    Por: Marcelo P. Basilel Saúde e Bem Estar> Medicinal 05/08/2014 lAcessos: 43

    Esta pesquisa objetiva analisar como os enfermeiros de uma Instituição Hospitalar localizada na região do Vale do Itajaí avaliam sua QVT, sendo de cunho qualitativo, do tipo exploratório, com a utilização de uma entrevista semi-estruturada com quatro enfermeiros que atuam numa Instituição Hospitalar localizada na região do Vale do Itajaí.

    Por: Kathllen Daniele Garbaril Psicologia&Auto-Ajudal 22/08/2011 lAcessos: 891
    Nadir Neves

    Sustentabilidade, direitos humanos, novos tipos de prisões e qualidade de vida. São alguns dos questionamentos abordados neste texto - que longe de esgotar o tema tenta trazer à memória outras formas de prisões na pos modernidade-, prisões invisíveis, porém, reais as quais trazem impactos potentes nas vidas dos envolvidos.

    Por: Nadir Nevesl Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 05/04/2012 lAcessos: 277
    Simone Andrade R. S. Rodrigues

    Vivemos em um mundo intensamente ativo, onde as mudanças se dão de forma rápida nos âmbitos social, político, econômico, institucional e organizacional. A sobrecarga a qual as pessoas estão submetidas as conduzem diretamente ao stress, sobretudo, à doenças crônicas, as quais correntemente vemos noticiadas nos meios de comunicação e simploriamente denominada como "doenças da modernidade".

    Por: Simone Andrade R. S. Rodriguesl Saúde e Bem Estar> Medicinal 06/04/2012 lAcessos: 100
    Araceli Canova

    Além de queimar calorias e garantir fortalecimento muscular, a dança do ventre atrai as mulheres pelos benefícios físicos internos e psicológicos. Como a dança é extremamente sensual, a autoestima das praticantes dá uma guinada depois de algumas aulas.

    Por: Araceli Canoval Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 10/04/2015
    Hideraldo Montenegro

    A partir das ideias de Jesus a humanidade compreendeu melhor as palavras piedade, compaixão, fraternidade, perdão, tolerância, compreensão, caridade e amor ao próximo. Estas palavras são a essência do pensamento de Jesus e que, inclusive, as religiões ditas cristãs deveriam resgatar para, assim, se aproximar de fato da essência do cristianismo.

    Por: Hideraldo Montenegrol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 08/04/2015
    Tony Barreira

    Como ser bom em fracassar O fracasso faz parte da vida de todo empreendedor. Mas quem disse que isso é ruim?

    Por: Tony Barreiral Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 08/04/2015
    Walter Gassenferth

    O economista russo Nikolai Kondratiev foi o primeiro a tentar provar estatisticamente, no início do século passado, que existem movimentos cíclicos da economia mundial de prosperidade (Picos) e depressão (Vales), conceito hoje conhecido como os ciclos longos de Kondratiev. Na verdade, vários fenômenos naturais e sociais podem ser traduzidos por uma onda senoidal com seus picos e vales. Dentre eles destacamos a descoberta do matemático francês Jean Batiste Fourier, que provou que a onda de uma co

    Por: Walter Gassenferthl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 06/04/2015 lAcessos: 115

    Todos já passamos por algum constrangimento na vida. Certamente a maioria de nós já ganhamos alguma apelido. Como encarar isso? Como reagir em face ao tão difundido bullying? Devemos saber como reagir nessas situações para ter uma vida mais feliz! Esse artigo falará como podemos fazer isso!

    Por: Josué Leal Moura Dantasl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 30/03/2015 lAcessos: 15
    Paula Fernanda

    A armadilha da imagem ideal de beleza e como isso afeta a auto-estima e relacionamentos da mulher.

    Por: Paula Fernandal Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 20/03/2015

    Fazer as pazes com o passado é uma forma de trazer para a sua vida presente novas situações que lhe mostrarão novos caminhos, novos padrões de pensamentos, novas perspectivas. Leia Mais: http://bit.ly/19wQZI1

    Por: Antonio Bregieirol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 19/03/2015 lAcessos: 19
    Germano Brandes

    Faço uma análise de nossos dirigentes, tanto do mundo formal como do informal. Quero dessa maneira alertar os jovens infantes que o mundo é uma armadilha e só quem consegue sobreviver não são os mais inteligentes, mas sim os mais os espertos que conseguem uma convivência pacífica com o "status quo".

    Por: Germano Brandesl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 18/03/2015 lAcessos: 41

    Por que as pessoas fazem promessas no ano novo e ao final do ano percebem que nao as cumpriram? Artigo do consultor Carlos Hilsdorf, especialista em atitude, explica a diferença entre as promessas e as atitudes, entre o desejo e a vontade.

    Por: Carlos Hilsdorfl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 13/12/2010 lAcessos: 303

    artigo do palestrante Carlos Hilsdorf sobre empreendedorismo, vendas e negócios.

    Por: Carlos Hilsdorfl Negócios> Administraçãol 22/10/2010 lAcessos: 109

    Palestrante Carlos Hilsdorf explica de maneira simples e objetiva o conceito de benchmarking

    Por: Carlos Hilsdorfl Negócios> Administraçãol 08/10/2010 lAcessos: 664

    Empowerment é uma ação da gestão estratégica que visa o melhor aproveitamento do capital humano nas organizações através da delegação de poder. Devemos entender este poder como sendo o resultado do compartilhamento de informações fundamentais sobre o negócio e seus projetos, da delegação de autonomia para a tomada de decisões, e da participação ativa dos colaboradores na gestão do negócio, assumindo responsabilidades e liderança de forma compartilhada.

    Por: Carlos Hilsdorfl Negócios> Gestãol 26/08/2010 lAcessos: 2,083

    A vida é feita de escolhas. Não podemos escolher o que a vida vai colocar à nossa frente, mas podemos escolher como reagimos ao que ela nos apresenta.

    Por: Carlos Hilsdorfl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 26/08/2010 lAcessos: 738

    artigo do palestrante Carlos Hilsdorf sobre emprendedorismo, sucesso, obstinação, força de vontade, motivação.

    Por: Carlos Hilsdorfl Carreira> Gestão de Carreiral 16/08/2010 lAcessos: 222

    artigo do palestrante Carlos Hilsdorf sobre os aspectos fundamentais para um bom negócio.

    Por: Carlos Hilsdorfl Negócios> Administraçãol 30/06/2010 lAcessos: 192

    Artigo do palestrante Carlos Hilsdorf sobre a Economia da Experiência. Aborda lucratividade, diferenciação, competitividade, valor, posicionamento, unicidade.

    Por: Carlos Hilsdorfl Negócios> Administraçãol 20/04/2010 lAcessos: 476
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast