REVOLTA e MAGOA - Os alicerces das doenças

Publicado em: 28/04/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 1,674 |

 

Revolta e Magoa – Os alicerces das doenças

Revolta e mágoa destroem você de dentro para fora, causando danos muitas vezes irrecuperáveis.

Manter a mente e o coração sobrecarregados,com raiva e mágoa equivale andar pela vida com uma bomba prestes a explodir.

Raiva e mágoa são sentimentos que corroem as nossas possibilidades de prosperidade e felicidade.

Dicas para neutralizar a raiva e a magoa:

Felizmente existe um antídoto: "Mudança de Consciência"!

Somente a mudança dos modelos mentais podem nos dar a condição de perdoar.

Outra atitude: "Aprenda a dar preferencia em viver em paz e harmonia com tudo e todos ao invés de querer provar sempre que tem razão.

Perdoar não é uma coisa tão simples e por isso nem todo perdão é benéfico; afinal, nem todo perdão é sincero, enquanto não for verdadeiro.

Algumas pessoas dizem que quando sofrem uma ofensa, perdoam. Estão na verdade fazendo sua autopromoção, querendo provar a si mesmo e aos outros como ele é especial por ter perdoado. Infelizmente ainda são raros os casos de pessoas que atingiram este nivel de consciência.

Mas também é importante saber que carregar a magoa e não perdoar constitui energia reprimida que conduz a doenças psicossomáticas.

Se nos magoamos ou nos sentimos ofendidos quando alguém diz que nós não sabemos amar, ou não sabemos ser amigos de verdade, provavelmente estas pessoas estejam certas!

Esquecer a mágoa e a raiva não significa esquecer o fato! Os fatos, muitas vezes, permanecem na memória e são motivo de aprendizado.

Devemos esquecer (deixar de sentir) a emoção negativa que toma a forma de revolta, mágoa. Ou seja, se perdoamos verdadeiramente, conseguimos lidar com os fatos como algo distante, algo que não nos atinge mais, embora lembremos que eles aconteceram.

Quando ouvimos: "Esqueça os males que te fizeram" - "Perdoai as nossas ofensas assim como devemos perdoar a quem nos tem ofendido". Na verdade é para deixar de manter o sentimento de raiva e mágoa.

O Poder destrutivo da Raiva e da Magoa contida:

A raiva e a mágoa são sempre destrutivas, mesmo quando não se exteriorizam. Algumas pessoas pensam que, se não colocam para fora a revolta e a raiva não terão problemas. Engano, pois a pessoa acumula esta energia como um verdadeiro vulcão prestes a entrar em erupção.

Conseguir se libertar da magoa e da revolta é importante para o outro, mas é mais importante para você! Quando perdoa, você se liberta. Com o perdão, as algemas que te prendiam ao passado se rompem e você passa a respirar aliviado e a caminhar livremente.

Não há relacionamento sincero sem aceitação. Aceitar não significa concordar passivamente, mas sim, significa compreender!

Para perdoar precisamos compreender a nós mesmos e aos outros.

E, mesmo que não cometêssemos o mesmo erro, isso se deveria apenas ao fato de já termos aprendido uma lição que ele ainda não aprendeu.

Se aprendemos a lição é porque já passamos por ela, ou seja, já erramos muitas vezes. Se não sentimos pelo outro a mesma compreensão que sentimos em nossa própria defesa, então, nosso perdão não existe, ele é pura vaidade.

Se alguém errou com você, ainda que gravemente, não perca tempo e muito menos a saúde do corpo e da alma alimentando a raiva e a mágoa. Elas te mantêm aprisionado ao passado. Perdoe e sinta seu caminho completamente livre.

Perdoar é mais inteligente. No mínimo vai fazer bem para você mesmo. Perdoar é libertar primeiro a si mesmo, depois ao outro.

 Mahatma Ghandi e o perdão:

Certa vez perguntaram a Mahatma Ghandi se ele perdoava com muita frequência, ao que ele respondeu: "Não, ninguém nunca me ofendeu".

Você só precisa perdoar quando se magoa ou se sente ofendido. Quando vencer estas situações perceberá que não há mais necessidade perdoar.

Aprendendo a não sentir magoa e a não se sentir ofendido com tanta frequência, você precisará perdoar menos, e isso equivale a ter aprendido a não acumular revolta e magoa.

Dizem que o amor é a porta da felicidade. Então o perdão é a única chave que pode abrir esta porta de dentro para fora!

O sentimento da raiva, que é natural, tem por objetivo nos ajudar a resolver nossos problemas, incluindo as ofensas, traições ou quaisquer outros atos que as pessoas nos produzem. Quando somos inibidos na nossa raiva, quando temos medo de expressá-la, ela congela dentro de cada um de nós e se transforma em mágoa.

 Mágoa é toda raiva que ficou para depois. É a raiva dentro do congelador.

 É o medo de resolver nossos conflitos com outras pessoas, no momento em que aparecem. Guimarães Rosa define, magistralmente, a mágoa no seu livro Grande Sertão: Veredas. "Mágoa é lamber frio o que o outro cozinhou quente demais para nós."

A pessoa rancorosa apresenta as seguintes dificuldades:

1- Aceitar a imperfeição humana, idealizando uma realidade onde as pessoas nunca falhem com ela.

2- A colocação clara do seu desagrado diante do outro.

3- Em viver o momento presente, sendo extremamente apegada ao passado.

Por isso, a pessoa que guarda mágoa, em geral, vive muito no passado. Uma vez porém, instalada a mágoa, só nos resta uma saída: o perdão.

Se a mágoa nos envenena e machuca, o perdão nos alivia e cura. Pode-se medir a sanidade psicológica de alguém pela sua capacidade de perdoar. O perdão é a ponte que nos faz sair da depressão para a alegria.

Por que tanta dificuldade em perdoar? Porque não entendemos o que significa o perdão. Primeiramente, há uma crença falsa de que o beneficiário do perdão é a pessoa que nos ofendeu. O perdão é algo bom para quem perdoa. Perdoar é ficar livre da dor provocada pelo outro. É ficar livre daqueles que nos magoaram. É um presente dado a mim mesmo.

Em segundo lugar, há uma idéia igualmente falsa de que, ao perdoarmos, devemos "esquecer" o mal que nos fizeram e voltar a ter com a pessoa o mesmo relacionamento de antes.

Perdoar não é esquecer. É apenas parar de sofrer. Não nos incomodarmos mais com o que aconteceu no passado. Devemos, porém, aprender com a experiência acontecida e podemos, a partir daí, escolher qual o novo relacionamento que teremos com o "ofensor".

Perdoar não significa fazer de conta que nada aconteceu. Pelo contrário, temos de levar em conta a experiência, temos de tomar posição diante do que aconteceu, revendo a relação, e por isso mesmo, nos livrando do sofrimento.

A magoa deteriora os relacionamentos porque ao invés de resolvermos os problemas, ainda que com uma briga, guardamos a raiva no coração e ela se transforma em hostilidade, frieza e desprezo na relação, distanciamento sexual, traição e outras formas de vingança.

Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 7 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/auto-ajuda-artigos/revolta-e-magoa-os-alicerces-das-doencas-4694070.html

    Palavras-chave do artigo:

    revolta

    ,

    magoa

    ,

    raiva

    Comentar sobre o artigo

    Marcus Facciollo

    Como a raiva pode ser usada favoravelmente para nós mesmos.

    Por: Marcus Facciollol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 17/09/2009 lAcessos: 3,361
    Luciano Cordeiro de Mello

    Somos seres imortais, a despeito do que muitas pensam ou acreditam que tudo acaba no momento da morte. Isso seria uma coisa totalmente sem sentido, ou seja, de que adiantaria fazer o bem ou o mal???

    Por: Luciano Cordeiro de Mellol Religião & Esoterismo> Meditaçãol 24/11/2012 lAcessos: 38
    MONICA GAZZARRINI

    APRENDA COMO FAZER COM A REVOLTA, COM A RAIVA E COM O RESSENTIMENTO, QUE ISTO PODE GERAR EM VOCÊ.

    Por: MONICA GAZZARRINIl Religião & Esoterismo> Evangelhol 11/09/2010 lAcessos: 218
    Pastor Elcio Lourenço

    Sentimentos e mais sentimentos. Provavelmente é isso que nos torna humanos, e essas percepções podem ser consideradas positivas a medida que estejam sob controle, e não passem a nos controlar.

    Por: Pastor Elcio Lourençol Relacionamentos> Relações Amorosasl 31/03/2009 lAcessos: 300

    A estrutura familiar está desaparecendo a cada dia e é na escola que muitas crianças encontram seu referencial para a vida. Em meio a tantas más influências, a escola deve estar preparada para oferecer aos seus educandos o maior número de influências positivas para que ele possa ver a escola como um exemplo de cidadania que respeita seus educandos e busca uma relação dialética com eles a fim de ajudá-los a solucionar seus problemas e orientá-los em suas decisões.

    Por: Deise Coelho Schinoffl Educaçãol 25/05/2012 lAcessos: 666
    Gelci Nogueira

    Demonstra como uma doente de Alzheimer redescobre os sentimentos da afetividade prazerosa, aos 83 anos. Têm como principais objectivos identificar as falhas familiares e profissionais ocorridas antes da doença e depois do diagnóstico médico. O método escolhido foi a pesquisa-acção qualitativa e exploratória, baseado em um Estudo de Caso Clínico, concretizado in loco. O embasamento teórico,centraliza-se nos conceitos da Teoria Bioenergética -Alexander Lowen.

    Por: Gelci Nogueiral Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 14/09/2011 lAcessos: 182
    Nelson B. Sousa

    A novidade reside na intensificação, gravidade, amplitude e banalização do fenômeno e na abordagem que tenta estabelecer o nexo-causal com a organização do trabalho e tratá-lo como não inerente ao trabalho.

    Por: Nelson B. Sousal Negócios> Gestãol 20/05/2010 lAcessos: 3,939
    Antonio de Andrade

    Muitas são as causas dos atos violentos, de uns seres humanos contra outros e, na atualidade, a violência é um dos assuntos que mais preocupa as pessoas em todos os países deste planeta Terra. Para ajudar na reflexão sobre as mudanças necessárias que levem a uma diminuição da violência, escrevi algumas idéias no artigo que irá ler, onde apresento a auto-imagem como uma das causas da violência.

    Por: Antonio de Andradel Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 03/08/2011 lAcessos: 97

    Quantas vezes nos dá vontade de desistir, jogar tudo pro alto e sumir do mapa? Saiba que isso é normal, e você pode usar essa vontade de desistir para impulsionar a realizar seus sonhos e melhorar sua vida!

    Por: Biancal Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 11/11/2014 lAcessos: 15
    Luana De Paula Pimentel

    O presente trabalho visa estudar acerca da resiliência em pacientes hospitalizados do Hospital Municipal Modesto de Carvalho da cidade de Itumbiara-Goiás. A resiliência é a capacidade de se recuperar de situações de crise e aprender com ela. Para alcançar o objetivo do estudo, aplicou-se uma escala de avaliação da resiliência e um questionário sócio demográfico. A partir da análise dos dados, pode-se avaliar a presença da resiliência nos pacientes hospitalizados.

    Por: Luana De Paula Pimentell Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 28/10/2014

    O lado sombrio que todos insistem em ocultar. Liberte-se... Descubra o que um dos pioneiros da psicanálise disse sobre sombras

    Por: Leticia Moreiral Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 22/10/2014
    Tatiane de Oliveira

    Popularmente existe uma crença que saber ouvir é uma habilidade a ser desenvolvida e utilizada exclusivamente por psicólogos, líderes religiosos, conselheiros... De fato, a escuta é fundamental para o fazer profissional do psicólogo e para os outros exemplos acima citados também; mas recentemente em uma análise que fiz em um determinado círculo social que frequentava, notei como às pessoas estão ansiosas e carentes por falar, mas indiferentes ou insensíveis ao ouvir o outro.

    Por: Tatiane de Oliveiral Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 20/10/2014 lAcessos: 11

    Muitas pessoas se acham pouco atraentes em termos de simpatia, ou dizem ter poucos amigos. Mas tudo é uma questão de mudar a própria concepção e visão das atitudes que se tem. Nesse artigo, mostro que é possível ser agradável a atrair a atenção dos outros, de maneira simples, sincera e com resultados imediatos. Experimente colocar em prática.

    Por: Josemar Barbosa Ferraril Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 17/10/2014 lAcessos: 20
    Egon Griesang

    A chuva traz uma simbologia de lavar o que está sujo para recomeçar com nova vida, novas forças. Quantas vezes precisamos que isso aconteça conosco? Praticamente todos os dias! Encontre forças para recomeçar e ser feliz!

    Por: Egon Griesangl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 16/10/2014
    Edison Candido Gonçalves

    "Chegamos a incrivel marca de 07 bilhões de habitantes no planeta. Neste cenário, a luta para conquistar um lugar ao sol torna-se cada vez mais acirrada. Não basta ser apenas humano. É preciso muito mais. Ser uma super máquina com mil habilidades para vencer toda sorte de competição. E tudo isso com um preço altíssimo. Desgate físico e emocional, doenças psicossomáticas, estress,frustação, pressão acima do que se pode suportar .

    Por: Edison Candido Gonçalvesl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 13/10/2014 lAcessos: 15

    A pesquisa teve como objetivo propor para adolescentes de 14 a 17 anos, uma breve orientação para a profissionalização, em busca de auxilia-los no desenvolvimento do processo de escolhas, na descoberta de suas habilidades e possíveis vocações e também levar informações sobre o possível acesso dos adolescentes da associação Proreavi em uma universidade, cursos profissionalizantes, técnicos entre outros, através de dinâmicas, questionários e estudos dirigidos com os mesmos.

    Por: Guilherme Beraldo Cesáriol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 09/10/2014 lAcessos: 11
    Edson Salgueiro

    Sente-se estressado, inseguro, com medo, como se as coisas fossem determinadas por um destino incontrolável e aleatório? O que ocorre com você e uma grande parte de pessoas é justamente a falta desta sintonia com a sua força interior. O entusiasmo é aquele poder inerente à nossa Centelha divina, que precisa ser acionado sistematicamente.

    Por: Edson Salgueirol Psicologia&Auto-Ajuda> Redução de Stressl 17/08/2010 lAcessos: 419 lComentário: 1
    Edson Salgueiro

    Usando a criatividade e o poder psíquico ampliamos nosso campo mental de atuação. Não existe distância nem tempo para as ondas de pensamentos. A mente está sempre em ação, é dinâmica. O que atraimos é em consequência do que vibramos. No universo tudo obedece uma constante troca energética. Emitimos e recebemos.

    Por: Edson Salgueirol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 06/08/2010 lAcessos: 342
    Edson Salgueiro

    O Mago interno é o nosso poder de transmutar, emitir, e captar a energia cósmica universal que chega até cada ser humano. Poucos são aqueles que já tem consciência desta força, porém espontaneamente todos há usam - de forma ainda pouco consciente. Para a sua ativação mais consciente precisamos mudar alguns condicionamentos, desbloqueando os canais de sintonia - aumentando assim o campo psíquico, despertando o potencial deste ser ainda adormecido.

    Por: Edson Salgueirol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 06/08/2010 lAcessos: 331 lComentário: 1
    Edson Salgueiro

    Na trajetória da vida nos deparamos com situações inusitadas, surpreendentes. Em algumas delas podemos agir e obtermos resultados rápidos - mas em outras nos deparamos com uma sensação de impotência. Nessas horas é preciso ter uma postura de aceitação e ao mesmo tempo de força - para deixar passar a tempestade e em seguida refletirmos - como encontrar as respostas adequadas para lidar com a realidade dos fatos.

    Por: Edson Salgueirol Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 03/08/2010 lAcessos: 3,149
    Edson Salgueiro

    "Tua Fé remove montanhas!" "Dentro de você mora um gigante adormecido!" "Você é filho de Deus Perfeito!" "Se acredita que é capaz - já é uma pessoa programada para ser próspera!" Grandes iluminados deixaram mensagens que até hoje representam verdades eternas.

    Por: Edson Salgueirol Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 02/08/2010 lAcessos: 569
    Edson Salgueiro

    No mundo moderno, a melancolia e a depessão afetam uma grande quantidade de pessoas. Crianças, adolescentes, jovens, velhos,... todos são atingidos por estas verdadeiras epidemias psicoemocionais. Por que algumas pessoas já são depressivas desde jovens? Existe uma tendência ou estes estados são desenvolvidos? A conscientização do estado depressivo, e a mudança de atitudes podem alterar estas características e transmutar a química cerebral e neutralizar os personagens psíquicos da mente.

    Por: Edson Salgueirol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 22/07/2010 lAcessos: 281
    Edson Salgueiro

    Sempre aquilo que valorizamos possue mais força de realização. O melhor modo de lidar com um problema, é não ficar pensando nele. Então a lógica nos mostra que não podemos dar muito enfoque nas coisas que nos tiram energia e que ao contrário nos deixam vulneráveis. É preciso investir o nosso aprendizado em tudo o que nos mostra novos caminhos, novas alternativas. Ficar pessimista e derrotado com algo que nos contrariou, apenas nos retira a possibilidade de atingirmos novos patamares.

    Por: Edson Salgueirol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 21/06/2010 lAcessos: 729 lComentário: 1
    Edson Salgueiro

    Não importa o que você tem - mas sim o que você faz com aquilo que possui. Encontramos pessoas que querem ganhar na loteria, que esperam chegar uma grande chance para ser feliz no relacionamento amoroso, de atingir o sucesso profissional. Mas o que a vida nos ensina, é que devemos procurar as oportunidades que o mundo nos oferece. E só conseguiremos conquistar nossos objetivos se fizermos a nossa parte e se estivermos verdadeiramente comprometidos com as nossas metas.

    Por: Edson Salgueirol Relacionamentosl 20/05/2010 lAcessos: 684 lComentário: 1
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast