Três Princípios Básicos Da Comunicação Altamente Eficaz

Publicado em: 23/09/2009 |Comentário: 2 | Acessos: 2,774 |

TRÊS PRINCÍPIOS BÁSICOS DA COMUNICAÇÃO ALTAMENTE EFICAZ

Por Daniel Caraúna da Mota, setembro de 2009

A comunicação com maior poder de impacto e altamente eficaz, se dá por meio de palavras verbalizadas concomitantemente acompanhadas da comunicação não-verbal como: expressão facial, inflexão de voz, expressão corporal etc. No entanto, a influência da comunicação verbal, não se respalda no uso louco ou desordenado de palavras e idéias, mas por meio da ordenação bem dirigida das escolhas de palavras, construção de frases e elaboração do raciocínio lógico, que de forma inteligente possam trabalhar com os três aspectos da tria oficia, segundo Cícero: A razão, a emoção e a afetividade.

Razão: as pessoas tendem a depositar maior credibilidade a tudo que pareça ser lógico. Como sabemos lógica é uma questão de coerência entre os elementos de um argumento e que depende nesse caso da criatividade e esta do nivel e grau de conhecimento especifico e diverso. A lógica argumentativa estabelece credibelidade, segurança e acrescenta a confiabilidade em quem a apresenta. Porque ninguem fará nada sem primeiro acreditar em você.

Emoção: as emoções são as nossas razões de vida e são elas que em grande medida determinam o que devemos ou não fazer. Elas despertam o desejo, a cobiça e a vontade por vezes descontrolada da posse. Se a emoção for forte a razão será arrastada cativa pelo desejo ardente, o que fará com que o interlocutor reflita menos nas conseqüências e racionalize pouco quanto as suas próprias escolhas.

Afetividade: como se torna difícil falar "não" para uma pessoa de quem gostamos. Se o interlocutor criar laços afetivos com o seu interlocutor se tornará mais dificil de negar um pedido. Se você aplica a razão a emoção, mas é uma pessoa de pouco carisma, o desafio de fazerem o que você pede ou oferece será ainda maior. Quando uma pessoa gosta e simpatiza com uma outra, se torna mais pré-disposta a querer agrada-la.

Quando fazemos pouco emprego da inteligência, os erros são mais propensos de ocorrerem. Existe um embate entre inteligência e ações condicionadas. Nas ações condicionadas, ou melhor, habituais, as nossas respostas aos estímulos (reativo), ou, nossas ações que intentam um objetivo, geralmente são pouco pensadas e muito, digamos, instintivas. Nas práticas inteligentes, as ações são mais bem pensadas e refletidas em relação às possíveis previsões e consequências ou resultados advindos dos estímulos e respostas que são mutuamente transmitidos (locutor x interlocutor). Na persusão não falamos ou verbalizamos o que sentimos desejo, de forma instintiva e condicionada pelo hábito ou costume, mas falamos exatamente o que mais proporcionará o alcance dos resultados esperados. Esquecendo ad hoc, ou seja, temporariamente, as expectativas causadas por nossas necessidades tanto inatas como emocionais, ou mesmo sócio-culturais.

O emprego da inteligência na comunicação requer antes de todos os conhecimentos, o total equilíbrio emocional; o que não é nada fácil e se distingue como um dos maiores desafios da humanidade. Concentre sua atenção em satisfazer primeiro as necessidades do seu próximo e como resultado procurarão satisfazer às suas. Mas, lembre-se: não atue instintivamente, pense, idealize suas ações, reflita no que você pretende falar, avalie os estímulos e aplique a inteligência na comunicação. Estude no livro (As 7 habilidades para influenciar pessoas) os capítulos 3, 5 e 7, os princípios e técnicas para geração estratégica de argumentos (razão), atribuir ou despertar emoções e desenvolver uma personalidade mais carismática e se tornar uma atração afetiva. Lembre-se quando falar com uma pessoa procure se comunicar com a pessoa toda: Razão, emoção e afetividade.

Sucesso a todos.

Amplexos do Prof. Daniel Carauna

Contato para PALESTRAS E CURSOS - danielcmotta@yahoo.com.br

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 10 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/auto-ajuda-artigos/tres-principios-basicos-da-comunicacao-altamente-eficaz-1262959.html

    Palavras-chave do artigo:

    comunicacao

    ,

    relacionamento

    ,

    vendas

    Comentar sobre o artigo

    Mohammed Qattan

    O planejamento da comunicação integrada de marketing deve incluir a definição de objetivos e metas, a análise interna e externa da empresa, as oportunidades e ameaças no ambiente do mercado, a programação de ações, avaliação e controle.

    Por: Mohammed Qattanl Marketing e Publicidadel 10/08/2013 lAcessos: 27
    Wagner Morente

    O cenário muda a todo instante e o que promove esta mudança são as pessoas, logo é preciso abandonar os velhos hábitos de análise e ação e partir para uma nova dimensão de relacionamento com o Cliente se você quiser obter sucesso em Vendas.

    Por: Wagner Morentel Negócios> Vendasl 10/03/2011 lAcessos: 115
    Palestras de Vendas - Palestrante Prof. Menegatti

    Nesta II Parte CGC o Prof. Menegatti ressalta a importância de se estabelecer um relacionamento aberto e de confiança com seus consumidores. Leia mais....

    Por: Palestras de Vendas - Palestrante Prof. Menegattil Negócios> Vendasl 01/03/2012 lAcessos: 44

    Até pouco tempo atrás as organizações não tinham como prioridade os clientes em suas em suas necessidades e satisfações. A produção era o seu foco maior. Com o início da mentalidade marketing o cliente passa a ser o foco principal. A ênfase do relacionamento foi percebida como um instrumento fundamental para atração, retenção, fidelização de clientes. Este trabalho aborda os principais conceitos Marketing de Relacionamento, a visão dos principais autores sobre o tema ainda a realidade vivida po

    Por: Ertinhol Negócios> Administraçãol 24/11/2008 lAcessos: 6,687

    A escolha do tema abordado no presente artigo se procedeu a partir da observação da crescente da necessidade que as empresas possuem, atualmente, em captar novos clientes e da dificuldade em mantê-los como parceiros de seus negócios, sejam produtos ou serviços oferecidos. Nesse sentido, este estudo tem como objetivo principal apresentar a verdadeira eficácia do marketing de relacionamento, como ferramenta estratégica empresarial, na obtenção melhores níveis de competitividade, demonstrando a sua importância também como forma de reter os clientes e/ou consumidores para as organizações. Este artigo pretende demonstrar a importância que o marketing de relacionamento possui para a melhoria dos resultados das organizações e da otimização de suas atividades.

    Por: Juliana Aguiar Portol Marketing e Publicidadel 01/12/2008 lAcessos: 2,250

    Este artigo propõe identificar o cenário organizacional atual e entender sua ligação direta no papel do marketing, além da sua importância para os objetivos das empresas. A discussão sobre o tema foi proposta através de um estudo de caso, a compreensão de como a empresa BH Trans, de atuação real na cidade de Belo Horizonte, utiliza as ferramentas comunicacionais. Esse estudo torna-se relevante, pois, contribui para uma visão holística do ambiente atual e tendência de mercado.

    Por: Marcelle Nascimento Soares de Azevedol Marketing e Publicidade> Marketing Internacionall 28/10/2008 lAcessos: 6,152
    Olimpio Araujo Junior

    O objetivo principal do marketing de relacionamento é construir e/ou aumentar a percepção de valor da marca, de seus produtos e serviços, e a rentabilidade da empresa ao longo do tempo a partir de estratégias de comunicação e de relacionamento propriamente dito com todos os seus stakeholders, integrando suas ações, desde o projeto de um produto ou serviço, desenvolvimento de processos, venda e pós-venda.

    Por: Olimpio Araujo Juniorl Marketing e Publicidadel 16/04/2009 lAcessos: 79,317 lComentário: 3

    Estratégia de comunicação tem por objetivo comunicar de forma clara e compreensiva a proposta de valor da empresa, ou seja, “o que” a empresa, por meio de seus produtos e serviços, tem para oferecer ao seu público-alvo (clientes).

    Por: Nori Lucio Jrl Marketing e Publicidadel 18/11/2008 lAcessos: 16,814 lComentário: 4
    André Delevati Gorski

    O artigo tem como tema o Marketing de Relacionamento. Tem o objetivo de traçar os principais conceitos, componentes e práticas em torno do assunto, através de dados apurados em pesquisa bibliográfica. Justifica-se a escolha do referido tema, por sua crescente disseminação no mundo dos negócios.

    Por: André Delevati Gorskil Negócios> Administraçãol 15/11/2012 lAcessos: 148
    Jonilson Santos

    Vamos analisar um pouco o que é o estresse e como podemos melhor entendê-la para melhor lidar com ela.

    Por: Jonilson Santosl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 18/12/2014
    Auricleide Carvalho

    Conheça os 7 Top Segredos que vão lhe ajudar a começar 2015 em grande estilo, são dicas valiosas, que farão a difereça para você alcançar melhores resultados.

    Por: Auricleide Carvalhol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 07/12/2014 lAcessos: 26
    Auricleide Carvalho

    Descubra preciosos Segredos de Como Alavancar seu Sucesso em 7 passos. Trago 7 passos que vão ajudá-lo a alavancar o seu Sucesso, para que o seu Sucesso seja Sustentável.

    Por: Auricleide Carvalhol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 03/12/2014 lAcessos: 43

    O riso é usado como remédio por vários grupos de pessoas, portanto sorrir traz saúde e equilíbrio ao nosso corpo.

    Por: Raquel C. werlang GUIMARAESl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 27/11/2014

    A mente consciente e inconsciente são diferentes. Uma seleciona o que houve e a outra apenas recebe a informação quando esta consegue passar pelo consciente. Por isso é importante observarmos melhor as nossas crenças.

    Por: Raquel C. werlang GUIMARAESl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 27/11/2014
    José Guimarães

    Artigo focado no fato da necessidade de a pessoa pensar de maneira positiva para viver melhor. Pensar de maneira positiva faz com que a pessoa crie ânimo para executar tarefas. A pessoa fica motivada a fazer aquilo que antes não conseguia fazer.

    Por: José Guimarãesl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 25/11/2014

    A vida de hoje é muito estressante e estamos o tempo todo procurando novas saídas em busca de uma melhoria na qualidade de vida. Aqui vão algumas sugestões.

    Por: Chirlane Possol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 20/11/2014

    O Conhecimento muda muito a vida das pessoas, o que tem em comum esses dois homens? A resposta é: determinação e força de vontade. As vezes temos projetos e idéias, mas desistimos de colocá-los em prática com as dificuldades que nos deparamos,ou somos velhos demais,ou não temos dinheiro o suficiente,ou não temos tempo e por aí vai,poderia citar mais uma infinidade de desculpas que costumamos dar a nossa preguiça de agir e correr atrás daquilo que queremos.

    Por: Alexandra Meirelesl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 18/11/2014
    Daniel Caraúna da Motta

    O que é psicopedagogia? Como e onde surgiu? Surgimento do termo "psicopedagogia" Objetivos e fundamentos primários... etc.

    Por: Daniel Caraúna da Mottal Educação> Ciêncial 10/06/2011 lAcessos: 7,899
    Daniel Caraúna da Motta

    Inteligência emocional e comunicação empática aplicadas como elementos de implementação e aprimoramento do processo de ensino e aprendizagem na gestão democrática participativa no contexto institucional. Emotional intelligence and empathic communication applied as elements of implementation and improvement of the teaching and learning in participatory democratic management in the institutional context.

    Por: Daniel Caraúna da Mottal Educação> Ensino Superiorl 22/02/2010 lAcessos: 4,764
    Daniel Caraúna da Motta

    Um dos procedimentos de desintoxicação mais seguro e o único recomendado é aquele que comitantemente "simultaneamente" garante a eliminação das substâncias tóxicas, nutri, potencializa e regenera as células.

    Por: Daniel Caraúna da Mottal Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 19/01/2010 lAcessos: 966
    Daniel Caraúna da Motta

    Como surgem os desejos mais profundos e arrebatadoramente envolventes? Como as pessoas fundamentam suas decisões e escolhas? Por quais parâmetros psicológicos somos avaliados e de que forma ou modo, podemos exercer maiores influencias sobre as disposições, atitudes e desejos de outras pessoas? Para William Shakespeare, as pessoas são mais facilmente persuadidas quando se apela para as paixões: O afeto, o medo, a ternura, o egoísmo, a bondade, as ambições, invejas, ciúmes, dores, arrependimentos

    Por: Daniel Caraúna da Mottal Carreira> Recursos Humanosl 05/01/2010 lAcessos: 1,093 lComentário: 1
    Daniel Caraúna da Motta

    Um dos segredos do sucesso do Bilionário (Warren Buffet) foi atribuído à sua capacidade de...

    Por: Daniel Caraúna da Mottal Notícias & Sociedadel 14/09/2009 lAcessos: 572
    Daniel Caraúna da Motta

    Em Brasília-DF, foi lançado a mais recente obra do Professor Daniel Caraúna, intitulada "As Sete Habilidades Para Influenciar Pessoas". A literatura foi considerada pelos críticos como uma referência bibliográfica de produção científica... e foi elogia como...

    Por: Daniel Caraúna da Mottal Notícias & Sociedade> Cotidianol 31/08/2009 lAcessos: 558
    Daniel Caraúna da Motta

    A comunicação é o centro gravitacional de todas as atividades humanas. Inteligência em Comunicação A comunicação é o centro gravitacional de todas as atividades humanas: Pesquisas realizadas no E.U.A constataram que o conhecimento profissional é responsável por apenas 15% de todos os sucessos pessoais, enquanto que, 85% se deve a fatores relacionados à capacidade de coordenar e influenciar pessoas.

    Por: Daniel Caraúna da Mottal Relacionamentosl 01/07/2009 lAcessos: 3,105

    Comments on this article

    1
    Sabrina 27/08/2011
    eu axo super maior legal esses comentarios
    1
    Maria Aparecida Araújo 24/01/2011
    Professor,o seu sucesso está relacionado a sua humildade; como diz Paulo Freire em um dos seus pensamentos:
    A humildade exprime, uma das raras certezas de que estou certo:A de que ninguém é
    superior a ninguém.

    Parabéns, és um dos mais belos exemplos.
    Por: Aparecida Araújo
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast