Rastreador, Bloqueador E Localizador Para Veículos. Qual A Diferença Entre Eles?

25/03/2010 • Por • 886 Acessos

Muitas pessoas acham caro a contratação de uma seguradora para asegurar os seus bens. Portanto, muitas acabam optando por um outro tipo de serviço. No caso, equipamentos de segurança (rastreadores, bloqueadores ou localizadores).

O que elas ainda fazem confusão, é para saber exatamente o que seria um rastreador, bloqueador e localizador. o que seria cada um deles, e qual são suas funções?

Vamos começar do mais simples:

Bloqueador: como o próprio nome já diz, bloqueia o veículo.  Ele não informa a localização do veículo. Apenas o bloqueia o fornecimento de combustível para o motor do veículo.

Localizador: informa a localização do veículo, porém, não precisamente. É feita em um determinado raio (que pode estar entre 10 e 30 metros) de abrangência.  O localizador também pode ter a função de bloquear o veículo.

Rastreador: a solução mais completa, pois informa a localização do veículo com maior precisão e, ainda fornece informações mais detalhadas. Quando o cliente contrata o serviço de rastreamento, ele também pode utilizar outros serviços adicionais, como monitorar a velocidade do automóvel, obter relatórios das rotas percorridas e mesmo criar cercas eletrônicas. Com este serviço, é possível determinar uma rota e, caso o veículo saia do percurso planejado, o proprietário é comunicado pelo celular ou pela internet.

Caso o veículo trafegue em rodovias ou fora de regiões de cobertura por rádio frequência, a melhor opção é um rastreador com a tecnologia GPRS/GSM (via satélite). Esta tecnologia baseia-se na localização por GPS (Global Positioning System), associada à comunicação via celular GSM-GPRS (General Packet Radio Service).

Para saber mais: Clique aqui