A Utilização Do Caroço Do Açaí Na Criação De Novos Produtos

Publicado em: 20/11/2009 |Comentário: 1 | Acessos: 4,451 |

                                                            Patrícia Cristini Valente Pereira
                                                            Especialização em Economia Agrobioindustrial -     UFPA

 

 

O açaizeiro amazônico, cientificamente conhecido como “euterpe olerácea mart” é uma palmeira característica das várzeas e margens dos rios amazônicos e que apresentam grande potencialidade e importância social e econômica para o Estado do Pará, uma vez que o Estado responde por quase a totalidade da produção nacional do produto.

De acordo com Carlos Xavier[1] (2005), na cidade de Belém é desperdiçado hoje cerca de 360 T de caroços de açaí por dia, criando um grave problema ambiental, haja vista que, o aproveitamento do caroço do açaí pode ser inserido no contexto de desenvolvimento sustentável, uma vez que deixará de agredir o meio ambiente, podendo promover o desenvolvimento da região.

 

1- O desenvolvimento sustentável como condição fundamental para a inserção da utilização do caroço do açaí na criação de novos produtos.

 

Em 1987, a Comissão Mundial de Meio Ambiente e Desenvolvimento das Nações Unidas apresentou ao mundo um relatório (Brundland), o qual versa sobre o tema desenvolvimento. Esse relatório definiu desenvolvimento sustentável como o desenvolvimento que satisfaz as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das futuras gerações de satisfazerem as suas. No entanto, estamos na posição de concordar com o que diz respeito este conceito, pois sabemos que a degradação dos recursos naturais é filha legitima da lógica e da história do capital, onde o crescimento econômico gerou enormes desequilíbrios; se, por um lado, sempre houve tanta riqueza e fartura na região amazônica, por outro lado, a miséria, a degradação ambiental e a poluição aumentam dia-a-dia, haja vista que, o desenvolvimento sustentável busca conciliar o desenvolvimento econômico com a preservação ambiental e, ainda, ao fim da pobreza.

De acordo com, Manfred Straub[2], o desenvolvimento de uma tecnologia ecológica é uma necessidade para a proteção ambiental em todo o mundo, onde se busca novos materiais que sejam ecologicamente mais corretos. Os beneficiários não são apenas a população e a indústria local, mas também as florestas tropicais. Também é importante evitar a geração de resíduos agressivos ao meio ambiente, fazendo com que as peças descartadas não se avolumem em aterros, mas possam ser recicladas.

Portanto, a conservação da biodiversidade é componente essencial para qualquer política de desenvolvimento sustentável. A falta de uma política consistente para este fim poderá levar a contínua eliminação das diferentes formas de vida, perda de recursos genéticos e a modificação de processos ecológicos e evolutivos que são essenciais para a sobrevivência de nossa própria espécie. Como demonstrado por inúmeros estudos, a perda da diversidade biológica terá custos enormes para toda a humanidade.

 

2- O aproveitamento integral do caroço do açaí

 

Estudos mostram que a utilização do fruto maduro do açaí é integral, ou seja, 15% da polpa são para uma bebida tradicionalmente conhecida como “vinho de açaí”, que é utilizado de diversas maneiras, como na fabricação de cremes, sorvetes, licores, produção de álcool carburante, corante, geléia, suco em pó, e até em alisante para os cabelos.

Já os 85% que corresponde ao caroço, utiliza-se de diversas formas, como por exemplo: na queima em caldeira (geração de vapor), na geração de energia elétrica, na compostagem de adubo orgânico e na fabricação de bijuterias.

Além desses aproveitamentos, distribui-se entre a microfibra (borra) que é utilizada como esfoliante; a fibra, que é utilizada em estofamento e encostos de carro, em painel acústico e vasos de xaxim. Já a amêndoa serve para a preparação de uma bebida sabor café, no enriquecimento de alimentos como pães, bolachas, na fabricação de ração balanceada para animais e, de acordo com Xavier (2005), a utilização do caroço também esta na indústria farmacêutica.

A história da Amazônia está relacionada à exploração de suas riquezas naturais, vegetais, animais e minerais. No entanto, entre os vários ciclos econômicos que marcaram essa história, nenhum levou ao desenvolvimento sustentável da Amazônia.

Como o desenvolvimento sustentável é um processo de transformação no qual a exploração dos recursos, a direção dos investimentos, a orientação do desenvolvimento tecnológico e a mudança institucional se harmonizam e reforçam o potencial presente e futuro, percebemos que as atividades econômicas desenvolvidas hoje na Amazônia estão mais direcionadas ao alcance desses objetivos, e o Estado do Pará se insere nesse contexto destacando-se com o açaí que é produzido em larga escala na região norte.

Se anteriormente os caroços de açaí não possuíam valor econômico, eram jogados no lixo ou nas ruas de Belém, hoje esses caroços podem ser reaproveitados, servindo como matéria – prima para o artesanato, bijuteria, fonte de energia, adubo orgânico, etc.

O desafio que hoje envolve todos os segmentos da sociedade se traduz numa palavra: sustentabilidade.

Vida sustentável significa progresso para todos com a preservação da natureza. Isso requer profundas mudanças na maneira de partilhar seus benefícios em direção a uma forma mais justa que não ameace a paz e também a própria existência da humanidade.

Concluímos que, o desenvolvimento sustentável exige conhecimento interdisciplinar, pois quanto mais especialistas tiverem envolvidos nesta temática da biodiversidade amazônica seremos cada vez mais capazes de agregar valor aos insumos que a floresta nos oferece sobre o potencial de seus recursos vegetais, animais e minerais.

 

[1] XAVIER, Carlos. Presidente da FAEPA - Federação da Agricultura do Estado do Pará.

                               

[2] STRAUB, Manfred. Presidente da Daimler Chrysler do Brasil. Investe no desenvolvimento sócio – econômico do Pará com apoio a nova fábrica de processamento de fibra de coco. São Bernardo do Campo: POEMATEC/UFPA, 7 mar.2001.  

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/biologia-artigos/a-utilizacao-do-caroco-do-acai-na-criacao-de-novos-produtos-1483115.html

    Palavras-chave do artigo:

    o acaizeiro amazonico

    ,

    euterpe oleracea mart

    ,

    caroco do acai

    Comentar sobre o artigo

    O presente artigo tem por objetivo determinar a prevalência de dislipidemia em adultos de faixa etária de 20 a 49 anos, de ambos os sexos, da demanda laboratorial de Teixeira de Freitas, Bahia, Brasil. Casuísticas procedentes de amostras de 30% dos laboratórios não hospitalares da cidade, num total de 286 amostras por ano, em 2009 e 2010. Para a determinação das dislipidemias, consideraram-se os valores da IV Diretriz Brasileira sobre Dislipidemias (DBD).

    Por: Gilvan Ferreira Moreiral Ciências> Biologial 15/10/2014 lAcessos: 14

    O presente trabalho procura tratar sobre as restingas brasileiras, destacando o seu conceito e suas características gerais, assim como identificar os estudos realizados sobre levantamentos de fauna e flora endêmicas e em extinção na Faixa litorânea no Estado da Bahia. Este estudo foi realizado através do levantamento de dados encontrados na literatura já existente.

    Por: Gilvan Ferreira Moreiral Ciências> Biologial 15/10/2014 lAcessos: 17

    Este artigo teve como objetivo avaliar a importância da atividade pesqueira e da conservação ambiental para a comunidade de pescadores do Prado (BA). Para o levantamento de dados foram realizadas entrevistas com os pescadores da mesma. Foram entrevistados 11 pescadores, todos do sexo masculino.

    Por: Gilvan Ferreira Moreiral Ciências> Biologial 15/10/2014 lAcessos: 14
    José Bittencourt da Silva

    O presente artigo objetiva expor e descrever um fenômeno natural chamado de pirakaú, o qual pode ser observado entre os meses de janeiro, fevereiro e março de cada ano no rio que banha a comunidade Joana Peres localizada no território da Reserva Extrativista Ipaú- Anilzinho, município de Baião, estado do Pará. O texto resulta de pesquisa de campo do tipo qualitativa, com pressupostos epistemológicos e metodológicos próprios das correntes etnográfica e fenomenológica.

    Por: José Bittencourt da Silval Ciências> Biologial 01/10/2014 lAcessos: 18

    As moscas das frutas são moscas de espécie Ceratitis capitata (Wied, 1824) ou Anastrepha spp. As fêmeas colocam seus ovos nos frutos, os quais têm formato parecido com uma banana e coloração amarelada. Dos ovos eclodem larvas que se alimentam da polpa do café, prejudicando o sabor e a qualidade da bebida.

    Por: niviol Ciências> Biologial 23/09/2014 lAcessos: 12

    A substância H2O conhecida como água, líquida, incolor, insípida e inodora, é simples só que essencial para todos os seres vivos sobreviverem, é o elemento mais importante para a vida

    Por: adminl Ciências> Biologial 12/09/2014
    Benedicto Ismael Camargo Dutra

    O espírito ganha um corpo equipado com os cérebros. Estudos demonstram que é durante a primeira infância que o cérebro frontal desenvolve a maioria das ligações entre os neurônios. Até os três anos de idade, as cerca de 100 bilhões de células cerebrais com as quais uma criança nasce desenvolvem um quatrilhão de ligações.

    Por: Benedicto Ismael Camargo Dutral Ciências> Biologial 08/09/2014 lAcessos: 37
    Hamilton Felix Nobrega

    Métodos de análise servem para fornecer dados analíticos de alta qualidade que sejam confiáveis e adequados. Podem ser de dois tipos: métodos convencionais e métodos instrumentais.

    Por: Hamilton Felix Nobregal Ciências> Biologial 03/09/2014 lAcessos: 33

    Comments on this article

    0
    PEDRO CUNHA 14/07/2010
    Parbéns pelo seu artigo.
    Estava precisando de falor sobre esse assunto...vc me ajudou muito
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast