Ecossistemas - Estrutura e funcionamento

29/12/2010 • Por • 7,253 Acessos

Estrutura do ecossistema

Na biosfera podem delimitar-se várias unidades funcionais, os ecossistemas, ou seja, conjuntos formados por um meio físico (biótopo) e pelos seres vivos que nele habitam (comunidade biótica ou biocenose). Como a comunidade e o biótopo são mutuamente dependentes, o ecossistema é considerado como um sistema de influências mútuas entre os componentes da comunidade, e desses com o meio abiótico.

Do ponto de vista funcional podem distinguir-se num ecossistema quatro componentes principais: os produtores, os consumidores, os decompositores e os factores abióticos. Por muito diferentes que possam ser o tipo de espécies e os factores abióticos nos vários ecossistemas, em principio estes quatro componentes encontram-se sempre na mesma relação funcional.

A diversidade de ecossistemas é muito grande e o termo pode ser aplicado paradefinir biocenoses e biótopos de extensão muito variável.

Há grande diversidade de ecossistemas:

Ecossistemas naturais - bosques, florestas, desertos, prados, rios, oceanos, etc.

Ecossistemas artificiais construídos pelo Homem: açudes, aquários, plantações, etc.

Assim, consideram-se, quanto às dimensões, os ecossistemas seguintes:

- microecossistemas, por exemplo, um tronco de uma árvore morta e uma poça de água;

Numa floresta, por exemplo, as clareiras e as zonas densas, a face voltada a norte ou a sul de um tronco de árvore, apresentam comunidades bióticas distintas. Constituem pequenos ecossistemas no grande ecossistema que é a floresta.

- mesoecossistemas, por exemplo, uma floresta e um lago;

- macroecossistemas, por exemplo, um rio, um oceano e os grandes biomas.

Por questões práticas, e atendendo às metodologias implicadas no estudo dos ecossistemas, estes podem considerar-se divididos em ecossistemas terrestres e ecossistemas aquáticos (marinhos, estuarinos e dulciaquicolas].

Perfil do Autor

Carlos Santos

Seguro para moto | Simulação seguro automóvel | companhias seguros