História da internet no Brasil e no mundo

Publicado em: 31/07/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 3,217 |

Muitas pessoas tem dúvidas sobre a história da internet.

A Internet nasceu praticamente sem querer. Foi desenvolvida nos tempos remotos da Guerra Fria com o nome de ArphaNet para manter a comunicação das bases militares dos Estados Unidos, mesmo que o Pentágono fosse riscado do mapa por um ataque nuclear.

Quando a ameaça da Guerra Fria passou, ArphaNet tornou-se tão inútil que os militares já não a consideravam tão importante para mantê-la sob a sua guarda. Foi assim permitido o acesso aos cientistas que, mais tarde, cederam a rede para as universidades as quais, sucessivamente, passaram-na para as universidades de outros países, permitindo que pesquisadores domésticos a acessarem, até que mais de 5 milhões de pessoas já estavam conectadas com a rede e, para cada nascimento, mais 4 se conectavam com a imensa teia da comunicação mundial.

Nos dias de hoje, não é mais um luxo ou simples questão de opção uma pessoa utilizar e dominar o manuseio e serviços disponíveis na Internet, pois é considerada o maior sistema de comunicação desenvolvido pelo homem.

Com o surgimento da World Wide Web, esse meio foi enriquecido. O conteúdo da rede ficou mais atraente com a possibilidade de incorporar imagens e sons. Um novo sistema de localização de arquivos criou um ambiente em que cada informação tem um endereço único e pode ser encontrada por qualquer usuário da rede.

Há muitos sites hoje em como site de jogos de aventura, entre outros tipos de sites.

Em síntese, a Internet é um conjunto de redes de computadores interligadas que tem em comum um conjunto de protocolos e serviços, de uma forma que os usuários conectados possam usufruir de serviços de informação e comunicação de alcance mundial.

No Brasil, os primeiros embriões de rede surgiram em 1988 e ligavam universidades do Brasil a instituições nos Estados Unidos. No mesmo ano, o Ibase começou a testar o AlterNex, o primeiro serviço brasileiro de Internet não-acadêmica e não-governamental. Inicialmente o AlterNex era restrito aos membros do Ibase e associados e só em 1992 foi aberto ao público.

Em 1989, o Ministério da Ciência e Tecnologia lança um projeto pioneiro, a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). Existente ainda hoje, a RNP é uma organização de interesse público cuja principal missão é operar uma rede acadêmica de alcance nacional. Quando foi lançada, a organização tinha o objetivo de capacitar recursos humanos de alta tecnologia e difundir a tecnologia Internet através da implantação do primeiro backbone nacional.

O backbone funciona como uma espinha dorsal, é a infra-estrutura que conecta todos os pontos de uma rede. O primeiro backbone brasileiro foi inaugurado em 1991, destinado exclusivamente à comunidade acadêmica.  Jogos ação. Mais tarde, em 1995, o governo resolveu abrir o backbone e fornecer conectividade a provedores de acesso comerciais. A partir dessa decisão, surgiu uma discussão sobre o papel da RNP como uma rede estritamente acadêmica com acesso livre para acadêmicos e taxada para todos os outros consumidores. Com o crescimento da Internet comercial, a RNP voltou novamente a atenção para a comunidade científica.

A partir de 1997, iniciou-se uma nova fase na Internet brasileira. O aumento de acessos a rede e a necessidade de uma infra-estrutura mais veloz e segura levou a investimentos em novas tecnologias. Entretanto, devido a carência de uma infra-estrutura de fibra óptica que cobrisse todo o território nacional, primeiramente, optou-se pela criação de redes locais de alta velocidade, aproveitando a estrutura de algumas regiões metropolitanas. Como parte desses investimentos, em 2000, foi implantado o backbone RNP2 com o objetivo de interligar todo o país em uma rede de alta tecnologia. Atualmente, o RNP2 conecta os 27 estados brasileiros e interliga mais de 300 instituições de ensino superior e de pesquisa no país, como o INMETRO e suas sedes regionais.

Outro avanço alcançado pela RNP ocorreu em 2002. Nesse ano, o então presidente da república transformou a RNP em uma organização social. Com isso ela passa a ter maior autonomia administrativa para executar as tarefas e o poder público ganha meios de controle mais eficazes para avaliar e cobrar os resultados. Como objetivos dessa transformação estão o fornecimento de serviços de infra-estrutura de redes IP avançadas, a implantação e a avaliação de novas tecnologias de rede, a disseminação dessas tecnologias e a capacitação de recursos humanos na área de segurança de redes, gerência e roteamento.

A partir de 2005, a comunicação entre os Pontos de Presença (PoPs) da rede começou a ser ampliada com o uso de tecnologia óptica, o que elevou a capacidade de operação a 11 Gbps.

A base instalada de computadores no Brasil atinge 40 milhões, de acordo com pesquisa da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas. O número, que inclui computadores em empresas e residencias, representa um crescimento de 25% sobre a base registrada no mesmo período do ano passado.

acesse o site site: www.jogosdara.com.br

Creditos para Kellen Crstina Bogo e Wikpedia.

Como Funciona a Internet

Uma das dúvidas mais freqüentes sobre a Internet é: quem controla seu funcionamento? É inconcebível para a maioria das pessoas que nenhum grupo ou organização controle essa ampla rede mundial. A verdade é que não há nenhum gerenciamento centralizado para a Internet. Pelo contrário, é uma reunião de milhares de redes e organizações individuais, cada uma delas é administrada e sustentada por seu próprio usuário. Cada rede colabora com outras redes para dirigir o tráfego da Internet, de modo que as informações possam percorrê-las. Juntas, todas essas redes e organizações formam o mundo conectado da Internet. Para que redes e computadores cooperem desse modo, entretanto, é necessário que haja um acordo geral sobre alguns itens como procedimentos na Internet e padrões para protocolos. Esses procedimentos e padrões encontram-se em RFCs (requests for comment ou solicitações para comentários) sobre os quais os usuários e organizações estão de acordo.

Diversos grupos orientam o crescimento da Internet ajudando a estabelecer padrões e orientando as pessoas sobre a maneira adequada de usar a Internet. Talvez o mais importante seja a Internet Society, um grupo privado sem fins lucrativos. A Internet Society suporta o trabalho da Internet Activities Board (IAB), a qual controla muitas das emissões por trás das cenas e arquitetura da Internet. A Internet Engineering Task Force da IAB é responsável pela supervisão do envolvimento dos protocolos TCP/IP da Internet. A Internet Research Task Force da IAB trabalha na tecnologia da rede. A IAB também é responsável pela designação de endereços IP da rede através de Internet Assigned Numbers Authority. Além disso, dirige a Internet Registry (Central de Registros da Internet), que controla o Domain Name System (Sistema de Nomes de Domínio) e trata da associação de nomes de referência a endereços IP World Wide Web Consortium (W3 Consortium, Consórcio da Teia Mundial) desenvolve padrões para a evolução da parte de crescimento mais rápido da Internet, a Teia Mundial (World Wide Web). Um consórcio da indústria, controlado pelo Laboratory for Computer Science no Massachusetts Institute of Technology, colabora com organizações por todo o mundo, como o CERN, os originadores da Teia. Ele serve como um depósito de informações sobre a Teia para desenvolvedores e usuários; implementa padrões da Teia e realiza protótipos, e usa aplicações exemplo para demonstrar nova tecnologia.

Enquanto essas organizações são importantes como um tipo de "cola" para manter a Internet unida, no coração da Internet estão redes locais individuais. Essas redes podem ser encontradas em empresas privadas, universidades, agências governamentais e serviços comerciais. São fundadas separadamente uma das outras através de várias formas, como taxas de usuários, suporte de associados, impostos e doações.

As redes são conectadas de vários modos. Para fins de eficiência, as redes locais unem-se em consórcios conhecidos como redes regionais. Uma variedades de linhas arrendadas conectam redes regionais e locais.

As linhas arrendadas que conectam redes podem ser tão simples como uma única linha telefônica ou tão complexas com um cabo de fibra ótica com enlaces de microondas e transmissões de satélite.

Backbones (alicerces) - linhas de capacidade extremamente alta - transportam grandes quantidades tráfego da Internet. Esses backbones são sustentados por agências governamentais e por corporações privadas. Alguns backbones são mantidos pela National Science Foundation.

Como a Internet é uma organização livre, nenhum grupo a controla ou a mantém economicamente. Pelo contrário, muitas organizações privadas, universidades e agências governamentais sustentam ou controlam parte dela. Todos trabalham juntos, numa aliança organizada, livre e democrática. Organizações privadas, variando desde redes domésticas até serviços comerciais e provedores privados da Internet que vendem acesso à Internet.

O governo federal sustenta alguns backbones de alta velocidade que transportam o tráfego da Internet pelo país e pelo mundo, através de agências como o National Science Foundation. O vBNS extremamente rápido (very high-speed Backbone Network Services), por exemplo, fornece uma infra-estrutura de alta velocidade para a comunidade da pesquisa e educação unindo centros de supercomputadores e que possivelmente, também fornecerá um backbone para aplicações comerciais.

Redes regionais fornecem e mantêm acesso dentro de uma área geográfica. Redes regionais podem consistir de pequenas redes e organizações dentro da área que se uniram para oferecer um serviço melhor.

Os Centros de Informações em Rede (Network Information Centers), ou NICs, ajudam as organizações a utilizar a Internet. O InterNIC, uma organização mantida pela National Science Foundation, auxilia os NICs em seu trabalho.

O Internet Registry registra os endereços e conexões entre endereços e nomes de referências. Os nomes de referências são nomes fornecidos às redes conectadas à Internet.

A Internet Society é uma organização privada, sem fins lucrativos, que elabora recomendações tecnológicas e de arquitetura pertinentes à Internet, como sobre como os protocolos TCP/IP e outros protocolos da Internet devem funcionar. Esse órgão orienta a direção da Internet e seu crescimento.

Os provedores de serviços da Internet vendem conexões mensais à Internet para as pessoas. Eles controlam seus próprios segmentos da Internet e também podem fornecer conexões de longa distância chamadas backbones. As companhias telefônicas também podem fornecer conexões de longa distância à Internet.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/blogs-artigos/historia-da-internet-no-brasil-e-no-mundo-2939532.html

    Palavras-chave do artigo:

    internet

    ,

    historia da internet

    ,

    telecomunicacoes

    Comentar sobre o artigo

    O presente trabalho tem como propósito apresentar um estudo através de uma análise bibliográfica sobre a incorporação das tecnologias da informação e da comunicação na educação básica. Apontando algumas reflexões e discussões acerca do uso das tecnologias no cotidiano e nas práticas pedagógicas dos professores de educação básica.

    Por: Patricia Coelhol Educação> Educação Onlinel 24/08/2010 lAcessos: 4,683 lComentário: 1
    Lucileno Matos

    Este artigo tem como objetivo geral "Analisar as condições socioeconômicas do município de Imbituba". O trabalho fez uso da pesquisa bibliográfica e se enquadra como pesquisa básica com abordagem qualitativa do tipo estudo de caso. Como resultado, a pesquisa apontou a importância do desenvolvimento econômico para Imbituba, e que, para a análise da economia de um País, Estado ou Município, há a necessidade da adoção de indicadores: populacionais; sociais; econômicos; e infraestrutura.

    Por: Lucileno Matosl Educação> Educação Onlinel 14/08/2014 lAcessos: 69

    O artigo pretende discutir a reestruturação do Sistema Capitalista pós- quebra dos acordos de Bretton Woods, suas relações com a reforma neoliberal iniciada nos anos 1980 e implementada no Brasil a partir da década de 1990. Aborda as reações da sociedade civil, pelo efetivo atendimento de demandas universais listadas na Constituição de 1988 no Brasil, e pela regulamentação legal de novos anseios sociais.

    Por: João Carlos Peixel Notícias & Sociedade> Polítical 02/08/2011 lAcessos: 770
    Adilson Duque Estrada

    RESUMO A Guerra do Contestado poderia ser analisada por diversas vertentes , a questão da exclusão da mão de obra dos chamados caboclos, seria uma delas, onde a contratação de funcionários vindo do exterior causa uma ruptura que culminará em um conflito que se estendem durante anos, e esta questão de valorização da mão de obra exterior, analisando esta problemática, é notavel que, isso perdura até os dias atuais , exclusão da mão de obra menos qualificada, e o desenteresse em qualifica-los.

    Por: Adilson Duque Estradal Educação> Educação Onlinel 16/03/2011 lAcessos: 741

    A sociedade em rede de Castells se faz presente em nosso dia a dia, transformando nossos relacionamentos pessoais em relacionamentos virtuais, relegando a segundo plano a essência do ser humano, a interação. Diante desta nova perspectiva que se configura, este artigo analisa os impactos causados pelas tecnologias da comunicação e informação nos relacionamentos interpessoais dentro das organizações, bem como o papel da comunicação interna como agente transformador dessas relações.

    Por: Évelim Wroblewskil Negócios> Administraçãol 07/08/2013 lAcessos: 160

    Este artigo apresenta a importância da produtividade dentro e fora das organizações, abordando a real necessidade de aplicar métodos eficazes, garantindo a qualidade. Agregada a tecnologia, as empresas são conduzidas para gerar resultados positivos em um menor tempo, sobressaindo-se aos concorrentes. A proposta é gerar produtos e serviços, havendo a necessidade dos processos estarem alinhados e desenvolvidos, gerando um fluxo contínuo para obtenção de resultados.

    Por: Leonardo Tarsitanol Negócios> Gestãol 21/11/2014
    Wellington Antonio Doninelli Pereira

    Uma narrativa sem capítulos ou parágrafos, o resultado das frequencias cerebrais das pessoas biochipadas estarem sobrepostas por frequencias de inteligênica artificial, um fenômeno novo, desconhecido dos modernistas, que experimentaram todas as formas de discurso, exceto o DIRETO DISCURSO LIVRE, porque naquela época as pessoas não tinham o cérebro hackeado por micro-ondas.

    Por: Wellington Antonio Doninelli Pereiral Literatural 19/04/2009 lAcessos: 644 lComentário: 3
    Elizabete Rosa

    Este artigo apresenta um estudo sobre as Tecnologias da Informação no Ensino de História e Geografia. A sociedade do século XIX está inserida num contexto em que as novas tecnologias da informação se fazem presentes no cotidiano das pessoas. Entender que a preparação do aluno para exercer direitos e cumprir deveres nesse contexto, implica na formação adequada desse indivíduo, fazendo uso do que lhe seja disponível em termos de tecnologias.

    Por: Elizabete Rosal Educação> Ensino Superiorl 29/12/2011 lAcessos: 579

    O segmento de Tecnologia da Informação e de Telecomunicações (TIC) tem apresentado, cada vez mais, novos conceitos, produtos e soluções, que num momento inicial podem parecem apenas "mais uma versão do mesmo", mas que, em sua maioria, acabam se transformando em grandes agentes de modificação dos usos e costumes de todos nós.

    Por: André Seijil Tecnologia> TIl 05/11/2014

    Queríamos dar uma conotação sobre os Mórmons mostrando alguns aspectos sobre Joseph Smith, fundador e profeta dos mórmons. Sua luta, seus esforços para encontrar um local para seus seguidores se estabelecerem, enquanto esperava o retorno do Mestre Jesus novamente a terra, principalmente na América do Norte. Há 177 anos, os mórmons desenvolvem um trabalho de treinamento de jovens missionários com intuito de conversão por todo mundo.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 20/03/2010 lAcessos: 400
    Adriano Oliveira

    Afiliado é toda pessoa que desenvolver um trabalho na internet promovendo produtos que outras pessoas criam. Geralmente um afiliados faz parte de algum programa de afiliados. Estes são empresas que administram tudo.

    Por: Adriano Oliveiral Internet> Blogsl 08/12/2014
    Adriano Oliveira

    Os programas de afiliados vem crescendo a cada dia e isso vem acontecendo porque muitas pessoas estão se tornando afiliados com o objetivo de ganhar dinheiro na internet. Construir um negócio online na internet tendo como base os programas de afiliados é uma excelente escolha, pois seus ganhos de dinheiro online são crescentes e sustentáveis.

    Por: Adriano Oliveiral Internet> Blogsl 08/12/2014
    Alexander Lima

    E desta forma muitos desejam abrir suas empresas. Para se ter uma ideia milhares de empresas são abertas no Brasil anualmente, contudo, existe uma estatística do IBGE que 48,2% dessas empresas fecham as portas dentro de 3 anos de vida.

    Por: Alexander Limal Internet> Blogsl 07/12/2014
    Maicon Rodrigo Paul

    Sempre que você tenta baixar um arquivo, se depara com o chato do link protegido. Saiba por que isso acontece. O protetor de link por meio downloads são nada mais do que pessoas que possuem parcerias com sites que querem vender seus produtos. Para atrair clientes, eles precisam ter contatos de pessoas reais e para isso utilizam do link protegido por um protetor de downloads.

    Por: Maicon Rodrigo Paull Internet> Blogsl 11/11/2014 lAcessos: 14
    José Guimarães

    Artigo escrito com dicas para limpar seus blogs de comentários spam. Os comentários spam são enviados por pessoas que não visitam seus blogs e aproveitam a oportunidade grátis de criar backlinks.

    Por: José Guimarãesl Internet> Blogsl 19/10/2014 lAcessos: 14

    Acredito que o principal objetivo de quem cria um blog seja receber muitas visualizações de leitores interessados no tipo de conteúdo vinculado em suas páginas. Há blog que são criados para fortalecer uma marca, para melhorar o SEO de um site, para gerar uma renda extra ou outros diversos motivos todos eles envolvem a necessidade de visualizações para que todos esses resultados sejam alcançados.

    Por: Claudio Martinsl Internet> Blogsl 18/10/2014
    Omalukodapizza Tianerd

    Uma maneira simples e rapida para você começar seu proprio negocio, investindo apenas tempo

    Por: Omalukodapizza Tianerdl Internet> Blogsl 13/10/2014 lAcessos: 23

    Arquivos em pdf são bem vistos por sua fidelidade ao código fonte e por preservar a qualidade do documento original para a impressão. Antes de aprender como criar documentos em pdf veja mais algumas características desse formato mundialmente popular:

    Por: Claudio Martinsl Internet> Blogsl 02/10/2014 lAcessos: 15

    O Jogos Dara ém um novo site de jogos gratis em flash da internet brasileira, que aos poucos está vindo com tudo.

    Por: Rodrigol Internet> Blogsl 30/07/2010 lAcessos: 201
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast