Como fazer em caso de Acidente?

Publicado em: 08/08/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 288 |

1.Como fazer em caso de Acidente?

  • Procure manter a calma e ser cortês
  • Vista de imediato o colete reflector
  • Coloque o triângulo, de forma a assinalar devidamente o Acidente
  • Tome todas as medidas ao seu alcance para evitar ou limitar as consequências do acidente
  • Em caso de existência de feridos, chame de imediato o Serviço de Emergência Médica 112 e as Autoridades Policiais (PSP ou GNR)
  • Contacte o seu seguro de automóvel se precisar de reboque
  • Preencha a Declaração Amigável de Acidente Automóvel (DAAA)
  • Se possível, fotografe o acidente e os danos provocados

2.Como preencher uma Declaração Amigável de Acidente Automóvel (DAAA)?

Independentemente de se achar responsável ou não pela produção de acidente, a DAAA deverá:

  • Ser preenchida no local do acidente e até ao máximo detalhe
  • Fazer referência às testemunhas (nomes, moradas e telefones)
  • Ser assinada por ambos os condutores, ficando na posse de cada um, um exemplar.
  • Incluir os contactos preferenciais de todos os intervenientes, para permitir a regularização deste sinistro dentro dos prazos legais
  • Ser utilizado para dois veículos envolvidos, 1 impresso e, para três, dois

 

3.Quando deve contactar as autoridades policiais (PSP ou GNR)?

  • Em caso de existência de feridos
  • Se constatar que restantes intervenientes não estão em posse de seguros válidos
  • Quando não existir um consenso ou não ser possível o preenchimento da DAAA, entre as partes intervenientes, quanto às causas e responsabilidade pelo acidente
  • Em caso de Furto ou Roubo, participe de imediatamente o evento às autoridades policiais da área e solicite a respectiva certidão

 

4. Detalhes de Preenchimento da DAAA

FRENTE

(1) Sugerimos que se comece por preencher a DAAA indicando a Data, Hora e Local do Acidente, a existência ou não de Danos Materiais extras, feridos e testemunhas.

(2) De seguida, deverá ser facultada a informação referente aos veículos intervenientes A e B, nomeadamente, dados relativos às apólices e veículos dos Tomadores do Seguro, seus contactos pessoais e, ainda, sobre o Condutor Habitual caso este seja diferente do Tomador do Seguro.

(3) Assinalar as opções que melhor descrevem as circunstâncias do acidente para cada um dos veículos intervenientes, devendo ser colocado no final do quadro o número total de cruzes correspondente a cada veículo.

(4) Assinalar no esquema relativo a cada veículo, o ponto de embate inicial

(5) Indicar os danos visíveis decorrentes do acidente

(6) No campo observações, facultar a informação que venha a considerar igualmente pertinente para a resolução deste sinistro.

(7) No esquema do acidente deverá ser desenhado, com a maior precisão possível, as circunstâncias do acidente indicando-se o ponto de embate inicial, posição dos veículos, sentido da marcha, sinalização existente, identificação das ruas, entre outras.

(8) A DAAA deverá ser assinada por ambos os condutores.

VERSO

No verso da DAAA poderá ser participado o sinistro, devendo ser preenchido detalhadamente sempre que existirem feridos, dúvidas quanto ao sinistro, estiverem envolvidos no acidente mais de 2 veículos, ou envolver um veículo de matrícula estrangeira.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/carros-artigos/como-fazer-em-caso-de-acidente-2990451.html

    Palavras-chave do artigo:

    acidente

    ,

    ocurrencia

    ,

    incidente

    Comentar sobre o artigo

    Veículos carregados de tecnologia vão poder lidar com a falta de consciência no trânsito?

    Por: Robsonl Automóveis> Carrosl 05/03/2015

    As cotações de seguros de carro diferem muito entre os estados do Brasil. Em uma pesquisa de Minute Insurance entre os 10 carros mais populares, demonstrou-se que, no estado de São Paulo, as seguradoras pagam mais de 25% a mais para o mesmo seguro como em, por exemplo, o estado de Pernambuco.

    Por: EscolherSegurol Automóveis> Carrosl 19/02/2015

    Atualmente, cerca de 30% da frota nacional possui algum tipo de amparo em situações imprevisíveis no trânsito, incluindo utilitários e motos. O percentual é um dos mais baixos do mundo. Quanto mais velho é o automóvel, menor o interesse do proprietário em segurá-lo. Dos veículos com até cinco anos de uso no país, 79% têm seguro. Já no caso dos carros entre 6 e 10 anos, o índice cai para 36%. Entre os que estão na faixa de 11 a 15 anos, apenas 9,5% são cobertos contra algum tipo de dano.

    Por: Car Auto Brasill Automóveis> Carrosl 13/02/2015
    LIG veículos

    Os carrinhos de golfe devem ser selecionados de acordo com sua necessidade específica, tendo em conta o transporte de carga e passageiros que lhe acompanham na modalidade esportiva. Por ser uma ocasião de entretenimento, deve-se tirar o melhor proveito, sendo que deve optar por um modelo mais ágil e que possibilite o deslocamento de forma segura e confortável.

    Por: LIG veículosl Automóveis> Carrosl 29/01/2015
    LIG veículos

    Clientes que praticam essa modalidade esportiva, exigem sempre referência no que diz respeito ao aluguel de carrinhos de golfe, visto que dão primazia a relação qualidade, atendimento diferenciado e várias alternativas em carrinhos.

    Por: LIG veículosl Automóveis> Carrosl 29/01/2015
    LIG veículos

    Sendo assim, opte por quem sempre procura disponibilizar soluções modernas em termos de transporte de pessoas e cargas. Pesquise quem já é referência em locação de carrinhos de golfe no Brasil, que possua uma frota com manutenção em dias.

    Por: LIG veículosl Automóveis> Carrosl 29/01/2015
    LIG veículos

    Uma modalidade esportiva que valoriza sobretudo pelo prazer na prática e no encontro com amigos e competidores, deve ser desfrutada sem qualquer preocupação. Seja atleta ou mesmo alguém que pratica golf apenas por lazer, antes de realizar a locação de carrinhos de golf pesquise os detalhes envolvidos.

    Por: LIG veículosl Automóveis> Carrosl 29/01/2015
    LIG veículos

    Significa portanto, que a empresa ao oferecer essa modalidade de serviço, deve ser reconhecida pelos critérios de exigência dos clientes e também conceitos relativos à segurança. O aluguel de carrinhos de golfe deve ser realizado numa empresa que realmente oferece uma ampla variedade de veículos, as quais devem ser adequadas às necessidades dos clientes.

    Por: LIG veículosl Automóveis> Carrosl 29/01/2015

    O mercado de seguros de carros é composto por três agentes económicos: as companhias de seguros, o segurado e o corretor de seguros. O corretor de seguros é o intermediário legal entre a companhia de seguro de carro e o segurado. Cabe ao corretor apresentar ao segurado os diferentes contratos disponibilizados pelas seguradoras e garantir que seus termos sejam cumpridos por ambas as partes.

    Por: Carlos Santosl Finanças> Segurol 03/05/2011 lAcessos: 225

    O mercado segurador é um sector com um peso importante na economia Brasileira. A actividade seguradora oferece aos seus clientes a transferência para si das eventuais responsabilidades destes, mediante o pagamento de um prémio de seguro, valor que deverá permitir a obtenção de resultados de exploração satisfatórios. Este prémio deverá também ser suficiente para não comprometer a assumpção de responsabilidades em que a companhia de seguros de carros poderá vir a incorrer e, numa visão mais alarg

    Por: Carlos Santosl Finanças> Segurol 07/04/2011 lAcessos: 489

    A economia brasileira expandiu-se de forma expressiva nos últimos anos. As companhias de seguros apresentaram taxas de crescimento ainda maiores, elevando sua importância na economia.

    Por: Carlos Santosl Finanças> Segurol 25/02/2011 lAcessos: 166

    Estrutura do ecossistema Na biosfera podem delimitar-se várias unidades funcionais, os ecossistemas, ou seja, conjuntos formados por um meio físico (biótopo) e pelos seres vivos que nele habitam (comunidade biótica ou biocenose). Como a comunidade e o biótopo são mutuamente dependentes, o ecossistema é considerado como um sistema de influências mútuas entre os componentes da comunidade, e desses com o meio abiótico.

    Por: Carlos Santosl Ciências> Biologial 29/12/2010 lAcessos: 6,843

    Como sabes, o expansionismo europeu traduziu-se na formação de grandes impérios coloniais nos séculos XVI a XVIII, como foi o caso dos impérios português, espanhol, holandês, inglês e francês. Foi o apogeu do colonialismo europeu no mundo. A partir do fim do século XVIII, o colonialismo europeu pareceu começar a recuar, primeiro com a independência dos Estados Unidos da América e depois dos países da América Central e do Sul.

    Por: Carlos Santosl Educação> Educação Onlinel 29/12/2010 lAcessos: 247

    Até ao começo do século XX, a Europa era a primeira potência industrial, comercial e financeira do mundo. Essa hegemonia devia-se, por um lado, como já sabes, ao enriquecimento provocado pela rápida industrialização e devia-se, por outro lado, ao domínio colonial sobre extensas zonas do globo, que estudarás a seguir.

    Por: Carlos Santosl Educação> Educação Onlinel 29/12/2010 lAcessos: 4,193

    O direito à saúde intrinsecamente exige o estabelecimento de mecanismos acessíveis, transparentes e efectivos de monitoramento e responsabilização. Aqueles que possuem obrigações relacionadas com o direito à saúde devem prestar contas em relação ao exercício de suas funções, a fim de que possam ser identificados avanços e obstáculos; conforme necessário, ajustes na política de saúde e outras correcções podem ser, dessa maneira, realizadas.

    Por: Carlos Santosl Direito> Legislaçãol 10/12/2010 lAcessos: 89

    Explica-se aqui o posicionamento deste acesso à justiça e o direito, para que fique conscientizado o papel deste dispositivo e seu relacionamento com os direitos fundamentais, pois são interligados, e conforme relata o Professor Leonardo Greco, realmente esta conexão existe, no acesso à justiça aos pobres e a todos os cidadãos que tenham necessidade de accionar a justiça e que não possuam meios financeiros para fazê-lo e realmente um acesso à justiça de modo eficaz, tem que ser levado a efeito e

    Por: Carlos Santosl Direito> Legislaçãol 10/12/2010 lAcessos: 182
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast