Como fazer em caso de Acidente?

Publicado em: 08/08/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 285 |

1.Como fazer em caso de Acidente?

  • Procure manter a calma e ser cortês
  • Vista de imediato o colete reflector
  • Coloque o triângulo, de forma a assinalar devidamente o Acidente
  • Tome todas as medidas ao seu alcance para evitar ou limitar as consequências do acidente
  • Em caso de existência de feridos, chame de imediato o Serviço de Emergência Médica 112 e as Autoridades Policiais (PSP ou GNR)
  • Contacte o seu seguro de automóvel se precisar de reboque
  • Preencha a Declaração Amigável de Acidente Automóvel (DAAA)
  • Se possível, fotografe o acidente e os danos provocados

2.Como preencher uma Declaração Amigável de Acidente Automóvel (DAAA)?

Independentemente de se achar responsável ou não pela produção de acidente, a DAAA deverá:

  • Ser preenchida no local do acidente e até ao máximo detalhe
  • Fazer referência às testemunhas (nomes, moradas e telefones)
  • Ser assinada por ambos os condutores, ficando na posse de cada um, um exemplar.
  • Incluir os contactos preferenciais de todos os intervenientes, para permitir a regularização deste sinistro dentro dos prazos legais
  • Ser utilizado para dois veículos envolvidos, 1 impresso e, para três, dois

 

3.Quando deve contactar as autoridades policiais (PSP ou GNR)?

  • Em caso de existência de feridos
  • Se constatar que restantes intervenientes não estão em posse de seguros válidos
  • Quando não existir um consenso ou não ser possível o preenchimento da DAAA, entre as partes intervenientes, quanto às causas e responsabilidade pelo acidente
  • Em caso de Furto ou Roubo, participe de imediatamente o evento às autoridades policiais da área e solicite a respectiva certidão

 

4. Detalhes de Preenchimento da DAAA

FRENTE

(1) Sugerimos que se comece por preencher a DAAA indicando a Data, Hora e Local do Acidente, a existência ou não de Danos Materiais extras, feridos e testemunhas.

(2) De seguida, deverá ser facultada a informação referente aos veículos intervenientes A e B, nomeadamente, dados relativos às apólices e veículos dos Tomadores do Seguro, seus contactos pessoais e, ainda, sobre o Condutor Habitual caso este seja diferente do Tomador do Seguro.

(3) Assinalar as opções que melhor descrevem as circunstâncias do acidente para cada um dos veículos intervenientes, devendo ser colocado no final do quadro o número total de cruzes correspondente a cada veículo.

(4) Assinalar no esquema relativo a cada veículo, o ponto de embate inicial

(5) Indicar os danos visíveis decorrentes do acidente

(6) No campo observações, facultar a informação que venha a considerar igualmente pertinente para a resolução deste sinistro.

(7) No esquema do acidente deverá ser desenhado, com a maior precisão possível, as circunstâncias do acidente indicando-se o ponto de embate inicial, posição dos veículos, sentido da marcha, sinalização existente, identificação das ruas, entre outras.

(8) A DAAA deverá ser assinada por ambos os condutores.

VERSO

No verso da DAAA poderá ser participado o sinistro, devendo ser preenchido detalhadamente sempre que existirem feridos, dúvidas quanto ao sinistro, estiverem envolvidos no acidente mais de 2 veículos, ou envolver um veículo de matrícula estrangeira.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/carros-artigos/como-fazer-em-caso-de-acidente-2990451.html

    Palavras-chave do artigo:

    acidente

    ,

    ocurrencia

    ,

    incidente

    Comentar sobre o artigo

    Em harmonia com o fôlego extra, a sua pensão ficou mais firme e a direção, mais direta. Em curvas acentuadas, o conjunto inclinou pouco, qualidade que a sua antecessora já possuía, e a suspensão engoliu bem as imperfeições em terrenos irregulares.

    Por: Ricardo Fosquianil Automóveis> Carrosl 30/10/2014
    Ricardo Fosquiani

    O mercado nacional de veículos tem melhorado muito e isto não é por acaso! Os carros importados estão cada vez mais presente em nossas ruas e estradas, sendo que para adquirir um destes veículos importados tem custado cada vez menos.

    Por: Ricardo Fosquianil Automóveis> Carrosl 28/10/2014

    Para quem mora em uma cidade grande como São Paulo, por exemplo, nada é mais essencial do que conseguir fazer um bom deslocamento entre as diversas regiões da cidade, especialmente pelo fato de que seu trânsito é caótico, seu sistema de transporte público deixa muito a desejar e seus táxis são muito caros.

    Por: 3xcelerl Automóveis> Carrosl 23/09/2014

    Com sistema novo de rastreador de veículo, você pode contar com os serviços de monitoramento 24 horas por dia, equipe especial para solucionar casos de roubo ou furto, rede de instalação e assistência técnica, monitoramento via internet e cobertura em todo território nacional.

    Por: Gssegl Automóveis> Carrosl 22/09/2014

    Para quem tem uma empresa, uma das coisas mais complicadas, normalmente é tentar garantir que seus funcionários consigam chegar à empresa no horário, ou então aos compromissos e reuniões externas, o que pode ser um verdadeiro problema para a imagem da empresa frente aos seus parceiros e clientes.

    Por: 3xcelerl Automóveis> Carrosl 19/09/2014
    Personal Car

    Com muitos atrativos a compra de um seminovo vem atraindo mais os consumidores nesse ano, mas vale lembrar que é preciso tomar alguns cuidados antes de comprar um usado e evitar que a conta acabe ficando alta demais. É preciso levar em consideração uma série de situações que podem ser a causa de um problema futuramente, veja algumas delas e como fugir do erro.

    Por: Personal Carl Automóveis> Carrosl 11/09/2014 lAcessos: 15

    O primeiro Gol quadrado do Brasil surgiu nos anos 80 do século 20, projeto desenvolvido de modo exclusivo em terras nacionais, uma estratégia da Volkswagen para se adaptar à demanda dos motoristas brasileiros.

    Por: Leolinol Automóveis> Carrosl 07/09/2014 lAcessos: 25

    Gol GTi e Ford Escort XR3, dois automóveis lendários que revolucionaram o país no final dos anos 80 do século XX. Naquela época eram poucos os jovens brasileiros que não desejavam ter pelo menos uma destas máquinas na garagem.

    Por: Leolinol Automóveis> Carrosl 07/09/2014 lAcessos: 18

    O mercado de seguros de carros é composto por três agentes económicos: as companhias de seguros, o segurado e o corretor de seguros. O corretor de seguros é o intermediário legal entre a companhia de seguro de carro e o segurado. Cabe ao corretor apresentar ao segurado os diferentes contratos disponibilizados pelas seguradoras e garantir que seus termos sejam cumpridos por ambas as partes.

    Por: Carlos Santosl Finanças> Segurol 03/05/2011 lAcessos: 220

    O mercado segurador é um sector com um peso importante na economia Brasileira. A actividade seguradora oferece aos seus clientes a transferência para si das eventuais responsabilidades destes, mediante o pagamento de um prémio de seguro, valor que deverá permitir a obtenção de resultados de exploração satisfatórios. Este prémio deverá também ser suficiente para não comprometer a assumpção de responsabilidades em que a companhia de seguros de carros poderá vir a incorrer e, numa visão mais alarg

    Por: Carlos Santosl Finanças> Segurol 07/04/2011 lAcessos: 461

    A economia brasileira expandiu-se de forma expressiva nos últimos anos. As companhias de seguros apresentaram taxas de crescimento ainda maiores, elevando sua importância na economia.

    Por: Carlos Santosl Finanças> Segurol 25/02/2011 lAcessos: 156

    Estrutura do ecossistema Na biosfera podem delimitar-se várias unidades funcionais, os ecossistemas, ou seja, conjuntos formados por um meio físico (biótopo) e pelos seres vivos que nele habitam (comunidade biótica ou biocenose). Como a comunidade e o biótopo são mutuamente dependentes, o ecossistema é considerado como um sistema de influências mútuas entre os componentes da comunidade, e desses com o meio abiótico.

    Por: Carlos Santosl Ciências> Biologial 29/12/2010 lAcessos: 6,440

    Como sabes, o expansionismo europeu traduziu-se na formação de grandes impérios coloniais nos séculos XVI a XVIII, como foi o caso dos impérios português, espanhol, holandês, inglês e francês. Foi o apogeu do colonialismo europeu no mundo. A partir do fim do século XVIII, o colonialismo europeu pareceu começar a recuar, primeiro com a independência dos Estados Unidos da América e depois dos países da América Central e do Sul.

    Por: Carlos Santosl Educação> Educação Onlinel 29/12/2010 lAcessos: 235

    Até ao começo do século XX, a Europa era a primeira potência industrial, comercial e financeira do mundo. Essa hegemonia devia-se, por um lado, como já sabes, ao enriquecimento provocado pela rápida industrialização e devia-se, por outro lado, ao domínio colonial sobre extensas zonas do globo, que estudarás a seguir.

    Por: Carlos Santosl Educação> Educação Onlinel 29/12/2010 lAcessos: 3,905

    O direito à saúde intrinsecamente exige o estabelecimento de mecanismos acessíveis, transparentes e efectivos de monitoramento e responsabilização. Aqueles que possuem obrigações relacionadas com o direito à saúde devem prestar contas em relação ao exercício de suas funções, a fim de que possam ser identificados avanços e obstáculos; conforme necessário, ajustes na política de saúde e outras correcções podem ser, dessa maneira, realizadas.

    Por: Carlos Santosl Direito> Legislaçãol 10/12/2010 lAcessos: 83

    Explica-se aqui o posicionamento deste acesso à justiça e o direito, para que fique conscientizado o papel deste dispositivo e seu relacionamento com os direitos fundamentais, pois são interligados, e conforme relata o Professor Leonardo Greco, realmente esta conexão existe, no acesso à justiça aos pobres e a todos os cidadãos que tenham necessidade de accionar a justiça e que não possuam meios financeiros para fazê-lo e realmente um acesso à justiça de modo eficaz, tem que ser levado a efeito e

    Por: Carlos Santosl Direito> Legislaçãol 10/12/2010 lAcessos: 172
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast