Principais Doenças Das Plantas

Publicado em: 18/11/2009 |Comentário: 0 | Acessos: 845 |

Infiltram-se no seu jardim sob os mais variados disfarces, confundindo muitas vezes o próprio jardineiro que nem sempre consegue distinguir os sintomas das principais doenças que afectam as plantas: as bactérias, os fungos e os vírus. Este trio ataca plantas com e sem flores, mas diferem num aspecto – um fungo sobrevive perfeitamente no solo, enquanto uma bactéria ou vírus necessita de uma planta hospedeira para subsistir.

As causas

  • Fungos
    Estima-se que 70% das principais doenças das plantas são causadas por fungos – organismos minúsculos (apenas visíveis debaixo de um microscópio!) que produzem enormes quantidades de esporos (células que se separam e se dividem, sem fecundação, para formarem novas células), que são rapidamente propagados graças ao vento, à água, aos insectos ou aos animais. Existem mais de 10 mil tipos de fungos que, se não conseguem penetrar a cutícula e a epiderme (as barreiras mais fortes de uma planta), atacam as zonas mais sensíveis – os rebentos ou as áreas já danificadas por insectos. Uma planta infectada pode libertar até 100 milhões de esporos, uma quantidade difícil de combater, na medida em que rapidamente degrade as células das plantas, produzindo, em simultâneo, toxinas que interferem no funcionamento pleno do seu organismo. Os fungos são ainda difíceis de eliminar porque podem manter-se dormentes no solo, em restos de plantas que se encontram em decomposição ou numa planta saudável, à espera das condições climatéricas perfeitas para voltarem a contaminar.
  • Vírus
    Ainda mais pequenos do que as bactérias, os vírus apenas conseguem reproduzir-se a partir das células da própria planta. Infiltram-se nas plantas a partir das folhas ou do pé, normalmente por zonas já feridas por insectos, mas precisam de um meio de transporte, que pode ser um insecto, o pólen ou algumas sementes infectadas. Uma vez infiltrado, o(s) vírus, sendo que as plantas podem ser atacadas por mais do que um vírus em simultâneo, movimenta-se através dos vasos vasculares, provocando doenças que contaminam o organismo da planta.
  • Bactérias
    As doenças provocadas em plantas por bactérias são as menos frequentes, por uma simples razão – para crescerem e se multiplicarem as bactérias necessitam de água e de calor. Assim sendo, estão mais dependentes de climas quentes e húmidos para contaminarem as plantas. Transportadas pela água, insectos ou animais, as bactérias infiltram-se através de uma flor ou um corte numa folha ou no pé, podendo causar desde danos puramente superficiais, à murchidão ou mesmo a sua morte.
  • Deficiências Nutritivas
    Por vezes, a doença de uma planta não se deve às bactérias, aos fungos e aos vírus, mas sim a uma alimentação pobre. Se apresentar folhas pálidas ou vasos vasculares amarelados, pode ser um sinal que está a sofrer de deficiências nutritivas. Neste caso, o remédio chama-se “um bom fertilizante”, adequado à planta em questão.

Os sintomas

  • Uma planta doente apresenta várias alterações ao nível do seu metabolismo, da cor, dos diferentes órgãos e anatomia, para além de poder passar a produzir substâncias anormais.
  • Alguns sinais de alerta são: míldio (um pó branco); bolores cinzentos ou pretos; bolhas cor de ferrugem; uma massa ou crescimento pretos; pintas pretas; leveduras e o aparecimento de cogumelos, entre outros.

As curas

Com as plantas a requererem “atenção médica”, é claro que o instinto diz-lhe para ir a correr buscar o seu fiel amigo o “pesticida”. No entanto, e porque se trata de um produto com químicos extremamente potentes, que infelizmente ao fazer bem a uma coisa estão a poluir o ambiente, o melhor é estudar todas as outras opções possíveis. Aqui vai uma ajuda:

  • Existem “sintomas” que, parecendo muito graves e estranhas, podem ser puramente passageiros, desaparecendo dentro de poucos dias ou quando o tempo melhorar. Esteja atento!
  • Por vezes, basta remover as flores, os rebentos, as folhas e/ou os pés infectados para eliminar o problema. Não aproveite esses restos para compostagem, desfaça-se deles imediatamente!
  • Em último recurso, recorra ao pesticida adequado, optando por uma solução pouco tóxica. Siga as instruções à risca e lembre-se que não vai resolver a situação ao borrifar o conteúdo de um recipiente inteiro sobre uma pobre doente planta – pode sim, acabar por intensificar o seu problema com a morte da planta, de plantas vizinhas e até do solo!
  • A prevenção é fundamental para um jardim que respira saúde. Quer saber o que fazer? Comece com um solo saudável, isto porque terra com saúde produz plantas com saúde e plantas saudáveis conseguem resistir mais facilmente às doenças. Um solo de qualidade deve ser limoso e enriquecido com fertilizante e técnicas de compostagem.
  • Mantenha o seu jardim livre de ervas daninhas e de detritos de plantas, que são elementos propícios para o desenvolvimento de todo o tipo de doenças.
  • As doenças são muitas vezes transmitidas de planta em planta devido aos utensílios de jardim mal lavados. Assegure que todas as suas ferramentas estejam devidamente desinfectadas (especialmente quando utilizadas para cortar ou eliminar folhas e outras partes doentes), bastando para isso uma mistura de água e lixívia.
  • Durante o processo de rega, tenha cuidado para não salpicar a folhagem das plantas. Ao respingar do solo para as folhas, está a colocá-las em risco de contrair uma doença. Se possível, deve regar de manhã cedo, assim as plantas têm tempo de secar antes do pico do sol que poderá queimar gravemente plantas muito molhadas. Por outro lado, quanto mais tempo as folhas estiverem molhadas, mais probabilidades têm de ser atacadas por bactérias, fungos e vírus.
  • É igualmente importante permitir uma boa circulação de ar entre todas as plantas. Para além de secarem mais rapidamente, as brisas podem facilmente levar as doenças para longe antes de estas terem tempo de se “agarrarem” a uma planta.
  • Se verificar que, ano após ano, os mesmos sintomas e doenças continuam a devastar o seu jardim, seria melhor começar a pensar em introduzir novas variedades de plantas e flores.
  • Quando comprar novas plantas, inspeccione-as muito bem antes de as levar para casa ou opte pelas variedades que se auto-proclamam e que são, de facto, plantas resistentes às doenças.
  • Por último, quando em dúvida consulte um especialista ou adquira um guia sobre as diferentes doenças bacterianas, virais e fungais, bem como os seus respectivos tratamentos, para o auxiliar em situações menos saudáveis!
  • No fundo, mais vale prevenir do que remediar… para um jardim resplandecente!

Fonte: http://omeujardim.com/

Envie este artigo via SMS: [ Claro ] [ Oi Torpedo ]

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/casa-e-jardim-artigos/principais-doencas-das-plantas-1474425.html

    Palavras-chave do artigo:

    plantas

    ,

    pragas

    ,

    relva

    Comentar sobre o artigo

    Escritorcampos

    Quando os grilhões se quebram e, as portas das prisões se abrem. Todos nós fomos, ou somos prisioneiros do medo que imaginamos Deixe de ser seu próprio escravo, liberte-se dos pensamentos que lhe aprisionam. Deixe de ser seu algoz! Venha para a auto libertação! A Paz interior é a sua grande libertadora. Junte-se a Ela!

    Por: Escritorcamposl Literatura> Crônicasl 06/05/2010 lAcessos: 339

    O ar condicionado tem vantagens em climas húmidos. Mas noutros climas há muitas situações em que os ventiladores (de teto) proporcionam bons níveis de conforto a baixo preço.

    Por: Eduardo Reisinhol Casa & Jardiml 28/11/2014

    Apesar de pequenas e aparentemente inofensivas, as formigas representam um grande risco à saúde. Aprenda dicas práticas para combater essa verdadeira praga em sua casa!

    Por: jukeboxl Casa & Jardiml 25/11/2014

    Para quem procura realizar uma grande reforma em sua residência ou em seu apartamento, talvez nada seja mais importante do que a instalação das redes de proteção.

    Por: Fernando Navarrol Casa & Jardiml 21/11/2014

    Escolher uma empresa idônea irá garantir a segurança da sua família e amigos por essa razão é tão importante não fazer a instalação você mesmo.

    Por: Fernando Navarrol Casa & Jardiml 17/11/2014

    Quando estamos nos mudando para um novo endereço, sabemos que muita coisa vai mudar. Serão novos vizinhos, um novo ambiente, cômodos diferentes, uma outra forma de organizar os móveis... Mas apesar de sabermos dessa mudança toda, alguma coisa nós queremos que permaneça igual, pelo menos na maior parte das vezes: nossos objetos pessoais.

    Por: 3xcelerl Casa & Jardiml 15/11/2014

    Como realizar a adequação das novas tomadas de acordo com as novas normas brasileiras.

    Por: Fabianol Casa & Jardiml 05/11/2014

    O choque elétrico pode provocar diversos efeitos que se manifesta no sistema nervoso central (SNC) do corpo humano provocado pela circulação da corrente elétrica podendo até mesmo matar ou deixar diversas sequelas.

    Por: Fabianol Casa & Jardiml 05/11/2014

    Para quem deseja fazer uma boa reforma, talvez algumas dicas sejam realmente importantes e devem ser consideradas, pois o resultado irá depender em muito do que será feito e do que será escolhido, levando a uma reforma, seja para uma casa ou para um apartamento, realmente muito bonita.

    Por: 3xcelerl Casa & Jardiml 23/09/2014

    No começo só era possível enviar textos curtos, mas hoje já existem recursos nos aparelhos mais modernos para o envio de fotos e áudios, dentro de mensagens, ou MMS.

    Por: Ringtonesl Tecnologia> Telefonia e Celularl 17/12/2010 lAcessos: 10,596

    O ano de 2010 promete uma combinação tão positiva que nem mesmo um setor tão cético quanto o automotivo consegue esconder o otimismo.

    Por: Ringtonesl Automóveisl 02/01/2010 lAcessos: 2,242

    Os melhores amigos de qualquer jardineiro são, sem dúvida, os seus utensílios. Para plantar, cuidar, regar e apanhar, estes são os top 16 utensílios de jardinagem. Tem tudo o que precisa para tratar do seu jardim?

    Por: Ringtonesl Casa & Jardiml 18/11/2009 lAcessos: 597 lComentário: 1

    Essencial para completar a iluminação nos diversos ambientes da casa, essa peça exige cuidados na seleção do modelo

    Por: Ringtonesl Lar e Famílial 30/09/2009 lAcessos: 1,414

    Não adianta fugir. Existe um momento na vida de todo mundo em que o passar dos anos começa a surtir efeito.

    Por: Ringtonesl Belezal 23/09/2009 lAcessos: 7,950 lComentário: 4

    Toda menina cresce observando mães e avós passarem inúmeros cremes no rosto e corpo e se pergunta: será que um dia eu vou precisar disso também?

    Por: Ringtonesl Belezal 16/09/2009 lAcessos: 3,338

    Depois de elevar os preços dos modelos pré-pagos, operadora volta a mexer em sua tabela

    Por: Ringtonesl Tecnologia> Telefonia e Celularl 16/09/2009 lAcessos: 130

    Os irmãos metralha deram uma carteirada no Homem-Aranha. Disney compra a Marvel.

    Por: Ringtonesl Arte& Entretenimentol 08/09/2009 lAcessos: 193
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast