O Homem Casado

10/07/2008 • Por • 267,993 Acessos

O HOMEM CASADO

Não consigo entender como uma moça se envolve com um homem casado;não por moralismo,longe disso,já que não sou palmatória do mundo,mas,pelo desgaste,pelas decepções,pelo sofrimento inútil.Pelas tardes de domingo,solitárias,pelas noites de festa,em casa,de pijama,vendo TV,pelos Natais de lágrimas e sofrimento,pelos sustos,pelo rancor.È meu pensamento:se não posso ser estrela de Belém,vaquinha de presépio também não quero ser.Se uma garota quiser da visa apenas um caso,ótimo;os casados são mesmo indicados,já que a “legitima”é que lava,passa,cozinha e cuida,e,para a “outra”,ficam os jantares,os motéis,o sexo criativo,e”se ele tiver renda,ela aceita uma prenda”,como na canção da Gal.Só isso;nenhum comprometimento,nem cobranças ou exigências;sobra o vazio.Assim,tudo bem;mas,nunca se apaixone por eles.a conversa não muda:os homens são monotônicos  parecem         disco arranhado:ela não me entende(a esposa),não me satisfaz,estamos juntos só pelos filhos,vou cair fora,agora que encontrei você  etc.etc.etc....Esqueça,eles nunca conseguem divorcio,mesmo que morem no Reno,U.S.A;simplesmente porque não querem.Ter você e a esposa,é a gloria.Se houvesse uma estatística eu  diria que nove entre dez homens não deixam suas mulheres para ficar com a amante.Os homens são acomodados;adoram um chinelo velho para seu pé doente,não vão sair atirando,cheios de energia para segui-la,deixando  a segurança do lar e a tranqüilidade da família;é aí que você sobra,sepultando seus sonhos e esperanças,juntando os cacos que sobraram da sua auto-estima.Também não entendo como pessoas vivem 20,30 anos sem amor,não vivendo 60 anos,mas,sessenta vezes o mesmo ano,quando perto dali a metade da laranja os espera,é só pronunciar o “abre-te sésamo” e deixar a felicidade entrar.Os homens,não,eles não têm coragem...

Você acha que o sexo é bom,vale a pena,mas,não se engane:eles continuam dormindo com suas esposas,embora jure o contrario para você.Portanto,descontraia-se, vá passear,viaje,veja o mundo;não se prenda.

Há a questão dos bens,se eles tiverem algum;ninguém quer saber de partilha,que enfraquece o casal.Lembra-se da minha frase?Casamento começa com “meu bem,meu bem”e termina com “meus bens,meus bens”;ou seja,começa num hotel 5 estrelas e termina em pensão.Garota inteligente não entra nessa.

E ela,a esposa?a sacrossanta mãe dos filhos dele?Alguns homens,com o tempo,chamam suas esposas de “mãe”;eu colocaria no paredón,sujeito,se pudesse.Freud explica,mas,esposa é esposa,é mulher,quer se sentir amada,desejada,não quer mais amamentar ninguém.Mãe!Ae um cara me tratasse assim,eu lhe daria um sonoro ponta-pé no traseiro;e,meu lado Ava Gardner,como ficaria!?Mas,voltando á esposa;ela tem um problema,mas,o problema dela não é você;ÊLE é o problema dela.Um cara que engana a mulher,vai engana-la com qualquer uma.Já me perguntaram o que eu faria numa situação assim;bem,eu não iria agredi-la,nem armar barraco;não sou disso.Simplesmente,se eu soubesse que o caso era prá valer,eu o deixaria,siga seu destino,vá em paz,Deus acompanhe.Homem é a mercadoria mais abundante que existe;agora mesmo,cheguei na janela e vi mais de vinte,dando sopa por aí.Fechava essa página e iria á luta.A vida continua...

Perfil do Autor

Miriam de Sales

Baiana,mulher,65 anos,professora,escritora amadora,trilingue;gosto de arte,literatura,cinema,viagens.