A Autópsia De Cristo

Publicado em: 15/06/2008 |Comentário: 0 | Acessos: 1,507 |

A AUTÓPSIA DE CRISTO


“Os "donos" do Brasil se embalam numa falsa segurança. Pois, se há um país sem dono, é este. Se há um país desenganado, envergonhado de si mesmo, vencido, faminto, nu, doente, analfabeto, irritado, é este”. (Rachel de Queiroz).


A revista “Isto È”, de 20 de fevereiro de 2008 - nº. 1998 traz um assunto deveras impressionante: “A Autópsia de Cristo”. “Estudo inédito do legista americano Frederick Zugibe revela cientificamente o que ocorreu com o corpo de Jesus durante os momentos do calvário.” Matéria escrita pela colunista Natália Rangel. É impressionante o número de cientistas, exegetas, curiosos, que tentam descobrir como desencarnou Jesus, e aonde se encontra seus restos mortais. O médico legista se diz católico e fez seus relatos baseados nos ensinamentos bíblicos, nas pesquisas, nos artigos e livros que escreveu. Primeiro afirma ser temente a Deus e a jornalista afirma que por ser de objetividade científica, lhe assegurou a imparcialidade do estudo. Queríamos aqui dizer que jamais devemos ser tementes a Deus, e sim amá-lo, e a imparcialidade tem como sinonímia aquele que julga desapaixonadamente; reto, justo e que não sacrifica a sua opinião à própria conveniência, nem às de outrem. Primeiro, nós como espíritos imperfeitos, criados simples e “ignorantes”, não podemos julgar ninguém. O estudo científico muitas vezes pode criar celeumas e não chegar ao denominador comum.
É louvável que um médico legista dê sua opinião acerca dos motivos que levaram Jesus à “morte”. Nunca fomos donos da verdade, mas existe no estudo do cientista um contradito. Dizer que Jesus foi pregado na cruz nas mãos é ignomínia, pois a maioria sabe que Jesus foi crucificado com pregos nos punhos, visto ser as mãos frágeis para sustentar o corpo de qualquer pessoa, mesmo com a sustentação dos braços com cordões, cordas e outros materiais. O sofrimento de Jesus já está muito conhecido, pelos livros, filmes e narrações humanas, principalmente de religiosos adeptos do cristianismo. Se o livro Sagrado, a Bíblia como afirmam os adeptos do cristianismo tivesse toda a história da humanidade como realmente aconteceu, visto que muita coisa se perdeu no tempo e no espaço, passou de pai para filho, é cópia de cópia e além do mais, uniram o Novo Testamento ao Velho, que é da religião hebraica, talvez tivéssemos um estudo mais consistente e verdadeiro.

Muitas religiões contestam e discriminam a Doutrina Espírita, e afirmar que os espiritistas conversam com os mortos. Isso é hipocrisia, pois os Espíritos desencarnados é quem procuram os encarnados para repassar mensagens espirituais e muitas vezes pedir ajudas por se encontrarem em situação de sofrimento pelos erros cometidos na Terra. Católicos e protestantes dizem que a Bíblia foi escrita por inspiração divina, nesse aspecto eles se contradizem. Inspirados em quem? Se o pensamento deles é esse, então estão concordando com os ensinamentos do Espiritismo, visto que os profetas de antigamente eram médiuns, inclusive Jesus. Voltando ao estudo do Frederick, ele também esqueceu de citar se Jesus foi vítima ou não do crucifragium, e porque ele teria ressuscitado no domingo, já que ele exalou o último suspiro na sexta-feira já ao cair da tarde. A vida de Jesus foi tão espezinhada que qualquer estudo a posteriori nos deixa com uma pulga atrás da orelha. Já para os Rosa-Cruzes afirmam veementemente que Jesus morreu de velhice e não passou por todo esse sofrimento. Admitimos ser Jesus um Espírito Puro cuja missão aqui na Terra era pregar a paz, o amor, o perdão, a fraternidade e caridade. Vejam como a imperfeição humana é vasta, pensavam os poderosos que Cristo teria vindo com a finalidade de se tornar rei. E pelo orgulho, pela inveja dos poderosos de antigamente foi barbaramente assassinado.
A jornalista faz a seguinte indagação: “De duas”, uma: sempre que a ciência se dispõe a estudar as circunstâncias da morte de Jesus Cristo, ou os pesquisadores enveredam pelo ateísmo e repetem conclusões preconcebidas ou se baseiam ou se baseiam exclusivamente nos fundamentos teóricos dos textos bíblicos e não chegam a resultados práticos. Queremos discordam da nobre jornalista, visto que o ateu ele não é totalmente contrário à existência Divina. A + Teo = a + Deus (em busca ou a procura de Deus). Os textos bíblicos podem ser vistos de três formas: literal, simbólica e alegórica e que Jesus falava através de parábolas e quem lê esses textos muitas das vezes faz interpretações errôneas. Como morreu Jesus é um estudo interessante, mas não deixa de ser uma interpretação humana. É mais um que vai para a galeria dos pesquisadores, pois como dizia Thomé é ver para crer. Acreditamos pela fé e pelos ensinamentos repassados por nossos antepassados, visto que Jesus não criou e nem fundou nenhuma religião e sim seguidores. Os seguidores do caminho que depois foram chamados de cristãos.


ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI E ALOMERCE E AOUVIR

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 16 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ciencia-artigos/a-autopsia-de-cristo-450302.html

    Palavras-chave do artigo:

    cristo

    ,

    autopsia

    ,

    religiao

    Comentar sobre o artigo

    Veja como resolver um sistema indeterminado ou impossível por sequência tornando-se uma proporção de sistema...

    Por: Edvaldo morais dos santosl Educação> Ciêncial 31/10/2014
    Luana Souza

    O presente artigo vislumbra apresentar discussões e esclarecimentos sobre a teoria das representações sociais, sua relevância enquanto instrumento de pesquisa, principalmente, no campo educacional. Para tanto, fundamenta-se teoricamente sob a égide de MOSCOVICI (2013), SOUSA et all (2012), GUARESCHI (1996), apresentando breve conceituação e argumentos que tornam relevantes sua compreensão em contexto educacional.

    Por: Luana Souzal Educação> Ciêncial 18/10/2014

    Vejamos casos de proporções em equações: (2,1) 2x+3y=7 3x+2y=8 Somasse as igualdades.7+8=15 Em seguida divide-se com a soma da equação . 15:5:2=6 será o cruzamento do 2. 15:5:3=9 será o cruzamento do 3.

    Por: Edvaldo morais dos santosl Educação> Ciêncial 09/10/2014 lAcessos: 21

    A presente investigação teve como finalidade, realizar uma análise acerca da Teoria das Representações Sociais (TRS) e sua possível aplicação no âmbito de pesquisas em educação. Tratou-se, assim, de um texto especificamente teórico e de pesquisa qualitativa, o qual teve como embasamento teórico os textos em teoria das representações sociais de Prado e Azevedo (2011), Rateau et al (2012), Mazzotti (1994) e, a técnica de investigação empregada foi bibliográfica e documental.

    Por: Carla Anne Marques Fariasl Educação> Ciêncial 28/09/2014 lAcessos: 18

    Este trabalho teve como proposta de estudo os Hidrocarbonetos, através deles a matéria-prima do plástico a nafta que é um subproduto do petróleo. Para compreender de que são feitas as sacolas plásticas e se elas podem ser substituídas por outro material biodegradável, que não polua tanto o meio ambiente e conhecer alternativas contra o uso excessivo de sacolas de plástico no Brasil e demais países, realizou-se várias pesquisas bibliográficas com a contribuição de autores.

    Por: Carmeli Caetanol Educação> Ciêncial 20/09/2014
    Paulo Azze

    Explicações sobre a corrente elétrica alternada (CA), seus os componentes (ativos e reativos) e o seu cálculo de forma simplificada.

    Por: Paulo Azzel Educação> Ciêncial 15/09/2014 lAcessos: 13
    Paulo Azze

    Aborda aspectos relacionados ao comprimento das resistências de chuveiros, atendendo uma dúvida de amigo sobre questões do ENAD.

    Por: Paulo Azzel Educação> Ciêncial 15/09/2014 lAcessos: 11
    Zilda Ap. S. Guerrero

    Atualmente a cidade de São Paulo passa por uma das piores crises de falta de água, todos os dias em diversos jornais do país, o mesmo jargão em torno da questão do consumo consciente da água é abordado de diversas chamadas à população. Sendo assim, urge a necessidade de orientar e conscientizar as crianças e a população em geral para o problema social que estamos enfrentando na cidade de São Paulo, e no mundo.

    Por: Zilda Ap. S. Guerrerol Educação> Ciêncial 10/09/2014

    Afigurando os alicerces psicológicos com ambiência, sem amesquinhar os desejos e as interações sedimentadas no bem, no bem-estar e no desenvolvimento mitológico, nós seres humanos devemos albergar o amor ao próximo como ensinou o grande Mestre Jesus, o Cristo. Não devemos nos levar pelos excessos para não sofrermos atos anatomopatológicos e com saúde e sem anomalias, possamos alcançar o sucesso. Diante da bondade de Deus, o nosso Espírito engrandece com Jesus, discriminado pelos fariseus.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Notícias & Sociedade> Cotidianol 29/10/2014

    Uma das palavras mais badaladas nesse período eleitoral foi democracia. Passaram um pano na politicagem, esqueceram os desmandos, as falcatruas, o mensalão, o valerioduto, o propinoduto e o petrolão. Acusaram a "Revista Veja" de ter denunciado antecipadamente os escândalos da Petrobras, afirmando os aficionados de Dilma e Lula e sua quadrilha de que a mídia imprensa agiu de má fé

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 27/10/2014

    Numa decisão política, a ética, as boas propostas deveriam ser o ponto alto da democracia, mas nos parece que todos os candidatos a cargos eletivos trocaram a política pela politicagem. A dúvida para alguns é real na hora da votação, mas vá a urna dizer qual o Brasil que você deseja. É bom frisar que os próximos quatro anos dependem do seu e dos nossos votos. É seu, é nosso direito querermos um país melhor mais democrático, onde haja disciplina, hierarquia e amor à pátria.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 23/10/2014

    Assenta tua cabeça no meu ombro, descansa e relembra os momentos felizes que passamos. Esta assertiva faz parte da nossa vida, de nossos sentimentos e do rol de realizações, que planejamos para o futuro. Muitas vezes rememoramos com pensamentos diluidores, com ações um pouco cavilosas, sem descortinar a harmonia do concerto, que traçamos para o teatro da nossa existência. Deter, impedir de avançar nossos momentos de amor, não são medidas contributivas para a felicidade que reina em nossos coraçõ

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 20/10/2014

    Quando nos referimos à política, devemos fazer um paralelo, uma comparação entre duas palavras, política e politicagem. São sinonímias contraditas e que refletem diferenciais hercúleos, do que seja a verdade em sua plenitude. Sabemos, de antemão, que existe uma variedade enorme de políticas, desde a comercial, passando pela familiar e indo até a política monetária. Política é ciência, é arte, é a ciência dos fenômenos referentes ao Estado (ciência política).

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 15/10/2014

    A política brasileira além de ferver virou um inferno. Um inferno com muitos diabos que não têm medo da cruz. Deus, o nosso Pai morreu e Jesus não estão mais em seus corações. A caridade, a fraternidade e os bons princípios não foram sublimados, e sim exterminados juntamente com a ética. No coração do brasileiro só resta esperança, as forças já estão combalidas, vítimas de uma politicagem escarnecida. O encanto do Brasil antigo evaporou-se diante das aberrações e das corrupções eleitorais.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatural 13/10/2014

    A felicidade imanta o meu ser, entro em êxtase vibracional, no entanto, meu ego se altera para todo mundo ver, o meu corpo se altera meio descomunal. Quando um grande amor amadurece, os tremores constantemente se alternam o corpo não resiste e a rosa não floresce, o íntimo se refina e, os desejos jornadeiam. O imã do amor me aconchega delicioso, o carinho e o afago do meu amor se transformam, a minha amada transborda em carinho astucioso e uma entrega sem pudor nos delicia e ...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 08/10/2014

    Podemos afirmar que, muitas vezes, a verdade é mais interessante que a ficção. O Ciclo Cósmico pela qual a humanidade vem passando, ou pelo desenvolvimento intelectual do hominal, leva a um interesse maior pela vida do Grande Mestre, ou Grande Redentor, Jesus do que em qualquer outro período desde o início de cristianismo. Nunca na história humana, Cristo foi tão estudado, pesquisado por estudantes de psicologia, misticismo, metafísicas e ocultismo com sentido minucioso e analítico. Nesse estudo

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 07/10/2014
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast