Circuito comutador com duas lâmpadas

25/08/2011 • Por • 320 Acessos

Dando seguimento ao estudo do circuito de lanterna, vamos nesta mini-aula complicar um pouco as coisas, estudando um circuito em que em vez de uma lâmpada, terá duas lâmpadas que poderá ligar alternadamente com um comutador. Qual a diferença entre um comutador e um interruptor?

Um circuito deste tipo, chama-se circuito comutador. Dá-se esta designação já que é possível comutar entre uma coisa e outra. Neste caso, podemos comutar entre ligar a lâmpada vermelha ou a lâmpada verde.

Num circuito em que existe um interruptor (e não um comutador), como é o exemplo do circuito de lanterna estudado na última aula, interrompe-se, ou não se interrompe, a corrente que vai para determinado dispositivo, naquele caso, uma lâmpada (a lâmpada apaga quando se interrompe a corrente e a lâmpada acende quando não se interrompe e se deixa circular a corrente).

As aplicações para um circuito comutador são várias, como por exemplo, assinalar se um aparelho se encontra desligado (luz vermelha) ou ligado (luz verde).

Esquema do circuito de uma lanterna com interruptor abertoEsquema 1- Circuito de LanternaEsquema de um circuito comutador com duas lâmpadas

Esquema 2 – Circuito comutador

(Poderá consultar a aula sobre Simbologia electrónica, afim de ser auxiliado no significado de cada símbolo dos esquemas)

Comparando os dois circuitos, o circuito de lanterna do esquema 1 e o circuito que estamos a estudar, o circuito comutador do esquema 2, constatamos duas diferenças:

  • No circuito de lanterna temos uma lâmpada e no circuito comutador, temos duas.
  • No circuito de lanterna temos um interruptor, enquanto no circuito comutador existe um comutador. São semelhantes, mas diferem, na medida em que um comutador permite comutar (ou trocar) a passagem de corrente de um circuito para outro, ou neste caso, da lâmpada vermelha para a lâmpada verde, e vice-versa, mas nunca para as duas ao mesmo tempo.

Há que relembrar que, tal como no circuito de lanterna, que a tensão da lâmpada vermelha e da verde, terá que ser sempre igual ou superior à tensão da pilha, para as proteger de sobrecarga e de ficarem inutilizadas (fundidas).

Tal como se estudou o interruptor, nas aulas de simbologia electrónica e do circuito de lanterna e foi possível saber mais sobre a sua função e simbologia, verifiquemos agora a símbologia do comutador, que se assemelha bastante à do interruptor:

Esquema 3:
Símbolo do comutador, nas duas posições que pode tomar – passando a corrente de A para B (na primeira imagem) e passando a corrente de A para C (na segunda imagem)
Circuito comutador na Posição B

Como se pode verificar no esquema 3, nas duas imagens, este comutador pode assumir duas posições. No terminal A é feita a entrada de corrente, sendo os terminais B e C os terminais de saída da corrente.

No primeiro esquema a corrente passa de A para B (ficando C sem corrente), enquanto que no segundo esquema a corrente passa de A para C (ficando B sem corrente).Circuito-Comutador-com-duas-lampadas-comutador-posicao-C

O circuito comutador, apresentado nesta aula, tem o inconveniente de estar sempre ligado, estando sempre alguma das lâmpadas acesas. Por essa razão, não será complicado, conciliar o circuito de lanterna e este circuito comutador, para podermos desligar o circuito, algo que será estudado numa próxima aula.

 

Esta e outras aulas disponíveis no nosso site Tecnologia do Globo

Perfil do Autor

Ricardo Miguel

Chamo-me Ricardo Miguel e adoro a internet, aprender e partilhar conhecimento. Moro em Lisboa, Portugal e nasci em 1976. Quem quiser me contactar, basta entrar num dos meus sites e procurar por "contacto" ou deixar mensagem neste site. Tenho dois websites, o www.dicascaseiras.com e o www.tecnologiadoglobo.com, nos quais gosto de partilhar aquilo que sei e tenho aprendido, de uma forma didáctica e simples, com informação de qualidade.