Ensino X Educacao

Publicado em: 04/10/2008 |Comentário: 4 | Acessos: 53,288 |

ENSINO x EDUCAÇÃO

Por: João H. L. Ferreira.

            Muito se tem falado sobre a Educação no Brasil. O que mais se ouve é que, no Brasil, existe um déficit educacional; tendo o governo se comprometido (Sem cumprir) em envidar esforços para sanar o déficit. Sem “chover no molhado”, gostaria de levantar a questão sobre outro ponto de vista: Se não temos ensino; como teremos Educação?

            Para entender o que digo; é necessário explicar primeiro a diferença entre ENSINO e EDUCAÇÃO. Para isso, irei parafrasear o ilustríssimo professor e educador Albino Spohr. “O ensino, que é instrução, se dirige ao intelecto e o enriquece. A educação visa aos sentimentos e os põe sob o controle da vontade. Assim, pode-se adquirir um ótimo caráter de conduta com pouca instrução, o que já permite viver feliz. Por outro lado, pode ser cultivado, sem nenhuma educação, um péssimo caráter de conduta, que será tanto pior quanto mais instrução houver - é aqui que se enquadram todos os corruptos e grandes golpistas que tiveram muito ensino e pouca educação, e que nunca serão realmente felizes.” (Artigo, publicado no jornal Zero Hora de Porto Alegre)

            ENSINO, como pode ser visto acima, é o mero transmitir de conhecimento; enquanto EDUCAÇÃO é a transmissão dos valores necessários ao convívio, manutenção e desenvolvimento da sociedade como um todo; destinado a fazê-la funcionar como um único corpo orgânico.

            Talvez, para alguns, eu não tenha sido claro. Assim, vou tentar de outra maneira: Durante muito tempo, na minha vida de professor, cansei de assistir alunos meus, depois de uma aula sobre a importância de filtrar a água antes de beber, relatarem que, ao falar com os pais, os mesmos passaram a comprar filtros para dentro de suas casas; bem como outros, que relataram que os pais disseram que beber água filtrada era frescura; pois sempre haviam bebido água de poço, sem filtrar ou ferver, e estavam vivos até hoje. Tanto os primeiros quanto os segundos haviam aprendido; pois na prova, ambos responderam corretamente; mas apenas os primeiros tinham sido EDUCADOS. Assim, embora ambos tenha recebido ENSINO; tenham sido ENSINADOS; apenas os primeiros haviam incorporado o VALOR água filtrada em suas vidas; tendo assim, apenas os primeiros haviam se educado com êxito.

            Assim, ENSINO corresponde à mera transferência de informação ao educando, sem que junto com essa informação se tenha passado qualquer idéia de valor, ou se tenha orientado o educando em algum sentido. Particularmente, eu gosto de brincar que ENSINO é EDUCAÇÃO SEM VALOR, ou então que ENSINO É INFORMAÇÃO SEM VALOR; em todos os sentidos que se possa dar a essa frase; fazendo isso para chocar o ouvinte propositadamente.

            Dessa feita; EDUCAÇÃO é ENSINO AGREGADO DE VALOR. Assim, pode-se dizer que EDUCAÇÃO é constituída por um núcleo que é o ENSINO, que constitui o CONHECIMENTO e outro que são os valores sociais.

            No Brasil, apesar de termos SECRETARIAS DE EDUCAÇÃO, estas, na verdade, administram um SISTEMA DE ENSINO. Apesar do governo falar de EDUCAÇÃO, o que ele gere, na verdade, é um SISTEMA DE ENSINO. Assim, apesar do nome, o governo não fornece EDUCAÇÃO; mas sim ENSINO.

            Se o sistema de ENSINO se encontra “canibalizado”; com professores mal pagos, salas de aula sem as condições mínimas para abrigar os alunos; se não conseguimos fornecer ENSINO, que é uma EDUCAÇÃO SEM VALOR; então como iremos fornecer a verdadeira EDUCAÇÃO. Se, como dito no artigo acima, um ENSINO sem EDUCAÇÃO potencializa, no lugar de resolver, os problemas sociais; então, se nem sequer se tem ENSINO, como fica a sociedade? Como fica o país? Finalmente, se o governo gere um SISTEMA DE ENSINO, fornece ENSINO, a quem então cabe EDUCAR?

Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 10 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ciencia-artigos/ensino-x-educacao-589904.html

    Palavras-chave do artigo:

    ensino

    ,

    educacao

    ,

    socieade

    Comentar sobre o artigo

    O presente texto fala sobre as diferentes classes de escolarização, assim como as dificuldades de ensinos, de aprendizados e as mudanças ao longo do tempo que a educação no país está sofrendo; também fala sobre as reformulações necessárias para melhorias no campo da educação, e desvalorização financeira e social do magistério.

    Por: Reginaldo Posol Educação> Ciêncial 16/12/2014

    o presente trabalho relata sobre a falta de etica em laboratorios de hospitais publico

    Por: perolal Educação> Ciêncial 11/12/2014

    O projeto surgiu da necessidade de entendermos melhor sobre a cultura indígena Paresi. Em língua Portuguesa foram trabalhados durante o ano letivo os clássicos da literatura brasileira do autor José de Alencar. Os livros foram Iracema, O Guarani e Ubirajara Em geografia foram trabalhados os impacto que houve na cultura com a globalização . Envolvemos os alunos do 3º G para visitarmos a aldeia Paresi e pudemos constatar as mudanças que houve ao logo dos anos.

    Por: Sortineide Navarro Segural Educação> Ciêncial 05/12/2014

    Espera-se que este projeto possa contribuir para formação de cidadãos mais conscientes, e esperando que todos os segmentos sociais, governo, escola e comunidade possam empenhar na modificação de modelos sociais para que um homem novo possa emergir, mais autentico e integrado com os valores sociais.

    Por: SUELY CARDOSO FURLANl Educação> Ciêncial 03/12/2014 lAcessos: 12
    Andréia Camargo Fleck

    O artigo visa apresentar um breve relato sobre a realização da IV mostra de Ciência e Tecnologia realizada na Escola Estadual João Nepomuceno de Medeiros Mallet no município de nova xavantina – MT, onde foram oferecidos aos alunos palestras e oficinas com o Tema: Ser Humano, Ciência e Tecnologia para o desenvolvimento social, os trabalhos foram confeccionados pelos alunos de acordo com a oficina escolhida e apresentados numa exposição no dia 19 de novembro de 2014. Andreia Camargo Fleck

    Por: Andréia Camargo Fleckl Educação> Ciêncial 29/11/2014
    Teresa Coutinho

    A palavra tempo pode referir-se a um período do definido com maior ou menor precisão, desde pouco tempo, que significa de breve duração, até o tempo dos faraós, que foi há três mil anos; pode igualmente designar uma duração contínua indefinida, tal como está expresso nos dicionários, no âmbito de qual todos os acontecimentos tiveram lugar, estão a ter lugar e irão ter lugar.

    Por: Teresa Coutinhol Educação> Ciêncial 29/11/2014
    Eros Bazan

    Promover a interdisciplinaridade e a busca e troca de conhecimentos entre participantes da Feira no sentido de estimular o interesse pelo estudo das Ciências, da Cultura e das Artes; Incentivar a participação e a construção de em eventos de natureza cientifica; Motivar e envolver todos os alunos na realização de métodos experimentais e busca de respostas de todos os fenômenos naturais; Envolver os estudantes em atividades participativas, de natureza conceitual, reflexiva e prática.

    Por: Eros Bazanl Educação> Ciêncial 25/11/2014

    Por um longo tempo, as ciências formaram uma grande unidade conhecida como filosofia Natural. Praticamente qualquer atividade desenvolvida no mundo atual envolve uma inter-relação entre as várias ciências e foi pensando nisso que o presente trabalho foi proposto para alguns alunos do 1° ano do ensino médio inovador, visando uma relação entre a física e a Biologia "Biofísica" .

    Por: anacleil Educação> Ciêncial 17/11/2014 lAcessos: 19

    O ano de 2012 entrará para a história do Brasil como o ano em que o Supremo abriu as portas para a legalização do aborto. Sendo declarado como DIREITO DA MULHER, o aborto de fetos anencefálicos, foi legalizado pelo Supremo. O ato provocou alegria para uns e indignação de outros; tendo sido alvo dos noticiários em todo o país. Para exclarecer os fatos, escrevi esse artigo.

    Por: Joao H L Ferreiral Direito> Doutrinal 13/06/2012 lAcessos: 183

    Depois da chacina de Realengo, muitas pessoas veem fazendo apologia da necessidade de aumento de segurança nas Escolas da Rede Pública; bem como que o aumento da violência vem tornando as escolas inseguras. Isso é realmente necessário?

    Por: Joao H L Ferreiral Educação> Educação Infantill 12/04/2011 lAcessos: 330 lComentário: 1

    Todos nós gostamos do Azulão. Desde pequeno gerações e gerações se acostumaram à sua lenda: O ultimo filho de Kripton que chega à terra e se torna o maior herói dos quadrinhos de todos os tempos; no entanto, poucos de nós prestamos a atenção na lenda e nas semelhanças entre Super Homem e o CRISTO: Ambos vieram de fora da terra. Ambos são madados pelo PAI. Ambos só abraçam a sua vida pública em adulto. Seria isso inconsciente ou uma trama fantástica para erodir a fé cristã? Leiam e descubram

    Por: Joao H L Ferreiral Religião & Esoterismo> Religiãol 29/03/2010 lAcessos: 820 lComentário: 2

    Paul Michel Foucault, psicólogo e filósofo. Entre as suas contribuições, encontra-se o estudo genealógico do poder. Freud, Psicólogo do final do século XIX. Teorizou o desenvolvimento da personalidade através do Complexo de Édipo. Este artigo pretende fazer uma junção dos dois pensamentos, analisando a sociedade atual; colocando-a em um divã; na esperança de que os seus leitores possam contribuir para uma sociedade mais sadia.

    Por: Joao H L Ferreiral Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 23/11/2009 lAcessos: 911 lComentário: 3

    Durante muito tempo, as Leis eram consideradas como emanadas de Deus. Por isso, muitos conceitos teológicos estão presentes no mundo do Direito. Gostaria de fazer uma correlação do que se entende como pressupostos do pecado e o Direito Penal brasileiro de hoje; que é considerado um dos mais avançados existentes hoje.

    Por: Joao H L Ferreiral Religião & Esoterismo> Religiãol 25/09/2009 lAcessos: 551 lComentário: 3

    Muito se tem falado em psicologia sobre Freud e o complexo de Édipo. Descrito como uma relação triangular entre pai, mãe e filho; o Complexo de Édipo é uma dos pilares da psicoanálise freudiana; mas será possível falar-se de Complexo de Édipo com o pai ausente? Esse artigo pretende não resolver; mas lançar a discussão.

    Por: Joao H L Ferreiral Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 23/10/2008 lAcessos: 205,752 lComentário: 12

    Nos ultimos cem anos, o Homem vem expandindo o seu domínio do planeta. Nessa expansão, a cada vez que conquista um novo ambiente encontra novas doenças e barreiras para superar. Existiria um mecanismo na natureza para expanção das espécies destinadas a freiar quando uma delas invadisse outros eco-sistemas que não o seu. Teria o Homem quebrado esse limite? Teria o homem quebrado os limites da biosfera planetária e da seleção natural?

    Por: Joao H L Ferreiral Ciências> Biologial 29/09/2008 lAcessos: 3,032 lComentário: 4

    Duas fortes correntes se debatem há muito sobre a origem do homem. Uma delas é a criacionista; no qual o homem teria sido criado à imagem de Deus e outra evolucionista; no qual o homem é fruto da evolução. Essas duas correntes se revestem de importância principalmente nos Estados Unidos, onde, até hoje, em alguns estados americanos, a teoria de Darwin sofre restrições severas ao seu ensino na escola. O texto abaixo demonstra que Genesis, ao contrário do que dizem os criacionistas,é evolucionário

    Por: Joao H L Ferreiral Religião & Esoterismo> Religiãol 24/09/2008 lAcessos: 18,277 lComentário: 3

    Comments on this article

    1
    Antônio Galvão 28/05/2011
    Nunca expressei meu estranhamento a respeito do uso do termo 'EDUCAÇÃO' aplicado ao ensino regular. Achava q era um pensamento pequeno, talvez míope, d quem não tem um aprofundamento teórico ou uma visão ampla do processo. Aí vem o Sr.João H. L. Ferreira e diz exatamente o q penso. Sinto-me realizado por um lado, mas triste por outro, já q somo s poucos a pensar assim...
    0
    Rosário 24/05/2011
    Parabéns! O texto é altamente pertinente e claro, nos levando a refletir que ESCOLA temo que ESCOLA queremos.
    2
    Eloá 26/02/2010
    João, seu artigo é muito inteligente e de muito bom gosto.
    Vc foi muito feliz na colocação desta questão.
    Parabéns.
    3
    Joao Carlos 07/10/2008
    Achei o artigo muito interessante
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast