Materialismo Prejudicial

Publicado em: 15/06/2008 |Comentário: 0 | Acessos: 17,922 |
MATERIALISMO PREJUDICIAL

“Não sobrecarregueis teus dias com preocupações desnecessárias, a fim de que não percas a oportunidade de viver com alegria.” (Chico Xavier).

A palavra materialismo sempre esteve em voga. Vem da junção da palavra material, acrescida do sufixo ismo. Tem uma vasta sinonímia essa palavra, e os materialistas estão sempre atrelados aos ditames religiosos. Pessoas muito apegadas às coisas do orbe em que vivemos são consideradas materialistas. Existem outros significados representando a vida voltada unicamente para os gozos e bens materiais. Na filosofia a materialidade mostra a tendência, atitude ou doutrina que admite, ou que a matéria, concebida segundo o desenvolvimento paralelo das ciências, ou que as chamadas condições concretas materiais, são suficientes para explicar todos os fenômenos que se apresentem à investigação, inclusive os fenômenos mentais, sociais ou históricos. O materialismo se afirma, sobretudo ante o problema da origem do mundo (que dispensa a criação divina e se explica em termos evolutivos), o problema ético (dele resultando moral hedonística), o problema psicológico (orientando a pesquisa no sentido de estabelecer as relações diretas entre os fenômenos psíquicos e as reações do organismo aos estímulos ambientais), e o problema do conhecimento (em que afirma a adequação da razão ao conhecimento do mundo, adequação que se evidencia pelo incessante progresso do conhecimento científico). Nesta acepção podemos delineá-la como idealismo. Existe uma variação ou classificação quando se fala de materialismo.
Ele pode ser o dialético tendo como doutrina fundamental do marxismo, cuja idéia central é que o mundo não pode ser considerado como um complexo de coisas acabadas, mas de processos, onde as coisas e os reflexos delas na consciência, e os conceitos, estão em incessante movimento, gerado pelas mudanças qualitativas que decorrem necessariamente do aumento de complicação quantitativa. Já no materialismo histórico a doutrina do marxismo que afirma que o modo de produção da vida material condiciona o conjunto de todos os processos da vida social, política e espiritual. No materialismo mecanicista. Filosoficamente falando é a doutrina que explica os fenômenos da natureza reduzindo-os a processos mecânicos, e, a processos que se explicam pelas leis do movimento dos corpos no espaço e por mudanças puramente quantitativas. Pode está ligado ao Positivismo de Augusto Comte. No Brasil ele esteve presente na época da Proclamação da República, destacando-se o coronel Benjamim Constant. “Segundo Comte, o ser humano é "total", isto é, uma realidade completa e o seu sistema deve se referir à totalidade humana: afetiva, intelectual e prática, individual e coletiva, etc. Comte concluiu - na obra "Sistema de Política Positiva" (1851-1854)- que deveria criar uma religião - pois, de seu ponto de vista, as religiões não se caracterizam pelo sobrenatural, mas pela busca da unidade moral humana.
Daí o surgimento de uma religião agnóstica ou sem deus, a Religião da Humanidade. Foi profundamente influenciado - pela figura de sua amada Clotilde de Vaux, e elaborou um sistema ético, centrado em diversos cultos da história da Humanidade. Os ensinamentos éticos são resumidos por acrósticos tais como: "Viver às Claras. “Viver para outrem”. O idealismo, a fenomenologia, marxismo, filosófico, dialético, o pseudomaterialismo, juntando-se ao existencialismo foram fortes em termos de materialidade. Na concepção de mundo A Ciência, ao se defrontar com um novo problema, busca solucioná-lo através de um método: o da experiência. O cientista observa, experimenta, faz hipóteses e tira conclusões. Confirmadas as conclusões, os fatos observados transformam-se em teoria. Por exemplo: há a hipótese de que o calor dilata os corpos. O cientista fará uma série de experiências, a fim de estabelecer os limites de tal hipótese. Depois, transforma-a em lei. Significa dizer que nas mesmas circunstâncias, as conclusões serão sempre as mesmas. O oposto ocorre no campo da filosofia, pois não existe uma concepção de mundo admitida por todos, como existe na Física, na Química, na Biologia. (Centro Espírita Ismael). Já em relação à religião podemos ver o seguinte: “Com efeito, uma religião é, em certo modo, uma concepção de mundo. Elas são em grande número e cada uma pretende estar na posse exclusiva da verdade.
“Somente essa mostra aos homens o caminho a seguir na vida e o meio de alcançar outra vida feliz depois da morte”. (Thalheimer, 1934, p.13) O caráter fundamental da religião pode ser assim definido: é um produto da fantasia, da inspiração, contrariamente à concepção do mundo moderno, que é um produto da ciência. A diferença entre ciência e religião pode ser visualizada da seguinte forma: suponha o fenômeno chuva. Para as religiões primitivas, havia o Deus da chuva ou o Deus do trovão. Quer dizer, uma força sobrenatural fazia trovejar e chover. A ciência busca as causas: o que faz chover e o que faz trovejar. E o que descobre faz parte das leis naturais. O materialismo deixa ou transforma o ser humano em egoísta, invejoso, quanto mais tem mais quer e esse quadro puramente material estava convivendo com ele todos os dias, quando relatamos fatos ligados a política, distribuição de bens, troca de favores entre outras mazelas que transforma o homem num animal irracional, esquecendo que em seu convívio estão seres iguais a ele, pessoas de sua família, amigos e seres do ciclo da sociedade em que vive. É difícil convencer o homem a uma mudança radical. O dinheiro, o poder sempre esteve no escalão mais alto do materialismo que inócua o homem deixando-lhe as expensas da maldita materialidade.
Dizer que os ateus são materialistas, não é bem assim, na realidade eles são agnósticos, visto que a sinonímia ateísta pode ser decifrada como (A e Téo) (a=procura e Téo, do grego theós, oû =Deus), está sempre à procura de Deus. O agnóstico não acredita na existência de Deus e é materialista desde pequenininho. Existem pessoas que pensem e defendem arduamente que Deus foi uma figura antropormofisada pelo homem. Acrescentando mais detalhes podemos dizer que o “materialismo” provém do latim materialis, aquilo que é feito de matéria. Possui como denominador comum - idéia de que a matéria é ou a substância, negando peremptoriamente o que seja supramaterial. A matéria é decisiva e está presente nos processos psicológicos históricos e sociais. Difundiu-se nas expressões “materialismo Histórico”, e dialético da doutrina de Marx (Maxista). Frederic Engels (1820 – 1895) criou o materialismo histórico para sinonimizar a doutrina econômica de Karl Marx (1818-1883), afirmando que Oe fatos econômicos, materiais sobre todos os aspectos, foi à causa que determinou todos os fenômenos sociais e históricos. Desenvolve a teoria marxista da evolução geral do Universo. Com isso, um homem imperfeito como nós joga a figura de Deus para escanteio. O dialético no plano das idéias comanda a evolução da matéria e da história. Ainda bem que esses mitos perniciosos foram derrubados, os paradigmas foram quebrados e estraçalhados e assim o homem pode se achegar a Deus ter Jesus como seu Mestre.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI E ACADÊMICO DA ALOMERCE



 

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 22 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ciencia-artigos/materialismo-prejudicial-450327.html

    Palavras-chave do artigo:

    materialismo

    ,

    filosofia

    ,

    religiao

    Comentar sobre o artigo

    André Leandro

    O Espiritismo é ou não uma religião? Esta pergunta não deveria ser um embate entre as pessoas religiosas ou não, principalmente entre os Espíritas ou seus detratores. Mas, se ainda o é; é pela falta de informação e reflexão mais profunda que o tema exige. Até porque, algumas pessoas pensam em religião como se fosse um clube, com bandeira, símbolos e regras à serem defendidos até a morte. Religião não é assim. Não é um ser tirando a vida de outro por discordar de sua crença.

    Por: André Leandrol Religião & Esoterismo> Religiãol 11/06/2012 lAcessos: 198
    Elizeu Vieira Moreira

    Sabemos que as onze reflexões filosóficas escritas por Karl Heinrich Marx (1818* 1883†), publicadas por volta de 1845 como Teses sobre Feuerbach, são muito importantes para o entendimento dos fundamentos filosóficos que repousam sobre a síntese das objetivações humanas conhecida como "práxis".

    Por: Elizeu Vieira Moreiral Educação> Ciêncial 27/12/2012 lAcessos: 58
    Edjar Dias de Vasconcelos

    No entanto, no mundo moderno, sobretudo, depois do racionalismo e do desenvolvimento da Filosofia Crítica de Kant, mais tarde com o materialismo histórico de Karl Marx, a introdução também do método dialético de Hegel, é mais perto do século XX, a formulação do pensamento de Nietzsche.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 19/02/2013 lAcessos: 28
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Filósofo nascido na Alemanha na cidade de Landshut, no começo da sua produção filosófica era eminentemente seguidor de Hegel, posteriormente passou a fazer parte do um grupo determinado de hegelianismo de esquerda.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 21/05/2013 lAcessos: 42

    Pensamos em Deus como indivíduo que escreveu dogmas em livros sagrados,... Mas talvez sua linguagem seja mais sutil e profunda, e através das leis da natureza, da beleza e da ordem do universo, dos processos quânticos, ele esteja se comunicando conosco, e vivificando a tudo e a todos, a todo o momento

    Por: Vinicius C. da Silval Ciênciasl 08/02/2010 lAcessos: 1,070 lComentário: 1
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A Europa passa viver a ideia defendida por Nietzsche um mundo sem Deus, fundamentado numa Filosofia solerte do indivíduo sozinho, fruto do liberalismo econômico, de certa forma abandonado quanto sua perspectiva de seu futuro existencial nesse mundo, na verdade o insignificado da própria existência.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 31/01/2013 lAcessos: 29

    Heisenberg, em "Física e Filosofia", propõe uma nova visão da natureza, na qual o materialismo é repensado como um modelo incompleto e paradoxal da realidade.

    Por: Vinicius C. da Silval Ciênciasl 18/09/2009 lAcessos: 182
    Edir Araujo

    Uma crônica exaltando o grande missionário cristão italiano Pietro Ubaldi, professor, escritor e filósofo. Seus grandes feitos. Sua vida no Brasil e todo o seu carisma e abnegação.

    Por: Edir Araujol Literatura> Crônicasl 14/05/2012 lAcessos: 47

    Estou disponibilizando duas aulas sobre o Marxismo. Esta é a primeira parte, e é um breve apanhado do pensamento marxista, dito de maneira popular, de modo a ser mais acessível e menos acadêmico.

    Por: Cláudio Antônio Arantes Pompeul Notícias & Sociedade> Polítical 24/10/2010 lAcessos: 244

    A presente investigação teve como finalidade, realizar uma análise acerca da Teoria das Representações Sociais (TRS) e sua possível aplicação no âmbito de pesquisas em educação. Tratou-se, assim, de um texto especificamente teórico e de pesquisa qualitativa, o qual teve como embasamento teórico os textos em teoria das representações sociais de Prado e Azevedo (2011), Rateau et al (2012), Mazzotti (1994) e, a técnica de investigação empregada foi bibliográfica e documental.

    Por: Carla Anne Marques Fariasl Educação> Ciêncial 28/09/2014

    Este trabalho teve como proposta de estudo os Hidrocarbonetos, através deles a matéria-prima do plástico a nafta que é um subproduto do petróleo. Para compreender de que são feitas as sacolas plásticas e se elas podem ser substituídas por outro material biodegradável, que não polua tanto o meio ambiente e conhecer alternativas contra o uso excessivo de sacolas de plástico no Brasil e demais países, realizou-se várias pesquisas bibliográficas com a contribuição de autores.

    Por: Carmeli Caetanol Educação> Ciêncial 20/09/2014
    Paulo Azze

    Explicações sobre a corrente elétrica alternada (CA), seus os componentes (ativos e reativos) e o seu cálculo de forma simplificada.

    Por: Paulo Azzel Educação> Ciêncial 15/09/2014
    Paulo Azze

    Aborda aspectos relacionados ao comprimento das resistências de chuveiros, atendendo uma dúvida de amigo sobre questões do ENAD.

    Por: Paulo Azzel Educação> Ciêncial 15/09/2014
    Luddy Travassos

    Os indivíduos que sofreram lesão no Sistema Nervoso Central, que comprometeram os neurônios motores, na coordenação dos impulsos, demasias dos reflexos, espasmos, alterações da fala e conduções, também podem ser apercebidas pelos familiares do paciente através de alterações comportamentais cotidianas desde a sudorese, anestesia labial, tremor de mãos e pés, e qualquer anomalia derivada de distúrbios de estresses ou demais descargas de tensão.

    Por: Luddy Travassosl Educação> Ciêncial 31/08/2014

    Sugestões com técnicas de estudo e leitura. Texto destinado a estudantes do ensino médio. pode ser aproveitado por todo leitor

    Por: NERI P. CARNEIROl Educação> Ciêncial 10/08/2014

    Ensinar as crianças a ler, a escrever e a se expressar de maneira competente na língua portuguesa é o grande desafio dos professores das quatro primeiras séries do Ensino Fundamental. Existem mudanças importantes sendo realizadas: vários Estados estão remodelando seus currículos e investe-se mais na atualização dos professores.

    Por: Lecy Aparecida Martinsl Educação> Ciêncial 28/07/2014 lAcessos: 32
    Milene Macedo

    O mundo e os seres vivos não são constituídos por substâncias puras, no dia a dia a maioria dos sólidos, líquidos e gases aos quais se conhece são formados por misturas. Essas são constituídas por duas ou mais substâncias, e estão presentes no cotidiano de um laboratório e de indústrias. As misturas podem ser classificadas de diversas maneiras, por exemplo, como heterogêneas ou homogêneas. Muitas vezes os componentes de uma mistura são aplicáveis apenas quando separados.

    Por: Milene Macedol Educação> Ciêncial 15/07/2014 lAcessos: 53

    Segundo Hammed (por Francisco do Espírito Santo Neto) a rigor, família é uma instituição social que compreende indivíduos ligados entre si por laços consanguíneos. A formação do grupo familiar tem como finalidade a educação, implicando, porém, outros fatores como amor, atenção, compreensão, coerência e, sobretudo, respeito à individualidade de cada componente do instinto doméstico. Uma expressão belíssima, esclarecedora, no entanto, vem se deformando nos dias atuais.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 25/09/2014

    Lágrimas são emoções materializadas que romperam bandeiras do corpo físico. Em realidade, representam os excessos de energia que necessitamos extravasar. Nem sempre são as mesmas fontes que determinam as lágrimas, pois variadas são as nascentes geradoras que as expelem através dos olhos. Em épocas de política o Brasil se transforma, e denotamos como são grandes os aparatos, que os candidatos fazem para chamar a atenção do eleitor. Festival de publicidades, bandeirolas são tremuladas pelo vento d

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatural 24/09/2014

    Ray Bradbury, escritor norte-americano, 1953 depois de Cristo, nos repassou essa lindeza, essa preciosidade que colocamos a disposição de quem gosta de auferir o que os grandes escritores colocam a nossa disposição. "O mundo está escuro e parece morto, feras e serpentes se escondem nas trevas… Então, tu apareces no horizonte… E a terra fica em festa. Os humanos se levantam do sono e partem para o trabalho. Ó sol, imagem do Criador, fogo inicial da Vida… Vamos colher, até o fim dos tempos,

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Ciênciasl 23/09/2014

    No suave mistério dos espaços, a Terra escura e triste se povoa e nos conduz. A esperança do homem que sofre todas as suas misérias, desesperanças e destemperanças, nos desertos de lágrimas da vida, desabafa, implora ao regaço divino de Jesus, que lhe dê mansuetude, alegria, prazer, trabalho e nada de ociosidade, e tão somente esperanças. Vislumbrando o exposto nas entrelinhas aprendemos que o ser humano por ser imperfeito, a cada dia que passa aumenta seu sofrimento no orbe terrestre.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 18/09/2014

    Por ser uma senhora de pura beleza só posso te enviar parabéns. A beleza está presente em muitas mulheres, no entanto, a beleza espiritual tem muito mais valia e engrandecem as aquinhoadas com esse dom. A beleza interior, aquela que vem do coração, vale mais do que a beleza conseguida através de produtos de beleza ou outros apetrechos para esse fim. Todas as flores do mundo valem menos do que a alegria de ter você a meu lado. Estou junto a ti, mas não por sua beleza externa, corporal ou facial

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 17/09/2014

    Alvitrei com meu amor para nós proclamarmos a felicidade, Explorei grandes atitudes de um ser Cireneico com paz e alegria, A bondade em meu coração seria como um bordão de raridade, Consciencialmente substanciado no amor ao próximo e não na revelia. Contributivo com amor a transmitir reguei tudo sem belicosidade… Deotropismo uma bela palavra que me imantou com imensa simpatia. Dileto amigo ajude-me a ultrapassar o caminho espinhoso com agilidade,

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 12/09/2014

    Encontrei meu amor mesmo com uma ânsia sem medidas. Na luta diária e nos entraves que nos envolvem esqueci que estava só… Nos olhares das pessoas indiscretas o mal se afigura como raios flamejantes. Não permita que o orgulho tome conta do seu ser, pois este mal afeta o amor e, consequentemente o coração. Eu posso afirmar de viva voz que ao te encontrar conheci por acaso, aliás, foi o acaso mais lindo da minha vida. Para se amar verdadeiramente hoje em dia, é preciso que o amor seja provado e sen

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 08/09/2014

    Antes mesmo do descobrimento do nosso país, ele já era habitado pelos silvícolas. Os estudiosos das civilizações antigas, pesquisadores, arqueólogos chegaram às descobertas pré-históricas, que foram executadas por meio de escavações e análises minuciosas, e, através, desses estudos calcularam que entre os anos 40 mil e 12 mil a.C., já existiam os povos nômades, caçadores e pescadores que usavam utensílios artesanais rudimentares, para as suas sobrevivências.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 25/08/2014
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast