Materialismo Prejudicial

Publicado em: 15/06/2008 |Comentário: 0 | Acessos: 17,932 |
MATERIALISMO PREJUDICIAL

“Não sobrecarregueis teus dias com preocupações desnecessárias, a fim de que não percas a oportunidade de viver com alegria.” (Chico Xavier).

A palavra materialismo sempre esteve em voga. Vem da junção da palavra material, acrescida do sufixo ismo. Tem uma vasta sinonímia essa palavra, e os materialistas estão sempre atrelados aos ditames religiosos. Pessoas muito apegadas às coisas do orbe em que vivemos são consideradas materialistas. Existem outros significados representando a vida voltada unicamente para os gozos e bens materiais. Na filosofia a materialidade mostra a tendência, atitude ou doutrina que admite, ou que a matéria, concebida segundo o desenvolvimento paralelo das ciências, ou que as chamadas condições concretas materiais, são suficientes para explicar todos os fenômenos que se apresentem à investigação, inclusive os fenômenos mentais, sociais ou históricos. O materialismo se afirma, sobretudo ante o problema da origem do mundo (que dispensa a criação divina e se explica em termos evolutivos), o problema ético (dele resultando moral hedonística), o problema psicológico (orientando a pesquisa no sentido de estabelecer as relações diretas entre os fenômenos psíquicos e as reações do organismo aos estímulos ambientais), e o problema do conhecimento (em que afirma a adequação da razão ao conhecimento do mundo, adequação que se evidencia pelo incessante progresso do conhecimento científico). Nesta acepção podemos delineá-la como idealismo. Existe uma variação ou classificação quando se fala de materialismo.
Ele pode ser o dialético tendo como doutrina fundamental do marxismo, cuja idéia central é que o mundo não pode ser considerado como um complexo de coisas acabadas, mas de processos, onde as coisas e os reflexos delas na consciência, e os conceitos, estão em incessante movimento, gerado pelas mudanças qualitativas que decorrem necessariamente do aumento de complicação quantitativa. Já no materialismo histórico a doutrina do marxismo que afirma que o modo de produção da vida material condiciona o conjunto de todos os processos da vida social, política e espiritual. No materialismo mecanicista. Filosoficamente falando é a doutrina que explica os fenômenos da natureza reduzindo-os a processos mecânicos, e, a processos que se explicam pelas leis do movimento dos corpos no espaço e por mudanças puramente quantitativas. Pode está ligado ao Positivismo de Augusto Comte. No Brasil ele esteve presente na época da Proclamação da República, destacando-se o coronel Benjamim Constant. “Segundo Comte, o ser humano é "total", isto é, uma realidade completa e o seu sistema deve se referir à totalidade humana: afetiva, intelectual e prática, individual e coletiva, etc. Comte concluiu - na obra "Sistema de Política Positiva" (1851-1854)- que deveria criar uma religião - pois, de seu ponto de vista, as religiões não se caracterizam pelo sobrenatural, mas pela busca da unidade moral humana.
Daí o surgimento de uma religião agnóstica ou sem deus, a Religião da Humanidade. Foi profundamente influenciado - pela figura de sua amada Clotilde de Vaux, e elaborou um sistema ético, centrado em diversos cultos da história da Humanidade. Os ensinamentos éticos são resumidos por acrósticos tais como: "Viver às Claras. “Viver para outrem”. O idealismo, a fenomenologia, marxismo, filosófico, dialético, o pseudomaterialismo, juntando-se ao existencialismo foram fortes em termos de materialidade. Na concepção de mundo A Ciência, ao se defrontar com um novo problema, busca solucioná-lo através de um método: o da experiência. O cientista observa, experimenta, faz hipóteses e tira conclusões. Confirmadas as conclusões, os fatos observados transformam-se em teoria. Por exemplo: há a hipótese de que o calor dilata os corpos. O cientista fará uma série de experiências, a fim de estabelecer os limites de tal hipótese. Depois, transforma-a em lei. Significa dizer que nas mesmas circunstâncias, as conclusões serão sempre as mesmas. O oposto ocorre no campo da filosofia, pois não existe uma concepção de mundo admitida por todos, como existe na Física, na Química, na Biologia. (Centro Espírita Ismael). Já em relação à religião podemos ver o seguinte: “Com efeito, uma religião é, em certo modo, uma concepção de mundo. Elas são em grande número e cada uma pretende estar na posse exclusiva da verdade.
“Somente essa mostra aos homens o caminho a seguir na vida e o meio de alcançar outra vida feliz depois da morte”. (Thalheimer, 1934, p.13) O caráter fundamental da religião pode ser assim definido: é um produto da fantasia, da inspiração, contrariamente à concepção do mundo moderno, que é um produto da ciência. A diferença entre ciência e religião pode ser visualizada da seguinte forma: suponha o fenômeno chuva. Para as religiões primitivas, havia o Deus da chuva ou o Deus do trovão. Quer dizer, uma força sobrenatural fazia trovejar e chover. A ciência busca as causas: o que faz chover e o que faz trovejar. E o que descobre faz parte das leis naturais. O materialismo deixa ou transforma o ser humano em egoísta, invejoso, quanto mais tem mais quer e esse quadro puramente material estava convivendo com ele todos os dias, quando relatamos fatos ligados a política, distribuição de bens, troca de favores entre outras mazelas que transforma o homem num animal irracional, esquecendo que em seu convívio estão seres iguais a ele, pessoas de sua família, amigos e seres do ciclo da sociedade em que vive. É difícil convencer o homem a uma mudança radical. O dinheiro, o poder sempre esteve no escalão mais alto do materialismo que inócua o homem deixando-lhe as expensas da maldita materialidade.
Dizer que os ateus são materialistas, não é bem assim, na realidade eles são agnósticos, visto que a sinonímia ateísta pode ser decifrada como (A e Téo) (a=procura e Téo, do grego theós, oû =Deus), está sempre à procura de Deus. O agnóstico não acredita na existência de Deus e é materialista desde pequenininho. Existem pessoas que pensem e defendem arduamente que Deus foi uma figura antropormofisada pelo homem. Acrescentando mais detalhes podemos dizer que o “materialismo” provém do latim materialis, aquilo que é feito de matéria. Possui como denominador comum - idéia de que a matéria é ou a substância, negando peremptoriamente o que seja supramaterial. A matéria é decisiva e está presente nos processos psicológicos históricos e sociais. Difundiu-se nas expressões “materialismo Histórico”, e dialético da doutrina de Marx (Maxista). Frederic Engels (1820 – 1895) criou o materialismo histórico para sinonimizar a doutrina econômica de Karl Marx (1818-1883), afirmando que Oe fatos econômicos, materiais sobre todos os aspectos, foi à causa que determinou todos os fenômenos sociais e históricos. Desenvolve a teoria marxista da evolução geral do Universo. Com isso, um homem imperfeito como nós joga a figura de Deus para escanteio. O dialético no plano das idéias comanda a evolução da matéria e da história. Ainda bem que esses mitos perniciosos foram derrubados, os paradigmas foram quebrados e estraçalhados e assim o homem pode se achegar a Deus ter Jesus como seu Mestre.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI E ACADÊMICO DA ALOMERCE



 

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 22 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ciencia-artigos/materialismo-prejudicial-450327.html

    Palavras-chave do artigo:

    materialismo

    ,

    filosofia

    ,

    religiao

    Comentar sobre o artigo

    André Leandro

    O Espiritismo é ou não uma religião? Esta pergunta não deveria ser um embate entre as pessoas religiosas ou não, principalmente entre os Espíritas ou seus detratores. Mas, se ainda o é; é pela falta de informação e reflexão mais profunda que o tema exige. Até porque, algumas pessoas pensam em religião como se fosse um clube, com bandeira, símbolos e regras à serem defendidos até a morte. Religião não é assim. Não é um ser tirando a vida de outro por discordar de sua crença.

    Por: André Leandrol Religião & Esoterismo> Religiãol 11/06/2012 lAcessos: 213
    Elizeu Vieira Moreira

    Sabemos que as onze reflexões filosóficas escritas por Karl Heinrich Marx (1818* 1883†), publicadas por volta de 1845 como Teses sobre Feuerbach, são muito importantes para o entendimento dos fundamentos filosóficos que repousam sobre a síntese das objetivações humanas conhecida como "práxis".

    Por: Elizeu Vieira Moreiral Educação> Ciêncial 27/12/2012 lAcessos: 68
    Edjar Dias de Vasconcelos

    No entanto, no mundo moderno, sobretudo, depois do racionalismo e do desenvolvimento da Filosofia Crítica de Kant, mais tarde com o materialismo histórico de Karl Marx, a introdução também do método dialético de Hegel, é mais perto do século XX, a formulação do pensamento de Nietzsche.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 19/02/2013 lAcessos: 34
    Edjar Dias de Vasconcelos

    Filósofo nascido na Alemanha na cidade de Landshut, no começo da sua produção filosófica era eminentemente seguidor de Hegel, posteriormente passou a fazer parte do um grupo determinado de hegelianismo de esquerda.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 21/05/2013 lAcessos: 53

    Pensamos em Deus como indivíduo que escreveu dogmas em livros sagrados,... Mas talvez sua linguagem seja mais sutil e profunda, e através das leis da natureza, da beleza e da ordem do universo, dos processos quânticos, ele esteja se comunicando conosco, e vivificando a tudo e a todos, a todo o momento

    Por: Vinicius C. da Silval Ciênciasl 08/02/2010 lAcessos: 1,093 lComentário: 1
    Edjar Dias de Vasconcelos

    A Europa passa viver a ideia defendida por Nietzsche um mundo sem Deus, fundamentado numa Filosofia solerte do indivíduo sozinho, fruto do liberalismo econômico, de certa forma abandonado quanto sua perspectiva de seu futuro existencial nesse mundo, na verdade o insignificado da própria existência.

    Por: Edjar Dias de Vasconcelosl Educação> Ensino Superiorl 31/01/2013 lAcessos: 33

    Heisenberg, em "Física e Filosofia", propõe uma nova visão da natureza, na qual o materialismo é repensado como um modelo incompleto e paradoxal da realidade.

    Por: Vinicius C. da Silval Ciênciasl 18/09/2009 lAcessos: 187
    Edir Araujo

    Uma crônica exaltando o grande missionário cristão italiano Pietro Ubaldi, professor, escritor e filósofo. Seus grandes feitos. Sua vida no Brasil e todo o seu carisma e abnegação.

    Por: Edir Araujol Literatura> Crônicasl 14/05/2012 lAcessos: 56

    Estou disponibilizando duas aulas sobre o Marxismo. Esta é a primeira parte, e é um breve apanhado do pensamento marxista, dito de maneira popular, de modo a ser mais acessível e menos acadêmico.

    Por: Cláudio Antônio Arantes Pompeul Notícias & Sociedade> Polítical 24/10/2010 lAcessos: 254
    Marcos Eli da Silva

    Nos dias atuas as redes de saneamento em perímetros urbanos por serem subterrâneas, e pouco visíveis aos olhos da população, são colocadas em segundo plano. Existem inúmeros cronogramas para pavimentação de ruas e avenidas, sem nenhuma rede de saneamento, muito menos de águas pluviais. Entretanto obras de saneamento com o tempo tornam-se indispensáveis para a população e vão gerar custos adicionais, ao serem realizadas melhoram o espaço urbano e a qualidade de vida das populações.

    Por: Marcos Eli da Silval Educação> Ciêncial 13/01/2015
    Marcos Eli da Silva

    RESUMO A degradação do meio ambiente é um fator que contribui para as alterações nos ecossistemas e ameaça a vida de espécies da fauna a e flora no planeta. Normalmente associa-se esse problema à ação do homem sobre a natureza. Para corrigir os estragos causados pela ação humana, os órgãos públicos costumam gastar centenas de bilhões de reais todo ano para recuperar áreas degradas por empreendimentos relacionados á mineração.

    Por: Marcos Eli da Silval Educação> Ciêncial 12/01/2015

    O presente texto fala sobre as diferentes classes de escolarização, assim como as dificuldades de ensinos, de aprendizados e as mudanças ao longo do tempo que a educação no país está sofrendo; também fala sobre as reformulações necessárias para melhorias no campo da educação, e desvalorização financeira e social do magistério.

    Por: Reginaldo Posol Educação> Ciêncial 16/12/2014 lAcessos: 13

    O projeto surgiu da necessidade de entendermos melhor sobre a cultura indígena Paresi. Em língua Portuguesa foram trabalhados durante o ano letivo os clássicos da literatura brasileira do autor José de Alencar. Os livros foram Iracema, O Guarani e Ubirajara Em geografia foram trabalhados os impacto que houve na cultura com a globalização . Envolvemos os alunos do 3º G para visitarmos a aldeia Paresi e pudemos constatar as mudanças que houve ao logo dos anos.

    Por: Sortineide Navarro Segural Educação> Ciêncial 05/12/2014

    Espera-se que este projeto possa contribuir para formação de cidadãos mais conscientes, e esperando que todos os segmentos sociais, governo, escola e comunidade possam empenhar na modificação de modelos sociais para que um homem novo possa emergir, mais autentico e integrado com os valores sociais.

    Por: SUELY CARDOSO FURLANl Educação> Ciêncial 03/12/2014 lAcessos: 16
    Andréia Camargo Fleck

    O artigo visa apresentar um breve relato sobre a realização da IV mostra de Ciência e Tecnologia realizada na Escola Estadual João Nepomuceno de Medeiros Mallet no município de nova xavantina – MT, onde foram oferecidos aos alunos palestras e oficinas com o Tema: Ser Humano, Ciência e Tecnologia para o desenvolvimento social, os trabalhos foram confeccionados pelos alunos de acordo com a oficina escolhida e apresentados numa exposição no dia 19 de novembro de 2014. Andreia Camargo Fleck

    Por: Andréia Camargo Fleckl Educação> Ciêncial 29/11/2014 lAcessos: 12
    Teresa Coutinho

    A palavra tempo pode referir-se a um período do definido com maior ou menor precisão, desde pouco tempo, que significa de breve duração, até o tempo dos faraós, que foi há três mil anos; pode igualmente designar uma duração contínua indefinida, tal como está expresso nos dicionários, no âmbito de qual todos os acontecimentos tiveram lugar, estão a ter lugar e irão ter lugar.

    Por: Teresa Coutinhol Educação> Ciêncial 29/11/2014 lAcessos: 11
    Eros Bazan

    Promover a interdisciplinaridade e a busca e troca de conhecimentos entre participantes da Feira no sentido de estimular o interesse pelo estudo das Ciências, da Cultura e das Artes; Incentivar a participação e a construção de em eventos de natureza cientifica; Motivar e envolver todos os alunos na realização de métodos experimentais e busca de respostas de todos os fenômenos naturais; Envolver os estudantes em atividades participativas, de natureza conceitual, reflexiva e prática.

    Por: Eros Bazanl Educação> Ciêncial 25/11/2014

    O que entendemos e o que se entende por Espírito? Segundo os teólogos e as grandes religiões, espírito é pela sua essência espiritual, um ser indefinido, abstrato, que não pode ter ação direta sobre a matéria, sendo-lhe indispensável um intermediário que é o envoltório fluídico, o qual, de certo modo; faz parte integrante dele. O que caracteriza essencialmente o espírito é a consciência, isto é, o eu, mediante o qual ele se distingue do que não está nele,...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 16/01/2015

    Os cientistas estudam há anos a formação do mundo, a origem do universo e como surgiu a vida na Terra. Temos a informar que segundo nossos estudos e conhecimentos viviam na Terra, seres estranhos, que mais se pareciam com macacos do que Homens, de modo que os estudiosos os chamam homens-macacos.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 16/01/2015

    A benevolência para com os semelhantes, fruto do amor ao próximo, produz a afabilidade e a doçura, que lhe são a manifestação. A dor é uma bênção que de Deus envia aos seus eleitos, não vos aflijais, pois, quando sofrerdes, mas bendizei, ao contrário, o Deus todo-poderoso que vos marcou pela dor neste mundo para a glória do céu. Tudo se resume em paciência e doçura, dois atributos que todo ser humano poderá enfrentar no orbe em que vivemos. Por incrível que pareça os dicionários quando se ...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 15/01/2015

    Ao iniciarmos esse artigo queremos definir o que seja religião. Uma palavra de derivação latina (religione) refere-se à crença na existência de uma força ou forças sobrenaturais, considerada(s) como criadora(s) do Universo, e que como tal deve(m) ser adorada(s) e obedecida(s). A manifestação de tal crença por meio de doutrina e ritual próprios, que envolvem, em geral, preceitos éticos. Virtude do homem que presta a Deus o culto que lhe é devido.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 13/01/2015

    A Pátria brasileira passa por momentos difíceis, dolorosos e preocupantes, no entanto, aqueles que se deixam iludir por fabulosas promessas, normalmente não cumpridas, continuam alheios aos problemas brasileiros. Existe uma necessidade premente de que os brasileiros neófitos em termos de política procurem estudar mais um pouquinho, no intuito, de aprender pelo menos onde começa o fio da meada.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 12/01/2015

    Uma pergunta de poder eminente, mas com escolho em virtude da nossa neofiticidade em termos de história, e pela deficiência de alguns em termos de etiologia, ou mesmo da etimologia das palavras. Na concepção mais usual, igreja significa templo cristão. Palavra que deriva do grego enklesía, assembleia de cidadãos, assembleia de fiéis, e do latim eclesia. Outras sinonímias estão assim delineadas: "autoridade eclesiástica, a comunidade dos cristãos, o conjunto de fiéis ligados pela mesma ...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 11/01/2015

    Uma expressão muito falada nos dias atuais, mas que poucas pessoas conhecem o seu significado, e qual a origem desse jargão. Um clichê popular muito usado no Brasil em muitas ocasiões e principalmente por professores e pessoas de uma cultura elevada. Segundo os ensinamentos da história da humanidade, por um espaço de aproximadamente 2000 anos, desde Abraão, ou, pelo menos, desde Moisés, praticou Israel a cerimônia do bode expiatório.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 09/01/2015

    "É necessário que eu diminua e o Cristo cresça." (João Batista - João, 3:30). Eis algumas respostas à indagação proposta: Antídoto de muitos males, formadora de novos hábitos, indicadora eficaz do encontro consigo mesmo. Ressarcimento perante a consciência, fornalha renovadora das densas energias de culpa

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Notícias & Sociedade> Cotidianol 05/01/2015
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast