Metodologia do ensino fundamental

Publicado em: 18/05/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 9,604 |

 

A metodologia de ensino procura apresentar roteiros para diferentes situações de didática, conforme a tendência/corrente pedagógica adotada pelos professores/instituições, de forma que o aluno se aproprie dos conhecimentos propostos e/ou apresente suas pesquisas e demais atividades pedagógicas.

A escola está organizada de forma a considerar uma seriação de conteúdos, geralmente do mais simples ao mais complexo trabalhando com diferentes conteúdos de forma interdisciplinar Cada disciplina trata das áreas do conhecimento em níveis de construção intelectual do estudante. Espera-se, neste contexto que todos os alunos aprendam as mesmas coisas e que isto ocorra em um mesmo tempo. Porém, sabemos pela nossa própria experiência e observação que isto não ocorre e, muitas vezes, a escola acaba por produzir o desempenho e o fracasso do aluno que não consegue adaptar-se a ela.

Dessa maneira, encontramos no projeto de metodologia as diferenças de interesses, de tempo, instiguem a curiosidade do aluno e permitam que professores e alunos de diferentes áreas atuem num mesmo objetivo, desenvolver a aprendizagem do aluno através da metodologia do ensino fundamental.

Ao propor uma metodologia de aprendizagem, bem como um conjunto de métodos e técnicas de aprendizagem, voltada para a utilização em grupos, com estratégias de desenvolvimento de competências e habilidades, requer que trabalhemos a aprendizagem e o desenvolvimento tanto pessoal quanto social. Sendo assim, o papel que o professor desempenha nesse processo é o de mediador da ação docente, enxergando o aluno como agente de sua aprendizagem.

É importante ressaltar que há diferenças no grau de liberdade de opção das técnicas a serem utilizados pelos processos metodológicos. Havendo um maior controle no 1º e 2º ciclo e maior liberdade nos demais ciclos de ensino, por parte da coordenação pedagógica ou coordenadora do projeto de metodologia do ensino fundamental.

 

 OBJETIVO GERAL

  • Tornar as aulas de metodologias do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, atrativas, significativas e interessantes. Trabalhando especificamente, por meio de atividades contextualizadas e interdisciplinares, utilizando os recursos áudio visuais, não só os produzidos e confeccionados como também, os tecnológicos.

 IMPORTÂNCIA DAS CIÊNCIAS, TECNOLOGIA e DEMAIS RECURSOS NA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS:

  • As ciências, como construção mental, podem promover o desenvolvimento intelectual das crianças;
  • Contribuem positivamente para o desenvolvimento de outras áreas, principalmente a língua e a matemática;
  • Favorecem uma melhor compreensão dos assuntos abordados em sala e demais ambientes;
  • Possibilitam uma forma de aprendizado mais significativo.
  • Do 1º ao 5º Ano, os alunos podem realmente adquirir um maior conhecimento dos conteúdos através do lúdico, envolvendo problemas interessantes que rodeiam em seu cotidiano.

 

JUSTIFICATIVA

      Ultimamente, há muitos discursos sobre a importância de se utilizar recursos audiovisuais em sala de aula, pois os alunos estão em busca da internet. Vídeo game, DVD entre outros, porque estão sempre "ligados" e habituados em um contexto em que a tecnologia computadorizada está em voga e o professor que não se adaptar, será "engolido" pela tecnologia, uma vez que a turma ficará desmotivada e indisciplinada.

        Atualmente o professor deve ser criativo e utilizar a tecnologia digital em seu dia-a-dia, com o intuito de tornar suas aulas mais instigantes e apreciativas, pois o professor que tem uma visão pedagógica inovadora, aberta e que pressupõe a participação dos alunos, pode utilizar ferramentas simples em suas aulas, motivando seus alunos, comunicando-se de forma prática, ensinando e aprendendo ludicamente.

Na era da informação, todos nós estamos reaprendendo a conhecer, comunicar, a ensinar e a aprender juntamente com seus alunos, o que torna a sala de aula, um espaço de troca de saberes. O fato é que, a soma entre tecnologias, recursos variados e informações abrem novas oportunidades de ensino e de aprendizagem. Não existe receita para o sucesso. Partindo-se deste ponto é visível a necessidade de adequações didáticas de ensino/aprendizagem que alcancem a tais expectativas, criando condições que permitam interconexões com o processo educacional e a evolução de recursos tecnológicos como meios para alcançar uma aprendizagem diferenciada e significativa.

          A partir da visão de mundo globalizado e comunicativo, ocorreram mudanças constantes na história da didática educativa, onde a mesma passou a necessitar de recursos que auxiliassem como ferramenta de estímulo no e do processo educacional passando a ser um diferencial no desenvolvimento das aulas e atividades curriculares.

        

RESULTADOS:

 

         Pretendemos obter um resultado mais eficiente e positivo, do trabalho do professor com a utilização dos diversos recursos audiovisuais oferecidos, esperando que também os alunos possam interagir com eles, tendo em vista a grande necessidade de um maior aperfeiçoamento da sua prática pedagógica em sala de aula e fora dela.

         Faz-se necessário em todos os momentos, retomar as práticas esquecidas ou buscar novos olhares para potencializar o ensino e aprendizagem dos alunos, uma vez que almejamos alcançar nossos índices, pois a reflexão da sua prática, planejamento e a inclusão dos recursos aprendidos, melhoram significativamente as suas atividades, levando em consideração o contexto, como e porque aplicá-las.

 

3- AVALIAÇÃO

          Os alunos serão avaliados de acordo com o interesse e participação no decorrer desenvolvimento das atividades desenvolvidas. Sendo, ao final de cada atividade ou exercício aplicado, necessário que o aluno realize as atividades propostas como forma de compreensão a avaliação da aprendizagem.

Na era da informação, todos nós estamos reaprendendo a conhecer, comunicar, a ensinar e a aprender juntamente com alunos, o que torna a sala de aula, um espaço de troca de saberes. O fato é que, a soma entre tecnologias, recursos variados e informações abrem novas oportunidades de ensino e de aprendizagem. Não existe receita para o sucesso. Partindo-se deste ponto é visível a necessidade de adequações didáticas de ensino/aprendizagem que alcancem a tais expectativas, criando condições que permitam interconexões com o processo educacional e a evolução de recursos tecnológicos como meios para alcançar uma aprendizagem diferenciada e significativa.

          A partir da visão de mundo globalizado e comunicativo, ocorreram mudanças constantes na história da didática educativa, onde a mesma passou a necessitar de recursos que auxiliassem como ferramenta de estímulo no e do processo educacional passando a ser um diferencial no desenvolvimento das aulas e atividades curriculares.

            

RESULTADOS:

 

         Pretendemos obter um resultado mais eficiente e positivo, do trabalho do professor com a utilização dos diversos recursos audiovisuais oferecidos, esperando que também os alunos possam interagir com eles, tendo em vista a grande necessidade de um maior aperfeiçoamento da sua prática pedagógica em sala de aula e fora dela.

         Faz-se necessário em todos os momentos, retomar as práticas esquecidas ou buscar novos olhares para potencializar o ensino e aprendizagem dos alunos, uma vez que almejamos alcançar nossos índices, pois a reflexão da sua prática, planejamento e a inclusão dos recursos aprendidos, melhoram significativamente as suas atividades, levando em consideração o contexto, como e porque aplicá-las.

 

3- AVALIAÇÃO

          Os alunos serão avaliados de acordo com o interesse e participação no decorrer do desenvolvimento das atividades desenvolvidas. Sendo, ao final de cada atividade ou exercício aplicado, necessário que o aluno realize as atividades propostas como forma de compreensão a avaliação da aprendizagem.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS;
LURIA, A.R. O desenvolvimento as escrita na criança. In Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo, Ícone/EDUSP, 1988.

BRITTO, Neyde Carneiro & MANATTA, Valdelice L. Bastos. Didática especial. São Paulo: Editora do Brasil, s.d.

 

FERREIRA, Oscar Manuel de Castro & SILVA JUNIOR, Plínio Dias da Silva. Recursos audiovisuais para o ensino.
São Paulo: EPU, 1995.  

LEITE, Lígia Silva. Tecnologia Educacional: descubra suas possibilidades na sala de aula. Petrópolis: Vozes, 2003.

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ciencia-artigos/metodologia-do-ensino-fundamental-4782532.html

    Palavras-chave do artigo:

    metodologia do ensino fundamental interdisciplinar

    Comentar sobre o artigo

    Trata-se de um estudo de caso onde os alunos buscavam informações na internet como referenciais bibliográficos na construção coletiva de conhecimento. O sujeito da pesquisa foi os educandos de uma turma da 8ª série do ensino fundamental numa escola da rede pública estadual que já vivenciam o uso do computador no seu cotidiano. Percebe-se que durante a pesquisa a função mediadora do professor foi fundamental na busca da leitura crítica dos referenciais disponíveis nos sites.

    Por: Neivaldo Oliveiral Educaçãol 16/03/2008 lAcessos: 3,467
    Marcelo Gomes González

    Como está expresso na fala de muitos autores, o Ensino Fundamental II é uma fase de transição, onde muitas culturas devem ser maturadas, e outras apresentadas. Nesse período o educando se encontra no momento da criação da sua identidade. Os PCNs defendem que a Educação Física deve utilizar, principalmente, da cultura corporal - a trazida pela criança e a apresentada para ela dentro do ambiente escolar - e da instigação à busca do conhecimento para que ela seja autônomo.

    Por: Marcelo Gomes Gonzálezl Educaçãol 17/10/2012 lAcessos: 374

    Este trabalho apresenta parte de um conjunto de estudos que atualmente vem sendo desenvolvido sobre o ensino de inglês no Município de Jacundá, localizado na PA 150, no sudeste do Estado do Pará. Desde o início da pesquisa sobre o processo de avaliação da aprendizagem da língua inglesa, com o objetivo de analisar o ensino de inglês na Escola Municipal de Ensino Fundamental Teotônio Apinagés e verificar se o mesmo tem contribuído para a formação de seus alunos, qual é a concepção de aprendizagem

    Por: Eraldo Pereira Madeirol Educação> Línguasl 22/09/2010 lAcessos: 1,119
    Elieuza Santos

    RESUMO: Este estudo de caso é uma avaliação psicopedagógica, como critério avaliativo de conclusão do curso de Pós-Graduação em Psicopedagogia Institucional e Clínica. A metodologia deste trabalho está fundamentada na Epistemologia Convergente de Jorge Visca, na qual todo o processo diagnóstico é estruturado na dinâmica de interação entre o cognitivo e o afetivo do sujeito, espaço onde se estabelece os vínculos que este constrói, ou não com o objeto do conhecimento.

    Por: Elieuza Santosl Educaçãol 27/09/2012 lAcessos: 393

    A Avaliação Global divide-se em: AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL; AVALIAÇÃO DO PROFESSOR; AUTO-AVALIAÇÃO DO ALUNO; AVALIAÇÃO INTERDISCIPLINAR, AVALIAÇÃO EXTENSIVA E RECUPERAÇÃO CONTÍNUA. Tendo por objetivo dar nota ao aluno por completo, tanto em seu aspecto Intelectual como Comportamental (conhecimento e ações) e (sala de aula - coletividade); e, não é somente o professor, o único avaliador, e sim, todos os atores escolares, a responsabilidade de avaliar o aluno globalmente, bem como o próprio aluno.

    Por: ADALBERTO ALABARCEl Educação> Ensino Superiorl 12/11/2011 lAcessos: 503
    Clecia Pacheco

    O presente trabalho busca fazer uma demonstração dos aspectos teóricos da avaliação no processo de ensino e aprendizagem, destacando sua evolução ao longo dos tempos, o fator nota na avaliação, os princípios básicos e finalidades da avaliação, bem como as suas funções no processo de ensino e aprendizagem.

    Por: Clecia Pachecol Educação> Ensino Superiorl 12/10/2010 lAcessos: 6,410
    Silmara Marcela Dobjenski

    Segundo Pimenta, não basta produzir conhecimento, mas é preciso produzir as condições de produção de conhecimento. Ou seja, conhecer significa estar consciente do poder do conhecimento para a produção da vida material, social e existencial da humanidade. A partir de então, Pimenta salienta a necessidade da relação entre teoria e prática, no contexto do curso de Formação de Docentes, fato que auxilia na compreensão da realidade, servindo assim de referência em pesquisas futuras...

    Por: Silmara Marcela Dobjenskil Educação> Ciêncial 13/07/2012 lAcessos: 460
    Ribamar Pinho

    Língua Portuguesa: O Ensino de Gramática em uma perspectiva Textual, aborda a importância do papel da gramática, em especial na escola, a qual tem sido, muitas das vezes, apegado às regras da gramática normativa. O ensino da gramática apresenta constante problemas, tanto no ensino fundamental quanto no ensino médio, por se tratar de um ensino muito complexo, que visa o desenvolvimento do educando. A gramática é considerada para os brasileiros, o manual da Língua Portuguesa.

    Por: Ribamar Pinhol Educação> Línguasl 05/07/2011 lAcessos: 3,619
    Rosilene Coimbra Costa Pinto

    É notória a crise pela qual a educação vem passando nos dias atuais: professores descontentes, alunos desmotivados, pais preocupados. No entanto, acredita-se que para uma possível melhora deste quadro se faz necessário, além da formação contínua dos professores, a introdução da ludicidade como subsídio no processo de construção do conhecimento cognitivo, físico, social e psicomotor, desenvolvendo nos educandos o prazer ao construir o próprio aprendizado de forma mais atraente e estimuladora.

    Por: Rosilene Coimbra Costa Pintol Educação> Educação Infantill 02/03/2012 lAcessos: 4,424
    Luana Souza

    O presente artigo vislumbra apresentar discussões e esclarecimentos sobre a teoria das representações sociais, sua relevância enquanto instrumento de pesquisa, principalmente, no campo educacional. Para tanto, fundamenta-se teoricamente sob a égide de MOSCOVICI (2013), SOUSA et all (2012), GUARESCHI (1996), apresentando breve conceituação e argumentos que tornam relevantes sua compreensão em contexto educacional.

    Por: Luana Souzal Educação> Ciêncial 18/10/2014

    A presente investigação teve como finalidade, realizar uma análise acerca da Teoria das Representações Sociais (TRS) e sua possível aplicação no âmbito de pesquisas em educação. Tratou-se, assim, de um texto especificamente teórico e de pesquisa qualitativa, o qual teve como embasamento teórico os textos em teoria das representações sociais de Prado e Azevedo (2011), Rateau et al (2012), Mazzotti (1994) e, a técnica de investigação empregada foi bibliográfica e documental.

    Por: Carla Anne Marques Fariasl Educação> Ciêncial 28/09/2014 lAcessos: 15

    Este trabalho teve como proposta de estudo os Hidrocarbonetos, através deles a matéria-prima do plástico a nafta que é um subproduto do petróleo. Para compreender de que são feitas as sacolas plásticas e se elas podem ser substituídas por outro material biodegradável, que não polua tanto o meio ambiente e conhecer alternativas contra o uso excessivo de sacolas de plástico no Brasil e demais países, realizou-se várias pesquisas bibliográficas com a contribuição de autores.

    Por: Carmeli Caetanol Educação> Ciêncial 20/09/2014
    Paulo Azze

    Explicações sobre a corrente elétrica alternada (CA), seus os componentes (ativos e reativos) e o seu cálculo de forma simplificada.

    Por: Paulo Azzel Educação> Ciêncial 15/09/2014 lAcessos: 11
    Paulo Azze

    Aborda aspectos relacionados ao comprimento das resistências de chuveiros, atendendo uma dúvida de amigo sobre questões do ENAD.

    Por: Paulo Azzel Educação> Ciêncial 15/09/2014
    Zilda Ap. S. Guerrero

    Atualmente a cidade de São Paulo passa por uma das piores crises de falta de água, todos os dias em diversos jornais do país, o mesmo jargão em torno da questão do consumo consciente da água é abordado de diversas chamadas à população. Sendo assim, urge a necessidade de orientar e conscientizar as crianças e a população em geral para o problema social que estamos enfrentando na cidade de São Paulo, e no mundo.

    Por: Zilda Ap. S. Guerrerol Educação> Ciêncial 10/09/2014
    Luddy Travassos

    Os indivíduos que sofreram lesão no Sistema Nervoso Central, que comprometeram os neurônios motores, na coordenação dos impulsos, demasias dos reflexos, espasmos, alterações da fala e conduções, também podem ser apercebidas pelos familiares do paciente através de alterações comportamentais cotidianas desde a sudorese, anestesia labial, tremor de mãos e pés, e qualquer anomalia derivada de distúrbios de estresses ou demais descargas de tensão.

    Por: Luddy Travassosl Educação> Ciêncial 31/08/2014 lAcessos: 11

    Sugestões com técnicas de estudo e leitura. Texto destinado a estudantes do ensino médio. pode ser aproveitado por todo leitor

    Por: NERI P. CARNEIROl Educação> Ciêncial 10/08/2014 lAcessos: 15
    Marineide Pinheiro dos Santos

    A lei nº 12.112, conhecida como a Nova Lei do Inquilinato, sancionada pelo Presidente Lula em 9 de dezembro de 2009, altera substancialmente a Lei nº 8.245/91, a conhecida Lei do Inquilinato. A nova lei entrará em vigor 45 dias após a sua publicação, que ocorreu no dia 10 de dezembro de 2009, quer seja, 25 de janeiro de 2010, nos termos do art. 1º da Lei de Introdução ao Código Civil. Trouxe várias alterações.

    Por: Marineide Pinheiro dos Santosl Direito> Legislaçãol 18/07/2013 lAcessos: 41
    Marineide Pinheiro dos Santos

    O artigo analisa a constituição histórica da cultura como objeto das ciências sociais, em termos de cultura popular, cultura de massa, compara os processos da sociologia segundo seus diferentes contextos nacionais ou regionais, abordando os modos como a disciplina torna-se autônoma por meio da especialização de tarefas em concorrência com outras disciplinas. A retomada da unidade interpretativa e uma revisão conceitual para a abordagem dos "objetos globais" e definidos como os principais desafio

    Por: Marineide Pinheiro dos Santosl Educação> Ensino Superiorl 18/07/2013 lAcessos: 60
    Marineide Pinheiro dos Santos

    Este artigo pretende esclarecer o sentido de ética abordando o seu significado filosófico, a ética na conduta humana até a sua importância na vida profissional. Questionamentos comuns como: O que é ética? O que são virtudes? E qual a importância da ética na vida profissional? Será respondida de maneiras simples e de fácil compreensão no decorrer deste artigo.

    Por: Marineide Pinheiro dos Santosl Carreira> Recursos Humanosl 08/04/2013 lAcessos: 62
    Marineide Pinheiro dos Santos

    Desenvolver a aprendizagem dos alunos da 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental Através de pratica de leitura, trazendo atividades culturais interdisciplinar, buscando conhecimento social e cultural.Os conteúdos interdisciplinares podem ser trabalhados com vários temas dentro do contexto escolar.

    Por: Marineide Pinheiro dos Santosl Literatura> Poesial 21/11/2012 lAcessos: 36
    Marineide Pinheiro dos Santos

    É importante considerar que, a respeito da divisão pedagógica da lei entre os conceitos mais restritos da criança e do adolescente, o principio da norma que busca a proteção de pessoa em formação nos leva a atribuição de pessoa em formação nos leva atribuir a condição especial,é também nesta fase que pode trazer frutos para toda uma sociedade.

    Por: Marineide Pinheiro dos Santosl Educação> Educação Infantill 17/05/2011 lAcessos: 2,689
    Marineide Pinheiro dos Santos

    Sexualidade é necessidade de receber e expressar afeto e contato, que todas as pessoas têm e que traz sensações prazerosas e gostosas para cada um. Assim, sexualidade não é apenas sexo, é o toque, o abraço, o gesto, a palavra que transmite prazer entre pessoas e que temos desde antes de nascer, na barriga da mãe, quando bebês e durante toda a vida.

    Por: Marineide Pinheiro dos Santosl Educação> Ciêncial 26/11/2010 lAcessos: 1,227
    Marineide Pinheiro dos Santos

    A administração é excessivamente burocrática e controladora privilegiando a uniformidade, disciplina e homogeneidade dificultando qualquer gesto de criatividade ou incorpora práticas de programas empresariais de qualidade total. Segundo, a falta de formação ética e política dos gestores eleitos privilegiam interesses privados em detrimento dos coletivos e públicos. Terceiro, a confusão estabelecida pelo pragmatismo das políticas neoliberais de privatização no setor administrativo público.

    Por: Marineide Pinheiro dos Santosl Educação> Ensino Superiorl 26/11/2010 lAcessos: 238 lComentário: 1
    Marineide Pinheiro dos Santos

    O processo de aprendizagem é pessoal, sendo resultado de construção e experiências passadas que influenciam as aprendizagens futuras. Dessa forma a aprendizagem numa perspectiva cognitivo-construtivista é como uma construção pessoal resultante de um processo experimental, interior à pessoa e que se manifesta por uma modificação de comportamento.

    Por: Marineide Pinheiro dos Santosl Educação> Ciêncial 26/11/2010 lAcessos: 260
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast