Metodologia do ensino fundamental

18/05/2011 • Por • 10,458 Acessos

 

A metodologia de ensino procura apresentar roteiros para diferentes situações de didática, conforme a tendência/corrente pedagógica adotada pelos professores/instituições, de forma que o aluno se aproprie dos conhecimentos propostos e/ou apresente suas pesquisas e demais atividades pedagógicas.

A escola está organizada de forma a considerar uma seriação de conteúdos, geralmente do mais simples ao mais complexo trabalhando com diferentes conteúdos de forma interdisciplinar Cada disciplina trata das áreas do conhecimento em níveis de construção intelectual do estudante. Espera-se, neste contexto que todos os alunos aprendam as mesmas coisas e que isto ocorra em um mesmo tempo. Porém, sabemos pela nossa própria experiência e observação que isto não ocorre e, muitas vezes, a escola acaba por produzir o desempenho e o fracasso do aluno que não consegue adaptar-se a ela.

Dessa maneira, encontramos no projeto de metodologia as diferenças de interesses, de tempo, instiguem a curiosidade do aluno e permitam que professores e alunos de diferentes áreas atuem num mesmo objetivo, desenvolver a aprendizagem do aluno através da metodologia do ensino fundamental.

Ao propor uma metodologia de aprendizagem, bem como um conjunto de métodos e técnicas de aprendizagem, voltada para a utilização em grupos, com estratégias de desenvolvimento de competências e habilidades, requer que trabalhemos a aprendizagem e o desenvolvimento tanto pessoal quanto social. Sendo assim, o papel que o professor desempenha nesse processo é o de mediador da ação docente, enxergando o aluno como agente de sua aprendizagem.

É importante ressaltar que há diferenças no grau de liberdade de opção das técnicas a serem utilizados pelos processos metodológicos. Havendo um maior controle no 1º e 2º ciclo e maior liberdade nos demais ciclos de ensino, por parte da coordenação pedagógica ou coordenadora do projeto de metodologia do ensino fundamental.

 

 OBJETIVO GERAL

  • Tornar as aulas de metodologias do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, atrativas, significativas e interessantes. Trabalhando especificamente, por meio de atividades contextualizadas e interdisciplinares, utilizando os recursos áudio visuais, não só os produzidos e confeccionados como também, os tecnológicos.

 IMPORTÂNCIA DAS CIÊNCIAS, TECNOLOGIA e DEMAIS RECURSOS NA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS:

  • As ciências, como construção mental, podem promover o desenvolvimento intelectual das crianças;
  • Contribuem positivamente para o desenvolvimento de outras áreas, principalmente a língua e a matemática;
  • Favorecem uma melhor compreensão dos assuntos abordados em sala e demais ambientes;
  • Possibilitam uma forma de aprendizado mais significativo.
  • Do 1º ao 5º Ano, os alunos podem realmente adquirir um maior conhecimento dos conteúdos através do lúdico, envolvendo problemas interessantes que rodeiam em seu cotidiano.

 

JUSTIFICATIVA

      Ultimamente, há muitos discursos sobre a importância de se utilizar recursos audiovisuais em sala de aula, pois os alunos estão em busca da internet. Vídeo game, DVD entre outros, porque estão sempre "ligados" e habituados em um contexto em que a tecnologia computadorizada está em voga e o professor que não se adaptar, será "engolido" pela tecnologia, uma vez que a turma ficará desmotivada e indisciplinada.

        Atualmente o professor deve ser criativo e utilizar a tecnologia digital em seu dia-a-dia, com o intuito de tornar suas aulas mais instigantes e apreciativas, pois o professor que tem uma visão pedagógica inovadora, aberta e que pressupõe a participação dos alunos, pode utilizar ferramentas simples em suas aulas, motivando seus alunos, comunicando-se de forma prática, ensinando e aprendendo ludicamente.

Na era da informação, todos nós estamos reaprendendo a conhecer, comunicar, a ensinar e a aprender juntamente com seus alunos, o que torna a sala de aula, um espaço de troca de saberes. O fato é que, a soma entre tecnologias, recursos variados e informações abrem novas oportunidades de ensino e de aprendizagem. Não existe receita para o sucesso. Partindo-se deste ponto é visível a necessidade de adequações didáticas de ensino/aprendizagem que alcancem a tais expectativas, criando condições que permitam interconexões com o processo educacional e a evolução de recursos tecnológicos como meios para alcançar uma aprendizagem diferenciada e significativa.

          A partir da visão de mundo globalizado e comunicativo, ocorreram mudanças constantes na história da didática educativa, onde a mesma passou a necessitar de recursos que auxiliassem como ferramenta de estímulo no e do processo educacional passando a ser um diferencial no desenvolvimento das aulas e atividades curriculares.

        

RESULTADOS:

 

         Pretendemos obter um resultado mais eficiente e positivo, do trabalho do professor com a utilização dos diversos recursos audiovisuais oferecidos, esperando que também os alunos possam interagir com eles, tendo em vista a grande necessidade de um maior aperfeiçoamento da sua prática pedagógica em sala de aula e fora dela.

         Faz-se necessário em todos os momentos, retomar as práticas esquecidas ou buscar novos olhares para potencializar o ensino e aprendizagem dos alunos, uma vez que almejamos alcançar nossos índices, pois a reflexão da sua prática, planejamento e a inclusão dos recursos aprendidos, melhoram significativamente as suas atividades, levando em consideração o contexto, como e porque aplicá-las.

 

3- AVALIAÇÃO

          Os alunos serão avaliados de acordo com o interesse e participação no decorrer desenvolvimento das atividades desenvolvidas. Sendo, ao final de cada atividade ou exercício aplicado, necessário que o aluno realize as atividades propostas como forma de compreensão a avaliação da aprendizagem.

Na era da informação, todos nós estamos reaprendendo a conhecer, comunicar, a ensinar e a aprender juntamente com alunos, o que torna a sala de aula, um espaço de troca de saberes. O fato é que, a soma entre tecnologias, recursos variados e informações abrem novas oportunidades de ensino e de aprendizagem. Não existe receita para o sucesso. Partindo-se deste ponto é visível a necessidade de adequações didáticas de ensino/aprendizagem que alcancem a tais expectativas, criando condições que permitam interconexões com o processo educacional e a evolução de recursos tecnológicos como meios para alcançar uma aprendizagem diferenciada e significativa.

          A partir da visão de mundo globalizado e comunicativo, ocorreram mudanças constantes na história da didática educativa, onde a mesma passou a necessitar de recursos que auxiliassem como ferramenta de estímulo no e do processo educacional passando a ser um diferencial no desenvolvimento das aulas e atividades curriculares.

            

RESULTADOS:

 

         Pretendemos obter um resultado mais eficiente e positivo, do trabalho do professor com a utilização dos diversos recursos audiovisuais oferecidos, esperando que também os alunos possam interagir com eles, tendo em vista a grande necessidade de um maior aperfeiçoamento da sua prática pedagógica em sala de aula e fora dela.

         Faz-se necessário em todos os momentos, retomar as práticas esquecidas ou buscar novos olhares para potencializar o ensino e aprendizagem dos alunos, uma vez que almejamos alcançar nossos índices, pois a reflexão da sua prática, planejamento e a inclusão dos recursos aprendidos, melhoram significativamente as suas atividades, levando em consideração o contexto, como e porque aplicá-las.

 

3- AVALIAÇÃO

          Os alunos serão avaliados de acordo com o interesse e participação no decorrer do desenvolvimento das atividades desenvolvidas. Sendo, ao final de cada atividade ou exercício aplicado, necessário que o aluno realize as atividades propostas como forma de compreensão a avaliação da aprendizagem.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS;
LURIA, A.R. O desenvolvimento as escrita na criança. In Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo, Ícone/EDUSP, 1988.

BRITTO, Neyde Carneiro & MANATTA, Valdelice L. Bastos. Didática especial. São Paulo: Editora do Brasil, s.d.

 

FERREIRA, Oscar Manuel de Castro & SILVA JUNIOR, Plínio Dias da Silva. Recursos audiovisuais para o ensino.
São Paulo: EPU, 1995.  

LEITE, Lígia Silva. Tecnologia Educacional: descubra suas possibilidades na sala de aula. Petrópolis: Vozes, 2003.

 

 

Perfil do Autor

Marineide Pinheiro dos Santos

Santos Marineide, Pedagoga formada pela UNOPAR-Universidade do Norte do Paraná. Pós Graduada em Gestão; Supervisão e Orientação. Formada pela UNIOURO-Universidade de Ouro Preto do Oeste- Estado de Rondônia.Professora e Coordenadora de Projetos Sociais.