O desequilibrio Ambiental

Publicado em: 07/11/2010 |Comentário: 4 | Acessos: 6,031 |

AGENTES DO DESEQUILÍBRIO

A escalada do progresso técnico humano pode ser medida pelo seu poder de controlar e transformar a natureza. Quanto mais rápido o desenvolvimento tecnológico, maior o ritmo de alterações provocadas no meio ambiente. Cada nova fonte de energia dominada pelo homem produz determinado tipo de desequilíbrio ambiental e de poluição. A invenção da máquina a vapor, por exemplo, aumenta a procura pelo carvão e acelera o ritmo de desmatamento. A destilação do petróleo multiplica a emissão de gás carbônico e outros gases na atmosfera. Com a petroquímica, surgem novas matérias-primas e substâncias não-biodegradáveis, como alguns plásticos.

Crescimento populacional – O aumento da população mundial ao longo da história exige áreas cada vez maiores para a produção de alimentos e técnicas de cultivo que aumentem a produtividade da terra. Florestas cedem lugar a lavouras e criações, espécies animais e vegetais são domesticadas, muitas extintas e outras, ao perderem seus predadores naturais, multiplicam-se aceleradamente. Produtos químicos não-biodegradáveis, usados para aumentar a produtividade e evitar predadores nas lavouras, matam microrganismos decompositores, insetos e aves, reduzem a fertilidade da terra, poluem os rios e águas subterrâneas e contaminam os alimentos. A urbanização multiplica esses fatores de desequilíbrio. A grande cidade usa os recursos naturais em escala concentrada, quebra as cadeias naturais de reprodução desses recursos e reduz a capacidade da natureza de construir novas situações de equilíbrio.

Economia do desperdício – O estilo de desenvolvimento econômico atual estimula o desperdício. Automóveis, eletrodomésticos, roupas e demais utilidades são planejados para durar pouco. O apelo ao consumo multiplica a extração de recursos naturais: embalagens sofisticadas e produtos descartáveis não-recicláveis nem biodegradáveis aumentam a quantidade de lixo no meio ambiente. A diferença de riqueza entre as nações contribui para o desequilíbrio ambiental. Nos países pobres, o ritmo de crescimento demográfico e de urbanização não é acompanhado pela expansão da infra-estrutura, principalmente da rede de saneamento básico. Uma boa parcela dos dejetos humanos e do lixo urbano e industrial é lançada sem tratamento na atmosfera, nas águas ou no solo. A necessidade de aumentar as exportações para sustentar o desenvolvimento interno estimula tanto a extração dos recursos minerais como a expansão da agricultura sobre novas áreas. Cresce o desmatamento e a superexploração da terra.

Lixo – Acúmulo de detritos domésticos e industriais não-biodegradáveis na atmosfera, no solo, subsolo e nas águas continentais e marítimas provoca danos ao meio ambiente e doenças nos seres humanos. As substâncias não-biodegradáveis estão presentes em plásticos, produtos de limpeza, tintas e solventes, pesticidas e componentes de produtos eletroeletrônicos. As fraldas descartáveis demoram mais de cinqüenta anos para se decompor, e os plásticos levam de quatro a cinco séculos. Ao longo do tempo, os mares, oceanos e manguezais vêm servindo de depósito para esses resíduos.

Resíduos radiativos – Entre todas as formas de lixo, os resíduos radiativos são os mais perigosos. Substâncias radiativas são usadas como combustível em usinas atômicas de geração de energia elétrica, em motores de submarinos nucleares e em equipamentos médico-hospitalares. Mesmo depois de esgotarem sua capacidade como combustível, não podem ser destruídas e permanecem em atividade durante milhares e até milhões de anos. Despejos no mar e na atmosfera são proibidos desde 1983, mas até hoje não existem formas absolutamente seguras de armazenar essas substâncias. As mais recomendadas são tambores ou recipientes impermeáveis de concreto, à prova de radiação, que devem ser enterrados em áreas geologicamente estáveis. Essas precauções, no entanto, nem sempre são cumpridas e os vazamentos são freqüentes. Em contato com o meio ambiente, as substâncias radiativas interferem diretamente nos átomos e moléculas que formam os tecidos vivos, provocam alterações genéticas e câncer.

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 10 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ciencia-artigos/o-desequilibrio-ambiental-3623345.html

    Palavras-chave do artigo:

    jose carlos marin

    Comentar sobre o artigo

    Alvaro Posselt

    Breve biografia e obras do autor José Marins é paranaense de Jandaia do Sul, mas se criou em Umuarama, noroeste do estado. Veio para Curitiba quando tinha 18 anos e mora na cidade há 35 anos. "Curitibanizou-se", criou raízes e asas, onde das asas só possui agora o coto, pois diz ser uma pessoa caseira, um provinciano que não gosta da metropolização de Curitiba e se sente esmagado pela explosão demográfica, porém, brinca o haicaísta, busca o universo em sua aldeia. É casado com uma curitibana e tem um filho.

    Por: Alvaro Posseltl Literatura> Poesial 04/09/2009 lAcessos: 253
    José Flávio Santos de Carvalho

    Lesão sofrida por Neymar e comentários sobre os jogos da semifinal da Copa.

    Por: José Flávio Santos de Carvalhol Esporte> Futeboll 05/07/2014 lAcessos: 14

    Este artigo fala sobre os fatores que influenciam as dificuldades de aprendizagem, buscando compreender a interferência do sistema escolar, familiar e socioeconômico nos problemas de aprendizagem. A importância de pesquisar tal assunto estar em aprofundar o conhecimento sobre as dificuldades de aprendizagem, assim como ampliar a visão a partir da literatura sobre o tema, proporcionando entendimento das representações e compreensão sobre os problemas de aprendizagem.

    Por: Daniel Soaresl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 26/08/2014 lAcessos: 44
    RICHARD E. S. D'AVILA

    Esta obra aborda a idéia da inversão da sociedade atual, onde depois depois de sua leitura, ou frente a suas reflexões tendemos a enchergar nossa crise de identidade.Nossa "Deusa" publicidade se encarrega de seduzir corpos e almas em nome de um sistema econômico o capitalismo, que em sua sede desmedida torna-se globalização, do desesperol.

    Por: RICHARD E. S. D'AVILAl Educaçãol 27/06/2010 lAcessos: 728
    Lidiane Moreira

    Mostra de cinema realizada a quatro anos em Miracema, interior do Tocantins. A mostra é de livre temática, e será realizado entre os dias 23, 24 e 25 de julho de 2009. Os vídeos de realizadores de todo o Brasil serão exibidos em programação definida, amplamente divulgada e aberta ao público.

    Por: Lidiane Moreiral Arte& Entretenimentol 30/06/2009 lAcessos: 300
    Neusa Amorim

    RESUMO A presente monografia teve como propósito conhecer e analisar a prática pedagógica desenvolvida no ambiente hospitalar e a atuação do Pedagogo numa ala pediátrica do Hospital de Base Ari Pinheiro, localizado no município de Porto Velho-RO, suas dificuldades e os demais aspectos de sua atuação. A presente pesquisa percorreu caminhos já trilhados por alguns autores como Fonseca (2003); Justi; Fonseca; Souza (2011); Mattos; Mugiatti (2008); entre outros, os quais foram utilizados para fund

    Por: Neusa Amoriml Educação> Ensino Superiorl 26/08/2011 lAcessos: 1,848
    josé carlos marin

    O conteúdo de Biologia sobre o cerrado em Porto Estrela , precisa ser trabalhado de forma concreta para que os alunos entendam o conceito e possam identificar o bioma. Quero proporcionar uma aula diferente, significativa, mas que permite aos alunos a experimentação, a constatação e o desenvolvimento da consciência de preservação do cerrado em nosso municipio .

    Por: josé carlos marinl Educação> Ciêncial 09/11/2010 lAcessos: 193
    josé carlos marin

    O princípio da evolução postula que as espécies que habitaram e habitam o nosso planeta

    Por: josé carlos marinl Educação> Ciêncial 07/11/2010 lAcessos: 548

    ENQUANTO, POR EFEITO DE LEIS E COSTUMES, HOUVER PROSCRIÇÃO SOCIAL, FORÇANDO A EXISTÊNCIA, EM PLENA CIVILIZAÇÃO DE VERDADEIROS INFERNOS, E DESVIRTUANDO, POR HUMANA FATALIDADE, UM DESTINO POR NATUREZA DIVINO; ENQUANTO OS TR5ES PROBLEMAS DO SÉCULO, - A DEGRADAÇÃO DO HOMEM, PELO PROLETARIADO, PROSTITUIÇÃO DA MULHER PELA A FOME, E A ATROFIA DA CRIANÇA PELA IGNORÂNCIA. - NÃO FORAM RESOLVIDOS; ENQUANTO HOUVER LUGARES ONDE SEJA POSSÍVEL A ASFIXIA SOCIAL;.....

    Por: FERNANDO MARINS LEMMEl Literatural 13/04/2011 lAcessos: 1,312
    Luana Souza

    O presente artigo vislumbra apresentar discussões e esclarecimentos sobre a teoria das representações sociais, sua relevância enquanto instrumento de pesquisa, principalmente, no campo educacional. Para tanto, fundamenta-se teoricamente sob a égide de MOSCOVICI (2013), SOUSA et all (2012), GUARESCHI (1996), apresentando breve conceituação e argumentos que tornam relevantes sua compreensão em contexto educacional.

    Por: Luana Souzal Educação> Ciêncial 18/10/2014

    A presente investigação teve como finalidade, realizar uma análise acerca da Teoria das Representações Sociais (TRS) e sua possível aplicação no âmbito de pesquisas em educação. Tratou-se, assim, de um texto especificamente teórico e de pesquisa qualitativa, o qual teve como embasamento teórico os textos em teoria das representações sociais de Prado e Azevedo (2011), Rateau et al (2012), Mazzotti (1994) e, a técnica de investigação empregada foi bibliográfica e documental.

    Por: Carla Anne Marques Fariasl Educação> Ciêncial 28/09/2014 lAcessos: 16

    Este trabalho teve como proposta de estudo os Hidrocarbonetos, através deles a matéria-prima do plástico a nafta que é um subproduto do petróleo. Para compreender de que são feitas as sacolas plásticas e se elas podem ser substituídas por outro material biodegradável, que não polua tanto o meio ambiente e conhecer alternativas contra o uso excessivo de sacolas de plástico no Brasil e demais países, realizou-se várias pesquisas bibliográficas com a contribuição de autores.

    Por: Carmeli Caetanol Educação> Ciêncial 20/09/2014
    Paulo Azze

    Explicações sobre a corrente elétrica alternada (CA), seus os componentes (ativos e reativos) e o seu cálculo de forma simplificada.

    Por: Paulo Azzel Educação> Ciêncial 15/09/2014 lAcessos: 12
    Paulo Azze

    Aborda aspectos relacionados ao comprimento das resistências de chuveiros, atendendo uma dúvida de amigo sobre questões do ENAD.

    Por: Paulo Azzel Educação> Ciêncial 15/09/2014
    Zilda Ap. S. Guerrero

    Atualmente a cidade de São Paulo passa por uma das piores crises de falta de água, todos os dias em diversos jornais do país, o mesmo jargão em torno da questão do consumo consciente da água é abordado de diversas chamadas à população. Sendo assim, urge a necessidade de orientar e conscientizar as crianças e a população em geral para o problema social que estamos enfrentando na cidade de São Paulo, e no mundo.

    Por: Zilda Ap. S. Guerrerol Educação> Ciêncial 10/09/2014
    Luddy Travassos

    Os indivíduos que sofreram lesão no Sistema Nervoso Central, que comprometeram os neurônios motores, na coordenação dos impulsos, demasias dos reflexos, espasmos, alterações da fala e conduções, também podem ser apercebidas pelos familiares do paciente através de alterações comportamentais cotidianas desde a sudorese, anestesia labial, tremor de mãos e pés, e qualquer anomalia derivada de distúrbios de estresses ou demais descargas de tensão.

    Por: Luddy Travassosl Educação> Ciêncial 31/08/2014 lAcessos: 11

    Sugestões com técnicas de estudo e leitura. Texto destinado a estudantes do ensino médio. pode ser aproveitado por todo leitor

    Por: NERI P. CARNEIROl Educação> Ciêncial 10/08/2014 lAcessos: 15
    josé carlos marin

    O conteúdo de Biologia sobre o cerrado em Porto Estrela , precisa ser trabalhado de forma concreta para que os alunos entendam o conceito e possam identificar o bioma. Quero proporcionar uma aula diferente, significativa, mas que permite aos alunos a experimentação, a constatação e o desenvolvimento da consciência de preservação do cerrado em nosso municipio .

    Por: josé carlos marinl Educação> Ciêncial 09/11/2010 lAcessos: 193
    josé carlos marin

    O princípio da evolução postula que as espécies que habitaram e habitam o nosso planeta

    Por: josé carlos marinl Educação> Ciêncial 07/11/2010 lAcessos: 548

    Comments on this article

    -2
    fjssa 03/11/2011
    askacsge
    6
    jaqueline 26/10/2011
    o estudo e bom!!!!!!!
    6
    jane 20/05/2011
    essa coisa de ambiete e de mais estou fazendo;um super trabalho de ciencias e achei d mais
    3
    debora 19/05/2011
    muinto legal adorei bjos
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast