O Perfil Profissional Do Professor De Educação Infantil

Publicado em: 11/07/2008 |Comentário: 17 | Acessos: 354,120 |

 


O PERFIL PROFISSIONAL DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL

Por: Sonia das Graças Oliveira Silva

O professor (dirijo-me de forma genérica, pensando em professor ou professora) que trabalha direto com crianças precisa ter uma competência polivalente. Isso significa dizer que deverá trabalhar com conteúdos de naturezas diversas, que abrangem desde cuidados básicos essenciais até conhecimentos específicos provenientes das diversas áreas do conhecimento.

Torna-se necessário, então, uma formação bastante ampla do profissional, que deverá refletir constantemente sua prática, aperfeiçoar-se sempre. É importante também, que haja um debate com colegas, diálogo com as famílias e a comunidade, sempre na busca de informações novas para o trabalho que desenvolve.

Segundo a educadora Guiomar Namo de Mello, em entrevista para a revista Nova Escola (2004), em resposta à pergunta: Como deveria ser o currículo para formar professores competentes?

A educadora responde que “ninguém ensina o que não aprendeu”. Por isso o curso de formação precisa dar peso grande ao conteúdo que vai ser ensinado.

Transcrevo abaixo um poema que considerei uma ótima definição do professor que trabalha com carinho e arte.




[...]

Arte está em toda parte

Arte está em toda parte

Está na educação

Pedagogia é uma arte

A arte de conduzir

Abrir novos horizontes

E acreditar no porvir

Professor,

Arte é a reflexão

De sua prática educativa

Arte é ser mediador

Arte é ser pesquisador

É ser facilitador

Arte é tudo que incentiva

Professor,

Na arte de ensinar

A ação que mais fascina

É sua arte de moldar

O que já é obra prima.

Obra prima sem minuta

Exige arte e desvelo

Depende da sua conduta

De estima ou de zelo.

Arte, professor, é...

Ao entrar em sua sala

Perceber cada educando

Cada um com sua fala

Outros até se calando

É como a arte de ler o vento

Que diz como está o tempo

Professor, esse é o momento

Da arte de se ler

Ler seus educandos

Que são artistas esperando

Fazer arte para aprender

Arte está em toda parte

Está na vida!

Vida.

Obra de arte divina

Tudo que se descortina

É a arte de viver bem

Como? Arte? Onde se vê?

Quem é o artista?

O artista desta arte

Encontra-se em toda a parte

Um deles... pode ser você!

*( Maria Terezinha Alves Castilho) - Supervisora de educação infantil da Escola Municipal Padre Germano Mayer – Arapongas.



Na tentativa de refletir mais sobre a arte de ensinar vejamos esse poema simples e lindo que diz muita coisa:

Professora

“Ela entrou na sala e viu rostos que perscrutavam, indagavam, esperavam. Começou a dizer-lhes de suas férias, mas descobriu que esta palavra ali era oca e distante. Abriu então seu caderno de planos e quis ensinar-lhes as maravilhas que ali escrevera, mas aprendeu que menino triste não tem gosto para manejar o lápis. Quis ensinar uma canção, mas o canto se tornou um choro. Tentou contar-lhes de bruxas, de fadas, de gigantes, mas percebeu que não crêem em fantasias os meninos que vivem da verdade de cada dia.

Por um instante a professora não encontrou o que fazer. Então, apenas sorriu para a classe e decidiu dar-lhes primeiro a sua amizade.

Depois, mansamente, lhes daria ensinamentos.

Bem-aventurada!”

(Maria Célia Bueno) do livro: A educação pré-escolar, Marieta Lúcia Machado Nicolau.

 

Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 46 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ciencia-artigos/o-perfil-profissional-do-professor-de-educacao-infantil-481125.html

    Palavras-chave do artigo:

    professor

    ,

    educacao

    ,

    criancas

    Comentar sobre o artigo

    Este estudo focaliza a formação do professor na educação infantil, visando analisar como ocorre esta formação num contexto escolar. A pesquisa teve como objetivo investigar quais estratégias didáticas são necessárias para que um professor seja bem sucedido na educação infantil.

    Por: Rosimar Nádila O. Saraival Educação> Educação Infantill 19/10/2010 lAcessos: 7,006
    ELISON FERREIRA ALVES

    Resumo: O presente artigo visa refletir a importância que o trabalho docente deve ter na sociedade de modo geral, tendo como referência a realidade social, política, econômica e cultural de um determinado contexto histórico no qual o educador participa efetivamente no processo de construção do conhecimento. O valor pedagógico da interação humana é ainda mais evidente, pois, é por intermédio da relação professor - aluno que o conhecimento vai sendo construído. Este apoia-se em teóricos renomados

    Por: ELISON FERREIRA ALVESl Educação> Línguasl 24/02/2012 lAcessos: 417
    Michael

    Pais educam, escolas ensinam: apregoa um velho provérbio. De fato, é um erro atribuir à escola a total responsabilidade pelo desempenho escolar das crianças. Inúmeras pesquisas demonstram que a família tem grande influência na qualidade da Educação dos filhos. Mas o trabalho dos pais precisa estar em sintonia com a escola. E, nada melhor, do que uma conversa (ou várias) com o professor da criança para descobrir como ajudar.

    Por: Michaell Educação> Educação Infantill 08/12/2011 lAcessos: 231

    A Arte se apresenta no cotidiano infantil na forma de expressão da sua visão de mundo, sua representação da realidade surge quando a criança rabisca ou desenha no papel, na areia, na terra, na água; neste momento, ela está utilizando a linguagem da arte para expressar-se. Esse trabalho tem como objetivo analisar não são apenas impressões que a criança deixa sobre o suporte, mas explicitam o seu desenvolvimento intelectual, emocional e perceptivo.

    Por: Ana Carla Vale Lagol Educação> Educação Infantill 27/07/2010 lAcessos: 849

    RESUMO A educação brasileira encontra-se num momento de crise, pois, a função da escola vem mudando gradativamente, com essa mudança os professores estão sendo sobrecarregados durante o desenvolvimento de seu trabalho, já que além de ter que repassar seu conhecimento acadêmico, tem tido que repassar valores que até pouco tempo eram recebidos em casa, de seus responsáveis.

    Por: Eraldo Pereira Madeirol Educação> Educação Onlinel 27/09/2010 lAcessos: 16,404 lComentário: 2

    Neste trabalho desenvolvemos algumas idéias da pedagogia de Célestian Freinet (1896-1966). Para ele a pedagogia do bom senso e a educação para o trabalho se constitui em uma posição central para a instrução do aluno. O professor tem papel fundamental, pois é um agente de mediação, um interlocutor de seus alunos, ensinando-lhes, não de forma mecânica, autoritária ou distante, mas através de um processo de interação dialógica.

    Por: Santos, Sebastião Jacinto dosl Educação> Educação Infantill 11/07/2009 lAcessos: 6,992

    A estrutura familiar está desaparecendo a cada dia e é na escola que muitas crianças encontram seu referencial para a vida. Em meio a tantas más influências, a escola deve estar preparada para oferecer aos seus educandos o maior número de influências positivas para que ele possa ver a escola como um exemplo de cidadania que respeita seus educandos e busca uma relação dialética com eles a fim de ajudá-los a solucionar seus problemas e orientá-los em suas decisões.

    Por: Deise Coelho Schinoffl Educaçãol 25/05/2012 lAcessos: 552
    Sunamita Oliveira Albuquerque

    O presente artigo trata de um tema relativamente novo - a educação indígena infantil - visando ampliar as discussões, no intuito de amenizar o desconhecimento da população brasileira, especialmente de educadores e acadêmicos no que concerne aos povos indígenas, acreditando que a informação é o meio mais efetivo para combater a discriminação e o preconceito em um país pluriétnico como o nosso.

    Por: Sunamita Oliveira Albuquerquel Educação> Educação Infantill 11/11/2011 lAcessos: 413
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    O tema “Televisão e Criança” tem sido objeto de controvérsias e carência de solução, e através de reflexão e pesquisa, tento mostrar o quanto a criança, pequeno telespectador, está inserida no ambiente televisivo. Analisando se existe saída para pais e educadores diante de tanta informação boa e má, concluí que não há mal intrínseco à TV, mas sim no uso que se faz dela. O desafio é fazer a criança descobrir outros prazeres, além da televisão.

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 09/07/2008 lAcessos: 101,230 lComentário: 15
    marlucia pontes gomes de jesus

    O artigo trata da evolução da Eja no Brasil e, em especial, no Estado do Espírito Santo, focalizando a questão da necessidade da oferta de uma educação de qualidade.

    Por: marlucia pontes gomes de jesusl Educaçãol 18/04/2011 lAcessos: 2,064

    O projeto-atividade tem como objetivo levar o conhecimento de estruturas microscópicas ao público alvo, sob uma perspectiva de ensino em ambientes informais, levando à exposição de uma célula "gigante" em praça pública. São apresentados conceitos sobre o ensino no ambiente informal e toda a estrutura necessária para a realização do projeto-atividade, respectivamente, bem como sua aplicação, dificuldades e resultados.

    Por: BRUNA LARISSA DA COSTA LEALl Educação> Ciêncial 19/02/2014 lAcessos: 19
    Marcelo Capistrano

    O objetivo deste trabalho científico é apresentar o Digicoaching como um novo processo de desenvolvimento humano e abordar o contexto histórico dos meios de comunicação até os dias atuais, mapeando o presente cenário digital, no que se refere ao macroambiente, tendências, eu digital e networking, para assim, trazer a análise dos resultados obtidos com a aplicação desse processo nos objetos de pesquisa (clientes Pesolíquido), a fim de embasar o Digicoaching como teoria e prática científica

    Por: Marcelo Capistranol Educação> Ciêncial 13/02/2014
    Elizeu Vieira Moreira

    No século 20, que pode ser considerado como o século das preocupações com as questões sociais advindas da necessidade de se manter certo consenso em relação à sociedade capitalista, burguesa, surge a Constituição de 1934..., a mais avançada de todas as constituições brasileiras, dentro da perspectiva da democratização da oferta da educação pública, o que fica claro pela quantidade de títulos de fundamental importância que não estavam contemplados nas Cartas anteriores.

    Por: Elizeu Vieira Moreiral Educação> Ciêncial 22/01/2014 lAcessos: 62
    Elizeu Vieira Moreira

    Diferentemente da Constituição dos Estados Unidos da América, de 17 de setembro de 1787, que tem apenas 10 artigos e 10 emendas, formando a Carta de Direitos, o Brasil, com a Carta Magna de 1988, completou oito constituições. Três delas foram outorgadas (impostas pelo Executivo: 1824, 1937 e 1969). As de 1891, 1934, 1946 e 1988 foram promulgadas (votadas no Congresso Nacional).

    Por: Elizeu Vieira Moreiral Educação> Ciêncial 15/01/2014 lAcessos: 25

    RESUMO Em decorrência da escassez do solo urbano se viu a necessidade de procurar novos métodos de moradia, surgindo empreendimentos em forma de condomínios verticalmente construídos. Esse tipo de organização se destina aos moradores da classe média alta que procuram conforto, segurança e melhores condições de vida nas proximidades do centro da cidade. Todavia, essas organizações não visam o lucro e sim evitar que o déficit estacione. Com isso, fica evidente a importância da contabilidade em con

    Por: ROMÁRIO LÁZARO LOPESl Educação> Ciêncial 03/01/2014 lAcessos: 52
    Marco Bueno

    Paulo Freire em sua obra Política e Educação faz uma reflexão político-pedagógica baseada em palavras verdadeiras. Para ele, palavra verdadeira é aquela que pode transformar o mundo; que denuncia as injustiças; que não exige neutralidade da ciência; que não reduz homens e mulheres a meros objetos e, sobretudo, demonstra o comprometimento que se faz necessário para a humanização, libertação e autonomia do indivíduo - através de um processo político-ético-pedagógico eficiente.

    Por: Marco Buenol Educação> Ciêncial 28/12/2013 lAcessos: 26

    Nesta pesquisa realizada com os pequenos produtores que participam da feira do pequeno produtor nas quartas feiras, constatamos que uma das maiores dificuldades é a questão do transporte de sua produção. Onde muita produção acaba ficando para traz, porque não tem condições de transportar, pois o frete as vezes acaba tirando o lucro.

    Por: CLAUDIO ADÃO TEODOROl Educação> Ciêncial 18/12/2013 lAcessos: 14

    O conhecimento científico foi uma revolução científica no século XVII, buscou seu próprio método. O conhecimento científico tenta através de estudos explicarem análises, experimentação, observação e responder cientificamente um determinado assunto. Diferente do senso comum, que é trazido de gerações e gerações é uma forma de pensar, sentir e agir, sendo que é conhecimento baseados em opiniões em hábitos, preconceitos, tradições cristalizadas e em observações ingênuas da realidade.

    Por: ANA MARIA LIBARDIl Educação> Ciêncial 16/12/2013 lAcessos: 20
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    A participação dos pais na educação dos filhos deve ser constante e consciente. A vida familiar e escolar se completa.

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 11/07/2008 lAcessos: 340,193 lComentário: 29
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    O papel fundamental da educação no desenvolvimento das pessoas e das sociedades amplia-se ainda mais no despertar do novo milênio e aponta para a necessidade de se construir uma escola voltada para a formação de cidadãos (PCNs, 1998

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 11/07/2008 lAcessos: 399,377 lComentário: 13
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    Sabemos que o papel dos pais na vida de um filho é único. O espaço destinado ao pai ou à mãe é algo singular na vida de qualquer ser humano. O papel de pai e de mãe exige primeiramente uma reflexão. Considere-se que o filho não solicitou sua existência aos pais, ao contrário, por ação dos pais e influência divina forma-se um novo ser, a terceira pessoa de uma relação.

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 09/07/2008 lAcessos: 1,086
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    A televisão, a criança, a escola e o lar são alguns temas muito debatidos na atualidade e objeto de grande polêmica. São necessárias várias reflexões e muita pesquisa. É nesse contexto que se insere a questão de como a criança pensa a TV

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 09/07/2008 lAcessos: 5,442 lComentário: 2
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    O que Sassaki imaginou para um futuro breve é que todas as pessoas acreditassem no paradigma da inclusão social como o caminho ideal para se construir uma sociedade para todos, e que todos por ela lutassem para que, juntos na diversidade humana, todos pudessem cumprir seus deveres de cidadania e gozar dos direitos civis, políticos, econômicos, sociais, culturais e de desenvolvimento.

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 09/07/2008 lAcessos: 84,843 lComentário: 1
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    O tema “Televisão e Criança” tem sido objeto de controvérsias e carência de solução, e através de reflexão e pesquisa, tento mostrar o quanto a criança, pequeno telespectador, está inserida no ambiente televisivo. Analisando se existe saída para pais e educadores diante de tanta informação boa e má, concluí que não há mal intrínseco à TV, mas sim no uso que se faz dela. O desafio é fazer a criança descobrir outros prazeres, além da televisão.

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 09/07/2008 lAcessos: 101,230 lComentário: 15
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    De modo geral a família é o primeiro grupo de pessoas com quem a criança tem contato assim que nasce. Sabe-se que o bebê logo apresenta suas preferências, seus gostos e suas diferenças individuais, então ao se integrar na família que já tem os seus hábitos, regras e seu modo próprio de viver, a criança aprenderá a se comportar e a modificar suas preferências, comunicando-se então, com esta família.

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 09/07/2008 lAcessos: 1,677
    SONIA OLIVEIRA SILVA

    Algumas famílias modernas são assim, a mãe e o pai são amigos, combinam como cuidar das crianças, quem vai levar na escola, quem vai buscar, quem fica com as crianças na hora do outro sair para passear, ou ainda, onde vão ficar as crianças, pois os dois vão sair para namorar. Enfim, as famílias mudaram muito.

    Por: SONIA OLIVEIRA SILVAl Educação> Ciêncial 09/07/2008 lAcessos: 1,221 lComentário: 1

    Comments on this article

    0
    Francinete Costa Balby 15/10/2011
    Gostei muito de tudo que li, é um assunto muito importante principalmente para nós que somos professores de educação infantil.
    0
    Maria José Novaes Rocha de Oliveira 19/05/2011
    Todos esses comentários estão inrequecedores para nós educadores,parabéns para todos vocês.
    0
    ARLETE 17/05/2011
    maria terezinha......
    que lindo seu poema sobre a "a arte de ser professor"
    parabéns!
    0
    rizelda leitão da siva 05/11/2010
    adorei todos os conteúdos aquí abordados..todos estão de parabéns! gostaria de saber como posso ter acesso a mais informação sobre a educação especial, pois, estou me especializando em libras e braille..amo o que estou fazendo! Faço magistério e tenho formação em psicologia e pretendo me engajar em todos os projetos que emvolvam educação especial. grata
    0
    miro 02/10/2010
    paraaaaaa de caooooooooo
    -1
    Mria das Dores 08/09/2010
    Gostei muito dos textos acima pos estou me preparando para uma sala de Educação Infatil e ao ler os textos acima enrriquece mais o caminho que eu estou seguindo.
    1
    Maria das Dores 08/09/2010
    Estou me preparando para trabalhar em sala de aula com Educação Infatil
    0
    Maria José da Costa Linhares 27/08/2010
    Esses textos são muito ricos em cnteúdo e para pratica-los no nosso dia-a-dia.
    0
    izani 21/06/2010
    que maravilha adorei esse texto vou aproveitar bastante
    0
    Daiane Marçal 21/06/2010
    Profª Sonia das Graças gostaria de elogiá-la por seu excelente trabalho. Estou apenas no começo de minha carreira e já a escolhi como minha seguidora. Suas explicações são magníficas. Obrigada.

    Daiane Marçal
    0
    NILIANA 17/06/2010
    CONSEGUI entender e acolher com total discernimento o texto acima e cheguei a conclusao que sem afetividade nada se consegue.Tudo passa a ser em vão.no poema sou eu dentro da sala de aula com os meus pequeninos grandes amores.parabens
    -1
    Marli 02/02/2010
    Cara Sonia, o texto é recheado de verdades. Mas, contém erros sérios de gramática. Por favor, seja mais cuidadosa.
    2
    Ramon 04/01/2010
    Professor(a) de Educação Infantil, existe cargo mais desvalorizado que este ? Uma creche que cobra 1.250,00 por criança para 500,00 para um professor . . . Você deixaria seu filho sob responsabilidade de um profissional desanimado para trabalhar, pois não consegue pagar suas contas em dia ?
    0
    Rita de Cassia Federici Yamamoto 21/12/2009
    Achei o seu relato muito importante,pois trabalho como coordenadora pedagógica e percebo o que você relatou os professores das universidade estão ensinando aos alunos a parte administrativa e esquecem de ensinar a ser professor por esse motivo encontramos muitos professores que não sabem nem como se dá o desenvolvimento de uma criança e isso esta se tornando cada vez mais frequente e percebo também que por ser o curso mais econômico as pessoas querem ter um nível superior e optam por fazer pedagógia.
    0
    zenil 12/12/2009
    adorei os argumentos pois gosto muito dessa função, parabéns pela força de expressão...
    0
    maria albaneide barros 26/07/2009
    sou professora me dedico muito a minha profissão, pois acho que se dedicando encontramos meios viáveis para trabalhar melhor.
    1
    ciktgfigton 24/04/2009
    vc da aulas pra todo mundo?
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast