O Que É O Pensamento Sistêmico?

Publicado em: 01/01/2009 |Comentário: 0 | Acessos: 64,911 |

O QUE É O PENSAMENTO SISTÊMICO?



Existe um debate em algumas áreas do conhecimento humano que reivindica uma nova visão de mundo que propõe a superar a crise epistemológica e psicológica que se abate sobre a ciência, sobre a tecnologia, sobre a educação, sobre a cultura, e sobre a sociedade. Essa crise segundo vários pesquisadores sobre o tema é causada pelo excesso de racionalismo, existente na sociedade, na ciência, na educação ocasionado pela extrema fragmentação do conhecimento, da educação, da ciência e da própria pessoa humana. Essa nova visão de mundo reivindicada seria a visão sistêmica.


Os avanços tecnológicos atuais vêm causando uma grande desigualdade social em diversos paises, principalmente nos paises tidos como subdesenvolvidos, temos um grande acumulo de riquezas nas mãos de poucas pessoas, avanços tecnológicos só para quem tem condições financeiras de adquiri essa tecnologia desenvolvida, entre outros fatores que atingem nossa sociedade, fomentando com isso uma enorme desigualdade social gerada por tais avanços e também pelo capitalismo hegemônico.


Questiona-se de que adianta tanto avanço tecnológico e cientifico se a desigualdade social ainda persiste. Esse debate centra-se nas lacunas deixadas pelos paradigmas cartesiano e mecanicista no meio científico e cultural. Para superar tais lacunas e/ou para estabelecer novas bases científicas, surgiu uma corrente filosófica no século XX denominada de pensamento sistêmico, capaz que orientar a sociedade, a educação, a ciência e a tecnologia num novo ideal de mundo e de desenvolvimento.


A fragmentação também é responsável por difundir essa desigualdade social, uma vez que ela deixa de lado a perspectiva do todo, do global e pensa apenas em um fato especificamente isolado, deixando de melhor compreender a realidade.


Segundo a educadora e pesquisadora Behrens o pensamento sistêmico pode ser definido como:


O pensamento sistêmico contrapõe o cartesianismo é uma forma de abordagem da realidade que surgiu no século XX, em contraposição ao pensamento reducionista, ou cartesiano, que visava a fragmentação. É visto como componente do paradigma emergente, que tem como representantes cientistas, pesquisadores, filósofos e intelectuais de vários campos. Por definição, o pensamento sistêmico inclui a interdisciplinaridade (BEHRENS, 2005, p.53)


Atualmente temos um modelo de ciência cujo principio é a racionalidade, a experiência, a comprovação, porem questiona-se se este mesmo modelo, principio serve para a educação, pois na educação o produto não é um simples objeto como na ciência e na tecnologia, na educação o objeto é a pessoa humana.


O pensamento sistêmico, de uma forma geral, pode ser definido como uma nova forma de percepção da realidade. Segundo Capra (1996) quanto mais são estudados os problemas de nossa época, mais se percebe que eles não podem ser entendidos isoladamente. São problemas sistêmicos, o que significa que estão interligados e são interdependentes. Deve-se sempre partir do princípio de que o todo e mais que a soma das partes, tendo desta forma o sistema como um todo integrado cujas propriedades essenciais surgem das inter-relações entre suas partes. Entender a realidade sistemicamente significa, literalmente, colocá-la dentro de um contexto e estabelecer a natureza de suas relações.


Capra (1996) apresenta a idéia de inter-relação entre os objetos e seres vivos, as coisas não são separadas, apenas ficam separadas momentaneamente ou mesmo aparentam estar separadas, no entanto temos que ter cuidado com a ilusão, pois a realidade pode ser outra. Os objetos e os seres vivos estão em constante relação, ha uma troca tanto subjetiva como objetiva nessas relações, não podendo ser estudadas, vistas, analisadas, entendidas separadamente.


Segundo Capra a ciência deve estar mais aberta a realidade do todo e não a uma parte deste todo.


A ciência sistêmica mostra que os sistemas não podem ser compreendidos por meio da analise individual. As propriedades das partes não são  necessariamente propriedades extrínsecas, mas precisam ser vistas e entendidas dentro do contexto do todo. Nessa perspectiva o pensamento cartesiano, o pensamento holismo e o pensamento sistêmico apesar de cada qual possuir uma identidade, método e história diferentes, não são diretamente opostos, apenas tomaram caminhos diferentes, visando chegar em algo comum, pensando na busca da verdade do todo CAPRA (1996, p. 51).


Infelizmente o ser humano e a própria ciência criaram preconceitos principalmente com a visão holística e sistêmica e com isso estabeleceram divergências difíceis de serem superadas, porem é necessário uma ruptura nesse modo de pensar.


Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 15 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ciencia-artigos/o-que-e-o-pensamento-sistemico-705719.html

    Palavras-chave do artigo:

    pensamento sistemico

    ,

    ciencia

    ,

    ecologia

    Comentar sobre o artigo

    Débora do Nascimento Fernandes

    Este trabalho tem como perspectiva apresentar o projeto educacional “Milho nosso de cada dia” realizado no Colégio Motiva Campina Grande, PB, com os professores do 6º Ano do ensino fundamental. Neste projeto, o milho, foi identificado como contexto de ensino para a prática interdisciplinar, utilizando a educação ambiental como tema transversal. Com o objetivo de favorecer o trabalho de cooperação entre os professores, de forma a desenvolver nos alunos a habilidade de relacionar o tema de maneira

    Por: Débora do Nascimento Fernandesl Educação> Ciêncial 04/08/2009 lAcessos: 3,182 lComentário: 3

    Pretendeu-se com este estudo, focalizar a Interdisciplinaridade da Educação Ambiental desenvolvida na E.E.E.F e M. Eneida de Moraes, com a finalidade de tornar evidentes as vantagens de trabalhos interdisciplinares desenvolvidos pelos educadores junto aos educandos com qualidade e com a finalidade de perceber como os educadores trabalham a interdisciplinaridade da E.A na sala de aula, principalmente do Ensino Fundamental, onde a criança começa a ter responsabilidade de cidadão brasileiro.

    Por: Cristina Ferreiral Ciências> Biologial 13/07/2008 lAcessos: 25,721 lComentário: 21
    João Beauclair

    Resumo: Sinergia nos tempos e espaços educacionais é o que reclama o desejo e o esforço do aprender e ensinar para a liberdade e a equidade em nosso tempo. Com consciência, compreender os significados envolvidos no segredo da vida em cada lugar onde, como sujeitos aprendentes e ensinantes, somos mentes que aprendem para poder ensinar e ensinam e aprendem para poder melhor sentipensar o saber como agente de mudanças e transformações. “Sinergia: aprender e ensinar na magia da vida” é uma possibilidade de encontro reflexivo sobre nossas invenções e intervenções pedagógicas em tempos de novas configurações paradigmáticas. Um convite à celebração do saber como agente de transformação, respiração e inspiração de nossas autorias para o compartilhamento de nossas buscas de significados e sentidos para o fazer educativo.

    Por: João Beauclairl Educaçãol 20/09/2009 lAcessos: 1,044 lComentário: 1
    Darci Kops

    questionar o significado que os sistemas têm nos processos de gestão, e a importância decorrente da gestão dos sistemas organizacionais. Paralelamente, faz uma crítica aos processos de construção, e de definição, dos sistemas de gestão organizacional, especialmente, aqueles sistemas que excluem a participação dos usuários, e dos protagonistas, do próprio sistema. Sustenta a tese e o desafio da construção de sistemas organizacionais, e de gestão, saudáveis.

    Por: Darci Kopsl Negócios> Gestãol 13/07/2011 lAcessos: 502
    Artur Livônio

    Detalhamento dos vários períodos históricos educacionais, evidenciando suas características e influências. Como a época em que os Jesuítas chegaram no Brasil e o que vieram fazer aqui, até os dias atuais. Com ênfase nas tantas críticas que o escritor, Dermeval Saviani, fez sobre cada período pedagógico da história educacional brasileira.

    Por: Artur Livôniol Educação> Ciêncial 24/03/2015 lAcessos: 20
    Fernando Corrêa manarim

    Analisando a Lenda de Sessa fica claro que o xadrez foi criado principalmente como instrumento para auxiliar os praticantes a encontrar respostas para seus dilemas existenciais, dúvidas, angústias, confirmações, etc. Enfim que a competição é apenas um reflexo do que ocorre em nossas vidas, sempre muito competitiva e de difícil conquistas.

    Por: Fernando Corrêa manariml Educação> Ciêncial 19/03/2015
    Benedicto Ismael Camargo Dutra

    Ultimamente, o uso cada vez mais intenso do cérebro frontal, e o seu correspondente fortalecimento, tem levado à desativação progressiva da parte emocional do cérebro que é receptora dos lampejos intuitivos captados pelo cerebelo.

    Por: Benedicto Ismael Camargo Dutral Educação> Ciêncial 13/03/2015

    Este artigo aborda uma pesquisa internacional, realizada por especialistas, sobre os aspectos cognitivos de pessoas que integram a terceira ou melhor idade, com seu comportamento típico e todas as dificuldades de aprendizado da Matemática. O estudo retrata também problemas enfrentados, por todos eles no cotidiano, junto das empresas e demais entidades, que não vêm se preparando adequadamente para receber nos próximos anos, cerca de 64 milhões de idosos que entrarão nesta faixa de idade

    Por: Luiz Carlos Vivanl Educação> Ciêncial 05/03/2015 lAcessos: 14
    Carlos Meine Morais

    existem pequena praticas que podem fazer diferença para toda a vida, quando adquiridas quando criança simplificam muitos processos e nunca são abandonadas. o que não impede de adquirirmos novos habitos, mesmo não sendo mais criança..

    Por: Carlos Meine Moraisl Educação> Ciêncial 05/03/2015 lAcessos: 11
    Marcos Eli da Silva

    Nos dias atuas as redes de saneamento em perímetros urbanos por serem subterrâneas, e pouco visíveis aos olhos da população, são colocadas em segundo plano. Existem inúmeros cronogramas para pavimentação de ruas e avenidas, sem nenhuma rede de saneamento, muito menos de águas pluviais. Entretanto obras de saneamento com o tempo tornam-se indispensáveis para a população e vão gerar custos adicionais, ao serem realizadas melhoram o espaço urbano e a qualidade de vida das populações.

    Por: Marcos Eli da Silval Educação> Ciêncial 13/01/2015 lAcessos: 18
    Marcos Eli da Silva

    RESUMO A degradação do meio ambiente é um fator que contribui para as alterações nos ecossistemas e ameaça a vida de espécies da fauna a e flora no planeta. Normalmente associa-se esse problema à ação do homem sobre a natureza. Para corrigir os estragos causados pela ação humana, os órgãos públicos costumam gastar centenas de bilhões de reais todo ano para recuperar áreas degradas por empreendimentos relacionados á mineração.

    Por: Marcos Eli da Silval Educação> Ciêncial 12/01/2015 lAcessos: 18

    O presente texto fala sobre as diferentes classes de escolarização, assim como as dificuldades de ensinos, de aprendizados e as mudanças ao longo do tempo que a educação no país está sofrendo; também fala sobre as reformulações necessárias para melhorias no campo da educação, e desvalorização financeira e social do magistério.

    Por: Reginaldo Posol Educação> Ciêncial 16/12/2014 lAcessos: 20

    O referido livro faz parte da Coleção Temas do Ensino Religioso lançado pela Editora Paulinas em 2007. A obra tem o objetivo de divulgar as legislações em níveis nacional e estaduais sobre o Ensino Religioso, colaborando assim para a compreensão deste componente curricular como área de conhecimento junto à educação brasileira

    Por: Robson Stigarl Religião & Esoterismo> Religiãol 25/03/2010 lAcessos: 1,243

    Este artigo pretende apresentar as principais diferenças entre Recursos Humanos e Gestão de Pessoas, aborda as principais tendências de Gestão de Pessoas com ênfase nos estudos e nas experiências desenvolvidas no âmbito da gestão

    Por: Robson Stigarl Educação> Ensino Superiorl 23/03/2010 lAcessos: 6,938

    Principal religião da Índia, o Hinduísmo é um tipo de união de crenças com estilos de vida. Sua cultura religiosa é a união de tradições étnicas

    Por: Robson Stigarl Religião & Esoterismo> Religiãol 22/03/2010 lAcessos: 1,388

    O presente texto não tem a pretensão de esgotar os conhecimentos sobre a relação Estado-Sociedade, bem pelo contrario, tal tema é bastante amplo e complexo, sendo impossível conceituar o mesmo em poucas palavras, ate mesmo por que se trata de pontos de vistas distintos sobre o mesmo assunto

    Por: Robson Stigarl Educação> Ensino Superiorl 22/03/2010 lAcessos: 3,861

    Não é novidade que a presença dos jovens nas igrejas têm crescido surpreendentemente no mundo atual. Uma pesquisa inédita do instituto Bertelsmann Stifung revela que 95% dos jovens brasileiros se dizem religiosos e buscam novas formas de expressar sua fé.

    Por: Robson Stigarl Religião & Esoterismo> Religiãol 22/03/2010 lAcessos: 835

    A palavra Filosofia remete o imaginário popular a pensar em diferentes sentidos e significados. Para entendermos seu real significado é precisar buscar a origem etnológica da palavra a cerca de 2400 a.C. na Grécia clássica.

    Por: Robson Stigarl Educação> Ensino Superiorl 22/03/2010 lAcessos: 6,539 lComentário: 1

    O presente texto tem por objetivo refletir sobre a Educação Brasileira do período Colonial a Primeira Republica. Vamos procurar analisar os seus fundamentos históricos e filosóficos contribuindo assim para o entendimento da história da Educação do nosso Pais, permitindo com isso que entendamos parte da conjuntura atual, uma vez que somos frutos de uma determinada construção histórica de exploração e desigualdade que infelizmente ainda não conseguimos romper.

    Por: Robson Stigarl Educação> Ensino Superiorl 22/03/2010 lAcessos: 12,907 lComentário: 7

    O presente artigo se propõe a abordar o que são Direitos Humanos, fazendo uma breve retrospectiva histórica. Comentando que é possível constatar que ainda é tímida a introdução da temática da educação em Direitos Humanos na formação de professores e educadores em geral, na formação inicial e continuada.

    Por: Robson Stigarl Educaçãol 28/01/2010 lAcessos: 575
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast