O TRÂNSITO EM RONDONÓPOLIS E O "GLOBO DA MORTE"

14/09/2010 • Por • 245 Acessos

Quem já foi a um circo e assistiu o Globo da Morte, onde 2, 3, 4, ou até cinco motociclistas fazem suas apresentações? Bem, em matéria de segurança o nível sempre foi 100%...

Possivelmente isto ocorre por TODOS dentro do Globo da Morte respeitam as regras, cada circula no seu espaço, sem invadir o espaço do outro...

Já na nossa bela Rondonópolis a primeira regra parece ser: "Não respeitar as regras"!

Não respeitam semáforos, faixa de segurança, nada! Motoqueiros "costuram" entre carros, ônibus e outras motos... Os graves acidentes no transito da cidade são quase diários, as mortes são conseqüência natural, alguns que escapam carregam seqüelas pelo resto de suas vidas!

Estava esquecendo uma ‘classe especial', o que trabalham com entregas (farmácias, supermercados, lojas), basta colocar uma caixa presa na parte de trás da moto e pronto! Saem na maior corrida, como se disso dependesse a vida de alguém... Colocando assim suas próprias e também a vida de quem estiver pela frente!

Pessoalmente acredito que a Secretaria Municipal de Transito deveria organizar uma seleção, antes de liberar certos ‘motoqueiros' para a categoria de Moto taxista!

Ora, costumo assistir pessoas atuando na categoria de moto taxi, carregando passageiro, fazendo ultrapassagens indevidas, passando sinal fechado, andando na contra mão...

E os carros de aluguel (taxi) também, grande parte dos que circulam em nossa cidade, tem como condutores algumas pessoas que não costumam respeitar as regras de transito e muitos destes parecem possuir uma educação bastante reduzida...

O jovem e a moto: Pouco mais que uma criança e já pilotando uma moto, isto é costumeiro em nossa cidade! E, no caso de transportar uma namorada ainda arriscam-se mais, pois é comum abusar da velocidade, colocando a própria vida em risco e mais a vida da acompanhante!

Vans de transporte de passageiros, e diversas outras vans de empresas também demonstram desrespeito total por motociclistas e outros motoristas.

Caminhões não costumam sinalizar entrada à esquerda ou entrada à direita, apenas, para quem dirige ou pilota de forma consciente e observadora, sabe que, caso o motorista do caminhão ‘abra' para a esquerda certamente entrará à direita e é neste momento o grande perigo: Para aproveitar o motoqueiro se enfia à direita do caminhão, tentando uma ultrapassagem e é neste momento que o caminhão ‘entra à direita'... O resultado, eu acredito, não ser preciso dizer... Lamentavelmente.

Outra constatação: Na sexta-feira à noite, basta dar uma passadinha pela cidade, TODOS os barzinhos superlotados, gente alegre, jovens e outro nem tão jovens assim, divertem-se (e bebem muito). Em frente a estes locais muitas motos, carros... E depois, na hora de voltar para suas casas?

Enquanto isto, mães angustiadas esperam em casa, e cada toque do telefone é um susto, pelo medo de uma má noticia...

Então, os fatores enumerados acima, mais o consumo elevado de álcool proporcionam a nossa cidade um nada lisonjeiro título de campeão em acidentes de transito!

Perfil do Autor

Beatriz Antonieta Lopes

Sou Bióloga graduada pela UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO-UFMT Curso em ENTOMOLOGIA MÉDICA-FIOCRUZ-RJ....