Giardia Em Cães

Publicado em: 06/09/2009 |Comentário: 0 | Acessos: 9,066 |

A giardíase é uma doença comum de cães, gatos e humanos, que freqüentemente é subestimada. É uma zoonose importante e é imperativo que tanto o animal de estimação quanto a família protejam-se da infecção.  

O tratamento pode fornecer um controle eficaz, mas, em muitas situações, as reinfestações são comuns, devido à dificuldade em se eliminar a fonte de infecção do meio ambiente.

As taxas de infecção são altas nas áreas onde existem grandes populações de humanos e animais, devido a maior oportunidade de transmissão direta e indireta da enfermidade. A ingestão de somente 10 cistos é capaz de causar a infecção. A maior prevalência das infecções por Giárdia ocorre entre os indivíduos jovens, sem resistência imunológica, e que são mais suscetíveis à ingestão de material fecal.

As fontes de infecção mais comuns são água e fezes contaminadas. A transmissão fecal-oral de Giárdia é comum tanto em animais como em humanos; os animais em confinamento podem estar expostos a grandes quantidades de cistos infectantes no material fecal, o qual aumenta as possibilidades de transmissão da enfermidade.

Os trofozoítos  de Giárdia não sobrevivem no meio ambiente. No entanto, os cistos são resistentes a alguns fatores ambientais, como águas com baixa concentração de bactérias e contaminantes orgânicos, e suscetíveis a outros, como altas temperaturas. É considerada uma enfermidade emergente, devido à falta de métodos efetivos de controle em humanos e animais. Um dos principais problemas é a contaminação ambiental disseminada. A Giárdia com seu ciclo de vida simples e a capacidade de seus cistos de sobreviver no ambiente, tem permitido que a infecção se converta em uma das mais predominantes enfermidades parasitárias em muitas espécies de mamíferos. 

Sinais Clínicos  
Os sinais clínicos podem ser severos, mas uma grande parcela dos infectados pode permanecer assintomática, e os animais jovens são os que, mais freqüentemente desenvolvem os sintomas. Os sinais clínicos da giardíase incluem diarréia mal cheirosa aguda ou crônica e com gosma,  vômito, dor abdominal , desidratação, perda de peso ou redução do ganho do mesmo.

Não existem sinais característicos da giardíase, pois diversas enfermidades intestinais se assemelham a ela, como ocorre com as gastroenterites virais, as bacterianas e as causadas por outros parasitos.Também se assemelha às alergias de origem alimentar, à enfermidade da má-absorção, a gastroenterite induzida por fármacos e as enfermidades alérgicas. 

Diagnóstico  
O método mais indicado, hoje, para a detecção de Giárdia nas fezes é a Flotação com Sulfato de zinco com centrifugação, um teste diagnóstico econômico e muito eficaz. Um fator importante é a necessidade de utilizar três amostras de fezes, coletadas em dias alternados, ao longo de uma semana. Isto porque a eliminação de cistos é intermitente, o que pode gerar resultados falso-negativos quando se utiliza uma única amostra. 

Tratamento 
Os agentes quimioterápicos  incluem os nitroimidazóis ( metronidazol, tinidazol), furadolizona, benzimidazóis (febendazol, albendazol), entre outros.

O mais comum é que a base do tratamento da giardíase seja eliminar os sinais clínicos associados com a infecção. Nos animais, freqüentemente ocorre a reinfestação, se os cistos infectantes não são retirados do ambiente. Isto implica em uma limpeza e desinfecção profundas sempre que possível, além de assegurar que a água e o alimento não se contaminem com as fezes. 

Vacina 
Está provado que a vacina estimula o animal a resistir ao parasito, sendo uma solução efetiva em longo prazo para o controle desta enfermidade parasitária, já que a imunidade natural contra Giárdia é de curta duração. Mesmo que os tratamentos se mostrem eficazes, a reinfecção em animais é muito freqüente , devido à dificuldade de se eliminar os cistos infectantes do ambiente. Um animal vacinado, além de protegido contra giardíase, não representará mais uma fonte de infecção a outros animais e até mesmo a seres humanos contactantes.
http://www.euqueroumfilhote.com.br/Classificados.asp?Action=ExibeAnuncio&Categoria=16&Anuncio=383

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/ciencias-artigos/giardia-em-caes-1201721.html

    Palavras-chave do artigo:

    tratamento da giardia

    ,

    giardia em caes

    ,

    cao com giardia

    Comentar sobre o artigo

    Vacinação de Cães. Existem vários vírus e bactérias capazes de causar doenças graves nos cães e gatos, algumas delas podem ser fatais por não haver tratamento específico (como a cinomose e a FeLV). Mas graças a anos de estudos de vários pesquisadores, foram desenvolvidas vacinas que evitam algumas das infecções mais graves. Conheça quais vacinas estão disponíveis no mercado brasileiro e a importância delas na saúde do seu cão.

    Por: marilei da silval Lar e Família> Animaisl 26/11/2009 lAcessos: 1,669
    Martinho

    Com a orientação dos ensinamentos logosóficos, estou conseguindo debilitar as deficiências psicológicas e superar as dificuldades que me impediam de evoluir conscientemente, o que tem contribuído para reconstruir a minha vida e administrar melhor o tempo, visando cumprir com os grandes objetivos para os quais fui criado.

    Por: Martinhol Ciênciasl 17/03/2014

    A decomposiçao em poliedros se estende à determinaçao do volume para um tronco de cone, pelos mesmos principios logicos, assim se tem, pela mesma temática um desenvolvimento para tal, trabalhando-se somente com areas e alturas.

    Por: Jonatas Da Silva Ferreiral Ciênciasl 17/03/2014 lAcessos: 11

    Ao se estudar a dedução para se obter a formula matemática para o volume de um tronco de piramide, de inicio se tem um olhar da geometria espacial interna e se suprime o uso da logica e o desenvolvimento posterior de calculo é apenas álgebra corriqueira. ao analisar o trabalho se vera como a construção e a posterior decomposição em poliedros leva à uma formula alternativa para o volume de um tronco de piramide.

    Por: Jonatas Da Silva Ferreiral Ciênciasl 14/03/2014 lAcessos: 28
    Martinho

    Com a ajuda dos elementos da sabedoria logosófica, pude perceber que o fato de estar voltado quase exclusivamente para o externo, em detrimento da minha natureza superior ou espiritual, não estava conseguindo superar-me e evoluir com a participação da consciência em conformidade com os grandes objetivos da vida.

    Por: Martinhol Ciênciasl 23/02/2014
    Lucas Monteiro

    O presente artigo tem como objetivo o estudo da possível influência da arborização urbana e das obras do BRT (Bus Rapid Transit) no microclima das Av. Almirante Barroso e Av. João Paulo II na cidade de Belém-PA. O estudo foi feito com base na coleta de dados de instrumentos metereológicos e em por meio de questionários aplicados aos pedestres das vias, durante uma semana, em três horário diferentes a cada dia. Para a partir disso, definir qual a influência das obras do BRT na Av. Almirante Barro

    Por: Lucas Monteirol Ciênciasl 21/02/2014

    Este trabalho trata das características, origem e utilidades da teca (Tectona Grandis L.) e traz informações a respeito de seu plantio no estado de Mato Grosso, um dos estados que mais investem no plantio e cultivo da teca no Brasil. Em particular, duas grandes empresas, a Floresteca e Cáceres Florestal, destacam-se no estado.

    Por: Elianel Ciênciasl 17/12/2013 lAcessos: 18
    David Quirino dos Santos

    Embora estejamos, ainda, engatinhando nos caminhos dos conhecimentos científicos, podemos, hoje, ser alertados sobre possibilidades de perigos para o futuro, vasculhando possibilidades de eventos ocorridos em passados tão remotos, quando nossa espécie sequer existia. ...até mesmo, o próprio Universo.

    Por: David Quirino dos Santosl Ciênciasl 24/10/2013 lAcessos: 11

    O Presente artigo trata propriamente do capítulo 5 do Livro " Economia Espacial: Críticas e Alternativas. de Milton Santos, tratando- se de uma resenha que questiona as temáticas abrangidas neste capítulo do livro, discute o espaço e dominação adentrando em um invoque da modificação do espaço imposta pela globalização que de certa forma altera as relações tanto sociais quanto econômicas, sendo assim a globalização fenômeno gerador de modificações espaciai

    Por: Ana Beatriz Farias da Silval Ciênciasl 13/08/2013 lAcessos: 70

    A Fédération Cynologique Internationale (FCI-Bélgica) com sede em Thuin, cidade da Bélgica, cria um MONOPÓLIO, que na União Européia é proibida por ‘LEI'. Por outro lado, temos a Federación Canina Internacional (FCI-Espanha) com sede na Espanha que possui autorização do GOVERNO ESPANHOL e cumpre todas as leis da União Européia!

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Notícias & Sociedade> Cotidianol 03/06/2010 lAcessos: 118

    Os filhotes de Yorkshire adoram seus donos, colo e mimos. Alertamos que, na raça Yorkshire, existem Yorkshire de tamanho padrão, que podem variar de 2 a 3 kilos quando adultos, Yorkshire micro, que são exemplares com menos de 2 kilos e os que fogem do padrão que são os Yorkshire acima de 3 kilos.

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Psicologia&Auto-Ajudal 30/09/2009 lAcessos: 4,341

    Em todos os países civilizados, o cão continua sendo o melhor companheiro do homem, hóspede em sua casa, habitante de suas cidades. A afeição que se estabelece entre eles tem sido até objeto de estudos por parte de cientistas que pesquisam os sentimentos mais íntimos do ser humano.

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Educaçãol 24/09/2009 lAcessos: 885

    Eles podem ser tão amigáveis como um golden retriever, engraçados como um bulldog, mal-humorados como um terrier, mas se têm uma pelagem predominantemente preta, há uma boa chance que sejam os últimos a serem adotados.

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Saúdel 24/09/2009 lAcessos: 660 lComentário: 1

    Dar alimentos orgânicos, roupas caras e da moda e pagar um "personal trainer" para um animal de estimação pode ser normal para quem tem um. O jornalista americano Michael Schaffer achava tudo isso exagerado, até que adotou um cachorro da raça São Bernardo chamado Murphy. O cão ficava muito nervoso e latia muito toda vez que ele e sua mulher saíam de casa. Preocupado, Schaffer levou o animal ao veterinário, que diagnosticou "ansiedade de separação" e prescreveu um remédio.

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Saúdel 24/09/2009 lAcessos: 670

    Giardia são flagelados protozoários que parasitam no homem e em diversas espécies de animais. Esses protozoários infectam o intestino delgado de cães, gatos, gado e outros mamíferos, incluindo o homem.

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Saúdel 24/09/2009 lAcessos: 851

    Trata-se de uma doença que aparece sem avisar e não dá nenhum indício antes do problema se instalar. Atinge animais de diferentes faixas etárias, tendo como característica episódios de tosse associados a dificuldade respiratória em menor ou maior intensidade.

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Ciênciasl 06/09/2009 lAcessos: 2,145 lComentário: 1

    As quedas de pêlos podem e ocorrem por várias razões. Uma delas é a chamada queda fisiológica, que ocorre normalmente por envelhecimento do próprio pêlo ou de seu folículo (raiz) e assim esse pêlo cai para ser em seguida substituído por outros.

    Por: EDUARDO FREIRE - CINÓFILOl Ciênciasl 06/09/2009 lAcessos: 4,357
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast