A Língua Que Jesus E Seus Discípulos Falavam

Publicado em: 22/06/2008 |Comentário: 4 | Acessos: 126,276 |

A Língua Que Jesus e Seus Discípulos Falavam



Estamos tão acostumados a ouvir os textos sagrados em latim, que geralmente nos parece que Jesus Cristo e seus apóstolos praticavam esta língua. È uma idéia errônea. Quando Jesus Cristo, na agonia, pregado na cruz rodeado de verdugos, chorado por seus discípulos, pronunciou as amargas palavras: ELI! ELI!... não falava em latim, mas na língua popular de Israel, o aramaico.

O aramaico era o idioma do povo da época em que o Redentor, seguido pelos humildes pescadores da Galiléia, cruzava as terras áridas da Palestina; na época em que, do alto do Monte Sinai lançava aos ventos, para que se espalhassem pelo mundo, as frases de bondade e de bem-aventurança que hoje se conhecem com o nome de “sermão da montanha”. O aramaico idioma semítico originário da Ásia Menor havia suplantado, com a influência das esplendorosas civilizações assírios-babilônicas, o antigo e bíblico hebraico. No tempo dos apóstolos era falado em uma grande área da Ásia Menor, incluindo as regiões que hoje se conhecem com os nomes de Jordânia, Transjordânia, Líbano, Síria, Armênia e Israel.

São Mateus escreveu sua Vida de Jesus no mesmo idioma em que havia conversado com o senhor. Mas, como o aramaico só se falava nos distritos semitas que acima citamos, e como cada vez o cristianismo mais se estendia pelo mundo, fez-se indispensável traduzir o relato de São Mateus para um idioma universal; portanto apelou-se para o grego, língua mais difundida naquela época. Seguindo essa norma foram também vertidas para o grego as páginas escritas mais tarde por São Marcos, São João e São Lucas. Com o desenvolvimento do poder romano na ordem cultural, houve necessidade de traduzir os evangelhos para o latim em primeiro lugar e depois aos dialetos de cada região. Até o século IV haviam sido feitas tantas traduções, freqüentemente realizadas por pessoas incapazes, que o Papa Dâmaso, no ano de 382, interessou-se em conseguir uma versão melhor. Este trabalho foi encomendado a São Jerônimo, que revisou o Novo Testamento em latim, corrigindo-o de acordo com os melhores manuscritos gregos que se conheciam. Esta edição é geralmente conhecida com o nome de VULGATA. A Vulgata permaneceu como a melhor versão dos Evangelhos por mais de doze séculos, até que uns dignitários da Igreja perceberam que São Jerônimo havia cometido muitos erros.


Ao ser eleito, em 1569, o Papa Pio V resolveu que se devia fazer imediatamente uma revisão da versão de São Jerônimo. Assim é que, em 1590, se publicou a Vulgata Sixtina, em latim. No ano seguinte, o Papa Gregório XIV fez revisão dessa nova edição a que se chamou Vulgata Clementina, sendo esta a versão em latim da Igreja Católica Romana. Os Evangelhos tem sofrido diversas traduções através dos tempos, esses erros foram sanados pelo Professor Jorge M. Lamsa, em sua tradução direta do aramaico para o Inglês. Ele em sua tradução fez ressaltar vários erros dos primeiros tradutores. O conhecido milagre de Jesus caminhando sobre as águas não é referido, segundo o prof. Lamsa, mas o resultado de uma palavra mal traduzida. De acordo com o aramaico, “caminhou pelo mar” devia ser traduzido por “caminhou junto ao mar”, ou caminhou à beira – mar. Neste caso, São João havia usado a palavra se, que significa textualmente em ou por deixando implícito que Jesus caminhou perto do mar. Outra frase é mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do que um rico se salvar.

Neste caso, a palavra aramaica gomala tem dois significados: camelo e corda; donde se deduz, por simples lógica, que foi tomado um significado por outro. O descobrimento de duas folhas de papiro e um pedaço adicional em que foram encontradas frases de Jesus. Segundo os peritos estas foram as primeiras escrituras. È a mais antiga que qualquer outro manuscrito ou parte do Novo Testamento. Seu estudo significa um valor histórico e um modo de verificar a verdade de algumas afirmações, senão também a emoção de Ter entre as mãos documentos que pertenceram aos primeiros cristãos. 




Antônio Paiva Rodrigues

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 24 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/cotidiano-artigos/a-lingua-que-jesus-e-seus-discipulos-falavam-457963.html

    Palavras-chave do artigo:

    lingua

    ,

    jesus

    ,

    costumes

    Comentar sobre o artigo

    RESUMO Este artigo busca apresentar um panorama da língua latina e sua influência na religião nos séculos 4 e 5. Na Era Cristã, os romanos viveram seus dias prósperos, mas a partir do século 3, o Império começou a entrar em crise e mais tarde por volta do século 5, se desintegraria totalmente. Após, a queda de Roma a Igreja auxiliou a preservar o legado romano. Assim, surge o pensamento religioso agostiniano, ele fez uso do latim, para escrever suas idéias. As bases, a qual ele se apoiou, para

    Por: ELI DO NASCIMENTO LISBOAl Educação> Ensino Superiorl 13/05/2010 lAcessos: 1,072 lComentário: 1

    Este artigo ensina como uma pessoa pode a cada dia sentir o poder de DEUS flluindo de dentro de seu espirito, a biblia chama este poder de rios de agua viva.

    Por: Julio Nerisl Religião & Esoterismo> Evangelhol 22/03/2010 lAcessos: 4,651
    Cristiane Cardoso da Silva

    Este artigo tem como eixo temático as "Perspectivas Históricas do Livro Didático de Língua Portuguesa", e como objetivo geral: investigar como o livro didático de língua portuguesa se constituiu como o principal instrumento de ensino-aprendizagem no Brasil. Nessa perspectiva, como aporte, adotamos a pesquisa bibliográfica sem o propósito majoritário de fazer inferências comparativas ou críticas, mas sim de fazer com que a teoria de um autor pudesse desfechar-se na teoria do outro.

    Por: Cristiane Cardoso da Silval Educação> Línguasl 09/04/2011 lAcessos: 909

    No livro de Atos dos Apóstolos encontramos uma das passagens mais controvertidas, discutidas e, ao mesmo tempo, belas, do Novo testamento. Trata-se At, 2,1-11 que se popularizou como fundamentação para a festa do Pentecostes.

    Por: NERI P. CARNEIROl Religião & Esoterismo> Religiãol 22/01/2009 lAcessos: 1,114 lComentário: 2
    ELTON PEREIRA DE MELO

    Trata-se da continuação dos 10 mandamentos sendo esta a segunda parte, a se tratar do segundo mandamento. boa leitura.

    Por: ELTON PEREIRA DE MELOl Religião & Esoterismo> Religiãol 07/12/2010 lAcessos: 564
    marlucia pontes gomes de jesus

    O artigo faz uma retrospectiva do analfabetismo no Brasil desde o Império até os dias atuais.

    Por: marlucia pontes gomes de jesusl Educaçãol 17/04/2011 lAcessos: 4,506
    Werkson Azeredo

    RESUMO Na visão Paulina o nascimento de Cristo ocorreu em momento oportuno "Plenitude dos tempos" que viria a favorecer a propagação da Fé cristã, porém Jesus foi uma figura controversa em seu contexto amado pelas massas, mas em constante conflito com os líderes Judaicos o que culminará na sua crucificação e morte de Jesus, evento relatado nos quatro evangelhos (Mt. 27.45-56; Mc. 15.33-41; Jo 19.28-30), contudo Jesus Ressuscita provando ser o messias, ressuscitando vencera a morte, sendo agora c

    Por: Werkson Azeredol Religião & Esoterismo> Religiãol 20/07/2014 lAcessos: 50
    Escritorcampos

    Jamais perca o norte, Cuidado com a língua, Ela é como uma espada Muito afiada, Que possuí dois corte. Tenha-a afinada, Para bendizer a sorte.

    Por: Escritorcamposl Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 06/05/2010 lAcessos: 552
    JUNIOR OMNI

    ___________________________________________ O NATAL SE APROXIMA, MAS... . VOCÊ CONHECE JESUS? O QUE VOCÊ SABE SOBRE ELE? . . Talvez você responda que conhece Jesus, porque no Natal, muita gente enfeita suas casas com presépios, onde um "MENINO" se encontra deitado numa manjedoura, na estrebaria, junto com alguns animais. Mas, É SÓ ISSO QUE VOCÊ SABE ACERCA DELE? . . Preste ATENÇÃO, pois vou lhe explicar QUEM É JESUS CRISTO! .

    Por: JUNIOR OMNIl Notícias & Sociedade> Cotidianol 05/12/2014

    A realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil prometia muito mais do que um espetáculo dentro de campo, com a presença dos maiores jogadores do mundo. A expectativa para a realização do segundo Mundial no país também estava concentrada em um grande impulso para a economia e geração de capital com o aumento do turismo em todas as regiões, o desenvolvimento do próprio esporte, além da realização de diversas obras para melhoria da infraestrutura, pelo menos, nas doze cidades-sedes.

    Por: Adriano Bezerral Notícias & Sociedade> Cotidianol 19/02/2015

    Com certeza, você ouviu falar dele. A participação do motoboy e ator, Douglas, de 29 anos, no Big Brother Brasil (BBB) durou apenas duas semanas, mas deu muito que falar. Ao sai do BBB, o motoboy afirmou que seu maior problema foi ter sido "verdadeiro demais"...

    Por: Adriano Bezerral Notícias & Sociedade> Cotidianol 13/02/2015

    Os tempos modernos andam turbulentos. A epidemia do desemprego ataca todos os países, inclusive os ricos, sobretudo na Europa. Os avanços da ciência nos deram mais vida: o brasileiro atualmente vive em média 71 anos, contra apenas 33 anos em 1900.

    Por: Central Pressl Notícias & Sociedade> Cotidianol 10/02/2015
    Angélica Silva

    Para a maioria das pessoas, "ser produtivo" significa terminar um projeto da faculdade, entregar o relatório para o chefe, ir à academia ou fazer uma faxina geral na casa. Na verdade, uma grande parte de ser "produtivo" é dizer aos outros o quão produtivo você é.

    Por: Angélica Silval Notícias & Sociedade> Cotidianol 15/01/2015

    Entenda todo o processo de autorização do concurso público do INSS. Essa autorização tem sido objeto de muita polêmica, por isso resolvemos esclarecer tudo sobre ela.

    Por: Guilhermel Notícias & Sociedade> Cotidianol 13/01/2015 lAcessos: 19

    Em 1915 uma seca devastadora castigou sem piedade o brasileiro inclusive o povo nordestino, os mais velhos contam que naquele ano foi uma época de muito sofrimento

    Por: Erandirl Notícias & Sociedade> Cotidianol 06/01/2015 lAcessos: 19

    "É necessário que eu diminua e o Cristo cresça." (João Batista - João, 3:30). Eis algumas respostas à indagação proposta: Antídoto de muitos males, formadora de novos hábitos, indicadora eficaz do encontro consigo mesmo. Ressarcimento perante a consciência, fornalha renovadora das densas energias de culpa

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Notícias & Sociedade> Cotidianol 05/01/2015

    Mais que em outros tempos, o orbe tem desenganado e tornado mais difícil à vida hominal. Numa sociedade egoísta, desumana e competitiva por excelência, massificante e indiferente, tornamo-nos quase sempre embrutecidos, pessimistas e passamos a achar natural o egoísmo, o egocentrismo e o "cada um para si" e Deus para todos, como se a responsabilidade, a altivez e a ética não fossem atribuições de cada um. O homem tem seus atributos, suas ações benéficas ou maléficas, independente ...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Notícias & Sociedade> Cotidianol 05/01/2015

    Numa esplendorosa noite de lua cheia, vislumbrei o céu estrelado que nos convidava para uma bela noitada de amor. Olhei para o belo e delicado semblante de meu amor, pisquei os olhos, mas ela sem entender de que se tratava perguntou-me em tom suave, o que eu estaria almejando. Pensei em dizer-lhe que desejaria unir nossos corações naquela noite de luar convidativa para uma sessão de afagos e carinhos.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 19/02/2015

    Dentre os muitos escândalos surgidos no governo do Partido dos trabalhadores (PT), desde sua inserção na presidência da República, que os escândalos não param, pois assim que se chega ao fim uma investigação, começa outra. Mensalão, Propinoduto, Petrolão, BNDES e vem mais um o Eletrolão. São tantos escândalos que a Polícia Federal não terá condições de averiguar todos, visto que a demora em apontar nomes pode ser considerado o ponto fraco das investigações

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 19/02/2015

    Dizem alguns historiadores que uma grande maioria das festas cristãs tem um cunho pagão. Quem faz as afirmações baseia nas tradições dos povos antigos, pois os rituais eram mágicos religiosos e os religiosos usavam essa artimanha para controlar certos e determinados fatores que poderiam representar reveses em suas vidas. Com o passar do tempo tudo muda, no entanto, os desvios foram se sucedendo e nos dia de hoje esses rituais aparecem muito deturpados, nas mais diversas festividades cristãs.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 17/02/2015

    Segundo o dito popular amor de carnaval desaparece na fumaça. É igual a dor de cabeça, quando tomamos um comprimido, ela normalmente passa. Na vida tudo passa e o tempo se encarrega disso. Ao assistirmos os belos desfiles de carnaval pelo Brasil afora, denotamos que momentos de prazer se misturam a momentos dolorosos. Enquanto nosso País passa por momentos difíceis, o povo se esbalda, enche o papo de cachaça, cerveja e outras bebidas malfazejas.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 17/02/2015

    A palavra cidadania é a qualidade ou estado de cidadão. Já cidadão é o indivíduo no gozo dos direitos civis e políticos de um Estado, ou no desempenho de seus deveres para com este. Habitante de uma cidade, indivíduo, sujeito, homem, mas naturalmente um hominal de conduta ilibada. Cidadão do mundo é o homem que põe os interesses da humanidade acima da pátria; cidadão do Universo.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 14/02/2015

    Meu amigo você continua a não me entender. Você afirma que foram criados todos esses órgãos, mas os mesmos não funcionam. Por que o chefão da quadrilha (O Barba está solto?) não teve coragem de dar um depoimento para amenizar a situação dos seus companheiros de partido. Ficou ausente o tempo todo. O que adianta criar órgãos que os próprios petistas não obedecem? Eu nada tenho contra ou a favor do governo Fernando Henrique.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 10/02/2015

    O poder da palavra está na força do coração. A palavra simboliza a educação, a ética e a sabedoria… O poder da palavra está na vida e na dedicação. A palavra fortalece o poder e a sua força não negaria.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 08/02/2015

    Na minha vida compartilhei alegrias e tristezas, assim como nos céus brilham as estrelas, umas mais cintilantes, outras menos. Nos jardins brilham as flores e as rosas vertem perfumes, umas mais outras menos, mas são nos menores frascos que encontramos os melhores perfumes. Ouvi alguém afirmar: "No céu escolhi uma estrela de uma bela constelação, no jardim escolhi uma flor, para ser o meu grande amor e embelezar o meu coração".

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 04/02/2015

    Comments on this article

    0
    ANTONIO PAIVA RODRIGUES 28/05/2011
    CARO CIRO DE JESUS RESPONDENDO A SUA INDAGAÇÃO TENHO A DIZER O SEGUINTE:"No sentido corrente, Vulgata é a tradução para o latim da Bíblia, escrita entre fins do século IV início do século V, por São Jerónimo, a pedido do Papa Dâmaso I, que foi usada pela Igreja Católica e ainda é muito respeitada.Nos seus primeiros séculos, a Igreja serviu-se sobretudo da língua grega. Foi nesta língua que foi escrito todo o Novo Testamento, incluindo a Carta aos Romanos, de São Paulo, bem como muitos escritos cristãos de séculos seguintes.Esdras também teve muita influência, mas são jerônimo praticamente o lançador da vulgata. No século IV, a situação já havia mudado, e é então que o importante biblista São Jerónimo traduz pelo menos o Antigo Testamento para o latim e revê a Vetus Latina.A denominação Vulgata consolidou-se na primeira metade do século XVI, sobretudo a partir da edição da Bíblia de 1532, tendo sido definitivamente consagrada pelo Concílio de Trento, em 1546. O Concílio estabeleceu um texto único para a Vulgata a partir de vários manuscritos existentes, o qual foi oficializado como a Bíblia oficial da Igreja e ficou conhecido como Vulgata Clementina.

    Após o Concílio Vaticano II, por determinação de Paulo VI, foi realizada uma revisão da Vulgata, sobretudo para uso litúrgico. Esta revisão, terminada em 1975, e promulgada pelo Papa João Paulo II, em 25 de abril de 1979, é denominada Nova Vulgata e ficou estabelecida como a nova Bíblia oficial da Igreja Católica .
    0
    Antonio Paiva Rodrigues 29/03/2011
    Estimada Geisi infelizmente não consegui entender bem o seu comentário. Podes fazer outro que te responderei com muito prazer. Jesus te ama. Abraços.
    0
    Giesi ferreira Da Cruz 29/03/2011
    ao meu ver Jesus nunca abadonou as mulheres para ser compaeiras dos homens
    trabalhar juntos mas ele escolheu 12 homens para ser seus apostolos, se acontecer
    esta reforma ao meu ver começa acrescentar há abiblia, é só uma visão os que faz
    as normas litúgicas pode falar melhor...
    0
    Ciro de jesus 04/12/2009
    quero saber quem foram os participantes do livro vulgata junto com jeronimo?
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast