A Língua Que Jesus E Seus Discípulos Falavam

Publicado em: 22/06/2008 |Comentário: 4 | Acessos: 126,204 |

A Língua Que Jesus e Seus Discípulos Falavam



Estamos tão acostumados a ouvir os textos sagrados em latim, que geralmente nos parece que Jesus Cristo e seus apóstolos praticavam esta língua. È uma idéia errônea. Quando Jesus Cristo, na agonia, pregado na cruz rodeado de verdugos, chorado por seus discípulos, pronunciou as amargas palavras: ELI! ELI!... não falava em latim, mas na língua popular de Israel, o aramaico.

O aramaico era o idioma do povo da época em que o Redentor, seguido pelos humildes pescadores da Galiléia, cruzava as terras áridas da Palestina; na época em que, do alto do Monte Sinai lançava aos ventos, para que se espalhassem pelo mundo, as frases de bondade e de bem-aventurança que hoje se conhecem com o nome de “sermão da montanha”. O aramaico idioma semítico originário da Ásia Menor havia suplantado, com a influência das esplendorosas civilizações assírios-babilônicas, o antigo e bíblico hebraico. No tempo dos apóstolos era falado em uma grande área da Ásia Menor, incluindo as regiões que hoje se conhecem com os nomes de Jordânia, Transjordânia, Líbano, Síria, Armênia e Israel.

São Mateus escreveu sua Vida de Jesus no mesmo idioma em que havia conversado com o senhor. Mas, como o aramaico só se falava nos distritos semitas que acima citamos, e como cada vez o cristianismo mais se estendia pelo mundo, fez-se indispensável traduzir o relato de São Mateus para um idioma universal; portanto apelou-se para o grego, língua mais difundida naquela época. Seguindo essa norma foram também vertidas para o grego as páginas escritas mais tarde por São Marcos, São João e São Lucas. Com o desenvolvimento do poder romano na ordem cultural, houve necessidade de traduzir os evangelhos para o latim em primeiro lugar e depois aos dialetos de cada região. Até o século IV haviam sido feitas tantas traduções, freqüentemente realizadas por pessoas incapazes, que o Papa Dâmaso, no ano de 382, interessou-se em conseguir uma versão melhor. Este trabalho foi encomendado a São Jerônimo, que revisou o Novo Testamento em latim, corrigindo-o de acordo com os melhores manuscritos gregos que se conheciam. Esta edição é geralmente conhecida com o nome de VULGATA. A Vulgata permaneceu como a melhor versão dos Evangelhos por mais de doze séculos, até que uns dignitários da Igreja perceberam que São Jerônimo havia cometido muitos erros.


Ao ser eleito, em 1569, o Papa Pio V resolveu que se devia fazer imediatamente uma revisão da versão de São Jerônimo. Assim é que, em 1590, se publicou a Vulgata Sixtina, em latim. No ano seguinte, o Papa Gregório XIV fez revisão dessa nova edição a que se chamou Vulgata Clementina, sendo esta a versão em latim da Igreja Católica Romana. Os Evangelhos tem sofrido diversas traduções através dos tempos, esses erros foram sanados pelo Professor Jorge M. Lamsa, em sua tradução direta do aramaico para o Inglês. Ele em sua tradução fez ressaltar vários erros dos primeiros tradutores. O conhecido milagre de Jesus caminhando sobre as águas não é referido, segundo o prof. Lamsa, mas o resultado de uma palavra mal traduzida. De acordo com o aramaico, “caminhou pelo mar” devia ser traduzido por “caminhou junto ao mar”, ou caminhou à beira – mar. Neste caso, São João havia usado a palavra se, que significa textualmente em ou por deixando implícito que Jesus caminhou perto do mar. Outra frase é mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do que um rico se salvar.

Neste caso, a palavra aramaica gomala tem dois significados: camelo e corda; donde se deduz, por simples lógica, que foi tomado um significado por outro. O descobrimento de duas folhas de papiro e um pedaço adicional em que foram encontradas frases de Jesus. Segundo os peritos estas foram as primeiras escrituras. È a mais antiga que qualquer outro manuscrito ou parte do Novo Testamento. Seu estudo significa um valor histórico e um modo de verificar a verdade de algumas afirmações, senão também a emoção de Ter entre as mãos documentos que pertenceram aos primeiros cristãos. 




Antônio Paiva Rodrigues

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 24 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/cotidiano-artigos/a-lingua-que-jesus-e-seus-discipulos-falavam-457963.html

    Palavras-chave do artigo:

    lingua

    ,

    jesus

    ,

    costumes

    Comentar sobre o artigo

    RESUMO Este artigo busca apresentar um panorama da língua latina e sua influência na religião nos séculos 4 e 5. Na Era Cristã, os romanos viveram seus dias prósperos, mas a partir do século 3, o Império começou a entrar em crise e mais tarde por volta do século 5, se desintegraria totalmente. Após, a queda de Roma a Igreja auxiliou a preservar o legado romano. Assim, surge o pensamento religioso agostiniano, ele fez uso do latim, para escrever suas idéias. As bases, a qual ele se apoiou, para

    Por: ELI DO NASCIMENTO LISBOAl Educação> Ensino Superiorl 13/05/2010 lAcessos: 1,037 lComentário: 1

    Este artigo ensina como uma pessoa pode a cada dia sentir o poder de DEUS flluindo de dentro de seu espirito, a biblia chama este poder de rios de agua viva.

    Por: Julio Nerisl Religião & Esoterismo> Evangelhol 22/03/2010 lAcessos: 4,528
    Cristiane Cardoso da Silva

    Este artigo tem como eixo temático as "Perspectivas Históricas do Livro Didático de Língua Portuguesa", e como objetivo geral: investigar como o livro didático de língua portuguesa se constituiu como o principal instrumento de ensino-aprendizagem no Brasil. Nessa perspectiva, como aporte, adotamos a pesquisa bibliográfica sem o propósito majoritário de fazer inferências comparativas ou críticas, mas sim de fazer com que a teoria de um autor pudesse desfechar-se na teoria do outro.

    Por: Cristiane Cardoso da Silval Educação> Línguasl 09/04/2011 lAcessos: 862

    No livro de Atos dos Apóstolos encontramos uma das passagens mais controvertidas, discutidas e, ao mesmo tempo, belas, do Novo testamento. Trata-se At, 2,1-11 que se popularizou como fundamentação para a festa do Pentecostes.

    Por: NERI P. CARNEIROl Religião & Esoterismo> Religiãol 22/01/2009 lAcessos: 1,099 lComentário: 2
    ELTON PEREIRA DE MELO

    Trata-se da continuação dos 10 mandamentos sendo esta a segunda parte, a se tratar do segundo mandamento. boa leitura.

    Por: ELTON PEREIRA DE MELOl Religião & Esoterismo> Religiãol 07/12/2010 lAcessos: 555
    marlucia pontes gomes de jesus

    O artigo faz uma retrospectiva do analfabetismo no Brasil desde o Império até os dias atuais.

    Por: marlucia pontes gomes de jesusl Educaçãol 17/04/2011 lAcessos: 4,318
    Werkson Azeredo

    RESUMO Na visão Paulina o nascimento de Cristo ocorreu em momento oportuno "Plenitude dos tempos" que viria a favorecer a propagação da Fé cristã, porém Jesus foi uma figura controversa em seu contexto amado pelas massas, mas em constante conflito com os líderes Judaicos o que culminará na sua crucificação e morte de Jesus, evento relatado nos quatro evangelhos (Mt. 27.45-56; Mc. 15.33-41; Jo 19.28-30), contudo Jesus Ressuscita provando ser o messias, ressuscitando vencera a morte, sendo agora c

    Por: Werkson Azeredol Religião & Esoterismo> Religiãol 20/07/2014 lAcessos: 22
    Escritorcampos

    Jamais perca o norte, Cuidado com a língua, Ela é como uma espada Muito afiada, Que possuí dois corte. Tenha-a afinada, Para bendizer a sorte.

    Por: Escritorcamposl Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 06/05/2010 lAcessos: 539
    PINHEIRO, Adriano Martins

    Um hipócrita jamais conseguiria ler este texto, por completo. Hipócritas odeiam escutar críticas contra a hipocrisia. Aliás, a história demonstra que pessoas morreram por falar contra a hipocrisia. Entre as mortes, podemos citar o próprio Cristo, que fora morto pelos fariseus, o maior exemplo de hipocrisia de todos os tempos.

    Por: PINHEIRO, Adriano Martinsl Religião & Esoterismo> Evangelhol 30/05/2014 lAcessos: 13
    Odalberto Domingos Casonatto

    O autor comenta a notícia que uma jovem Muçulmana, Mona Ramouni, deficiente visual, por motivos religiosos nunca pode ter um cão de guia (este animal é impuro), assim adotou um Poney para servir de guia. Agora na Universidade de Michigan, USA, Mona tem o Poney "Cali" como guia que a acompanha até dentro do ônibus. São ressaltados aspectos de adaptação cultural.

    Por: Odalberto Domingos Casonattol Notícias & Sociedade> Cotidianol 15/09/2014

    Todo Bem que almejamos conquistar honrosamente é a conquista da Paz chamada Amor de DEUS.

    Por: ADRASTIA ABNARAl Notícias & Sociedade> Cotidianol 11/09/2014
    Elizandra Souza

    A ciclovia é o maior engodo de todos os tempos em relação ao transporte público, pois desresponsabiliza o governo de sua obrigação em oferecer transporte decente. É sabido que pouquíssimos bairros na capital de SP teriam condições de terem ciclovias, não só pela falta de planejamento urbano - aparentemente nunca pensado, mas principalmente pela irregularidade do terreno paulista.

    Por: Elizandra Souzal Notícias & Sociedade> Cotidianol 10/09/2014

    Um breve resumo de informações importantes sobre a história da cidade de Mauá na região do grande ABC

    Por: alexshinobil Notícias & Sociedade> Cotidianol 08/09/2014

    Nos últimos anos o segmento da construção civil está em alta e aquecida , devido aos grandes investimentos que vem sendo realizados, seja por parte do governo e das empresas que vem crescendo no país... Continue lendo...

    Por: Camila S. Ribeirol Notícias & Sociedade> Cotidianol 04/09/2014

    Quando pensamos em reformar, seja nossa casa ou apartamento, surge diversas idéias e acabamos nos perdendo em meio a tantas informações. Devido a isto, vamos separa algumas dessas idéias ... Continue lendo...

    Por: Camila S. Ribeirol Notícias & Sociedade> Cotidianol 04/09/2014

    Economizar energia não é nenhum um bicho de sete cabeças, basta utilizar as dicas seguintes para que o consumo em sua conta de energia elétrica comece a diminuir ... Continue lendo...

    Por: Camila S. Ribeirol Notícias & Sociedade> Cotidianol 04/09/2014
    Janethe Fontes

    Bienal do Livro de SP: O público merecia mais respeito! As filas para pegar o ônibus eram verdadeiramente quilométricas, mas nada se comparava às filas para comprar o ingresso de R$ 14,00. Pessoas chegaram a ficar na fila do ingresso por mais de duas horas! Sério. Mais de duas horas, em pé, só para comprar o ingresso. Como pode isso?!

    Por: Janethe Fontesl Notícias & Sociedade> Cotidianol 02/09/2014

    Alvitrei com meu amor para nós proclamarmos a felicidade, Explorei grandes atitudes de um ser Cireneico com paz e alegria, A bondade em meu coração seria como um bordão de raridade, Consciencialmente substanciado no amor ao próximo e não na revelia. Contributivo com amor a transmitir reguei tudo sem belicosidade… Deotropismo uma bela palavra que me imantou com imensa simpatia. Dileto amigo ajude-me a ultrapassar o caminho espinhoso com agilidade,

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 12/09/2014

    Encontrei meu amor mesmo com uma ânsia sem medidas. Na luta diária e nos entraves que nos envolvem esqueci que estava só… Nos olhares das pessoas indiscretas o mal se afigura como raios flamejantes. Não permita que o orgulho tome conta do seu ser, pois este mal afeta o amor e, consequentemente o coração. Eu posso afirmar de viva voz que ao te encontrar conheci por acaso, aliás, foi o acaso mais lindo da minha vida. Para se amar verdadeiramente hoje em dia, é preciso que o amor seja provado e sen

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 08/09/2014

    Antes mesmo do descobrimento do nosso país, ele já era habitado pelos silvícolas. Os estudiosos das civilizações antigas, pesquisadores, arqueólogos chegaram às descobertas pré-históricas, que foram executadas por meio de escavações e análises minuciosas, e, através, desses estudos calcularam que entre os anos 40 mil e 12 mil a.C., já existiam os povos nômades, caçadores e pescadores que usavam utensílios artesanais rudimentares, para as suas sobrevivências.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 25/08/2014

    A vida é virtuosa, a morte traiçoeira, uma traz virtudes, anseios, felicidades, angústias e muita mais. A outra deixa o corpo inerte, a saudade consome e transforma a vida de muitos, e além do mais, se houver cremação sobram somente às cinzas. A vida sempre vencerá a morte, pois somos imortais e nos renovamos, através da reencarnação. Se a morte faz companhia desde o nascituro é porque nossos destinos sempre serão renovados por este ciclo que Deus criou para nós. A carne se putrefaz, mas o ...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Notícias & Sociedade> Cotidianol 13/08/2014

    Ao acessar o ninho de amor com êxtase total… Mostro com melindres meu amor e sensação… O destino que faz o nosso amor se tornar fatal… Reverbero por um dia de amor ardente de excitação.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 12/08/2014

    Nas lições da vida temos muito que aprender, principalmente nas experiências adquiridas onde renasce o esplendor de sementes a sementes. Com a fraternidade nós regamos o saber que no somatório das experiências nasce e cresce com o sabor do conhecimento adquirido. O que somos hoje devemos aos nossos pais. Os pais não são construtores da vida, porém os mediadores dela, plasmando sob a divina diretriz do Senhor. Os pais humanos são os primeiros mentores da criatura. De sua missão amorosa, decorre a

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Notícias & Sociedade> Cotidianol 12/08/2014

    "Segundo Marco Antônio Villa em seu livro "Década Perdida" – Dez anos de PT (Partido dos Trabalhadores) no poder, estamos vivendo um tempo sombrio, uma época do vale-tudo. Desapareceram os homens públicos. Foram substituídos pelos políticos profissionais. Todos querem enriquecer a qualquer preço. E rapidamente. Não importam os meios. Garantidos pela impunidade, sabem que, se forem apanhados, têm sempre uma banca de advogados, regiamente paga, para livrá-los de alguma condenação. São anos marcado

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 01/08/2014

    Costuma-se dizer que a história é a narrativa metódica dos fatos notáveis ocorridos na vida dos povos, em particular, e na vida da humanidade, em geral, podendo ser o conjunto de conhecimentos adquiridos através da tradição ou por meio dos documentos, relativos à evolução, ao passado da humanidade. Ciência e método que permitem adquirir e transmitir aqueles conhecimentos, bem como, o conjunto de obras referentes à história,

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 30/07/2014

    Comments on this article

    0
    ANTONIO PAIVA RODRIGUES 28/05/2011
    CARO CIRO DE JESUS RESPONDENDO A SUA INDAGAÇÃO TENHO A DIZER O SEGUINTE:"No sentido corrente, Vulgata é a tradução para o latim da Bíblia, escrita entre fins do século IV início do século V, por São Jerónimo, a pedido do Papa Dâmaso I, que foi usada pela Igreja Católica e ainda é muito respeitada.Nos seus primeiros séculos, a Igreja serviu-se sobretudo da língua grega. Foi nesta língua que foi escrito todo o Novo Testamento, incluindo a Carta aos Romanos, de São Paulo, bem como muitos escritos cristãos de séculos seguintes.Esdras também teve muita influência, mas são jerônimo praticamente o lançador da vulgata. No século IV, a situação já havia mudado, e é então que o importante biblista São Jerónimo traduz pelo menos o Antigo Testamento para o latim e revê a Vetus Latina.A denominação Vulgata consolidou-se na primeira metade do século XVI, sobretudo a partir da edição da Bíblia de 1532, tendo sido definitivamente consagrada pelo Concílio de Trento, em 1546. O Concílio estabeleceu um texto único para a Vulgata a partir de vários manuscritos existentes, o qual foi oficializado como a Bíblia oficial da Igreja e ficou conhecido como Vulgata Clementina.

    Após o Concílio Vaticano II, por determinação de Paulo VI, foi realizada uma revisão da Vulgata, sobretudo para uso litúrgico. Esta revisão, terminada em 1975, e promulgada pelo Papa João Paulo II, em 25 de abril de 1979, é denominada Nova Vulgata e ficou estabelecida como a nova Bíblia oficial da Igreja Católica .
    0
    Antonio Paiva Rodrigues 29/03/2011
    Estimada Geisi infelizmente não consegui entender bem o seu comentário. Podes fazer outro que te responderei com muito prazer. Jesus te ama. Abraços.
    0
    Giesi ferreira Da Cruz 29/03/2011
    ao meu ver Jesus nunca abadonou as mulheres para ser compaeiras dos homens
    trabalhar juntos mas ele escolheu 12 homens para ser seus apostolos, se acontecer
    esta reforma ao meu ver começa acrescentar há abiblia, é só uma visão os que faz
    as normas litúgicas pode falar melhor...
    0
    Ciro de jesus 04/12/2009
    quero saber quem foram os participantes do livro vulgata junto com jeronimo?
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast