Tolerância Zero Para O Álcool... Assunto Polêmico..

Publicado em: 27/06/2008 |Comentário: 3 | Acessos: 2,558 |
Motorista que bebe, não é a mesma coisa que “motorista bêbado”.

A diferença é: Beber e, estar bêbado.

Os motoristas que precisam ser retirados das ruas e rodovias são aqueles que estiverem embriagados e ofereçam risco aos outros condutores ou a eles mesmos.

A Lei de Tolerância Zero para álcool no transito, está um pouco equivocada e como toda Lei brasileira, está cheia de furos.

Ninguém pode “proibir” ninguém de beber, muito menos de dirigir.

Se tiver que proibir alguma coisa, vamos proibir a fabricação de bebidas alcoólicas ou a fabricação de automóveis, cigarros e muitas outras coisas como armas e munições por exemplo. A violência no trânsito não se coíbe com proibição, mas com vigilância, fiscalização e educação.

O que o cidadão não pode fazer é “dirigir bêbado”. Mas ele pode dirigir depois de ter bebido, sem estar necessariamente bêbado.

No tempo em que eu bebia, podia perfeitamente, tomar até umas cinco ou seis latinhas de cerveja, saía do bar e ia pra minha casa com a maior tranqüilidade, sem me prejudicar ou prejudicar ninguém. Se tivesse passado da conta, pedia pra alguém me levar.

Dirigir bêbado, com os sentidos totalmente alterados, colocando a própria vida em risco e a de outras pessoas é uma coisa. Dirigir depois de sair de uma festa, onde a pessoa bebeu um ou dois drinks, mas tem plenas condições de conduzir o carro até em casa é outra coisa muito diferente.
Quero é ver, num sábado, depois de onze da noite, quem anda na rua, sem ter bebido alguma coisa.

Não há como controlar isso, as pessoas não vão obedecer e vai faltar cadeia pra prender tanta gente, de mais a mais, os advogados vão fazer a festa, pois, a Lei é praticamente inconstitucional porque cerceia o direito do cidadão de ir e vir, de dirigir, de beber.

Infelizmente, as pessoas não têm cultura pra compreender que é perigoso dirigir depois de beber, os jovens principalmente, acham que bebida está diretamente ligada à direção de carro, mulher e festa. Se você tem um carro, dinheiro pra entrar na festa, com certeza vai conseguir uma mulher, pronto é o sonho de todo adolescente.

O que precisa ser criminalizado não é o ato de beber e depois dirigir, mas, o ato de dirigir embriagado, não o ato de dirigir depois de ter bebido.

Em acidentes onde morrem 3, 4 pessoas, e, o motorista estava embriagado, os passageiros morreram porque tiveram vontade de morrer, quem entra num carro sabendo que o motorista está alcoolizado é um suicida. O grande problema dos bêbados ao volante é que em geral eles não se matam sozinhos, sempre levam alguém com eles, muitas vezes pedestres inocentes.

Se os pais tiverem um pouco de consciência, não dando carro nas mãos de adolescentes irresponsáveis, a coisa já melhoraria muito. Esposas, namoradas e afins, que recusem entrar no carro se o companheiro estiver alcoolizado, seria outra medida preventiva muito útil. Amigos que se recusem a viajar se o motorista estiver bebendo ao volante será de grande valia. Existem muitas coisas simples que se pode fazer para evitar os acidentes.

O que é preciso é criar uma cultura, deste a mais tenra idade nas crianças, a respeito do consumo de bebidas alcoólicas, a geração que aí está já não tem mais jeito, já foram criados sem esta consciência e, “pau que nasce torto, morre torto”.

A gente tira uma base pelo tabaco, sabe-se que faz mal à saúde, mas, as pessoas fumam assim mesmo, correndo o risco de contrair enfermidades. Só quem foi, desde criança, instruído a não fumar, não fuma.

A Lei da Tolerância Zero é muito boa, gente que tem responsabilidade, aprova, mas, infelizmente, não vai funcionar. Vai ser tanta gente presa e solta no outro dia, que no final, a própria polícia vai enjoar disso e não vai mais fiscalizar. Só vai prender aqueles que se envolverem em acidentes. Prender carteira de motorista não adianta, quem é irresponsável dirige sem ela, multar não adianta, os filhinhos de papai não estão preocupados com dinheiro.

Quando acontecem os acidentes, como alguns que a gente vê na TV, onde as pessoas estão visivelmente embriagadas, nem é preciso bafômetro, prende o cara logo e faz o que for da Lei.

O que não pode é querer enquadrar “todo cidadão” que tiver bebido alguma coisa, comido um bombom ou escovado os dentes como sendo um bêbado irresponsável.
www.blogdoacreucho.blogspot.com
Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 4 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/cotidiano-artigos/tolerancia-zero-para-o-alcool-assunto-polemico-465090.html

    Palavras-chave do artigo:

    alcool

    ,

    tolerancia zero

    ,

    justica

    Comentar sobre o artigo

    A comissão de juristas do Senado que discute o novo Código Penal aprovou nesta segunda-feira a tolerância zero para quem dirigir embriagado. A intenção é endurecer a Lei Seca, retirando a previsão de prisão só para quem estiver com mais de 6 decigramas de álcool por litro de sangue. O texto prevê a utilização de "qualquer meio de prova em direito admitida" para comprovar embriaguez. A proposta vai além do projeto aprovado pela Câmara na semana passada, que não alterava índice de tolerância.

    Por: revistacobertural Finanças> Segurol 17/04/2012 lAcessos: 28

    O presente trabalho tem como tema a Lei Ordinária n° 11.705/08 que trouxe inovadoras previsões incrementando a punição aos motoristas que dirigem sob a influência de álcool no sangue.

    Por: Davi Reisl Direito> Doutrinal 12/07/2012 lAcessos: 189

    No ano em que o número de flagrados pela lei seca na capital paulista deve dobrar, a legislação vai ficar mais rígida, com multa ampliada, e não vai adiantar recusar o bafômetro - até vídeos e testemunho policial serão aceitos como prova.

    Por: revistacobertural Press Releasel 13/12/2012 lAcessos: 14

    "O ferro é provado pelo fogo e o justo pela tentação. Ignoramos muitas vezes o que valemos e a tentação faz-nos ver o que somos". Devemos nos arrumar interiormente. Imaginemos ser o nosso íntimo uma casa que pede arrumação para ser agradável. Ponha ordem em casa. Coloque claridade onde há negritude; fortaleza onde encontrar fraqueza; esperança onde aparecer desalento; força de ação onde identificarmos preguiça; paz onde reina intranquilidade; alegria onde domina a tristeza.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Notícias & Sociedade> Cotidianol 11/03/2010 lAcessos: 284
    Lucivania da Silva

    Partindo do principio que a depressão infantil pode ser explicada, levando-se em consideração a história de vida, contingências ambientais, fatores orgânicos e elementos comportamentais, o presente trabalho objetivou descrever alguns aspectos da dinâmica familiar e escolar do indivíduo que causam depressão infantil, sobre a ótica da Psicopedagogia. Por se tratar de uma pesquisa de caráter integrativo, enfatizamos a importância de os profissionais da área educacional estarem atentos aos sintomas.

    Por: Lucivania da Silval Educação> Educação Infantill 25/09/2012 lAcessos: 324

    A palavra acima epigrafada tem como sinonímia o ato ou efeito de revolver (-se) ou revolucionar (se), revolvimento. Podendo ser a mudança violenta nas instituições políticas de uma nação, perturbação moral, indignação e agitação. Refere-se também a transformação natural da superfície do globo. Rotação em torno de um eixo móvel. Desvio no modo de considerar assuntos relativos a um ramo qualquer do pensamento humano.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 21/01/2014
    Cibele Suzigan Randi

    Será que temos pensado em nossos dias? E se pensamos de que maneira isso acontece? Estamos sempre correndo, a mil por hora e pouco pensamos se isso está nos fazendo algum bem ou nos proporcionando algo. É isso que proponho ao escrever esse artigo.

    Por: Cibele Suzigan Randil Notícias & Sociedade> Cotidianol 16/09/2014

    O jovem milionário que não quis da entrevista fez uma doação de R$ 300.000,00 reais a uma instituição de caridade na baixada fluminense nesta sexta-feira do dia 12/09/14.Que este ato seja de inspiração para futuros ganhadores e empresários cariocas para parte da população esquecida pelos nossos governantes.

    Por: Monica Sulivanl Notícias & Sociedade> Cotidianol 16/09/2014
    Odalberto Domingos Casonatto

    O autor comenta a notícia que uma jovem Muçulmana, Mona Ramouni, deficiente visual, por motivos religiosos nunca pode ter um cão de guia (este animal é impuro), assim adotou um Poney para servir de guia. Agora na Universidade de Michigan, USA, Mona tem o Poney "Cali" como guia que a acompanha até dentro do ônibus. São ressaltados aspectos de adaptação cultural.

    Por: Odalberto Domingos Casonattol Notícias & Sociedade> Cotidianol 15/09/2014

    Todo Bem que almejamos conquistar honrosamente é a conquista da Paz chamada Amor de DEUS.

    Por: ADRASTIA ABNARAl Notícias & Sociedade> Cotidianol 11/09/2014
    Elizandra Souza

    A ciclovia é o maior engodo de todos os tempos em relação ao transporte público, pois desresponsabiliza o governo de sua obrigação em oferecer transporte decente. É sabido que pouquíssimos bairros na capital de SP teriam condições de terem ciclovias, não só pela falta de planejamento urbano - aparentemente nunca pensado, mas principalmente pela irregularidade do terreno paulista.

    Por: Elizandra Souzal Notícias & Sociedade> Cotidianol 10/09/2014

    Um breve resumo de informações importantes sobre a história da cidade de Mauá na região do grande ABC

    Por: alexshinobil Notícias & Sociedade> Cotidianol 08/09/2014

    Nos últimos anos o segmento da construção civil está em alta e aquecida , devido aos grandes investimentos que vem sendo realizados, seja por parte do governo e das empresas que vem crescendo no país... Continue lendo...

    Por: Camila S. Ribeirol Notícias & Sociedade> Cotidianol 04/09/2014

    Quando pensamos em reformar, seja nossa casa ou apartamento, surge diversas idéias e acabamos nos perdendo em meio a tantas informações. Devido a isto, vamos separa algumas dessas idéias ... Continue lendo...

    Por: Camila S. Ribeirol Notícias & Sociedade> Cotidianol 04/09/2014

    Vivemos num Brasil onde um Quarto Poder, “a bandidagem”, manda mais que o governo

    Por: acreuchol Notícias & Sociedade> Cotidianol 05/05/2009 lAcessos: 200 lComentário: 1

    Tanto o Senado como a Câmara nos ultimos dias tem realmente mostrado estar perdidos em suas funções, mergulhados num mar de corrupção, falta de ética e mau uso do dinheiro público

    Por: acreuchol Notícias & Sociedade> Polítical 26/04/2009 lAcessos: 186

    Duas cidades do interior paulista adotaram uma espécie de "toque de recolher" para crianças e adolescentes sob a justificativa de tentar reduzir a criminalidade. Em Ilha Solteira e Itapura, no noroeste do Estado, menores de 13 anos podem ficar na rua até as 20h30. Adolescentes de 13 e 14 anos, até as 22h. Para quem tem 16 e 17 anos, o limite é 23h. Menores de 15 anos estão proibidos de frequentar LAN houses.

    Por: acreuchol Educaçãol 22/04/2009 lAcessos: 2,491 lComentário: 5

    “Poder de compra”. Desde quando R$ 80,00 dá “poder de compra” a alguém? Pode servir pra tomar uma cachaça pra afogar as mágoas.

    Por: acreuchol Notícias & Sociedade> Polítical 26/06/2008 lAcessos: 1,131 lComentário: 2

    O que será que o Presidente quis dizer com esta frase?

    Por: acreuchol Notícias & Sociedade> Polítical 24/06/2008 lAcessos: 224

    No caso do frango, ainda conta junto no peso, os miúdos, os pés, a cabeça (que não é usada) e muitas vezes encontramos pedaços de pele que não tem a ver com o frango que se está comprando.

    Por: acreuchol Notícias & Sociedade> Cotidianol 19/06/2008 lAcessos: 182

    Juntou pelas ruas cerca de 40 desocupados pichadores e fez o serviço nas dependências da faculdade, funcionários e seguranças foram desrespeitados e agredidos, o prédio e carros de alunos no estacionamento foram danificados.

    Por: acreuchol Notícias & Sociedade> Cotidianol 15/06/2008 lAcessos: 683

    As cirurgias para mudança de sexo custeada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) serão realizadas inicialmente em cinco hospitais universitários do país, um em cada região brasileira, onde serão instalados centros para realização do processo transexualizador.

    Por: acreuchol Notícias & Sociedade> Cotidianol 11/06/2008 lAcessos: 309 lComentário: 1

    Comments on this article

    0
    GEORGE 23/08/2010
    GOSTARIA DE FRIZAR A QUESTÃO DA BEBIDA EM NENHUM MOMENTO É BOM SE BEBER A MENOS QUE ESTEJA, COM COLEGAS OU PESSOAS RESPONSAVEIS.
    0
    yago 12/02/2010
    na minha opiniao, a lei seca trouxe beneficios para muitos, evitando acidentes, mortes, e com isso familias tristes. mas so que muitos discordam disso, achando que piorou o transito e coisas assim.
    0
    João Cleber 13/10/2009
    Olá, meu caro.
    Concordo com você em alguns pontos, mas também discordo em vários outros. É certo que existe uma grande diferença entre beber e estar embriagado, porém a lei tem que ser taxativa e deixa claro os indices de bebida que se pode ter ingerido. Ninguém será punido por ter enxaguado a boca com um antiséptico ou por ter comido um, dois ou três bombons de licor, pois nesta situação os índices não chegarão nem próximos do mínimo. Quanto a não obedecer, bom isto é consciência de cada indivíduo, concordo que infelizmente a cultura da população em geral é meio desviada, fato que se justifica devido a uma educação precária e banalização de valores morais e éticos, o que ocorre principalmente com os mais jovens. Mas a lei está aí, é também correto que talvez não se consiga punir todos, mas aqueles que forem pegos, têm plena consciência das consequencias que irão enfrentar - perda da CNH, auto de prisão, onde não necessariamente ficará preso, pois admite-se fiança, além do valor de R$ 957,00 de multa. Quanto aos pais, essa consciência é relativa, pois em uma época, onde nem mesmo o professor em sala de aula pode repreender um aluno, que os pais são os primeiros a irem alegar que seus filhos estão sendo injustiçados. Imagina se estes mesmos pais vão achar que seu filhinho é irresponsável. Concordando com você mais uma vez, com certeza a solução está em criar uma nova cultura, onde se valorize a responsabilidade e a disciplina consciente. Porém enquanto isso não acontece, e como o que um acredita ser correto para outro talvez não seja, pois ter bebido alguma coisa para este pode ser apenas um copo de cerveja, já para outro pode ser uma dúzia, desta forma vamos ficando com com a Lei, que se encarrega de atribuir as quantias "corretas", a qual realmente está sendo muito boa até então.
    Um grande abraço.
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast