Debêntures

Publicado em: 17/06/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 143 |

O presente trabalho, consiste num breve estudo sobre as debêntures a partir da analise de questões doutrinarias relacionadas ao tema.

Após a caracterização do que se poderia chamar pano de fundo, compreendido neste estudo como aspectos referentes aos títulos de crédito em geral e ao mercado mobiliário, procura-se analisar o instituto das debêntures, o processo de distribuição e as vantagens e riscos da sua emissão.

Este trabalho de pesquisa analisou a e emissão de debêntures como instrumento de captação de recursos para as sociedades anônimas.

Observou-se que a captação de recursos através de debêntures apresenta vantagens significativas para as empresas, quando comparada a outros mecanismos de financiamento.

Outrossim, por sua flexibilidade, a debênture proporciona a liberdade necessária para atender tanto às necessidades de quem precisa captar recursos quanto aos desejos de quem quer aplicá-los.

Para as empresas, uma das principais finalidades consiste na obtenção de fundos de um modo que mantenha a rentabilidade das ações em mãos dos acionistas, procurando com isso evitar riscos e quer assegurar a disponibilidade de fundos no momento certo.

Por outro lado, observou-se também a existência de riscos na emissão de debêntures para os compradores. Contudo, a diferença básica presente entre o mercado de valores e o mercado de produtos normais encontra-se basicamente no risco. Assim, ao se adquirir uma debênture, mesmo avaliando o passado e o presente de uma empresa, o risco pela incerteza do mercado ainda é grande.

Tendo em vista a amplitude do tema, o presente trabalho não teve como meta o esgotamento do assunto, mas tão somente uma tentativa de abordar a questão a partir de alguns parâmetros escolhidos, sem deixar de reconhecer a existência de inúmeras outras possibilidades de análise do mesmo.

http://pt.oboulo.com/debentures-41428.html

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/credito-artigos/debentures-4918976.html

    Palavras-chave do artigo:

    titulos de credito

    ,

    valores mobiliarios

    ,

    sociedade anonima

    Comentar sobre o artigo

    Sociedade Anônima: Noção histórica e breve visão sobre Ações e a Responsabilidade Civil Conceito, Histórico, A Sociedade Anônima no Brasil, Características, Espécies de Sociedades Anônimas

    Por: Anna Carolina Ubyrantan Bispol Direito> Doutrinal 10/12/2010 lAcessos: 1,742

    A lei 6404/76 surgiu para conceder celeridade ao mecanismo de crescimento corporativo das S.A’s ou sociedades anônimas, regulando minuciosamente as transformações do status quo da companhia, as relações entre os acionistas e a divulgação dos resultados, de maneira transparente e objetiva. Seu escopo era o de incentivar a entrada de empresas familiares, maximizando suas operações, tornado-as mais rentáveis. A lei reconheceu as peculiaridades de cada acionista e estabeleceu seus direitos básicos e

    Por: Renato Zampieri Martinsl Direitol 26/10/2009 lAcessos: 3,349

    O presente artigo aborda o tema dos órgãos da sociedade anônima a partir da análise do levantamento de dados bibliográficos, a abordar a necessidade da organização interna nesta sociedade; conceito, competência, convocação, quórum de instalação, quórum das deliberações e espécies da Assembléia Geral; administração da Companhia; normas comuns ao Conselho de Administração e à Diretoria; Conselho de Administração; Diretoria; Composição, funcionamento, requisitos, impedimentos, remuneração, competên

    Por: Bianca Guimarãesl Direito> Doutrinal 11/08/2012 lAcessos: 2,351
    Bruno Oliveira

    O presente artigo visa abordar, brevemente, a discussão acerca de temas ligados à Sociedade Anônima, que embora em menor número em relação a Sociedade Limitada, é tão ou mais importante do que a Sociedade Limitada, uma vez que possui fundamental papel no mercado financeiro atual.

    Por: Bruno Oliveiral Direitol 21/11/2010 lAcessos: 2,310 lComentário: 1

    O presente trabalho tem como objetivo apresentar a questão do "Capital Social dentro das Sociedades Anônimas". Para tanto, foram utilizados livros de diversos autores, e também artigos tirados na rede mundial de computadores - a internet.

    Por: Silvana Aparecida Wierzchónl Direitol 22/03/2009 lAcessos: 42,941 lComentário: 3
    Adriana de Almeida Paiva

    A busca por uma maneira mais econômica de satisfazer as necessidades financeiras das sociedades por ações sem contratempos e operações a curto prazo com valores elevados pelas altas taxas de juros, levando as mesmas ao encontro das Debêntures e assim as sociedades anônimas podem captar recursos através de títulos, valores mobiliários a médio e longo prazos com juros mais baixos com ou sem atualização monetária e resgates por sorteio ou por prazos estabelecidos de acordo com as necessidades.

    Por: Adriana de Almeida Paival Finanças> Créditol 07/04/2011 lAcessos: 367

    Apresentar definições suscintas sobre os principais termos contábeis e financeiros à luz da nova Legislação Contábil Brasileira, baseada na Lei 6.404/1976, com as alterações advindas das Lei 11.638/2007 e 11.941/2009.

    Por: LUIZ ROBERTO NASCIMENTOl Negócios> Gestãol 23/08/2010 lAcessos: 6,155 lComentário: 1

    Em junho de 2005, entrava em vigor, depois de longos 11 anos de tramitação no Congresso Nacional, a Lei nº. 11.101, a chamada “nova” Lei de Recuperação de Empresas e Falências. Substituindo os dispositivos de um decreto-lei promulgado há 60 anos, ela nascia com a missão de estimular a recuperação de empresas possibilitando a reorganização de empresas em crise, enquanto se mostrassem viáveis, beneficiando não apenas seus titulares como também a sociedade em geral.

    Por: ARIELE APARECIDA PERESl Direitol 28/09/2009 lAcessos: 14,624 lComentário: 1
    ALDINEI RODRIGUES MACENA

    A nova lei de falências e Recuperação de Empresas, Lei 11.101 de 09 de fevereiro de 2005 trouxe avanços ao considerar o Princípio da função social da empresa e o princípio da preservação da empresa, porém, isso não impediu que ela também fosse concebida com alguns vícios e contradições, quanto a sua parte viciosa, encontramos a vinculação da decretação da falência do empresário que vier a requerer a recuperação Judicial e ter seu pedido indeferido, essa vinculação consiste em um retrocesso, pois

    Por: ALDINEI RODRIGUES MACENAl Direito> Doutrinal 13/04/2011 lAcessos: 4,387

    O Crédito é o combustível que faz a economia crescer e se desenvolver. Com acesso a mais recursos, empresas podem fazer investimentos e aumentar a produção, os consumidores, por sua vez, podem consumir mais e melhorar sua qualidade de vida.

    Por: DanKKoml Finanças> Créditol 14/09/2014

    Os planos de previdência privada são uma ótima opção e oferecem inúmeras possibilidades para que seu investimento se converta em segurança, rentabilidade e na manutenção do padrão de vida no futuro quando você diminuir o ritmo de trabalho, ou ainda, como complementação da aposentadoria.

    Por: Central Pressl Finanças> Créditol 11/06/2014
    Emanuel Gonçalves da Silva

    Ter um automóvel, nos dias de hoje, é muito mais do que um luxo ou um desejo: é uma verdadeira necessidade. Afinal, é comum que as pessoas morem longe do local de trabalho ou estudo, de modo que um carro é a melhor maneira de se locomover dentro da cidade para realizar as tarefas cotidianas. Além disso, para quem gosta de viajar, ter seu próprio veículo também acaba facilitando a locomoção.

    Por: Emanuel Gonçalves da Silval Finanças> Créditol 27/02/2014
    Emanuel Gonçalves da Silva

    Recebi um telefonema de um consumidor do Rio de Janeiro, mas especificamente de Niterói muito perturbado com medo de ameaças constantes de busca e apreensão referente ao financiamento do seu veiculo que já estavam com quatro parcelas atrasadas.

    Por: Emanuel Gonçalves da Silval Finanças> Créditol 27/02/2014
    Emanuel Gonçalves da Silva

    Cobrar Dívidas é uma Arte - Na hora de conquistar um novo cliente, as empresas – geralmente o departamento comercial – fazem de tudo, prometem mundos e fundos, se propõem até a visitar o cliente em casa e resolvem qualquer possível problema que possa prejudicar a sua venda em questão de segundos. Isso pode até impressionar o cliente num primeiro momento, mas depois que o produto ou serviço já foi adquirido, a coisa começa a mudar de figura.

    Por: Emanuel Gonçalves da Silval Finanças> Créditol 11/02/2014 lAcessos: 33
    Portais Imobiliarios

    O governo aumenta o valor do limite de crédito para o uso do FGTS (fundo de garantia por tempo de serviço) de R$500 mil até R$750 mil em alguns estados, para ajudar os corretores de imóveis a alavancar a venda imóveis de alto padrão.

    Por: Portais Imobiliariosl Finanças> Créditol 22/01/2014

    O artigo aborda o mais novo entendimento dos tribunais em relação a aposentadoria por invalidez, que té então era apenas direcionada aos extremamente doentes.

    Por: João Paulo Teixeiral Finanças> Créditol 18/12/2013 lAcessos: 24

    O artigo aborda oq ue ocorre muito em financeiras, a diferenças,entre a contratação em si e a efetivação de uma proposta de empréstimos, coisas distintas.

    Por: João Paulo Teixeiral Finanças> Créditol 12/12/2013 lAcessos: 27

    O Direito Processual brasileiro está vivendo um novo tempo diante de uma nova sociedade que surgiu com o mundo moderno: a sociedade da informação. A tão idealizada justiça sem papel virou realidade e trás importantes inovações ao nosso ordenamento jurídico. Antigamente, nos primeiros tempos da civilização, qualquer tipo de conflito, existente entre as partes, seria resolvido por elas mesmas, do modo que entendessem melhor, realizando a denominada autotutela.

    Por: FacilitaJal Direito> Legislaçãol 10/01/2012 lAcessos: 66

    Nos dias atuais houve maior necessidade de obter um sistema de informação como principal ferramenta de trabalho, O processo de formação da cultura de negociação extrajudicial, antes de tudo, é um processo humano, uma reorganização na forma de compreender e lidar com os litígios. Os procedimentos metodológicos da pesquisa com dados coletados junto à empresa, sua respectiva análise, a conclusão e para finalizar apresentam-se as referências bibliográficas.

    Por: FacilitaJal Finanças> Finanças Pessoaisl 03/01/2012 lAcessos: 121

    A ética encontra o alento para sua existência na mais robusta fonte de inquietações humanas. Ou seja, é na balança ética que se devem pesar as diferenças de comportamentos, para medir-lhes a utilidade, a finalidade, o direcionamento.

    Por: FacilitaJal Direito> Legislaçãol 11/10/2011 lAcessos: 143

    Analisados, no curso deste trabalho, questões iniciais e conceituais sobre Lex Mercatoria e suas relações com os direitos nacionais e a soberania dos Estados, cabe-nos, agora, discorrer acerca de suas manifestações "legais" e acerca doas entendimentos jurisprudenciais sobre a matéria.

    Por: FacilitaJal Direitol 22/09/2011 lAcessos: 44

    A palavra usucapião se origina da junção da palavra usus acrescida do verbo capio, que significa tomar pelo uso, podemos definir a usucapião como sendo uma modalidade de aquisição originária da propriedade ou de outro direito real sobre a coisa alheia que consiste no exercício da posse ininterrupta, sem oposição e com intenção de dono, durante o tempo previsto em lei, o elemento tempo influindo na constituição das relações jurídicas, transformando-as em situação de direito.

    Por: FacilitaJal Direitol 22/09/2011 lAcessos: 193

    Recentes decisões de juízes e tribunais no Brasil, condenando pai que esteve ausente na criação do filho, por dano moral que causou a este, com certeza deverão criar, além de nova dialética a respeito, conseqüências práticas advindas do total abandono, mais comum entre os genitores, na participação da criação dos filhos.

    Por: FacilitaJal Direito> Doutrinal 19/09/2011 lAcessos: 63

    Os oncogenes ou genes que causam câncer, derivam de protoncogenes, isto , genes celulares que promovem o crescimento e a diferenciação normais. Como acontece freqüentemente na ciência, a descoberta dos proto-oncogenes não foi direta.

    Por: FacilitaJal Saúde e Bem Estar> Medicinal 21/08/2011 lAcessos: 32

    A crença popular nos coloca frente a casos de "Alergia Alimentar" ao menor sinal de dispepsia precoce e diarréia aguda, de tal maneira que muitas vezes somos levados à sobre-diagnosticar este raro distúrbio. A prevalência da Alergia Alimentar, na verdade, varia de 3% (crianças) a 1% (adultos). Esta diferença entre os casos clinicamente comprovados e a percepção geral do problema decorre principalmente, em parte, da confusão causada pelas reações de Intolerância Alimentar.

    Por: FacilitaJal Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 28/06/2011 lAcessos: 92
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast