Crônicas

Crônicas

A categoria de crônicas permite a cada autor se expressar sem limitar a um assunto específico. Aqui o que importa é a escrita e a expressão.

Clique aqui
Para contribuir escrevendo artigos sobre Crônicas!

Escolha do Editor

Dia dos Pais 14.08.11

Dia dos Pais 14.08.11

Um crônica em comemoração ao Dia dos pais, prestando uma homenagem aos pais de todos os dias e como podemos manter sempre viva a recordação daqueles que sempre procuram nos transmitir o melhor...

Ler Artigo
2.012 o Mundo não vai acabar fiquem trãnquilos

2.012 o Mundo não vai acabar fiquem trãnquilos

0s rumores sobre o fim do mundo atingiram o ponto de fervura nos últimos meses. O que ocorrera de fato amigos é que haverá apenas, um alinhamento entre o So...

Ler Artigo

O Brasil vem passando por momentos difíceis e apenas algumas investigações foram feitas e com poucas prisões, no entanto os brasileiros almejam descobrir onde estão navegando os peixes grandes, que engolem toda a riqueza brasileira em forma de corrupção. Promessas prometidas em campanhas política são apenas promessas, pois não saem do papel e, em número considerável se transformam em pesadelos assustadores.

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 24/03/2015

Um homem se baseia sempre na experiência do outro para chegar as suas conclusões. O homem jamais chegará a um denominador comum, visto que as inter-relações humanas são grandiosas. O homem ensina a outro homem e esse deixa o seu legado para ser analisado a posteriori. Assim se faz a história da humanidade. Como o homem ainda é um ser imperfeito suas opiniões sobre a complexidade dos mundos e a Divindade não passam de meras especulações.

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 23/03/2015

Conservar a razão no afeto é uma ação que enleva o espírito humano, e pode beneficiá-lo com ações divinas e enobrecedoras, mesmo sendo imperfeito, o ser hominal está à procura da perfeição, enfrentando todas as pedras de tropeços que encontra pela frente. Quantas são dolorosas estas pedras e sua malignidade nos levam a pensamentos destrutivos e inaceitáveis.

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 21/03/2015

A vampiragem é uma palavra desconhecida nos dicionários, no entanto, ela é uma técnica que acompanhada a história dos homens. Desde os tempos mais primórdios a Vampiragem vem sendo usada e a aperfeiçoada pelos maiores pegadores. Aos olhos de um leigo a Vampiragem pode ser simplificada como um mero beijo no pescoço. Mas simplificações como essa só estimulam a regressão cultural da humanidade

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 19/03/2015
Manu Nascimento

O que andamos fazendo em nossas vidas para nos tornamos exemplos para os outros? Como exigir retidão do outro se não somos assim em nossas vidas?

Por: Manu Nascimentol Literatura> Crônicas l 17/03/2015

A situação é tão tensa que alguns parlamentares já chegaram às vias de fato. Uma vergonha com certeza. O ministro Aloísio Mercadante é o alvo dos peemedebistas, aliás, com as investigações do Ministério Público e da Polícia Federal tem político que não dorme mais à noite, pois sente pesadelos demais.

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 13/03/2015

O rebaixamento da Petrobras, a falta de convicção nas medidas econômicas e o desentendimento na política são três faces de um mesmo mal: a perda de credibilidade. A palavra credibilidade tem derivação do latim escolástico e se refere à qualidade do que é crível, que por sua vez quer dizer que se pode crer, acreditável, na verdade a crise é de confiança.

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 12/03/2015

No cenário político tudo acontece, desde as medidas benéficas para a população, até a malfadada corrupção. A mídia é a repassadora das boas e das malfadadas e deletérias situações por que passa o governo brasileiro. O senador Tasso Jereissati que quase aniquilou com o funcionalismo público em suas três gestões como governador do estado do Ceará, agora fala sobre a crise no governo Dilma. "Impeachment não é a saída", declara Tasso. No rol político do senador em alusão só quem tem voz ...

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 08/03/2015
José Carlos de Oliveira

UM ACRÓSTICO NA WEB, ME LEVOU A UNIVERSITÉ DE VERSAILLES. E SE FOR APROVADO O PROJETO A ESTUDANTE FERNANDA CONCIANI VAI ELABORAR UMA TESE SOBRE A CIDADE DE PORTO FERREIRA - SP

Por: José Carlos de Oliveiral Literatura> Crônicas l 06/03/2015

A revista Filosofia traz em seu bojo uma matéria por demais confusa e complicada, principalmente para religiosos cristãos, visto que na titularização p. 63, na forma de uma salada de cores, isto é, azul e vinho, diz o seguinte: "A Morte de Deus e o filho do Humano". A referida mídia escrita tem o número 103, ano VIII, da editora escala. A reportagem de capa assinala que "A morte de Deus" - Aquele que daria sentido à vida, cada vez mais desmascarado pela Ciência.

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 05/03/2015

Nem para todos o Natal é uma festa de alegria, principalmente para aqueles com o lar desfeito, um vazio que nesta época cresce em dimensão colossal...

Por: Welington Almeida Pintol Literatura> Crônicas l 19/12/2008 lAcessos: 43,033
Públio Athayde

A expressão "foto ilustrativa" tem se consagrado como um abuso freqüente contra o consumidor. Normalmente corresponde a: o produto não é o que você está vendo!

Por: Públio Athaydel Literatura> Crônicas l 18/11/2008 lAcessos: 42,880 lComentário: 2

Falar em império brasileiro, sempre nos deixa com uma pulga atrás da orelha. Será que a história do Brasil, que nos foi repassada é verdadeira, ou carece de novos esclarecimentos. O Império no Brasil vai de 1822 a 1889, e o primeiro compreende o período de 1822 a 1831, nove anos apenas, o mesmo tempo em que durou o Período Regencial.

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 14/04/2009 lAcessos: 19,621 lComentário: 14

A crítica faz parte do cotidiano humano. Criticar exige sabedoria e respeito às pessoas criticadas. O senso de altivez pode prejudicar qualquer ser humano. Diz o clichê popular de que: “errar é humano”. Não erramos pela simples vontade de errar, mas às vezes estamos tão atentos à matéria ou artigo, que o erro passa despercebido e naturalmente. No site Vote Brasil da qual faço parte com muita honra, tenho notado que um ser humano imperfeito, igual aos demais que povoam o orbe terrestre, quer aparecer e gozar em cima dos colunistas do site em epígrafe.

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 15/08/2008 lAcessos: 16,191 lComentário: 5

O Brasil é um dos países mais corruptos do mundo e nós perdemos muito com isso. Conheça um pouco mais deste problema indiscriminado.

Por: Ronyvaldo Barros dos Santosl Literatura> Crônicas l 13/05/2009 lAcessos: 16,061 lComentário: 10

“Segundo o Código Penal brasileiro, rufianismo é o tipo penal previsto no artigo 230 que consiste no fato de "tirar proveito da prostituição alheia, participando diretamente de seus lucros ou fazendo-se sustentar, no todo ou em parte, por quem a exerça". Pode-se perceber pela leitura do texto legal, que este artigo trata da figura do chamado "rufião", "cafetão" ou "gigolô". A pena é de reclusão que vai de um a quatro anos cumulada com pena de multa”. Na atualidade muitos estudiosos procuram uma

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 11/12/2008 lAcessos: 14,357 lComentário: 2

A vida moderna nos apresenta padrões de vida e felicidade. Porém, nos vemos afogados nas exigências que uma realidade que quase sempre nos toma o próprio prazer de viver. Neta crônica poderemos perceber que precisamos menos do que pensamos para ser feliz.

Por: Rodrigo Virtuoso França Leall Literatura> Crônicas l 01/10/2008 lAcessos: 13,706

Dando continuidade ao Ciclo de palestras da ADESG (Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra) tivemos a apresentação de dois jovens que trabalham em ações sociais, e no combate a comercialização e uso de drogas, primordialmente o Crack. Em primeiro lugar esteve na tribuna depois da abertura de praxe, o Maj. PM Plauto Roberto de Lima Ferreira (Assessor da Secretaria de Segurança Pública). Antes de relatar o que foi exposto na palestra faremos uma meditação: “Nem acusação, nem lamento

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 13/11/2008 lAcessos: 13,599 lComentário: 3

A impunidade no Brasil é um questão séria e que aflige muitas famílias no país.

Por: Ronyvaldo Barros dos Santosl Literatura> Crônicas l 05/06/2009 lAcessos: 12,261 lComentário: 10

Ao iniciarmos esta matéria queríamos dar conotação a uma mensagem que achamos bem ao estilo do assunto. “A fé anula o sofrimento. O sofrimento vive de má avaliação das circunstâncias, da falta de opções, de soluções. Preencha-se de fé, da certeza de que tudo se resolve, confiante no seu poder de eliminar problemas e ser feliz. A fé forte é como uma voz forte ecoa no coração, na mente, na alma. Tremem ao ouvi-la os pensamentos de incerteza, de medo e desesperança, que saem rapidamente. Creia que

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 22/05/2009 lAcessos: 11,819 lComentário: 16

Um dos setores onde a população aponta suas flechas venenosas é o da segurança pública. Todos, sem distinção, ansiamos por um sistema que nos ampare nos defendam, mas será preciso criar uma associação benéfica e quiçá divina com a interação, a tranqüilidade, a harmonia, a paz social e o sossego. Nada mais justo para quem paga seus impostos e cumpre seus deveres de cidadão. A Polícia deve interagir com a sociedade e vice-versa. As pedras de tropeços estão imantadas na miséria, na pobreza, na falt

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 07/11/2008 lAcessos: 2,260

Dando continuidade ao Ciclo de palestras da ADESG (Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra) tivemos a apresentação de dois jovens que trabalham em ações sociais, e no combate a comercialização e uso de drogas, primordialmente o Crack. Em primeiro lugar esteve na tribuna depois da abertura de praxe, o Maj. PM Plauto Roberto de Lima Ferreira (Assessor da Secretaria de Segurança Pública). Antes de relatar o que foi exposto na palestra faremos uma meditação: “Nem acusação, nem lamento

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 13/11/2008 lAcessos: 13,599 lComentário: 3

A crítica faz parte do cotidiano humano. Criticar exige sabedoria e respeito às pessoas criticadas. O senso de altivez pode prejudicar qualquer ser humano. Diz o clichê popular de que: “errar é humano”. Não erramos pela simples vontade de errar, mas às vezes estamos tão atentos à matéria ou artigo, que o erro passa despercebido e naturalmente. No site Vote Brasil da qual faço parte com muita honra, tenho notado que um ser humano imperfeito, igual aos demais que povoam o orbe terrestre, quer aparecer e gozar em cima dos colunistas do site em epígrafe.

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 15/08/2008 lAcessos: 16,191 lComentário: 5

Câmara vira balcão de venda de votos. Moeda de troca – Com a proximidade das eleições, instala-se grande movimento de pessoas dispostas a vender o voto em troca de benefícios na Câmara de Fortaleza. Os vereadores afirmam que a iniciativa é comum, mas dizem ser contra esse tipo de cultura política. Será? Vício de campanha. – Eleitores negociam votos na Câmara. Legislativo municipal – Faltando menos de dois meses para a eleição, a Câmara Municipal vem sendo invadida todos os dias por eleitores que tentam obter algum benefício durante a campanha e, abertamente, oferecem o voto em troca de dinheiro

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 22/08/2008 lAcessos: 276

Os aspectos sociais e psicológicos que envolvem a virgindade feminina do terceiro milênio. Os machismos e feminismos que, indubitavelmente concorrem para a degradação do que quer que seja. Uma análise desapaixonada da realidade e conflitos interiores da "psique" feminina. A desunião e as diversas maneiras encontradas para buscarem certa superioridade sobre as outras.

Por: Rômulo Soares Albuquerquel Literatura> Crônicas l 17/04/2010 lAcessos: 527 lComentário: 4

Nunca um arrendamento de uma emissora de rádio foi causa de tanta polêmica no meio radiofônico cearense. Estamos perdendo nossos valores e entregando de mãos beijadas a - estranhos no ninho. A - Ceará Rádio Clube (PRE-9) já era agora voltamos às cenas inusitadas que acontecem na radiofonia cearense para a Rádio Dragão do Mar de Fortaleza. Duas emissoras que fizeram história na radiodifusão cabeça-chata e que passam a integrar outros grupos, as

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 27/10/2008 lAcessos: 471 lComentário: 2

ADESG (ASSOCIAÇÃO DOS DIPLOMADOS DA ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA) - “A CRISE ECONÔMICA MUNDIAL E SEUS REFLEXOS NO BRASIL” “– Palestra realizada em 20/11/2008 – PALESTRANTE: Mauro Benevides Filho - Secretário da Fazenda do Estado do Ceará (SEFAZ). A explanação do Secretario da Fazenda do Estado do Ceará (SEFAZ) era uma das mais esperadas, visto que com a crise que impulsionou o mundo globalizado, queríamos ficar cientes da situação do Brasil, e principalmente do estado em que nascemos e aprendemos

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 24/11/2008 lAcessos: 689

Será que o ser humano evoluiu, estagnou ou está em progressão? Na questão 798 - do Livro dos Espíritos, eles respondem ao questionamento de Kardec. O Espiritismo se tornará uma crença comum ou será apenas a de algumas pessoas? –Certamente ele se tornará uma crença comum e marcará uma nova era na História da Humanidade, porque pertence à Natureza e chegou o tempo em que deve tomar lugar entre os conhecimentos humanos.

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 24/09/2008 lAcessos: 736

A população brasileira nos últimos tem comido o pão que o diabo amassou. A sociedade não sabe mais para quem apelar. O Brasil um País continental com 26 estados e um Distrito Federal enfrenta situações as mais diversas em todas as classes sociais. Pela Constituição Federal os governadores dos Estados são os comandantes supremos das Polícias Militar e Civil. O sucesso ou insucesso das forças auxiliares estão sobre a responsabilidade desses governantes.

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 17/10/2008 lAcessos: 305

Muita gente fala na emancipação da mulher. Alguns chegam a afirmar que a subjugação do homem sobre a mulher acabou. Hoje a mulher em grande maioria tem se tornado independente, e muita das vezes é o vetor principal da família. A remuneração é o ponto alto, principalmente quando muitas mulheres já conseguem ter salários maiores do que o do esposo, marido ou companheiro. Pergunta-se: e a criação dos filhos como fica, se os dois trabalham?

Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicas l 24/10/2008 lAcessos: 61
Categorias de Artigos
Recursos
Quantcast