A VALORIZAÇÃO DO TRABALHO

14/11/2010 • Por • 888 Acessos

A VALORIZAÇÃO DO TRABALHO

EVILAZIO RIBEIRO - Consultor

Cursos e mais cursos são oferecidos, visando ao contínuo aperfeiçoamento dos trabalhadores. Seja no treinamento interno, ensinando novos ofícios ao trabalhador e preparando-o para avanços cada vez mais repletos de desafios.
Se, por um lado, as exigências crescem sem parar, por força da necessidade de contar com uma mão-de-obra qualificada, por outro, são dadas condições de aprender mais. Dignidade e nobreza são atributos normalmente conferidos a quem trabalha. Pois não dizem que o trabalho dignifica e enobrece o homem? É exatamente isso. Exercer um ofício, ser útil à sociedade, trazer o necessário sustento para a família, ser um braço a mais no desenvolvimento da comunidade...
Com o trabalho é que as pessoas podem deixar alguma marca de sua existência. Do trabalhador do chão de fábrica, da balconista de uma loja, do grande executivo, do artista, do atleta famoso, do presidente da República... De cada um, de alguma forma, se espera a dedicação e o esforço no trabalho para justificar sua presença no mundo.
A isso se chama cidadania. Não basta ter título de eleitor e certificado de reservista para se considerar um cidadão. É preciso dar um pouco mais, oferecer uma contribuição digna à sociedade. É claro que exercer o direito ao voto, assim como estar em dia com as obrigações militares, é importante. Essas ações também fazem parte do exercício da cidadania. Mas se tornam menores, quando comparadas à efetiva contribuição que podemos dar com nosso trabalho.
De seu lado, as empresas têm feito o máximo para valorizar o ser humano, oferecendo oportunidades de aperfeiçoamento e de construção de uma carreira digna.
Finalizando, desejamos que cada trabalhador, em todas as partes do Brasil, sinta-se digno e nobre neste 1º de maio de 2005.

 

 

Perfil do Autor

EVILAZIO RIBEIRO

Consultor, Contador, Graduando em Direito FFB, Mediador do Trabalho ato declaratório n.1 de 06/08/2002 da Delegacia Regional do Trabalho do...