Detetive Froxô Investiga O Bolsa Família

Publicado em: 21/10/2009 |Comentário: 0 | Acessos: 166 |
>
AS AVENTURAS DO DETETIVE FROXÔ

JM Cunha Santos


Episódio de hoje:


Froxô investiga o Bolsa Família

- É o seguinte, detetive: os chefes não andam muito contentes com os resultados de suas investigações. Tive que me esforçar muito para que não fosses colocado em banho-maria, evitar uma suspensão. Consegui, entretanto, que te dessem uma última chance. Vás investigar o Bolsa Família. - Que diabos! É por isso que não dá certo. Porque eu tenho que investigar esse bando de pobre? Eles não têm nem o que roubar. - Pense detetive, pense. E trate de trabalhar. O detetive Froxô estava tenso. E quando estava tenso costumava mexer onde não devia. Depois de muitas idas e vindas tinha em mãos um calhamaço de papéis com os resultados da auditoria do Tribunal de Contas sobre o mais elástico programa social da história do país. Começou pelas contas bloqueadas, esmiuçou as revisões cadastrais, visitou algumas residências até que se desse por satisfeito. - E então, detetive? Qual o resultado das investigações? - Depende. O Bolsa Família de 1,5 milhão de beneficiários pode ser suspenso a qualquer momento. Mas tem os Bolsas das Famílias de Astrogildo Quental, Silas Rondeau e Ulisses Assad que vão muito bem, obrigado. - Mas do que diabos você está falando? - Se quer saber, o Bolsa da Família de Collor de Melo não vai muito bem. Eles não conseguem mais reunir R$ 2 milhões para restaurar aquele jardim. O Bolsa da Família de Renan Calheiros também ta ruim porque nunca mais nenhuma jornalista quis saber dele. Bom mesmo tá o Bolsa da Família de Sarney. Tem dinheiro pra Fundação, tem nomeação secreta, tem verba da Petrobrás, tem dinheiro pra arraial... - Froxô, não era pra investigar o Bolsa das Famílias! Principalmente DEEESSAS famílias. Era pra investigar o Bolsa Família. Ta suspenso!
Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/cronicas-artigos/detetive-froxo-investiga-o-bolsa-familia-1364307.html

    Palavras-chave do artigo:

    detetive investiga o bolsa familia

    Comentar sobre o artigo

    Escritorcampos

    Se você achar que este livro relata fatos chulos, ou atroz do cotidiano, então vá ao livro santo, a Bíblia, e leia sobre as atrocidades relatadas em qualquer tempo, sobre o povo de Deus e suas façanhas e, verá que nada mudou até à nossa atualidade, ape­nas au­mentou a população.

    Por: Escritorcamposl Literatura> Crônicasl 06/05/2010 lAcessos: 280

    A semente pequenina, frágil tem por dentro, uma força gigantesca. Na terra, rompe a si mesma, expande raízes, vence impedimentos, mostra-se à luz e surge árvore resistente e produtiva. Existe uma semente que surge aparentemente pequena, começa a crescer as raízes e a se espalhar por bolsos, contas bancárias viajam até paraísos fiscais, dão trabalho a Polícia e a Justiça e no final das ...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 18/12/2014

    A honestidade é o verdadeiro caminho para independência. O respeito por nós mesmos começa ao compreendermos os sonhos dos ouros, enquanto mantemos o foco direcionado para nossa vida. Quando aprendemos a respeitar os outros passamos a nos respeitar também. O grande escrito Jennifer O' Dell nos ensina que o respeito é primordial para a nossa vida, e também devemos compreender as aspirações de nossos irmãos

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 17/12/2014

    Um governo que tem a sigla e que supostamente defende os trabalhadores, não lida conforma á razão e nem defende a harmonia de qualquer coisa com o fim a que se destina; não lida com a coerência e nem com a congruidade. A propriedade de dois inteiros cuja diferença é divisível por um terceiro. Propriedade de dois ângulos cuja diferença é de 300 graus. Refere-se a razão; congruente e razoável, acertado e justo.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 16/12/2014
    Boas Tardes

    Artigo escrito conforme o livro de Malaquias, da Bíblia Sagrada, que diz que roubam de Deus quem não paga o dízimo. Todas as pessoas deveriam pagar os dízimos a fim de que houvesse provisões na casa de Deus.

    Por: Boas Tardesl Literatura> Crônicasl 15/12/2014

    Como tem gente pretensiosa sugando o sangue dos brasileiros, e em consequência a riqueza monetária de nosso País. Somos explorados em tudo. No pagamento de impostos, nas contas de energia, água e esgoto, telefone, IPTU, IPVA, multas de transito, taxa de iluminação pública, ICMS, IPI, e muitos outros. É um verdadeiro suga - suga, enquanto larápios travestidos de políticos açambarcam os nossos esforços e levam tudo de roldão. No país dos impostos, se perguntássemos ao cidadão comum...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 12/12/2014

    A presidente Dilma que tanto criticou o programa de seu opositor nas eleições de 2014, Aécio Neves do PSDB, agora quer implantar em seu segundo governo, algumas propostas defendidas em campanha eleitor pelo Senador tucano. Em seu programa eleitoral, Dilma Rousseff mostrou famílias passando fome e atribuía aquele cenário à possibilidade de entregar aos banqueiros um grande poder de decisão sobre a vida das famílias brasileiras. Ao iniciar a montagem do seu novo ministério, especialmente,...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 11/12/2014

    A renovação para o homem é uma medida salutar e de muita importância para a sua evolução. Tanto materialmente como espiritualmente. O homem não deve se assoberbar de ações daninhas, principalmente quando a ética e sua honorabilidade estão em jogo. A ética, o comportamento e os bons princípios levam ao homem a titularização de cidadão. Sinonimizar cidadão não é muito difícil, pois se trata do indivíduo no gozo dos direitos civis e políticos de um Estado...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 10/12/2014

    É de espantar, é de estarrecer como a maioria dos nossos representantes no parlamento ou no Congresso Nacional só pensa na locupletação. A Polícia Federal tem tido um trabalho ferrenho, para descobrir as falcatruas e levar os culpados e envolvidos em corrupção às barras da justiça. O que lamentamos são as penas brandas que os criminosos de colarinho de branco têm recebido por atos insanos e prejudiciais a sociedade brasileira.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 08/12/2014
    J M Cunha Santos

    Uma sátira sobre o apagão no governo Lula AS AVENTURAS DO DETETIVE FROXÔ JM Cunha Santos EPISÓDIO DE HOJE Eu tenho medo do escuro

    Por: J M Cunha Santosl Literatural 20/11/2009 lAcessos: 325
    J M Cunha Santos

    Nepotismo e desvio de recursos públicos,nas empresas estatais do país.

    Por: J M Cunha Santosl Arte& Entretenimento> Artel 29/10/2009 lAcessos: 89
    J M Cunha Santos

    Católicos ligados à renovação carismática e evangélicos pentecostais cometem absurdos na busca de mandatos eletivos.

    Por: J M Cunha Santosl Literatural 23/10/2009 lAcessos: 215
    J M Cunha Santos

    O governo do Maranhão esconde a realidade da infra estrutura do estado

    Por: J M Cunha Santosl Literatural 15/10/2009 lAcessos: 153 lComentário: 1
    J M Cunha Santos

    Uma crítica sutil aos que nos tempos modernos renegam a utilidade do passado e não respeitam a velhice

    Por: J M Cunha Santosl Literatural 03/10/2009 lAcessos: 481
    J M Cunha Santos

    Prefiro sim os deuses e semi-deuses em contato constante com os mortais, com funções e atribuições específicas no universo, que a idéia de um Deus único a lutar sozinho contra legiões de demônios

    Por: J M Cunha Santosl Literatural 03/10/2009 lAcessos: 145
    J M Cunha Santos

    Trata-se de uma crônica política sobre a censura na América Latina

    Por: J M Cunha Santosl Literatural 30/09/2009 lAcessos: 242
    J M Cunha Santos

    Os sons podem indicar quem são os homens e, afinal do que somos capazes? Sons de pianos, de flautins,de explosões e gritos. Qual é, por exemplo, o som de uma fuga, quanto tempo ele dura em nossas mentes e que sons guardam nos corpos os que permanecem na luta enquanto tudo desaba ao redor, inclusive as ilusões juvenis?

    Por: J M Cunha Santosl Literatural 28/09/2009 lAcessos: 95
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast