Detetive Froxô Investiga O Bolsa Família

Publicado em: 21/10/2009 |Comentário: 0 | Acessos: 167 |
>
AS AVENTURAS DO DETETIVE FROXÔ

JM Cunha Santos


Episódio de hoje:


Froxô investiga o Bolsa Família

- É o seguinte, detetive: os chefes não andam muito contentes com os resultados de suas investigações. Tive que me esforçar muito para que não fosses colocado em banho-maria, evitar uma suspensão. Consegui, entretanto, que te dessem uma última chance. Vás investigar o Bolsa Família. - Que diabos! É por isso que não dá certo. Porque eu tenho que investigar esse bando de pobre? Eles não têm nem o que roubar. - Pense detetive, pense. E trate de trabalhar. O detetive Froxô estava tenso. E quando estava tenso costumava mexer onde não devia. Depois de muitas idas e vindas tinha em mãos um calhamaço de papéis com os resultados da auditoria do Tribunal de Contas sobre o mais elástico programa social da história do país. Começou pelas contas bloqueadas, esmiuçou as revisões cadastrais, visitou algumas residências até que se desse por satisfeito. - E então, detetive? Qual o resultado das investigações? - Depende. O Bolsa Família de 1,5 milhão de beneficiários pode ser suspenso a qualquer momento. Mas tem os Bolsas das Famílias de Astrogildo Quental, Silas Rondeau e Ulisses Assad que vão muito bem, obrigado. - Mas do que diabos você está falando? - Se quer saber, o Bolsa da Família de Collor de Melo não vai muito bem. Eles não conseguem mais reunir R$ 2 milhões para restaurar aquele jardim. O Bolsa da Família de Renan Calheiros também ta ruim porque nunca mais nenhuma jornalista quis saber dele. Bom mesmo tá o Bolsa da Família de Sarney. Tem dinheiro pra Fundação, tem nomeação secreta, tem verba da Petrobrás, tem dinheiro pra arraial... - Froxô, não era pra investigar o Bolsa das Famílias! Principalmente DEEESSAS famílias. Era pra investigar o Bolsa Família. Ta suspenso!
Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/cronicas-artigos/detetive-froxo-investiga-o-bolsa-familia-1364307.html

    Palavras-chave do artigo:

    detetive investiga o bolsa familia

    Comentar sobre o artigo

    Escritorcampos

    Se você achar que este livro relata fatos chulos, ou atroz do cotidiano, então vá ao livro santo, a Bíblia, e leia sobre as atrocidades relatadas em qualquer tempo, sobre o povo de Deus e suas façanhas e, verá que nada mudou até à nossa atualidade, ape­nas au­mentou a população.

    Por: Escritorcamposl Literatura> Crônicasl 06/05/2010 lAcessos: 286
    RONALDO VAZ

    "Fico pensando o que aconteceria se, de repente, Deus baixasse uma lei proibindo a morte dos seres humanos. Pronto: ninguém mais morre!!!" O que aconteceria? A resposta está no texto a seguir. Divirta-se.

    Por: RONALDO VAZl Literatura> Crônicasl 26/02/2015

    Dentre os muitos escândalos surgidos no governo do Partido dos trabalhadores (PT), desde sua inserção na presidência da República, que os escândalos não param, pois assim que se chega ao fim uma investigação, começa outra. Mensalão, Propinoduto, Petrolão, BNDES e vem mais um o Eletrolão. São tantos escândalos que a Polícia Federal não terá condições de averiguar todos, visto que a demora em apontar nomes pode ser considerado o ponto fraco das investigações

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 19/02/2015

    Dizem alguns historiadores que uma grande maioria das festas cristãs tem um cunho pagão. Quem faz as afirmações baseia nas tradições dos povos antigos, pois os rituais eram mágicos religiosos e os religiosos usavam essa artimanha para controlar certos e determinados fatores que poderiam representar reveses em suas vidas. Com o passar do tempo tudo muda, no entanto, os desvios foram se sucedendo e nos dia de hoje esses rituais aparecem muito deturpados, nas mais diversas festividades cristãs.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 17/02/2015

    Segundo o dito popular amor de carnaval desaparece na fumaça. É igual a dor de cabeça, quando tomamos um comprimido, ela normalmente passa. Na vida tudo passa e o tempo se encarrega disso. Ao assistirmos os belos desfiles de carnaval pelo Brasil afora, denotamos que momentos de prazer se misturam a momentos dolorosos. Enquanto nosso País passa por momentos difíceis, o povo se esbalda, enche o papo de cachaça, cerveja e outras bebidas malfazejas.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 17/02/2015
    Evaní Dias Paes Landim

    O presente artigo aponta para a reflexão do gênero feminino no romance de maturidade de Machado de Assis,Dom Casmurro.De início é interessante destacar a Revolução Francesa como mola precursora para se repensar o papel da mulher no século XIX.Dentro dessa perspectiva, discorreremos sobre a forma abusiva do sexismo masculino e a diminuição do feminino. analisaremos a personagem Capitu, criada com intenções específicas, concentra em si a dissimulação e críticas sociais que o autor abordava.

    Por: Evaní Dias Paes Landiml Literatura> Crônicasl 16/02/2015

    A palavra cidadania é a qualidade ou estado de cidadão. Já cidadão é o indivíduo no gozo dos direitos civis e políticos de um Estado, ou no desempenho de seus deveres para com este. Habitante de uma cidade, indivíduo, sujeito, homem, mas naturalmente um hominal de conduta ilibada. Cidadão do mundo é o homem que põe os interesses da humanidade acima da pátria; cidadão do Universo.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 14/02/2015
    Ellie Rocha

    Artigo escrito no ensino médio a cerca a necessidade da leitura para a existência de um futuro utópico onde todos sentiriam prazer ao receber conhecimento e onde a leitura seria a principal maneira de lazer

    Por: Ellie Rochal Literatura> Crônicasl 13/02/2015

    Meu amigo você continua a não me entender. Você afirma que foram criados todos esses órgãos, mas os mesmos não funcionam. Por que o chefão da quadrilha (O Barba está solto?) não teve coragem de dar um depoimento para amenizar a situação dos seus companheiros de partido. Ficou ausente o tempo todo. O que adianta criar órgãos que os próprios petistas não obedecem? Eu nada tenho contra ou a favor do governo Fernando Henrique.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 10/02/2015
    J M Cunha Santos

    Uma sátira sobre o apagão no governo Lula AS AVENTURAS DO DETETIVE FROXÔ JM Cunha Santos EPISÓDIO DE HOJE Eu tenho medo do escuro

    Por: J M Cunha Santosl Literatural 20/11/2009 lAcessos: 330
    J M Cunha Santos

    Nepotismo e desvio de recursos públicos,nas empresas estatais do país.

    Por: J M Cunha Santosl Arte& Entretenimento> Artel 29/10/2009 lAcessos: 91
    J M Cunha Santos

    Católicos ligados à renovação carismática e evangélicos pentecostais cometem absurdos na busca de mandatos eletivos.

    Por: J M Cunha Santosl Literatural 23/10/2009 lAcessos: 221
    J M Cunha Santos

    O governo do Maranhão esconde a realidade da infra estrutura do estado

    Por: J M Cunha Santosl Literatural 15/10/2009 lAcessos: 153 lComentário: 1
    J M Cunha Santos

    Uma crítica sutil aos que nos tempos modernos renegam a utilidade do passado e não respeitam a velhice

    Por: J M Cunha Santosl Literatural 03/10/2009 lAcessos: 488
    J M Cunha Santos

    Prefiro sim os deuses e semi-deuses em contato constante com os mortais, com funções e atribuições específicas no universo, que a idéia de um Deus único a lutar sozinho contra legiões de demônios

    Por: J M Cunha Santosl Literatural 03/10/2009 lAcessos: 149
    J M Cunha Santos

    Trata-se de uma crônica política sobre a censura na América Latina

    Por: J M Cunha Santosl Literatural 30/09/2009 lAcessos: 246
    J M Cunha Santos

    Os sons podem indicar quem são os homens e, afinal do que somos capazes? Sons de pianos, de flautins,de explosões e gritos. Qual é, por exemplo, o som de uma fuga, quanto tempo ele dura em nossas mentes e que sons guardam nos corpos os que permanecem na luta enquanto tudo desaba ao redor, inclusive as ilusões juvenis?

    Por: J M Cunha Santosl Literatural 28/09/2009 lAcessos: 98
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast