Ensaio Sobre Sonhos

Publicado em: 10/04/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 128 |

Sonhos são Sonhos! É aquilo que nos faz acreditar que tudo é possível... É o que faz o homem ser melhor. Sonhar faz parte da natureza humana como respirar faz parte do dia a dia. Sonhamos o tempo inteiro mesmo quando pensamos o contrário... Queremos dignidade, queremos moradias, queremos bons salários, sonhamos! Idealizamos a profissão do filho, a escola, as roupas, a casa... sonhamos! Vivemos movidos de sonhos, mesmo quando eles se vão... Pois na verdade apenas são adiados, esquecidos por um tempo. Permanecem lá, abrigados em nossos subconscientes prontos a desabrochar! Basta uma palavra... pronto! Lá estamos nós, imbuídos de um desejo feroz de conquista! Um desejo que nos dá força em prosseguir, nos alerta, nos dinamifica! Ah...os sonhos! Sonhamos tanto! E nos alegramos com tão pouco! Os loucos sonham... os loucos vivem! E quem não sonha não sabe o que é ter felicidade, pois em cada curva, cada obstáculo, há uma nova esperança... uma chama deslumbrante que nos ajuda a seguir em frente. Sonhar miniminiza a dor! Sonhar é ousar... é querer verdadeiramente realizar algo! E não importam os "NÃOS", nem as portas fechadas, pois os sonhos nos possibilitam abrí-las a golpes de persistência. Somos levados a desbravar novos mundos, novas histórias e reeditamos a nossa vida de modo a criarmos páginas e páginas de tentativas! E tudo vale a pena... cada ponto de vista, cada obstáculo, cada amanhecer. Pois a cada dia temos uma nova chance de fazer diferente, de tentar outra vez. Os sonhos são como o combustível do homem. Alimentam a alma, transcendem o espírito, elevam a capacidade humana! Sonhar é como ver diante dos olhos a materialização daquilo que se deseja. Sonhar é acima de tudo acreditar que é possível, mesmo quando o mundo lhe diz que não! É fazer de cada pedra uma escada para a sua ascensão! É transpor limites seus e dos outros... é não desistir nunca, é saber que sonhos existem para serem realizados! Toda a essência da humanidade está nos sonhos que alguém sonhou... vivemos num mundo moderno, pois alguém idealizou assim! Idealize seus sonhos, sejam eles grandes ou pequenos... pois o tamanho é você quem escolhe. Sonhos são sonhos... e muitas vezes se tornam realidade!

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/cronicas-artigos/ensaio-sobre-sonhos-2131454.html

    Palavras-chave do artigo:

    sonhar

    ,

    viver

    ,

    persistir

    Comentar sobre o artigo

    ADILSON MOTTA

    Alguma coisa mudará em sua vida após a leitura deste texto. Vale a pena lè-lo. Dedico-o aos amantes da leitura, aos professores e aos que não gostam desse hábito que liberta das algemas da ignorância.

    Por: ADILSON MOTTAl Educaçãol 03/05/2014 lAcessos: 30

    A estrutura familiar está desaparecendo a cada dia e é na escola que muitas crianças encontram seu referencial para a vida. Em meio a tantas más influências, a escola deve estar preparada para oferecer aos seus educandos o maior número de influências positivas para que ele possa ver a escola como um exemplo de cidadania que respeita seus educandos e busca uma relação dialética com eles a fim de ajudá-los a solucionar seus problemas e orientá-los em suas decisões.

    Por: Deise Coelho Schinoffl Educaçãol 25/05/2012 lAcessos: 652
    Lilian Bendilatti

    Após a derrota de nossa seleção, muito se tem falado sobre frustração, depressão pós-copa, tristeza, não concretização de sonhos, etc. Nesse artigo vamos tentar analisar o que causa frustrações, muitas vezes desnecessárias e buscar caminhos para lidarmos com frustrações inevitáveis. Não pretendemos esgotar o assunto, pois ele é bastante complexo, individualizado e muitas vezes muito parti

    Por: Lilian Bendilattil Psicologia&Auto-Ajuda> Redução de Stressl 15/07/2014 lAcessos: 20

    O ensinamento propiciado pela vitória do PT não se encontra no discurso da Presidenta reeleita, mas no cotejo desse discurso com a fala do Ministro Gilberto Carvalho.

    Por: Osorio de Vasconcellosl Literatura> Crônicasl 30/10/2014

    Uma das palavras mais badaladas nesse período eleitoral foi democracia. Passaram um pano na politicagem, esqueceram os desmandos, as falcatruas, o mensalão, o valerioduto, o propinoduto e o petrolão. Acusaram a "Revista Veja" de ter denunciado antecipadamente os escândalos da Petrobras, afirmando os aficionados de Dilma e Lula e sua quadrilha de que a mídia imprensa agiu de má fé

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 27/10/2014
    José Guimarães

    Crônica sobre um homem que ficou sem poder andar e precisou usar muletas para se locomover. História de um doente necessitado de muletas.

    Por: José Guimarãesl Literatura> Crônicasl 27/10/2014

    Uma combinação da crua realidade de Serra Leoa com a miragem cinematográfica do diretor Akira Kurosawa, e sobrando alguns estilhaços para as eleições presidenciais de 2014.

    Por: Osorio de Vasconcellosl Literatura> Crônicasl 24/10/2014

    Numa decisão política, a ética, as boas propostas deveriam ser o ponto alto da democracia, mas nos parece que todos os candidatos a cargos eletivos trocaram a política pela politicagem. A dúvida para alguns é real na hora da votação, mas vá a urna dizer qual o Brasil que você deseja. É bom frisar que os próximos quatro anos dependem do seu e dos nossos votos. É seu, é nosso direito querermos um país melhor mais democrático, onde haja disciplina, hierarquia e amor à pátria.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 23/10/2014

    O calidoscópio das eleições presidenciais de 2014 mostra hoje que tudo será decidido por gratidão, ou frustração. O papel decisivo do eleitor classe "C".

    Por: Osorio de Vasconcellosl Literatura> Crônicasl 22/10/2014

    Carta a Dona Dilma Rousseff, mui digna Presidenta do Brasil e candidata a reeleição, pedindo que suspenda a propaganda "Ai, Minas Gerais, quem conhece o Aécio não vota jamais..."

    Por: Osorio de Vasconcellosl Literatura> Crônicasl 17/10/2014

    Quando nos referimos à política, devemos fazer um paralelo, uma comparação entre duas palavras, política e politicagem. São sinonímias contraditas e que refletem diferenciais hercúleos, do que seja a verdade em sua plenitude. Sabemos, de antemão, que existe uma variedade enorme de políticas, desde a comercial, passando pela familiar e indo até a política monetária. Política é ciência, é arte, é a ciência dos fenômenos referentes ao Estado (ciência política).

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 15/10/2014
    Mia Malafaia

    O texto demonstra a necessidade da sociedade em transformar a realidade da mulher brasileira. Incita a reformulação do código penal brasileiro através da mobilização das mulheres vítimas ou não de violência.

    Por: Mia Malafaial Notícias & Sociedade> Cotidianol 28/09/2010 lAcessos: 23
    Mia Malafaia

    O OUTRO NÃO É NOSSA PROPRIEDADE E SIM UM COMPLEMENTO... TUDO O QUE OS ER HUMANO QUER É SER FELIZ... NAS DIFERENTES FORMAS DE AMAR!

    Por: Mia Malafaial Notícias & Sociedade> Cotidianol 29/04/2010 lAcessos: 144
    Mia Malafaia

    Pequena reflexão do fim de um relacionamento e de como ainda ficamos presos por estes sentimentos...

    Por: Mia Malafaial Literatura> Poesial 21/04/2010 lAcessos: 81
    Mia Malafaia

    A importância de manter nossos pensamentos e nossa integridade.

    Por: Mia Malafaial Notícias & Sociedade> Cotidianol 04/04/2010 lAcessos: 31
    Mia Malafaia

    Os crimes sexuais da Igreja e sua luta por manter uma falsa imagem de santidade.

    Por: Mia Malafaial Notícias & Sociedade> Cotidianol 04/04/2010 lAcessos: 41
    Mia Malafaia

    Texto reflexivo sobre a importância das conquistas das mulheres nos últios tempos e da truculência que ainda assistimos.

    Por: Mia Malafaial Notícias & Sociedade> Cotidianol 04/04/2010 lAcessos: 24
    Mia Malafaia

    SINTESE DE PAIXÃO... O EFEITO PERTUBADOR DOS OLHOS DO SER AMADO. TUDO PODE SE MODOFOCAR, MENOS O OLHAR!

    Por: Mia Malafaial Literatural 31/01/2010 lAcessos: 103
    Mia Malafaia

    UMA PEQUENA DESCRIÇÃO DE LIBERDADE... A AUTORA RETRATA UM MOMENTO EM QUE SE SENTE PRESA POR VONTADE.

    Por: Mia Malafaial Literatural 31/01/2010 lAcessos: 129
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast