Independência Do Brasil

Publicado em: 06/09/2009 |Comentário: 15 | Acessos: 8,276 |

INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

O sentimento de brasilidade e de amor à Pátria parece esmaecer. Um dia comemorado com alegria e civismo causava um grande frenesi na população brasileira. Todos os colégios, guarnições militares, ex-pracinhas desfilavam com todo garbo mostrando seu amor a Pátria. Sete de setembro ficou marcado na história como a data inicial para o crescimento brasileiro. O povo brasileiro aspira a vencer e vencerás, mas devemos nos lembrar de que vencer sem abrir caminhos da vitória para os outros é avançar para o tédio da inutilidade sob frio da solidão. O amor a pátria jamais deverá tomar outro destino. A diretriz, o viés deve fazer parte da vontade coletiva.

A Independência tem suas conotações e a participação coletiva não pode ser cerceada por grupos que só imantam a vontade própria, denegrindo a vontade precípua dos que almejam a aspiração do crescimento e do bem - estar da sociedade.  Quando nos aprofundamos nos mementos históricos, essa história toma conotações diferenciadas. A dúvida paira em nossas mentes ficamos atônitos e a conclusão é de que nos ensinaram tudo errado. “A Independência do Brasil é um dos fatos históricos mais importantes de nosso país, pois marca o fim do domínio português e a conquista da autonomia política. Muitas tentativas anteriores ocorreram e muitas pessoas morreram na luta por este ideal. Podemos citar o caso mais conhecido: Tiradentes. Foi executado pela coroa portuguesa por defender a liberdade de nosso país, durante o processo da Inconfidência Mineira. Essa luta pela liberdade é verdadeira e ainda permanece nos dias atuais. Faz parte dessa história o Dia do Fico.

Em 9 de janeiro de 1822, D. Pedro I recebeu uma carta das cortes de Lisboa, exigindo seu retorno para Portugal. Há tempos os portugueses insistiam nesta ideia, pois pretendiam recolonizar o Brasil e a presença de D. Pedro impedia este ideal. Porém, D. Pedro respondeu negativamente aos chamados de Portugal e proclamou: "Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico.” Outras nuanças de suma importância surgem com mais detalhes na história da atualidade.

Após o Dia do Fico, D. Pedro tomou uma série de medidas que desagradou a metrópole, pois preparavam caminho para a independência do Brasil. D. Pedro convocou uma Assembléia Constituinte, organizou a Marinha de Guerra, obrigou as tropas de Portugal a voltarem para o reino. Determinou também que nenhuma lei de Portugal seria colocada em vigor sem o” cumpra-se”, ou seja, sem a sua aprovação. Além disso, o futuro imperador do Brasil, conclamava o povo a lutar pela independência. O País dominante na época era a Inglaterra e Portugal tinha uma dívida astronômica com os ingleses. Quando os portugueses aportaram no Brasil e com o passar do tempo os ingleses aqui estiveram e viram no Brasil um potencial de riqueza muito grande.

De imediato se interessaram por este potencial e passaram a exigir muitas coisas de Portugal. Algumas medidas foram tomadas contra Portugal e uma delas foi à proibição do tráfico de escravos da África para o Brasil, na história do famoso Navio Negreiros. Os historiadores continuam a sua narrativa e afirmam que o príncipe fez uma rápida viagem às Minas Gerais e a São Paulo para acalmar setores da sociedade que estavam preocupados com os últimos acontecimentos, pois acreditavam que tudo isto poderia ocasionar uma desestabilização social. Durante a viagem, D. Pedro recebeu uma nova carta de Portugal que anulava a Assembléia Constituinte e exigia a volta imediata dele para a metrópole. Estas notícias chegaram às mãos de D. Pedro quando este estava em viagem de Santos para São Paulo.

Próximo ao riacho do Ipiranga levantou a espada e gritou: “Independência ou Morte!". Este fato ocorreu no dia 7 de setembro de 1822 e marcou a Independência do Brasil. No mês de dezembro de 1822, D. Pedro foi declarado imperador do Brasil. Será que as nuanças aqui citadas são verdadeiras? Condizem com a realidade? Mas, o mais importante é que de uma maneira ou de outra o Brasil se livrou do domínio português, mas foi brutalmente surrupiado pelos ingleses que levaram muito de nossas riquezas, inclusive a borracha. Hoje a situação é triste. Estamos sob o domínio do Poder Político. Corrupções, falcatruas, enriquecimento ilícito, lavagem de dinheiro, prostituição infantil e adulta, violência, fome, desemprego, imunidade, impunidade, tráfico de drogas, assaltos, sequestros fazem o écran brasileiro na atualidade.

Quem nos tornará independente novamente? Quando sairemos do jugo do poder político que se implantou no Brasil. O poder político enfraquece o poder militar e coloca no liquidificador o poder econômico e a patifaria e a roubalheira toma conta do País. O direito de ir e vir nos foi negado. Vivemos enjaulados e entregues a própria sorte. Nossa consciência morreu. Fomos iludidos em nossas pretensões de ter um Brasil melhor e mais humano. A cada governo que passa a situação piora. E aí indagamos?

O que fazer? Contaram a história, mas se esqueceram de falar do deputado Luis Sucupira autor do Projeto que oficializa o 7 de setembro como a data nacional da Independência. O presidente Getúlio Vargas sancionou a Lei em novembro de 1934. Luis Sucupira cearense de nascimento foi Comendador da Santa Sé. Foi eleito pela - Liga Eleitoral Católica (LEC) para a constituinte de 1934. Sucupira era jornalista, funcionário público federal, em 1940, foi nomeado interventor no Estado do Ceará. Chegava ao Palácio da Luz pedalando a sua bicicleta, o que causou espanto dos que presenciaram o fato. E ele se expressava dizendo que sua atitude era para bem do Estado, pois não haveria necessidade de gastos desnecessários.

Um excelente exemplo para os governantes atuais. Luis Sucupira, escritor, católico fervoroso, era membro efetivo da Academia Cearense de Letras. O dia da Independência é um momento de reflexão para todos os brasileiros. Vamos tornar o nosso país uma nação decente. Vamos expulsar do poder pelo voto consciente as autoridades que não cumprem o que prometem a gente. Pensem nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI-DA ALOMERCE E DA AOUVIRCE

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 9 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/cronicas-artigos/independencia-do-brasil-1202079.html

    Palavras-chave do artigo:

    amor etica profissionalismo

    Comentar sobre o artigo

    Darci Kops

    O presente artigo enfatiza a importância das práticas de profissionalismo no cotidiano das organizações por parte do efetivo humano. O paradigma do profissionalismo necessita impactar a cultura organizacional e, de modo decorrente e recorrente, fazer refletir-se nos perfis profissionais, no portfólio de competências, nas práticas profissionais e organizacionais, no portfólio de bens e serviços.

    Por: Darci Kopsl Negócios> Gestãol 16/06/2011 lAcessos: 856
    Antoniony de Aquino Côrtes

    Este artigo objetiva trazer a lume um modelo alternativo de ética, a ética cristã. Esse modelo, não se pauta por valores relativos, mas sim por princípios absolutos, expostos na Bíblia, tal artigo é um capítulo do meu TCC. O mesmo tem grande importância a todos os profissionais que querem pautar seu viver em padrões éticos.

    Por: Antoniony de Aquino Côrtesl Direitol 29/12/2011 lAcessos: 402
    Ramon Barros

    Estamos realmente preparados para separar trabalho, ética, moral e valores? o que são estes itens para você? Os seus valores e princípios correspondem com os de sua organização?

    Por: Ramon Barrosl Carreira> Recursos Humanosl 30/01/2010 lAcessos: 1,207

    Vivemos em épocas distintas a dos nossos alunos; estamos sendo bombardeados de informações e técnicas cada vez mais sofisticadas, interessantes, dinâmicas que nem damos conta.Nossa geração! Não para a geração dos nossos alunos - geração Y - e principalmente para os seus filhos e netos, que provavelmente estarão presentes em 2100 em diante. Então devemos ser professores revolucionários e reencaminharmos os nossos alunos para a Educação, por meio dos 7 Caminhos da Postura Docente do Século XXI.

    Por: ADALBERTO ALABARCEl Educação> Ensino Superiorl 12/09/2012 lAcessos: 194

    Infelizmente a imagem e o som que entram em nossas casas, residências ou moradias nos causam tristezas, nojo e preocupações. A radiodifusão brasileira perde a sua finalidade de educar e adere à pornografia, a nudez e ao sexo explicito. Não se faz mais radiodifusão como antigamente. A cultura inerente aos meios de comunicação aderiu aos princípios de um pequeno número de religiões e seitas, cujo, ponte forte é a arrecadação do vil metal. Essa malfadada intenção transforma-se num desrespeito aos

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 25/02/2010 lAcessos: 82
    Abrew Amambahy

    O psicopedagogo necessita de uma visão amplificada levando em conta seu mundo interno e externo, considerando o educando em sua inserção social, educacional e familiar, com enfoque psicanalítico clássico que contempla a questão da aprendizagem.

    Por: Abrew Amambahyl Educação> Educação Infantill 06/12/2009 lAcessos: 2,147
    Rogério Ferreira Leite

    Este trabalho contém as premissas básicas para que o educador atinja plenamente o objetivo de proporcionar aos seus alunos uma formação adequada às exigências do século XXI.(PARTE 1)

    Por: Rogério Ferreira Leitel Educação> Ciêncial 15/07/2010 lAcessos: 12,955

    A escolha da carreira infelizmente na maioria das vezes é feita pelo retorno financeiro, e não pela satisfação de trabalho ou pelo bom desenvolvimento, isso em muitos casos é extremamente prejudicial, tanto para o profissional (que será frustrado futuramente) quanto para o mercado que absorve esse serviço, pois o risco de erro é grande, e note que isso não depende de profissionalismo ou de capacidade, mas sim de amor ao que se faz.

    Por: JORGE AUGUSTO MONTEIRO CARRIÇAl Carreiral 12/12/2009 lAcessos: 107
    Saska Kopmann

    O presente artigo quer responder se os profissionais da área contábil e estudantes concordam com a volta do Exame de Suficiência Contábil e se este pode contribuir para a formação dos futuros profissionais externando assim importância que tem a regulamentação profissional para toda a classe e sociedade em geral.

    Por: Saska Kopmannl Negócios> Administraçãol 21/06/2011 lAcessos: 281

    Uma das palavras mais badaladas nesse período eleitoral foi democracia. Passaram um pano na politicagem, esqueceram os desmandos, as falcatruas, o mensalão, o valerioduto, o propinoduto e o petrolão. Acusaram a "Revista Veja" de ter denunciado antecipadamente os escândalos da Petrobras, afirmando os aficionados de Dilma e Lula e sua quadrilha de que a mídia imprensa agiu de má fé

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 27/10/2014
    José Guimarães

    Crônica sobre um homem que ficou sem poder andar e precisou usar muletas para se locomover. História de um doente necessitado de muletas.

    Por: José Guimarãesl Literatura> Crônicasl 27/10/2014

    Uma combinação da crua realidade de Serra Leoa com a miragem cinematográfica do diretor Akira Kurosawa, e sobrando alguns estilhaços para as eleições presidenciais de 2014.

    Por: Osorio de Vasconcellosl Literatura> Crônicasl 24/10/2014

    Numa decisão política, a ética, as boas propostas deveriam ser o ponto alto da democracia, mas nos parece que todos os candidatos a cargos eletivos trocaram a política pela politicagem. A dúvida para alguns é real na hora da votação, mas vá a urna dizer qual o Brasil que você deseja. É bom frisar que os próximos quatro anos dependem do seu e dos nossos votos. É seu, é nosso direito querermos um país melhor mais democrático, onde haja disciplina, hierarquia e amor à pátria.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 23/10/2014

    O calidoscópio das eleições presidenciais de 2014 mostra hoje que tudo será decidido por gratidão, ou frustração. O papel decisivo do eleitor classe "C".

    Por: Osorio de Vasconcellosl Literatura> Crônicasl 22/10/2014

    Carta a Dona Dilma Rousseff, mui digna Presidenta do Brasil e candidata a reeleição, pedindo que suspenda a propaganda "Ai, Minas Gerais, quem conhece o Aécio não vota jamais..."

    Por: Osorio de Vasconcellosl Literatura> Crônicasl 17/10/2014

    Quando nos referimos à política, devemos fazer um paralelo, uma comparação entre duas palavras, política e politicagem. São sinonímias contraditas e que refletem diferenciais hercúleos, do que seja a verdade em sua plenitude. Sabemos, de antemão, que existe uma variedade enorme de políticas, desde a comercial, passando pela familiar e indo até a política monetária. Política é ciência, é arte, é a ciência dos fenômenos referentes ao Estado (ciência política).

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 15/10/2014

    As eleições presidenciais de 2014 correm o risco de ser decididas com a ajuda de técnicas hipnóticas.

    Por: Osorio de Vasconcellosl Literatura> Crônicasl 13/10/2014

    Uma das palavras mais badaladas nesse período eleitoral foi democracia. Passaram um pano na politicagem, esqueceram os desmandos, as falcatruas, o mensalão, o valerioduto, o propinoduto e o petrolão. Acusaram a "Revista Veja" de ter denunciado antecipadamente os escândalos da Petrobras, afirmando os aficionados de Dilma e Lula e sua quadrilha de que a mídia imprensa agiu de má fé

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 27/10/2014

    Numa decisão política, a ética, as boas propostas deveriam ser o ponto alto da democracia, mas nos parece que todos os candidatos a cargos eletivos trocaram a política pela politicagem. A dúvida para alguns é real na hora da votação, mas vá a urna dizer qual o Brasil que você deseja. É bom frisar que os próximos quatro anos dependem do seu e dos nossos votos. É seu, é nosso direito querermos um país melhor mais democrático, onde haja disciplina, hierarquia e amor à pátria.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 23/10/2014

    Assenta tua cabeça no meu ombro, descansa e relembra os momentos felizes que passamos. Esta assertiva faz parte da nossa vida, de nossos sentimentos e do rol de realizações, que planejamos para o futuro. Muitas vezes rememoramos com pensamentos diluidores, com ações um pouco cavilosas, sem descortinar a harmonia do concerto, que traçamos para o teatro da nossa existência. Deter, impedir de avançar nossos momentos de amor, não são medidas contributivas para a felicidade que reina em nossos coraçõ

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 20/10/2014

    Quando nos referimos à política, devemos fazer um paralelo, uma comparação entre duas palavras, política e politicagem. São sinonímias contraditas e que refletem diferenciais hercúleos, do que seja a verdade em sua plenitude. Sabemos, de antemão, que existe uma variedade enorme de políticas, desde a comercial, passando pela familiar e indo até a política monetária. Política é ciência, é arte, é a ciência dos fenômenos referentes ao Estado (ciência política).

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 15/10/2014

    A política brasileira além de ferver virou um inferno. Um inferno com muitos diabos que não têm medo da cruz. Deus, o nosso Pai morreu e Jesus não estão mais em seus corações. A caridade, a fraternidade e os bons princípios não foram sublimados, e sim exterminados juntamente com a ética. No coração do brasileiro só resta esperança, as forças já estão combalidas, vítimas de uma politicagem escarnecida. O encanto do Brasil antigo evaporou-se diante das aberrações e das corrupções eleitorais.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatural 13/10/2014

    A felicidade imanta o meu ser, entro em êxtase vibracional, no entanto, meu ego se altera para todo mundo ver, o meu corpo se altera meio descomunal. Quando um grande amor amadurece, os tremores constantemente se alternam o corpo não resiste e a rosa não floresce, o íntimo se refina e, os desejos jornadeiam. O imã do amor me aconchega delicioso, o carinho e o afago do meu amor se transformam, a minha amada transborda em carinho astucioso e uma entrega sem pudor nos delicia e ...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 08/10/2014

    Podemos afirmar que, muitas vezes, a verdade é mais interessante que a ficção. O Ciclo Cósmico pela qual a humanidade vem passando, ou pelo desenvolvimento intelectual do hominal, leva a um interesse maior pela vida do Grande Mestre, ou Grande Redentor, Jesus do que em qualquer outro período desde o início de cristianismo. Nunca na história humana, Cristo foi tão estudado, pesquisado por estudantes de psicologia, misticismo, metafísicas e ocultismo com sentido minucioso e analítico. Nesse estudo

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 07/10/2014

    A brisa suave nos acaricia e o sol envolto pelo arco-íris, encanta-nos no pingente solar. Buscamos a todo instante a incessante diretriz, altaneira e rediviva. Somos humanos imperfeitos, mas através do amor e do perdão, procuramos alcançar vencendo todos os obstáculos, entre suores, perfumes, barulho, pedras de tropeços, o que mais almejamos o dom de amar. O amor na feição extrema vive em seu próprio lugar e não encontra problema difícil de suportar.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 06/10/2014

    Comments on this article

    0
    Antonio Paiva Rodrigues 21/10/2010
    OBRIGADO PELOS COMENTÁRIOS GRANDE AMIGO. ABRAÇOS FRATERNOS.
    1
    vc e burrop 21/10/2010
    nada ve
    0
    franciane 12/09/2010
    legal aprendi muito
    -1
    LAIZA 13/08/2010
    nao gostei por o que eu queria saber na esta aqui
    eu tenho que fazer um jornal da independencia e tudo que me
    aperece é um resumo sobre como foi a inde-penjdencia
    m,ais a vida é assim neh
    0
    sabrina 20/06/2010
    E Muuuuuuuuuuuuuiiiiitttttttoooooooooooooooooo Leeeeeeeeeeeggggggaaaaaaaaaaallllllllllllll
    0
    larissa Meire 02/06/2010
    Brigadão vc me ajudou bastante na pesquisa da escola
    0
    ANTONIO PAIVA RODRIGUES 09/11/2009
    AGRADEÇO POR TODOS OS COMENTÁRIOS. FIQUEM COM DEUS E MUITO OBRIGADO.
    1
    gabriela 08/11/2009
    Adoorei!:)me ajudou bastante
    0
    ANTONIO PAIVA RODRIGUES 23/10/2009
    OBRIGADO POR TODOS OS COMENTÁRIOS FEITOS ATÉ AGORA. FIQUEM COM DEUS.
    0
    ANTONIO PAIVA RODRIGUES 23/10/2009
    QUERO AGRADECER DE CORAÇÃO A TODOS OS COMENTARISTAS. FIQUEM COM DEUS.
    0
    suellen 18/10/2009
    eu adorei perfeito beijinhos xau
    1
    Thays 14/09/2009
    Ameíìi..~(L)
    0
    ANTONIO PAIVA RODRIGUES 14/09/2009
    Obrigado por tudo. Deus te abençoe.
    0
    gerlanny 14/09/2009
    de+
    0
    preto 09/09/2009
    eu achei muito legal
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast