Direitos humanos no serviço social

Publicado em: 03/12/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 110 |

                  AUTORA

ANA CRISTINA DA CRUZ SANTOS  Glória de Dourados

2011

INTRODUÇÃO

        O objetivo desse trabalho é tercer algumas refleções sobre o relacionamento dos direitos humanos com a concepção contemporânea e a importancia de um pais capitalista, onde os individuos possam viver com mais dignidade e respeito de uma vida mais humanitaria  que todos tem o mesmo direito dentro de uma sociedade contemporânea de muitas conquistas realizadas.

   Fundamentais para o Estado democratico   de um modo geral tanto, da crianças como adolescentes  e idosos direitos garantidos   na  Constituição Federal 1988 no Brasil. Compreender as liberdades explicitas e declaração como direito do cidadão e o papel da leis aplicadas a todos os casos iguais, na organização politica do Estado Moderno.

    Portanto buscar o papel da educação em direitos humanos, e a maneira de implementar, de forma solida, alem dos principios eticos, uma cultura de direitos em nossa sociedade comteporanea, importante que todos tem seus  direitos e deveres.

      Entre setembro de 2002 à setembro de 2003 o numero de crianças de faixa etaria de 10 a 14 anos, que trabalham foi  de 75.000 para 132.000, em seis regioes metropolitania; a região que mais aumentou o trabalho infantil foi o Rio de Janeiro 50% em relação a janeiro de 76% em relação a setembro.

       No entanto analises da diversidade de forma familiar, o que dispensa nesse texto uma  radiologia do que a familia é completamente, com os tipos de aranjo e sua diversidade regional ou segundo a cor e classe social, de seus integrantes. Embora esse tipo de diagnostico seja essencial para subsidiar decisões adequada no planejamento e na implementação de politicas publicas, a familia brasileira contemporanea necesstia a proposta e tambem enfatizar as questões de gêneros, as familias numerosas promovendo o planejamento familiar, mesmo que dificiente, inclui as dimensões material e simbolica ou cultural, ou seja de um lado, aspectos como alimentação e habitação, e de outro, valores e costumes.

     As politicas sociais também tem se interessado por essa dimensões na media em que pretende amparar familias em sua necessidades materiais, sob tudo das crianças e outros do seu meios vulneraveis ( adolescentes, gestantes, lactentes, idosos). A teoria social tem, por tanto um lugar decisivo para inter vir em realidade sociais indesejaveis, como a probreza e o baixo capital humano. O foco tem sido, sobre tudo, a reflexção sobre os destinos das gerações futuras, pesando a organização e os recursos familiares em suas consequencias para a socialização dos filhos. (ITABORAÍ, 2005, p.02).

   Poratnto podendo haver distribuição de capital social ( medindo pela presença fisica dos adultose atenção das crianças), capital cultura ( medindo pela escolaridade dos pais e de mais residente de 15 anos ou mais), e capital economico ( medido pela rende familiar percapita ) nas familias com os filhos, sua analise permite mostrar que os recursos familiares são destribuidos diferentemente na erarquia social, resultando no fato de familias cujas chefes são trabalhadores manuais urbanos e rurais, contam como seria desvantagens na propriação e acumulação de recursos, configurando assim o contexto mais disfavoraveis para a socialização das novas geraçoes (  HASENBALG, 2003.p. 81), se   familia é o lugar da construção edentitaria e ainda da reprodução social e biologica, qual o lugar do Estado, ´e por que não inclui o mercado, na produção de bem- estar do individuo, cabe portanto discutir o significado da proteção social, contrapondo as responsabilidade familar a de outros, igualmente relevantes, particularmente o Estado no Brasil, não chegamos a construir um Estado de bem-estar, por isso aqui, a crise da sociedade salarial, estudada por Castel, veio misturar a valha e a noca pobreza ou seja, os excluidos estruturais e o mais recentemente tornados invalidos pela restruturação do capitalismo. Entre todos os direitos positivados em um determinado ordenamento, os direitos humanos são os mais importantes, e deve ter prevalecer junto aos demais direitos.

       Esses direitos são de suma importancia para a efetividade na social, todos os individuos merecem  ter sua dignidade respeitada e conhecida, por meio de sua proteção contra o arbitramento do poder estatal, e o reconhecimento de condições minima da vida, a transformação de direito se da juntamente com as mudanças ocorridas no meio social, ficando perfeitamente evidenciadas se tomamos como paradigma a questão desse direito. No Brasil, ouve a evolução dos direitos fundamentais do homem, conforme já resaltada, passando do direito individuais e aos direitos sociais e coletivos, tendo esses direito consagrados na lei maior do país, a Constituição da Republica Federativa do Brasil de 1988.

     Com relação a evolução dos direitos e carta Magna do ordamento Juridico Brasileiro, a primeira Constiuição, no mundo, a positivar os direitos do homem, dando-lhes juricidade efetiva, foi a do imperio do Brasil de 1824.

     A Constituição de 1891, trazia em seu corpo normativo o direitos e garantias individuais, com a Constituição imperial, somente trouxe a positivação dos direitos do individuo em particular, sem preocupar-se com os direitos  sociais já com advento da Constituição de 1934, que os direitos economicos e sociais foram efetivemente incorporado, à LEI maior, como os direitos trabalhista foram matidas em 1937, 1946, 1967 e 1969, mas foi a Constituição de 1988 que os direitos humanos foram pluramente positivado, tantos os individuais garantido eficacia desse direito documentos que reconhecem a autonomia aos particulares, direitos que possuem gerações distintas conforme as mutações ideologica

                                                     

CONCLUSÃO

        Os conceitos do direitos dos seres humanos esta garantido em Leis na Constituinte  de 1988, direito de nascer de vir e  ir  direitos de liberdade, igualdade, dignidade, relativos a saude, educação, cultura previdencia e Assistencia Social e lazer, trabalho e segurança, moradia e transporte e direito a democracia. 

       Portanto podemos pensar em políticas públicas é na participação do cidadão, pois resolvendo os pequenos problemas da sua cidadania, e estarem dando maior apoio às necessidades da população para um futuro de garantia e respeito às famílias necessitadas contemporâneos e direitos universais.

     O Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) foi criado a partir da inserção do Brasil no Programa Internacional para a Erradicação do Trabalho Infantil – IPEC, da Organização Internacional do Trabalho em 1992: Sendo que o demandatários  posso ter uma vida digna. Sendo que os beneficiários podem ser orientados por profissionais de todos os setores levando conhecimento específico a esses indivíduos que necessita de ajuda, dando apoio a população, carente e garantindo seus direitos como cidadões, buscando cada vez mais melhoria em relação a pobreza, fazendo valer  os direitos por leis para que posso ter um futuro melhor.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICA

ttp://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/anais/outros/FamPolPublicas/NathalieItaborai.pdf. acesso em 28/11/2011

BOBBIO, Norberto, A Era dos Direitos. Tradução de Carlos Nelson Coutinho – Rio de Janeiro: Campus, 1992. Acesso em 28/11/2011.

WWW.mostraseuvalor.org.br/publicações  / arquivos. cadeira. acesso em 01/12/2011

        

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/desigualdades-sociais-artigos/direitos-humanos-no-servico-social-5452948.html

    Palavras-chave do artigo:

    direitos humanos

    Comentar sobre o artigo

    O Direito Internacional dos Direitos Humanos visa à proteção da pessoa humana. Desenvolveu-se bastante após a Segunda Grande Guerra, em virtude das atrocidades cometidas pelos nazistas ao povo judeu. O Direito Humanitário, a Liga das Nações e a Organização Internacional do Trabalho situam-se no marco do processo de internacionalização dos direitos humanos. O Brasil é signatário dos principais tratados internacionais já celebrados, tanto no sistema global, como no sistema regional de proteção.

    Por: LILIANA MARIA ALBUQUERQUE SAMPAIOl Direitol 31/10/2009 lAcessos: 1,301

    Abordagem do surgimento e internacionalização dos Direitos Humanos e sua importância, a Declaração Universal como sistema global de proteção dos Direitos Humanos e demais convenções, incorporação no sistema Brasileiro e suas divergências sobre os tratados internacionais de Direitos Humanos, a Convenção sobre a eliminação de todas as formas de descriminação contra a mulher e sua fundamentação na igualdade.

    Por: RENATO PORTELA E VASCONCELOSl Direitol 04/03/2015 lAcessos: 13
    Sérgio Henrique S Pereira

    Este trabalho é um manifesto quanto à essência dos Direitos Humanos para se entender a Constituição Federal de 1988. O assunto é abordado sem a pretensão de esgotá-lo, mas resumir, de forma que a leitura possa ser atrativa a todos e, desta maneira, alcançar o entendimento ao que seja os Direitos Humanos e as garantias fundamentais da pessoa humana num Estado Democrático de Direito.

    Por: Sérgio Henrique S Pereiral Direito> Legislaçãol 23/01/2014 lAcessos: 44

    Os Direitos Humanos têm uma posição bidimensional, retrata a conciliação entre os direitos do indivíduo e assegura um campo autêntico para a democracia. Visa garantir ao cidadão o respeito à vida, à liberdade, à igualdade e à dignidade. Está vinculada à questão social, fundamental a ser discutida uma vez que uma quantidade significativa de cidadãos encontram dificuldade em exercer a cidadania e seus direitos.

    Por: Thayse Fernandal Direito> Doutrinal 31/05/2013 lAcessos: 57

    Análise dos principais momentos que levaram à consolidação de uma legislação internacional pela proteção dos Direitos Humanos, destacando os dilemas vivenciados em cada etapa desse processo e chamando a atenção para os méritos e debilidades evidenciados pela distância histórica. Há ainda um esforço por se compreender os efeitos dessa trajetória histórica sob o caso particular do Brasil, sobretudo a partir de uma ótica constitucionalista.

    Por: Pedro Lara de Arrudal Direitol 04/04/2010 lAcessos: 560

    O presente artigo diz respeito ao problema da efetividade das normas constitucionais, principalmente as que são denominadas de direitos fundamentais – direitos humanos normatizados na constituição brasileira. E a importância de se incluir o tema Políticas Públicas nos estudos jurídicos para a exeqüibilidade destas normas.

    Por: Laírcio Márcio Lemos e Sousal Direito> Doutrinal 21/02/2011 lAcessos: 366

    O Direito Internacional dos Direitos Humanos, até ser consolidado como ramo do direito, sofreu inúmeras críticas, alguns retrocessos e muitos avanços ao longo da história da civilização. Entender todos esses fatores é imprescindível para se compreender a complexidade dessa área direito.

    Por: Herta Rani Teles Santosl Direito> Doutrinal 17/06/2010 lAcessos: 737
    Felipe Lermen Jaeger

    O direito à previdência social integra o rol de direitos humanos tutelados pela OEA, merecendo, por conseqüência, o mesmo tratamento jurídico dispensado aos direitos civis e políticos constantes da Convenção Americana sobre Direitos Humanos.

    Por: Felipe Lermen Jaegerl Direito> Doutrinal 13/11/2014 lAcessos: 22
    Milton da Paz Aragão Júnior

    O artigo tenta provocar ao caríssimo leitor um questionamento a cerca da importância e inevitabilidade de se reconhecer os nossos direitos mais fundamentais, inafastáveis da nossa existência, intrínsecos ao homem. Fazendo, para alcançar tal objetivo, um apanhamento histórico dos Direitos Humanos (positivados), outrossim, buscaremos provar que seu vislumbramento pode ser atingido se utilizando apenas da nossa razão, valendo-se para tanto de uma análise a respeito das antigas tragédias gregas.

    Por: Milton da Paz Aragão Júniorl Direitol 19/07/2010 lAcessos: 425

    O presente artigo se propõe a abordar o que são Direitos Humanos, fazendo uma breve retrospectiva histórica. Comentando que é possível constatar que ainda é tímida a introdução da temática da educação em Direitos Humanos na formação de professores e educadores em geral, na formação inicial e continuada.

    Por: Robson Stigarl Educaçãol 28/01/2010 lAcessos: 575
    Rosana Pires Ferreira

    Discute-se, neste artigo sobre a descriminalização das drogas e as outras expressões da questão social sob o ponto de vista do Movimento Social Marcha da Maconha e a Política de proibição de drogas adotada pelo Estado que tem sido debatida intensamente pela sociedade civil organizada.

    Por: Rosana Pires Ferreiral Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 08/03/2015 lAcessos: 40

    A leitura potencializando a busca de uma ação transformadora nesta sociedade tecnologica na formação de uma cidadania na construção de uma práxis e diminuição das desigualdades social oferecendo aos educandos de forma problematizadora e critica uma pedagogia de libertação pela leitura

    Por: Daniela Rosseti silval Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 20/02/2015
    Braz Branco

    Parâmetros entre uma carta-resposta responsável e a realidade do sistema de saúde brasileiro.

    Por: Braz Brancol Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 14/02/2015
    Adriana Farias

    Pequeno poema feminista. amostra literária sobre o rasa cultura machista e desigual e rodeia nossa sociedade, rouba vidas e desgasta convivências.

    Por: Adriana Fariasl Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 22/01/2015 lAcessos: 14
    Benedicto Ismael Camargo Dutra

    Fidel Castro causou forte impacto nas gerações de sua época levantando a bandeira do progresso compartilhado num mundo repleto de injustiças, insurgindo-se contra a dominação econômica e adotando o socialismo. Mas como muitos líderes, se deixou levar pela mania de grandeza.

    Por: Benedicto Ismael Camargo Dutral Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 06/01/2015 lAcessos: 18
    Alexandre Arrenius Elias

    No ano de 2014 marcou-se a história brasileira por crises políticas que foram superadas não pela solução dos problemas, mas pela baixa capacidade de se impor, honestamente e com justiça, a ordem e o tal progresso no país que traz esse lema na sua própria bandeira. Um país que segue sem ética e sem moral por seus meios políticos, assistido pela ignorância e alienação da maioria que acha tudo isso normal.

    Por: Alexandre Arrenius Eliasl Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 19/12/2014 lAcessos: 26

    solidariedade como tema de pessoas que atuam na área de Tecnologias da Informação - TICs e Telecomunicações

    Por: nelson takayanagil Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 28/11/2014 lAcessos: 72
    JUNIOR OMNI

    Quantos jovens tiveram os seus sonhos "ASSASSINADOS" na guerra? Quantas mulheres perderam os seus esposos? Quantas jovens não se casaram com a pessoa amada, que morreu nas guerras? Quantas noivas ficaram "VIÚVAS" antes mesmo de se casarem? - - - Quantos filhos ficaram órfãos de pai e mãe, POR CAUSA DAS GUERRAS? Quantos filhos cresceram com "PROBLEMAS PSICOLÓGICOS" por causa da ausência de seu pai, ou de sua mãe? Quantas vidas jogadas na lata do lixo, por causa dos "LÍDERES MUNDIAIS" que decreta

    Por: JUNIOR OMNIl Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 19/11/2014 lAcessos: 16
    ana cristina da cruz santos

    A atuação do processo de passagem da teologia à causalidade posta, tem a presença marcante de dois elementos inseparáveis: a posição dos fins e a busca dos meios. E a categoria da alternativa como mediadora desse processo, como a categoria que faz a passagem da possibilidade à realidade.

    Por: ana cristina da cruz santosl Educação> Ensino Superiorl 10/06/2012 lAcessos: 2,070
    ana cristina da cruz santos

    ESTE TRABALHO TRATA-SE DE UM PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO SUAS ETAPAS E ORDEM O autor destaca pontos importantes sobre o Planejamento Educacional, a sua contribuição busca converter - se métodos antigos em novas fontes de conhecimentos.

    Por: ana cristina da cruz santosl Educaçãol 16/04/2012 lAcessos: 604
    ana cristina da cruz santos

    FALA SOBRE O PERFIL E AS ATUAÇOES DO ASSISTENTE SOCIAL AS AÇOES E CONTRIBUIÇOES

    Por: ana cristina da cruz santosl Educação> Ensino Superiorl 25/11/2011 lAcessos: 10,374
    ana cristina da cruz santos

    Esse trabalho distingue os conceitos de discriminação e desigualdade, e analisa os pressupostos de diferença de gênero Com o intuito de garantir a igualdade entre homens e mulheres, a partir de diferentes estratégias e ações afirmativas aplicadas em diversos campos, com mudanças e avanços que as mulheres adquiriram através da educação para garantir seus direitos.

    Por: ana cristina da cruz santosl Marketing e Publicidade> Multimídial 27/09/2011 lAcessos: 121
    ana cristina da cruz santos

    É UM MODELO DE DOCUMENTO PROPOSTA QUE FOI FEITO E APOIADO POR UM GRUPO DE PESSOAS DE VARIAS AREAS QUE NAO APROVADO PARA ESSE PROJETO MAS QUE ACABOU ABRINDO OUTRAS PORTAS

    Por: ana cristina da cruz santosl Marketing e Publicidade> Marketing Pessoall 25/09/2011 lAcessos: 308
    ana cristina da cruz santos

    o texto fala da mulher como elas tem evoluido vem transformando o preconceito e rejeiçoes em trabalho e em alguns lugares tem deixados os homens para traz

    Por: ana cristina da cruz santosl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 24/09/2011 lAcessos: 198
    ana cristina da cruz santos

    este trabalho tem o intuito de apresentar o que é direito civil, O objetivo é mostrar que o Código Civil é um importante instrumento de pesquisa e utilização pela sociedade nas suas relações jurídicas. Como noções básicas de direito civil, teoria geral do estado, e lei de introdução ao código civil, Que refletem a própria atuação das pessoas

    Por: ana cristina da cruz santosl Direito> Legislaçãol 17/06/2011 lAcessos: 496
    ana cristina da cruz santos

    este trabalho tem o intuito de esclarecer duvidas na area da educaçao sobre o meio ambiente

    Por: ana cristina da cruz santosl Marketing e Publicidade> Multimídial 04/06/2011 lAcessos: 361
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast