Moral E Ética

Publicado em: 19/08/2008 |Comentário: 22 | Acessos: 105,177 |

MORAL E ÉTICA



Nada mais belo e cativante quando buscamos inspiração para executarmos uma tarefa, por mais singela que seja. São nessas obrigações acadêmicas que temos a oportunidade de mostrar, aquilo que foi assimilado em sala de aula, a dedicação de quem repassa e a assimilação de quem aprende. Falar em moral nos dias atuais é meio complicado ou complicado e meio, seria talvez uma deletéria função que destrói ou danifica; prejudicial, danoso: nocivo à saúde: que corrompe ou desmoraliza, para os que não são acostumados a ela, e bastante altruístas para quem prima pela mesma. É como espírito de responsabilidade e funcionalidade que estou tentando “apor” os questionamentos, em número de nove, a disposição de minha memória incontida, mas muitas vezes falha. A realidade é o preço da dignidade humana. É estimulo para os doentes de presunção. É a bússola imantada à busca do azimute magnético (direcionamento). É tudo.

Que é o Senso Moral? Dê exemplos?
É uma situação que o ser humano passa nascendo ou evoluindo de uma opção para que não classificar de uma dicotomia, método de classificação em que cada uma das divisões e subdivisões não contém mais de dois termos.
Uma repartição dos honorários médicos, à revelia do doente, entre o médico assistente e outro chamado por este. Aspecto de um planeta ou de um satélite quando apresenta exatamente a metade do disco iluminada. Divisão lógica de um conceito em dois outros conceitos, em geral contrários, que lhe esgotam a extensão. Ex.: animal = vertebrado e invertebrado. Tipo de ramificação vegetal em que a ponta do órgão (caule, raiz, etc.) se divide repetidamente em duas porções idênticas, e que é próprio dos talófitos e briófitos, sendo muito raramente observado nas plantas floríferas; dicopodia. Princípio que afirma a existência única, no ser humano, de corpo e alma.

É bom frisar que algumas dessas significações não se enquadram bem, principalmente no assunto que estamos diluindo. No nosso caso seria o bem e o mal. O exemplo que mais se afine com o questionamento (opinião minha), seria o livre-arbítrio. Podemos nos prolongar ainda acrescentando que também são ações que dependem de nós mesmos, de nossa capacidade de avaliar e desenvolver e discutir, nesta aposição poderá ser citado como exemplo a educação familiar, a colegial, o meio social, os amigos, vícios e os procedimentos de cada ser. No Senso Moral não somos levados a agir por outros ou obrigados por eles. É visível esta colocação, se somos levados a agir por outros ou obrigados por eles, à conseqüência natural será a exterminação cruel de nosso Senso Moral, transformando-o em imoral com certeza. Nos assassinatos por encomenda o mandante consegue dominar o Senso Moral do que vai efetuar o crime, domina seu senso moral através do convencimento e do dinheiro, mesmo que isto venha a lhe custar caro. Pode ser a avaliação do certo e errado, esta avaliação será feito por mim ou por outrem. A conduta do ser humano é constantemente avaliada, juizes todos são, mérito não se compra, adquire e com muito sacrifício e grandeza da alma depende de muitos fatores, sociais e religiosos.

*Que é a Consciência Moral? Dê exemplos?
Quando o Senso Moral falha a Consciência moral se ressente e de pronto. Quando faço algo de errado vem o sentimento de culpa e a minha consciência fica atribulada, minhas atitudes acabrunhadas e o resultado quando para combater o resultado, que é o arrependimento, é dar a volta por cima e praticar uma boa ação. A educação familiar, O convívio, as amizades, uma boa escolarização e uma relação saudável, a ausência de estresse, angústias, preocupações, depressões e outras mazelas contribuem para convivermos bem ou mal com a consciência moral. As nossas decisões extemporâneas, os conflitos, devem assumir a consciência pelos atos que praticamos. Não poderemos deixar que a avaliação, certa ou errada transforme nossa vida e passarmos a outro fator chamado dilema moral. Pelo que expomos chegamos à conclusão que normalmente um fato, uma conseqüência tem ligação direta ou são compactuadas.

A que se refere o Senso Moral e a Consciência Moral?
Como citei antes nas entrelinhas deste trabalho estas duas palavras estão interligadas e vai desembocar de maneira violenta ou não no Senso Moral. A importância é por demais real que Põe em prova nossa consciência moral, a idéia de liberdade do agente causador e paralelamente às relações que mantemos com os outros, ou seja: O sujeito moral. É muito comum pessoas confundirem moral com costumes, com a tradição cultural de um determinado povo, com código de leis, regras, com as obrigações e deveres impostos pela sociedade, pela igreja e pelo governo. Boa pergunta: quem seria o sujeito moral na minha ótica, posso até estar equivocado, mas é a pessoa que convive diariamente com estas nuances e sofrendo as conseqüências delas. Quais nossas relações com a Moral? É uma situação estritamente, vinculante. Muitas das vezes não conseguimos fazer distinção e desvencilharmos, é um ponto sem nó, apesar de a nossa consciência trabalhar com responsabilidade e avaliar e julgar nossas ações, o nosso agir passa sempre pelo crivo da análise e avaliação dela. Parar para pensar é bom, não, é ótimo. Só que as pessoas de um modo geral possuem a velha preguiça mental.

Qual o principal pressuposto da Consciência Moral?
A consciência moral é resultado operativo de nosso Senso Moral. É a subjetividade valorativa que adquirimos no processo de formação familiar, escolar e nas relações cotidianas. O ser humano está nesta batalha dia-a-dia, poderá torná-lo forte, experiente ou então totalmente desvalorizado. Quantas vezes julgamos a conduta das pessoas? Inúmeras vezes. Podemos também afirmar que as ações podem ser legais ou não, lícitas ou ilícitas dependendo de quem as praticam. Se nos damos conta de que isso está presente em nossa vida, esta intuição nos leva a questão central da moral. Os principais pressupostos da Consciência moral são as próprias morais, pois se a moral não existisse não existiriam também as ações. Consciência é natural de nosso ego, da introspecção, ele vem de dentro para fora e de fora para dentro. Esta na qualidade do ser, nos sentimentos morais, nas avaliações de conduta, nas decisões que tomamos por nossa livre e espontânea vontade e agir de acordo com normas e decisões e responder perante elas e perante os outros. É o assumir o que fez, é a responsabilidade.

O que é Juízo de Fato e de Valor? Dê Exemplos?
São dois juízos que se confrontam e podem causar polêmicas. Coisa ou ação feita; sucesso, caso, acontecimento, feito. Aquilo que realmente existe que é real. Fato jurídico. Acontecimento de que decorrem efeitos jurídicos, independentemente da vontade humana (por oposição a ato). De fato. Com efeito; realmente, efetivamente; de feito, e estar ao fato de ciência com o que acontece; ser sabedor da distinção do que seria fato e valor? Leitura atenta dá para decifrar e incluir ou nominar a sinonímia correta. Já o valor pode ser considerado como qualidade de quem tem força; audácia, coragem, valentia, vigor; qualidade pela qual determinada pessoa ou coisa é estimável em maior ou menor grau; mérito ou merecimento intrínseco; valia; importância de determinada coisa, estabelecida ou arbitrada de antemão; o equivalente, em dinheiro ou bens, de alguma coisa; preço; poder de compra; papel; validade; estima apreço; importância, consideração; significado rigoroso de um termo; significância. Mas na concepção dos estudiosos: juízo de fato é aquele que diz algo que existe, diz o que as coisas são como são e porque são. Imitando o velho jargão popular: “matando a cobra e mostrando o pau”. Já o Juízo de Valor pode avaliar as coisas, pessoas, ações, experiências, acontecimentos, sentimentos, estado de espírito, intenções e decisões.

Pelo que vemos e notamos o Juízo de Valor e é mais criterioso não desconsiderando o de fato. Tem outras qualidades entre elas às normativas e avaliativas. As diferenças entre um e outro pode estar na natureza e na cultura das pessoas, da população, das classes sociais, na sociedade que tende a neutralizá-los, isto porque a sociedade em si é injusta e egoísta.
Por que os juízos de Valor são Normativos?

Este questionamento praticamente já foi respondido, mas nunca é tarde revisar conceitos. Por que enunciam normas que determinam o dever ser, de nossos sentimentos, atos e comportamentos. É um regulamento, é uma lei que obriga todos andarem na linha, corretos, obediente, conhecedores de seus direitos e deveres e não agir assim será com certeza discriminada pela sociedade e por ela punida. Eles avaliam as nossas intenções e ações do correto e do incorreto para não dizer errado, nos dizem o que é bem e mal ou o que são; o mal e a felicidade. Os normativos também estão entre os éticos: sentimentos, intenções, atos e comportamentos devem ter ou fazer para alcançarmos o bem e a felicidade; olha que não é fácil. O povo brasileiro está carente de afeto e a fraternidade e a caridade cairia muito bem neste momento crucial. A origem destes juízos está nos atos e fatos do cotidiano, e no sentimento e na responsabilidade dos que fazem as leis que nos julgam absolvendo ou punindo, toldando nossa liberdade.

Explique origem da diferença entre Juízo de Fato e Juízo de Valor?
A diferença entre um e outro já pode está inserida nas entrelinhas, porém vamos tentar colocar da maneira mais simples a diferente dos dois, e que, não sejam prolixos, nem rebuscados. O juízo de fato é aquele que exprime sensação de concreto, algo que está a nosso alcance, as coisas são como foram feitas, nem existe variáveis para elas, e de lambuja ainda se dá o direito de uma explicação gratuita de como são (Constituição, formação, qualidade). É um tiro certeiro, não há meio termo. Já o Juízo de Valor é mais intelectualizado, atingem e avaliam as nossas coisas, pessoas, ações, experiências, acontecimentos, sentimentos, estados de espírito, intenções e decisões. Tem poder de decisão pelo exposto acima.

O que é Naturalização da Vida Moral?
A naturalização da vida está arraigada nos pressupostos aqui enunciados, é um somatório do que chamamos de moral, sendo que esta moral pode ser qualidade e destrinchada, caso haja necessidade. Somos educados para enfrentar a vida moral, pois está abarrotada por sentimentos de solidariedade, fraternidade e respeito pelo ser humano. A moral se forma na história de vida cotidiana. Podemos até citar uma passagem bíblica quando Jesus afirma: “Amar o próximo como a si mesmo”. Quem pratica com avidez e seriedade as normas acima enunciadas pode ter certeza de que está naturalizando a Vida Moral, quem não procede assim vai esbarrar no Dilema e na Consciência Moral.

Explique o Sentido das Palavras Moral e Ética.
Explicar moral e ética pode gerar um conflito de opiniões: porém existem nuanças que diminuem ou extinguem estas particularidades. Moral pode ser definida a nossa consciência e as qualidades boas que temos entre elas o respeito pela vida, ao ser humano, fraternidade, solidariedade e a moral é formada numa universidade da vida: “O Cotidiano”. Pode variar de pessoa a pessoa, pois todo ser humano não possuem as mesmas qualidades, há uma variação muito grande, talvez exagerada. Ética nada mais é do que o estudo dos juízos de apreciação referentes à conduta humana suscetível de qualificação do ponto de vista do bem e do mal, seja relativamente a determinada sociedade, seja de modo absoluto. Está cimentada no bem e na moral. Para confeccionar este trabalho tive que usar a moral, o senso moral, a ética, a consciência e fazer um trabalhado relativo, senão iria cair no dilema moral.

Comentários:

Não tenho dilema moral, pois não posso julgar o esquecimento momentâneo, como moral, e sim mais de constituição orgânica. Apesar de ser possuidor desta síndrome procuro sempre está abalizado, lendo, relendo para que minha memória e consciência não atinjam um patamar dilacerante. Este trabalho foi um trabalho misto de pesquisa, de sabedoria, de conotação própria e de uma qualidade que não podemos colocar em xeque. Foram nove questionamentos bem preparados, que nos deixou a vontade para “apormos” nossas idéias e também emitir opiniões sobre o assunto. Estamos precisando cada vez mais de tarefas deste naipe. Aqui assimilamos o que é de bom no comportamento do ser humano, bem como saber como ele é possuidor de um livre-arbítrio. Seus sentimentos, suas ações, personalidade, educação, sociedade e o permeamento de homem com a finalidade que Deus o criador, de sempre evoluir e não retrogradar.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-ESTUDANTE DE JORNALISMO DA FGF

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 305 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/desigualdades-sociais-artigos/moral-e-etica-527881.html

    Palavras-chave do artigo:

    etca senso comum juizo de valor

    Comentar sobre o artigo

    Carla Jacques

    O TEXTO FAZ UMA ANÁLISE CRÍTICA ACERCA DA QUESTÃO DO RACISMO, À LUZ DA IDEOLOGIA DO BRANQUEAMENTO, DISCUTINDO O CASO RELACIONADO AO GOLEIRO ARANHA (VEICULADO NA MÍDIA) E UM OUTRO CASO DE UM BAIRRO DE UMA CIDADE DO INTERIOR DO PAÍS QUE É INTITULADO POR ALGUNS MORADORES COM O SEGUINTE VULGO: "PLANETA DOS MACACOS".

    Por: Carla Jacquesl Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 15/09/2014
    Leonardo Quintão 1500

    Em 2014 a Lei 7.716, que define os crimes resultantes de preconceito racial, completou 25 anos. A lei ficou conhecida como Caó em homenagem ao seu autor, o deputado Carlos Alberto de Oliveira e determina a pena de reclusão a quem tenha cometidos atos de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. Com a sanção, a lei regulamentou o trecho da Constituição Federal que torna inafiançável e imprescritível o crime de racismo, após dizer que todos são iguais sem

    Por: Leonardo Quintão 1500l Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 11/09/2014
    Francisco Amado

    Como um reacionário honesto, eu naturalmente rejeito o Nazismo, Comunismo, Fascismo e todas as ideologias relacionadas que são, de fato, um reductio ad absurdum da chamada democracia e do "povo no poder". Eu rejeito os pressupostos absurdos do governo da maioria, do parlamento hocus-pocus,

    Por: Francisco Amadol Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 09/09/2014
    Leonardo Quintão 1500

    A verba no valor de R$ 123 mil será suficiente para construção do campo com o sistema de amortecedor de impacto de alto desempenho, colocação de alambrado e, ainda, iluminação profissional. O projeto está em fase final de elaboração e o recurso, empenhado, aguardando apenas a conclusão dos trâmites da instituição financeira para que a verba chegue à Administração Municipal.

    Por: Leonardo Quintão 1500l Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 30/08/2014

    Artigo sobre a temática feminismo, liberdade da mulher na vida em sociedade e preconceito de um pensamento machista.

    Por: Beatriz Beraldol Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 28/07/2014 lAcessos: 22
    Eduardo Machiavelli

    Para falar sobre o direito de posse das terras de Israel e Palestina que é conhecida por muitos como Terra Santa ou mais corretamente A Terra Prometida que mana leite e mel. É preciso ler bastante e pesq

    Por: Eduardo Machiavellil Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 24/07/2014 lAcessos: 30

    Aprendemos que todos os vícios prejudiciais às forças psicossomáticas, que arruínam a saúde e apressam a morte (e se incluem o alcoolismo, a glutonaria, o tabagismo, a toxicomania, etc.) representam formas de suicídio indireto, levando o Espírito, "post-mortem", a um sentimento de culpa tanto mais penoso quanto maiores tenham sido os abusos cometidos. Ressalte-se que: A vida humana é, pois, cópia da vida espiritual, nela se nos deparam em ponto pequeno, todas as peripécias da outra.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 15/07/2014
    Bruno Scarpa

    Resumo e reflexão sobre a Democracia racial no Brasil. O presente artigo pretende criar uma breve, porém importante reflexão, sobre a situação do negro em nosso país ( Brasil ).

    Por: Bruno Scarpal Notícias & Sociedade> Desigualdades Sociaisl 21/06/2014

    Alvitrei com meu amor para nós proclamarmos a felicidade, Explorei grandes atitudes de um ser Cireneico com paz e alegria, A bondade em meu coração seria como um bordão de raridade, Consciencialmente substanciado no amor ao próximo e não na revelia. Contributivo com amor a transmitir reguei tudo sem belicosidade… Deotropismo uma bela palavra que me imantou com imensa simpatia. Dileto amigo ajude-me a ultrapassar o caminho espinhoso com agilidade,

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 12/09/2014

    Encontrei meu amor mesmo com uma ânsia sem medidas. Na luta diária e nos entraves que nos envolvem esqueci que estava só… Nos olhares das pessoas indiscretas o mal se afigura como raios flamejantes. Não permita que o orgulho tome conta do seu ser, pois este mal afeta o amor e, consequentemente o coração. Eu posso afirmar de viva voz que ao te encontrar conheci por acaso, aliás, foi o acaso mais lindo da minha vida. Para se amar verdadeiramente hoje em dia, é preciso que o amor seja provado e sen

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 08/09/2014

    Antes mesmo do descobrimento do nosso país, ele já era habitado pelos silvícolas. Os estudiosos das civilizações antigas, pesquisadores, arqueólogos chegaram às descobertas pré-históricas, que foram executadas por meio de escavações e análises minuciosas, e, através, desses estudos calcularam que entre os anos 40 mil e 12 mil a.C., já existiam os povos nômades, caçadores e pescadores que usavam utensílios artesanais rudimentares, para as suas sobrevivências.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 25/08/2014

    A vida é virtuosa, a morte traiçoeira, uma traz virtudes, anseios, felicidades, angústias e muita mais. A outra deixa o corpo inerte, a saudade consome e transforma a vida de muitos, e além do mais, se houver cremação sobram somente às cinzas. A vida sempre vencerá a morte, pois somos imortais e nos renovamos, através da reencarnação. Se a morte faz companhia desde o nascituro é porque nossos destinos sempre serão renovados por este ciclo que Deus criou para nós. A carne se putrefaz, mas o ...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Notícias & Sociedade> Cotidianol 13/08/2014

    Ao acessar o ninho de amor com êxtase total… Mostro com melindres meu amor e sensação… O destino que faz o nosso amor se tornar fatal… Reverbero por um dia de amor ardente de excitação.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 12/08/2014

    Nas lições da vida temos muito que aprender, principalmente nas experiências adquiridas onde renasce o esplendor de sementes a sementes. Com a fraternidade nós regamos o saber que no somatório das experiências nasce e cresce com o sabor do conhecimento adquirido. O que somos hoje devemos aos nossos pais. Os pais não são construtores da vida, porém os mediadores dela, plasmando sob a divina diretriz do Senhor. Os pais humanos são os primeiros mentores da criatura. De sua missão amorosa, decorre a

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Notícias & Sociedade> Cotidianol 12/08/2014

    "Segundo Marco Antônio Villa em seu livro "Década Perdida" – Dez anos de PT (Partido dos Trabalhadores) no poder, estamos vivendo um tempo sombrio, uma época do vale-tudo. Desapareceram os homens públicos. Foram substituídos pelos políticos profissionais. Todos querem enriquecer a qualquer preço. E rapidamente. Não importam os meios. Garantidos pela impunidade, sabem que, se forem apanhados, têm sempre uma banca de advogados, regiamente paga, para livrá-los de alguma condenação. São anos marcado

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 01/08/2014

    Costuma-se dizer que a história é a narrativa metódica dos fatos notáveis ocorridos na vida dos povos, em particular, e na vida da humanidade, em geral, podendo ser o conjunto de conhecimentos adquiridos através da tradição ou por meio dos documentos, relativos à evolução, ao passado da humanidade. Ciência e método que permitem adquirir e transmitir aqueles conhecimentos, bem como, o conjunto de obras referentes à história,

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 30/07/2014

    Comments on this article

    1
    ANTONIO PAIVA RODRIGUES 31/10/2011
    BEM QUE O DISTINTO COMENTARISTA DEVERIA USAR SEU NOME COMPLETO E SAIR DO ANONIMATO. EU NÃO POSSO IR DE ENCONTRO AOS SEUS COMENTÁRIOS POR QUESTÃO DE ÉTICA, MAS QUERO DIZER QUE NÓS BRASILEIROS SOMOS ACOMODADOS. QUANDO O QUE VOS ESCREVE NÃO É CONHECEDOR DE ALGUMA PALAVRA USO O DICIONÁRIO QUE NUNCA FOI O PAI DOS BURROS. SE NO BRASIL EXISTEM CLASSES DESFAVORECIDOS VOCÊ DEVERIAM RECLAMAR DO GOVERNO E DE SEUS CANDIDATOS. CONSIDERO-ME UM SER HUMANO EM APRENDIZADO. PIOR SERIA SE VOCÊ FOSSE QUESTIONAR UMA CLARISSE LISPECTOR, UM FRANKLIN TÁVORA, OU MESMO AS METÁFORAS USADAS PELO CHICO BUARQUE DE HOLANDA EM SUAS MÚSICAS. AGRADEÇO PELOS COMENTÁRIOS. FIQUE COM DEUS. ABRAÇOS.
    0
    maicon 24/10/2011
    a internet como ferramenta de aprendizado é otima foi o que coloquei na minha redação no enem,isso porque abrange a diversas classes sociais.não é dizer que o brasileiro é burro,mas o portugues e suas diversas variações as vezes dificultam com que as classes desfavorecidas com menos acesso a linguagem denotativa e mais acesso a linguagem desconectada das regras linguísticas recebam conhecimento.penso que são discriminadas em artigos como o seu que se utiliza em demaziado do vocabulario rebusacado e são justamente essas classes que mais necessitam dos esclarecimentos que a filosofia proporciona
    0
    TALVANES ANDRADE 27/06/2011
    BOA. MUITO PROVEITOSA.
    0
    Antonio Paiva Rodrigues 23/06/2011
    A MATÉRIA É DE BOA QUALIDADE. PARABÉNS. padua_andrade@yahoo.com.br
    0
    Antonio Paiva Rodrigues 02/05/2011
    Gostei demais dessa matéria. emanuelandrade91@hotmail.com
    -1
    Antonio Paiva Rodrigues 03/04/2011
    BOA MATÉRIA. ABRAÇOS DA AMIGA. ZU
    zuararipe@terra.com.br
    1
    Antonio Paiva Rodrigues 06/03/2011
    GOSTEI DESSE ARTIGO. MUITO SUGESTIVO. PARABÉNS MEU IRMÃO. céliofrota@hotmail.com
    1
    Antonio Paiva Rodrigues 25/02/2011
    COMO SOBRINHO DO AUTOR TENHO A DIZER QUE A MATÉRIA ESTÁ DENTRO DOS PARÂMETROS DA MORAL E DA ÉTICA. PARABÉNS. HELDER PEDREIRA
    1
    michele 28/01/2011
    O texto e muito bom
    2
    Célio Roberto Frota 31/10/2010
    Excelente matéria.Parabéns.
    1
    Antonio Paiva Rodrigues 21/10/2010
    OBRIGADO PELOS COMENTÁRIOS FEITO ATÉ AGORA. ABRAÇOS
    1
    Antonio Paiva Rodrigues 15/10/2010
    AGRADEÇO PELOS COMENTÁRIOS A NOSSA MATÉRIA. ABRAÇOS
    2
    Antonio Paiva Rodrigues 23/09/2010
    Comentei, mas esqueci de colocar meu e-mail. celiofrota@hotmail.com/
    Obrigado
    3
    Antonio Paiva Rodrigues 23/09/2010
    Tomo a liberdade em dizer que gostei do artigo. Muito bem feito por sinal.Parabéns.
    2
    KARINA FARIAS 21/06/2010
    GOSTEI PARBENS ACHO Q VC FARRIA OTIMOS TEXTOS SOBRE OUTROS ASSUNTOS, ATE UNS MAIS ANIMADOS,OU ASSUNTOS JOVENS.
    2
    keytty 11/06/2010
    gostaria de receber comentários sobre étiqueta profissional e o que e ética resenha, e o que e filosofia se voce poder me ajudar. obg.
    2
    maria kaol 24/02/2010
    adoro vcs beijos kakakakakakakakakakaka
    3
    elisangela 13/02/2010
    Parabéns, estava eu sem mais sem menos procurando algum para ler, quando por causa não sei bem porque me deparei lendo ,o assunto moral e ética, foi muito importante para mim.Hoje ouvi pouco sobre o assunto.
    2
    amanda 04/11/2009
    moral e moral!
    -1
    ANTONIO PAIVA RODRIGUES 20/05/2009
    Muito obrigado pelo comentário.Jesus te ama. Um abraço fraterno.
    1
    Renata Silva 19/05/2009
    parabéns por este comentario tão maravilhoso você distinquil muito bem parabens mais umA VEZ
    3
    TALVANES ANDRADE 27/12/2008
    ATÉ AGORA FOI A MELHOR DEFINIÇÃO SOBRE ÉTICA.PARABÉNS.
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast