A atuação de um advogado civil

Publicado em: 14/01/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 2,763 |

Antes é necessário esclarecer o que é Direito Civil e em seguida como atua um advogado civil. O Direito Civil é considerado o principal ramo do Direito Privado (particular) que trata do conjunto de regras e princípios que regulam as relações entre as pessoas (física ou jurídica) que se encontram em situações iguais ou opostas.

O advogado civil atua em causas civeis, isto é, nos atos da vida civil de uma pessoa ou de uma empresa. Estas causas civeis estão insculpidas no Código Civil que é o principal instrumento do Direito Civil, dividido em duas partes: a parte geral e a parte especial.

advogado civil fará, especificamente, os serviços de assessoria para elaboração, revisão e análise de contratos civis, tais como contratos de compra e venda, bem como aluguéis, registros de nome, registros de empresa, registros de paternidade, casamentos, separação, divórcio, separação, divisão de bens, adoção, doação, inventários, heranças, sucessões, testamento, dentre outros.

Podemos encontrar advogado civil em qualquer região, pois trata-se de uma das áreas mais comuns do Direito e por conseqüência os advogados de Direito Civil são os mais procurados pelas pessoas.

Assim, podemos encontrar advogados civil em qualquer lugar do mundo, como por exemplo,  advogados em Bauru, advogados em São Paulo e advogados no Rio de Janeiro.

E as opções de serviços, tanto para clientes quanto para profissionais, são muitas em qualquer região. No entanto, é importante estar atento antes de contratar um advogado, seja ele pago ou não, consultando sempre a Ordem dos Advogados do Brasil.

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/direito-artigos/a-atuacao-de-um-advogado-civil-4038896.html

    Palavras-chave do artigo:

    codigo civil

    ,

    advogado civil

    ,

    direito civil

    Comentar sobre o artigo

    O início da personalidade é uma das questões mais controversas e relevantes acerca do tema. Juristas pátrios, com respaldo de doutrina alienígena, há tempos sustentam o começo da personalidade civil anterior ao nascimento, v.g, à teoria concepcionista, que ergue a tese que o nascituro é sujeito de direitos e obrigações desde o momento de sua concepção.

    Por: marcelo teixeira de aleluial Direito> Doutrinal 28/04/2010 lAcessos: 2,028
    Fernando Rubin

    Com a proximidade da entrada em vigor de um novo Código de Processo civil (tendo já sido aprovado, pelo Senado, o Projeto 166 no recente dezembro/2010), temos com o presente ensaio o objetivo de detalhar criticamente a trajetória legislativa processual pátria.Iniciaremos pelo estudo da construção do CPC/1973 (substituindo o modelo anterior de 1939), passando pelas reformas estruturais ao Código Buzaid (no período de 1992-2010), e chegando nas linhas inovadoras do Projeto.

    Por: Fernando Rubinl Direito> Doutrinal 18/08/2011 lAcessos: 615
    Fernando Rubin

    O presente trabalho objetiva destacar as peculiaridades e também a inegável proximidade dos conceitos processuais da preclusão e da eventualidade. Não obstante a maior repercussão que normalmente é conferida ao primeiro instituto, por certo a eventualidade também se apresenta como vital princípio do procedimento, indispensável para a concentração processual, razão pela qual o seu estudo aprofundado da mesma maneira se mostra relevante.

    Por: Fernando Rubinl Direito> Doutrinal 30/01/2012 lAcessos: 293

    O presente trabalho se trata de resenha crítica da obra do Professor Flávio Tartuce, onde será abordado os aspectos da construção de um Direito Civil contemporâneo, enfocando-se a dimensão da temática sob à luz dos princípios gerais do Código Civil de 2002.

    Por: Jonas N. Verasl Direito> Doutrinal 13/01/2013 lAcessos: 121

    O presente artigo tem o escopo de avaliar o instituto dos Alimentos com fulcro no Novo Código Civil Brasileiro de 2.002 no que tange a abordagem de seu conceito, quais são as espécies decorrentes de classificações doutrinárias, arrolando suas peculiaridades, destacando-se a competência legal na obrigação de prestá-los.

    Por: Danielly Ferlinl Direito> Doutrinal 05/01/2011 lAcessos: 7,213 lComentário: 3
    Liana Lutz Caetano Souza

    O presente estudo tem por fito analisar a proteção ao nascituro, detendo-se principalmente à importância da Lei nº 11.804 de 2008. Será analisado o que propriamente vem a ser o conceito de nascituro, as teorias existentes a respeito do início de sua personalidade jurídica, bem como os direitos que o cercam com o intuito de destacar o quão necessário é sua proteção.

    Por: Liana Lutz Caetano Souzal Direito> Legislaçãol 14/06/2012 lAcessos: 569

    O presente trabalho m analisará os preceitos que versam acerca da improbidade processual presentes em nosso Código de Processo Civil.

    Por: Sabrinel Direito> Legislaçãol 07/07/2011 lAcessos: 2,779

    O presente estudo traz de forma bastante clara, objetiva e direta os aspectos relevantes do direito de empresa à luz do NCC (Parte 1)

    Por: Silvana Aparecida Wierzchónl Direitol 16/04/2008 lAcessos: 37,733 lComentário: 6

    A presente monografia tem como objetivo principal analisar o sistema de garantias de direitos de crianças e adolescentes e as dificuldades enfrentadas pelo conselho tutelar. O Direito da Criança e do Adolescente é um conjunto de disposições que tem por objetivo reger a atividade comunitária, em relação ao menor.

    Por: Mayane Alves Silva Santiagol Direitol 09/07/2014 lAcessos: 16

    Estudo sobre o instituto da Barriga de Aluguel como prática frequente em vários países com o objetivo de averiguar como o direito brasileiro e o direito comparado solucionam os conflitos decorrentes dessa prática, bem como demonstrar algumas questões éticas que surgem nos conflitos dela decorrentes, principalmente quanto ao aspecto oneroso que, por muitas vezes, está presente nesse tipo de relação. Busca entender, ainda, o papel da bioética e do biodireito nesses conflitos.

    Por: Marília Oliveira Martinsl Direitol 17/09/2014

    Escritórios de advocacia são como qualquer empresa de qualquer setor: devem ser organizados para poder funcionar da melhor maneira possível e só fluir, gerando bons frutos disso e, é claro, lucro para os associados que exercem sua advocacia no local.

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 16/09/2014

    Para fazer parte da advocacia brasileira, isto é, ser um advogado e poder exercer sua função um indivíduo deve possuir bacharel em Direito e ter conseguido aprovação no Exame de Ordem e ser regularmente inscrito na OAB, a Ordem dos Advogados do Brasil.

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 08/09/2014

    No processo existente de Recuperação Extrajudicial podemos contar com um tipo de instituto que propicia o que seria uma nova solução. Através dela os devedores acabam negociando de forma direta com todos os credores, e ainda o Plano de recuperação determinado o que vai para a justiça apenas para que possa ser algo homologado.

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 08/09/2014 lAcessos: 15

    Os problemas judiciais podem acontecer em qualquer segmento, como podemos perceber, a justiça influência em praticamente tudo dentro do nosso país, porém em boa parte dos casos, a mesma influência de forma negativa, na maioria das vezes tirando a oportunidade de trabalhadores ou até mesmo de empresários que estavam fazendo seu trabalho dentro da lei, mas que devido a leis mal feitas ou até mesmo pela falta de uma lei correta, acaba paralisando a atuação de uma empresa. O grande problema da paral

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 05/09/2014
    RFF Associados

    Em face dos constrangimentos orçamentais existentes foi, recentemente, aprovado em Conselho de Ministros a segunda proposta de alteração à Lei que aprovou o Orçamento de Estado para o ano de 2014.

    Por: RFF Associadosl Direitol 04/09/2014
    RFF Associados

    No passado dia 27 de Agosto de 2014 entrou em vigor a Lei n.º 61/2014, que aprovou o regime especial aplicável aos activos por impostos diferidos. Tal como a denominação indicia, o novo regime aplica-se aos activos por impostos diferidos que tenham resultado da não dedução de gastos e variações patrimoniais negativas com perdas por imparidade em créditos e com benefícios pós-emprego ou a longo prazo de empregados.

    Por: RFF Associadosl Direitol 04/09/2014

    Infelizmente, algo que podemos verificar com uma determinada facilidade nos dias de hoje, é o fato de que há uma grande quantidade de pessoas que podem ser declaradas judicialmente como insolventes, ou seja, que não tem condições de pagar pelas dívidas que realizou no decorrer de sua vida sem que isto influencia ou até mesmo prejudique as suas necessidades básicas. Sendo assim, claro, acaba por ser necessário que esta situação seja solucionada, e principalmente evitada. Então vamos entender agor

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 28/08/2014
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast