Cidadania E Justiça Social

Publicado em: 14/04/2008 |Comentário: 0 | Acessos: 32,108 |

CIDADANIA e JUSTIÇA SOCIAL



A democracia é essencial, indispensável para o estabelecimento de uma nação civilizada, mas é apenas o ponto de partida para a construção dessa sociedade. A democracia só se estabiliza numa sociedade fundada na justiça social.

Cidadania é conquista e se realiza a partir da conscientização dos cidadãos. De seus deveres e direito. Uma sociedade desinformada a respeito dessas duas coisas não se emancipa. Que adianta restabelecer eleições diretas em todos os níveis se o eleitorado não se informa a respeito dos candidatos e de suas plataformas, se não aprende a separar o joio do trigo e a defender de trapaceiros e aventureiros.

É preciso estabelecer padrões razoáveis de serviços públicos e privados. A Ordem dos Advogados do Brasil tem sido, ao longo de sua historia, instituição presente em todas as manifestações efetivas da cidadania em nosso país. Foi uma das instituições mais atuantes na luta contra a ditadura e na defesa dos direitos humanos. Sendo a entidade representativa dos profissionais da lei, não poderia atuar de outro modo. Cidadania e lei são conceitos também indissociáveis.
A sociedade brasileira é injusta e disforme. Cidadania é privilégio reservado a bem poucos. A imensa maioria continua excluída dos mais elementares direitos e jamais ouviu falar em deveres. É preciso mobilizar a sociedade, de suas elites dirigentes até a base da pirâmide social, na luta por melhor qualidade de vida. E essa luta chama Cidadania.

Restaurada a democracia, impõe-se o seu resgate do plano formal, estéril, para implantá-la materialmente como fator de transformação positiva da qualidade de vida do cidadão.

É preciso um choque de Cidadania no país, já o disseram ilustres e renomados juristas. E esse choque começa com investimentos maciços em educação. Mas a crise de justiça, ou, mais apropriamente, a crise do poder judiciário não pode esperar pelos efeitos das medidas de médio e longo prazo.


Investimentos em educação são fundamentais e insubstituíveis, mas terão reflexo prático apenas nas gerações seguintes. E é preciso fazer algo que atenue de imediato a situação dos nossos contemporâneos, cuja a expressiva maioria é irremediavelmente dependente das classes mais favorecidas e, entre estas, se destaca a advocacia.

A justiça brasileira, por razões múltiplas de ordem estrutural e por desvios culturais antigos, está distante do povo. Há má distribuição de verbas, escassez de juizes, sobrecargas de ações, irracionalismo no campo processual e inexiste vontade política para reverter esse quadro.

É preciso unificar os diversos segmentos da Justiça num órgão nacional que, via centralização administrativa, estabeleça uma política de distribuição de recursos, sem prejuízo da autonomia do poder.

A nós advogados, cabe papel crítico e operacional. O papel critico exercemos com maior desenvoltura. O operacional, no entanto, não pode ser negligenciado.

É fundamental que seja intensificada a comunicação intraquadros da OAB. É a partir desse fortalecimento interno que poderemos reciclá-la e volta-la para uma ação externa mais eficaz.

É preciso aproximar o Conselho Federal das bases da categoria, torna-lo mais sensível às suas demanda. Somos 640 mil advogados em todo o país e essa massa de profissionais, mais próxima das demandas da sociedade, não pode estar alheia ao trabalho de 81 membros do Conselho Federal. Precisamos construir um sistema de comunicação que mantenha informados todos os nossos filiados e não apenas os que habitam os grandes centros.

Só assim os advogados podem ter atuação efetiva como interlocutores da sociedade. Quando menor e mais distante o município, maior influencia do advogado diante do poder político.

A OAB é o grande instrumento com que contam os advogados para enfrentar os numerosos desafios desta etapa da vida brasileira. E é preciso fortalecê-la, para que continue sendo não apenas um órgão de representação classista, mas, sobretudo, o que tem sido desde sua fundação: um instrumento a serviço do estado de Direito e da Cidadania.

Cidadania, hoje, para o grosso da população, é apenas uma palavra, desprovida de sentido. Nosso desafio é fazer com que o Brasil comece a dar conteúdo a essas duas palavras vitais para preservação da dignidade humana Justiça e Cidadania. Isso só será possível mediante a união de nossas lideranças e a mobilização da sociedade.

Por essa razão, Ordem dos Advogados do Brasil que exerce historicamente o papel de interlocutora da cidadania brasileira deve empenhar-se em conscientizar a sociedade de seus deveres e direitos, na busca incessante da concretização dos primados democráticos consagrados pela Constituição Federal.
Cidadania, hoje, para o grosso da população, é apenas uma palavra, desprovida de sentido. Precisamos resgatá-la e torna-la efetiva no sofrido cotidiano do povo brasileiro.


A proposta é: lutar pelo exercício efetivo da Cidadania, auxiliando o cidadão a identificar o seu direito, esclarecendo-o a respeito de seus deveres inclusive, lembrando que é o cumprimento do dever que gera o direito e induzindo elite econômica e Estado a serem mais zelosos de suas obrigações.

Sérgio F. Furquim
Presidente 56ª Subseção OAB/ CAMANDUCAIA MG



Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 4 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/direito-artigos/cidadania-e-justica-social-386627.html

    Palavras-chave do artigo:

    cidadania

    Comentar sobre o artigo

    MELO, Getúlio Costa

    O presente trabalho apresenta o conceito de cidadania frente ao contemporâneo Estado Democrático de Direito, as evoluções históricas, sociais, filosóficas, e sua relação aos Direitos Humano, numa perspectiva até os tempos da atual Constituição da República Federativa do Brasil.

    Por: MELO, Getúlio Costal Direitol 03/12/2013 lAcessos: 50

    RESUMO Nos primeiros anos do século XXI, a sociedade brasileira aponta para a necessidade de transformação das relações sociais, convém refletir sobre a cidadania não como um reconhecimento de direitos, mas na busca por meios para executá-los. É importante compreender como este conceito se modifica ao longo da história e como influencia na formulação de políticas de Assistência.

    Por: Flavia Mattosl Direito> Legislaçãol 14/12/2013 lAcessos: 48
    William

    O presente artigo trata sobre o que vem a ser a Cidadania, considerando o enfoque histórico, onde a cidadania tratava-se até de uma forma de discriminação, pois não todos eram detentores desse título, até chegar ao enfoque atual, com a visão voltada aos Direitos Humanos, garantindo esse título à todas as pessoas.

    Por: Williaml Direito> Doutrinal 21/05/2013 lAcessos: 38
    Valmôr Scott Junior

    As pessoas com necessidades especiais carecem de inclusão efetiva pela educação. Antes de se pensar em discutir a inclusão, é preciso entender seus pressupostos: direito à educação e cidadania. O presente trabalho possui como objetivos: (inter)relacionar direito à educação (legislação básica federal), cidadania e políticas educacionais de inclusão, sendo referência as pessoas com necessidades especiais e refletir sobre políticas educacionais destinadas para estes sujeitos.

    Por: Valmôr Scott Juniorl Educação> Ciêncial 19/07/2010 lAcessos: 1,520

    A III Conferencia Nacional da Cultura nos propõe algumas reflexões não só sobre cultura, mas principalmente sobre o direito à cultura

    Por: NERI P. CARNEIROl Educaçãol 07/07/2013 lAcessos: 38
    Marcio dos Santos Rabelo

    Abordagem da segurança pública. Faz uma leitura da cidadania a partir da carta constitucional de 1988. Questiona o dever do estado e sua ineficiência na segurança do cidadão, mostrando alguns dados empíricos. Focaliza possíveis alternativas para a segurança pública, querendo entender o porquê das crises pelas quais passa o Estado e o discurso da cidadania.

    Por: Marcio dos Santos Rabelol Direito> Legislaçãol 02/08/2010 lAcessos: 2,398

    Podemos afirmar que os Direitos Humanos é uma construção histórica que se faz através da organização e da luta. Os direitos humanos somente se realizam se as pessoas que foram e são excluídas historicamente da participação e do usufruto dos bens coletivos se constituírem em sujeitos de direitos, isto é, aquele que compreende e participa do mundo em que vive.

    Por: Robson Stigarl Educaçãol 28/01/2010 lAcessos: 2,902

    Direito a cidadania italiana, quem possui? no Brasil existem mais de 30 milhões de descendentes de imigrantes italianos e apenas uma pequena parte até hoje foi atrás do direito de reconhecer a dupla cidadania italiana. Você sabe quem tem direito e quais documentos são necessários para obter o reconhecimento da Itália?

    Por: Beppe Buonagentel Direito> Legislaçãol 30/03/2012 lAcessos: 358

    A cidadania é uma ação que diz respeito a nacionalidade do requerente . Pela cidadania, certa pessoa pode conseguir condição jurídica de dois países diferentes, como o Brasil e a Polônia, para se obter a cidadania polonesa, e ter sua passagem autorizada, sem a necessidade de autorizações nos doispaíses nos quais têm o domínio de as nacionalidades.

    Por: Octavio27l Notícias & Sociedadel 19/01/2012 lAcessos: 52
    Marcelo Gomes González

    Cidadania corporal é pensar no desenvolvimento motor como patrimônio adquirido através de uma vivência cultural, ou seja, é o ganho de autonomia. Dessa forma, a sociedade, principalmente os professores, tem o dever de possibilitar a construção desse patrimônio social. Abordar-se-á o conceito de cidadania, em seguida, como surgiu a cidadania. Por fim, o conceito de cidadania corporal.

    Por: Marcelo Gomes Gonzálezl Notícias & Sociedadel 02/10/2012 lAcessos: 45

    Com o término da faculdade, a dúvida entre advocacia privada e concursos se faz muito presente. Mas qual caminho a seguir? Saiba mais!

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 22/10/2014

    Trata-se de um artigo que pretende fornecer breves apontamentos acerca da Escola da Exegese. No início do Século XIX, surgiu a Escola da Exegese em meio ao caos político e social da França revolucionária.

    Por: JOSÉ CARLOS MAIA SALIBA IIl Direitol 21/10/2014

    Sabe o que é advocacia administrativa? Advocacia administrativa é um crime previsto por lei. Saiba mais!

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 13/10/2014

    O artigo em questão trata do direito que a mulher gestante tem de receber alimentos do pai ou do suposto pai da criança. Será falado das possibilidades e das provas para receber os alimentos.

    Por: Janainal Direitol 13/10/2014

    Objetiva-se averiguar o bloco econômico do Mercosul, fundado por meio do Tratado de Assunção de 1991, desde o seu contexto histórico até os moldes atuais, abordando a estrutura e o funcionamento de seus órgãos bem assim a proteção aos direitos sociais e econômicos e os mecanismos de solução de controvérsias, no âmbito do bloco econômico.

    Por: Cristiane Sampaio Diogol Direitol 10/10/2014

    Descubra o que é insolvência civil, suas modalidades e como entrar em situação de insolvência.

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 25/09/2014

    Este trabalho teve como finalidade de estudar a evolução dos direitos dos empregados domésticos e a EC nº 72/2013.

    Por: Cristiane Costa Cotegypel Direitol 20/09/2014

    Estudo sobre o instituto da Barriga de Aluguel como prática frequente em vários países com o objetivo de averiguar como o direito brasileiro e o direito comparado solucionam os conflitos decorrentes dessa prática, bem como demonstrar algumas questões éticas que surgem nos conflitos dela decorrentes, principalmente quanto ao aspecto oneroso que, por muitas vezes, está presente nesse tipo de relação. Busca entender, ainda, o papel da bioética e do biodireito nesses conflitos.

    Por: Marília Oliveira Martinsl Direitol 17/09/2014 lAcessos: 57
    SERGIO FRANCISCO FURQUIM

    A vida e sua e você que escolhe o caminho que deseja seguir. A vida e uma dádiva de Deus a vida e para ser vivida

    Por: SERGIO FRANCISCO FURQUIMl Notícias & Sociedadel 12/10/2014 lAcessos: 13
    SERGIO FRANCISCO FURQUIM

    Temos que enfrentar sem medo só assim este excesso de poder por parte destas pessoas que acha que pode tudo vai acabar, mas só vai acabar se nós não acovardarmos e sim enfrentar com determinação sem medo de represália.

    Por: SERGIO FRANCISCO FURQUIMl Direito> Doutrinal 21/09/2014 lAcessos: 13
    SERGIO FRANCISCO FURQUIM

    O advogado há de se empenhar com todas as suas energias, para reforçar, em nosso país, o conceito da activae civitatis, a cidadania ativa, única maneira de construirmos uma sociedade altaneira, dinâmica, justa, próspera e solidamente comprometida com os ideais da liberdade, da justiça e do Direito.

    Por: SERGIO FRANCISCO FURQUIMl Direito> Doutrinal 20/06/2011 lAcessos: 229
    SERGIO FRANCISCO FURQUIM

    ATÉ QUANDO TEREMOS QUE CONVIVER COM O PESSIMO ATENDIMENTO POR PARTES DE ALGUNS SERVIDORES PÚBLICOS QUE VÊ O ADVOGADO COMO INTRUSO NA REPARTIÇÃO. OAB DEVE COIBIR ESTES ABUSOS NAS REPARTIÇÕES PÚBLICAS.

    Por: SERGIO FRANCISCO FURQUIMl Direito> Doutrinal 20/06/2011 lAcessos: 147
    SERGIO FRANCISCO FURQUIM

    Com este aumento nos vencimentos dos Deputados e Senadores, constata que a maioria da população brasileira vem recebendo tratamento desigual, visto que a maioria recebe apenas um salário mínimo de R$ 510,00 enquanto os Deputados e Senadores irão receber-R$ 26.723,13,- 52,39 salários mínimos. A sociedade deve mobilizar para que não aconteça uma INJUSTIÇA SOCIAL

    Por: SERGIO FRANCISCO FURQUIMl Direito> Doutrinal 27/12/2010 lAcessos: 134
    SERGIO FRANCISCO FURQUIM

    1- Após a realização das eleições Senadores, deputados, vereadores eleitos ao aceitar cargo de confiança licenciando para assumir secretarias ou outras pastas perdem o mandato, visto que estes foram eleitos para cumprir mandatos que lhe foram conferidos seja de Vereador, Deputado ou Senador, e o partido pelo qual foi eleito deve indicar a substituição.

    Por: SERGIO FRANCISCO FURQUIMl Direito> Doutrinal 23/11/2010 lAcessos: 118
    SERGIO FRANCISCO FURQUIM

    COMBATENDO A PRÁTICA DE ABUSO DE AUTORIDADE CASO VOCÊ: Tenha sido vítima ou conheça alguém que foi vítima de qualquer tipo de violência praticada por AGENTES DO ESTADO , tais como: Espancamentos, torturas, prisão ilegal, invasão de domicílio, homicídios e ameaças. SAIBA QUE:

    Por: SERGIO FRANCISCO FURQUIMl Direitol 28/10/2010 lAcessos: 296 lComentário: 1
    SERGIO FRANCISCO FURQUIM

    O Sindicato dos Trabalhadores Rurais tem o papel de representar e defender os direitos do trabalhador e da trabalhadora rural, e para que ele seja forte e continue na luta em defesa dos direitos trabalhistas, no combate do trabalho infantil e escravo, da Previdência Rural, da Educação e Saúde para o campo, da Reforma Agrária e do Fortalecimento da Agricultura familiar, é preciso que o trabalhador e a trabalhadora rural associem-se e participem do seu sindicato, pagando em dia suas contribuições

    Por: SERGIO FRANCISCO FURQUIMl Direito> Doutrinal 26/10/2010 lAcessos: 1,645
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast