Classificação Dos Alimentos:

Publicado em: 01/12/2009 |Comentário: 0 | Acessos: 3,053 |

Classificação dos Alimentos:

 

1.      Quanto à natureza:

 

1.1.  Naturais:

   São os que chamamos de alimentos necessários, se restringe a suprir as necessidades primárias da vida. Exemplo: Alimentos como arroz e feijão, vestuário e etc.

 

1.2.  Civil:

   Esses são os alimentos que visam manter o status familiar, sendo ele uma manutenção da condição social de quem precisa de alimentos.

 

 

 

2.      Quanto à causa jurídica:

 

2.1.  Legal:

    Esses são os alimentos fixados na lei, sendo essa regulamentação quanto às pessoas que podem pleitear e aquelas que serão obrigadas a prestar.

    Essa lei é regulamentada pelo Direito de Família.

    Caso o devedor dos alimentos descumpra com a sua obrigação, poderá ser   gerada a sua prisão.

 

2.2.  Voluntário:

   São próprios da vontade das partes, a lei não os cria e não os regula.

 

2.3.   Indenizatório:

   São gerados devido a um ato ilícito praticado por alguém, provenientes da responsabilidade civil. È o dever de indenizar a título de alimentos.

 

 

3.      Quanto a finalidade:

 

3.1.  Provisional:

   São proferidos em sede de liminar, dentro de uma ação cautelar, são indispensáveis aqui as provas dos requisitos das cautelares, são elas: “Fumus boni júris” e “Periculum in mora”.

 

3.2.   Provisórios:

   São fixados em sede de liminar, contudo, dentro de uma ação de alimentos. Tratando-se de decisão interlocutória.

 

3.3.  Definitivo:

   São os alimentos fixados em sentença de mérito, onde é fixado o dever do réu em pagar alimentos.

 

 

 

 

4.      Quanto ao Momento:

 

4.1.  Pretérito:

   Esses alimentos são proibidos no Brasil, pois pleiteiam direitos alimentares anteriores à distribuição da ação.

 

4.2.  Atuais:

   São pleiteados na inicial, com o objetivo de serem fixados em favor do autor. Tem seu término com a fixação dos alimentos futuros dentro da mesma ação.

 

4.3.  Futuros:

   São provenientes da sentença de mérito, possui efeito “ex tunc” em razão dos alimentos atuais e, “ex nunc” em razão das características desses alimentos.

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/direito-artigos/classificacao-dos-alimentos-1528563.html

    Palavras-chave do artigo:

    classificacao dos alimentos

    ,

    naturais

    ,

    civis

    Comentar sobre o artigo

    Este trabalho tem por objetivo a apreensão conceitual e das características da relação alimentar na sistemática do Código Civil e propõe uma breve análise do novo panorama de prestação de alimentos que encontrou previsão legal muito recentemente com a edição da Lei 11.804/08 que disciplina os alimentos gravídicos e a forma como ele será exercido.

    Por: rogeriol Direito> Doutrinal 09/06/2011 lAcessos: 1,809

    O presente trabalho trata de detalhar questões pertinentes aos alimentos devidos em Direito de Família.

    Por: Diego Henrique Caniceirol Direito> Doutrinal 06/06/2011 lAcessos: 1,437
    Fábio Araújo de Holanda Souza

    Este trabalho insurge aspectos introdutórios e gerais do Direito de Família com o fito de tornar a leitura desta temática consubstancial aos princípios arraigados na Constituição não obstante suas peculiaridades culturais e eternas evoluções conceituais inerentes aos paradigmas que surge consoante a dinâmica social.

    Por: Fábio Araújo de Holanda Souzal Direito> Doutrinal 18/04/2011 lAcessos: 3,807
    Elizeu Vieira Moreira

    ...reflete filosoficamente e sociologicamente sobre a necessidade de mudanças na gestão do espaço e da espacialidade urbanos, tendo em vista, o atual estado de crise social e ambiental vivenciada nas cidades, notadamente, naquelas cuja infraestrutura de provimento das necessidades está intimamente relacionada ao processo de estratificação social provocado pelo sociometabolismo do capital...

    Por: Elizeu Vieira Moreiral Educação> Ciêncial 27/09/2011 lAcessos: 508
    Antonio Cunha

    Este artigo tem como objetivo geral o reconhecimento da forma como as políticas públicas culturais (ações, programas e projetos culturais) do governo municipal de Curitiba, entre 1970 e 2004, contemplaram a pluralidade étnica da cidade, sob responsabilidade da Fundação Cultural de Curitiba. No contexto urbano da cidade de Curitiba, observa-se a inserção das diversas etnias e multiculturalismo visto que a população curitibana apresenta interfaces étnico-culturais e que as políticas pública

    Por: Antonio Cunhal Notícias & Sociedade> Polítical 10/08/2009 lAcessos: 2,214 lComentário: 1

    A presente pesquisa foi elaborada tendo por objetivo estudar o fenômeno assédio moral nas relações de trabalho educacional em face de sua relevância na sociedade. Desta forma pretende-se conhecer, analisar e compreender este mal que atinge as instituições de ensino, buscando contribuir para o esclarecimento do fenômeno, como preveni-lo e reprimi-lo.

    Por: Arianal Educação> Ensino Superiorl 02/04/2011 lAcessos: 1,264
    Dr. Adriano Martins Pinheiro

    Segundo o artigo 966 do Código Civil: "Considera-se empresário quem exerce profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou a circulação de bens ou de serviços."

    Por: Dr. Adriano Martins Pinheirol Direito> Doutrinal 20/10/2009 lAcessos: 20,889 lComentário: 1

    Trata-se de uma resenha sobre o documentário Ouro Azul - Guerras Mundial das Águas, que mostra a briga dos países para conseguir água, a exploração de empresas na extração da água para comercialização, o custo da água em outros países.

    Por: Sue Hellen Maidanal Direitol 27/10/2014

    Trata-se de uma resenha crítica sobre o livro Estação Carandiru, escrito por Dráuzio Varella.

    Por: Sue Hellen Maidanal Direitol 27/10/2014

    Sabe qual a diferença entre insolvência e falência? Leia o artigo e saiba mais!

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 27/10/2014

    Com o término da faculdade, a dúvida entre advocacia privada e concursos se faz muito presente. Mas qual caminho a seguir? Saiba mais!

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 22/10/2014

    Trata-se de um artigo que pretende fornecer breves apontamentos acerca da Escola da Exegese. No início do Século XIX, surgiu a Escola da Exegese em meio ao caos político e social da França revolucionária.

    Por: JOSÉ CARLOS MAIA SALIBA IIl Direitol 21/10/2014

    Sabe o que é advocacia administrativa? Advocacia administrativa é um crime previsto por lei. Saiba mais!

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 13/10/2014

    O artigo em questão trata do direito que a mulher gestante tem de receber alimentos do pai ou do suposto pai da criança. Será falado das possibilidades e das provas para receber os alimentos.

    Por: Janainal Direitol 13/10/2014

    Objetiva-se averiguar o bloco econômico do Mercosul, fundado por meio do Tratado de Assunção de 1991, desde o seu contexto histórico até os moldes atuais, abordando a estrutura e o funcionamento de seus órgãos bem assim a proteção aos direitos sociais e econômicos e os mecanismos de solução de controvérsias, no âmbito do bloco econômico.

    Por: Cristiane Sampaio Diogol Direitol 10/10/2014

    No Brasil há um projeto de lei que tenta regular a união civil de pessoas do mesmo sexo, e mesmo que não se tenha ainda uma lei específica sobre esse asunto, já há jurisprudências a favor e principalmente uma Instrução Normativa INSS/DC nº 25 que estabelece a pensão por morte e com isso também auxílio-reclusão para uniões homoafetivas.

    Por: Mariana Milioni Mil-Homens Arantesl Direitol 01/12/2010 lAcessos: 940

    Testamentos especiais: Artigo 1.886 do Código civil, São testamentos especiais: I - o marítimo; II - o aeronáutico; III - o militar. Codicilo não é testamento, é em resumo a última vontade do testador.

    Por: Mariana Milioni Mil-Homens Arantesl Direitol 10/06/2010 lAcessos: 674

    Da Dissolução da Sociedade e do Vínculo Conjugal O Brasil ingressou nos rol dos países divorcistas, com a Emenda Constitucional 19 de 1977, onde passou a admitir a dissolução do vínculo matrimonial. Art. 1571 do Código Civil. A sociedade conjugal termina: I- pela morte de um dos conjugues; II- pela nulidade ou anulação do casamento; III- pela separação judicial; IV- pelo divorcio.

    Por: Mariana Milioni Mil-Homens Arantesl Direitol 01/12/2009 lAcessos: 1,185
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast