Direito à Vida

Publicado em: 10/04/2011 |Comentário: 0 | Acessos: 627 |

A Vida é o bem fundamental do ser humano.Todo o homem tem direito à vida, ou seja, o direito de viver e não apenas isso, tem o direito de uma vida plena e digna, respeito aos seus valores e necessidades. Considerando a amplitude e importância da palavra VIDA, primeiramente alçamo-nos à Bíblia Sagrada, para lembrar que Deus criou a luz (dia), o firmamento (céu), a terra, o mar, o Sol, a Lua e as estrelas. Vendo que tudo isso, mesmo sendo maravilhoso, não era suficiente, criou então a VIDA, primeiro a vida vegetal(ervas, sementes, árvores, frutos) e depois criou a vida animal (pássaros, baleias, peixes, animais domésticos, répteis e feras). Coroando Seu trabalho, criou então o homem e a mulher (Gênesis, 1-2).
A palavra VIDA, é conceituada no Dicionário Aurélio , sob diferentes aspectos, nos quais os que mais nos interessam, no que pertine ao Direito à Vida, são os seguintes:
1.Conjunto de propriedades e qualidades graças as quais animais e plantas se mantêm em contínua atividade;existência.
O direito à vida é contemplado na Constituição Federal de 1988, no título Dos Direitos e Garantias Fundamentais, sendo consagrado como o mais fundamental dos direitos, uma vez que, é dele que derivam todos os demais direitos. É regido pelos princípios Constitucionais da inviolabilidade e irrenunciabilidade, ou seja, o direito à vida, não pode ser desrespeitado, sob pena de responsabilização criminal, nem tampouco pode o indivíduo renunciar esse direito e almejar sua morte.
Art. 5º:Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade. (grifei)

Importante lembrar que a Constituição Federal é a Lei Maior do país, à qual devem se reportar todas as demais leis. Constitucionalmente o homem tem direito à vida e não sobre a vida. Cabe ao Estado assegurar o direito à vida, e este não consiste apenas em manter-se vivo, mas se Ter vida digna quanto à subsistência. 
O Direito à Vida também é um Direito Natural, inerente à condição do ser humano.
Não só a Constituição Federal do Brasil declara a inviolabilidade do direito à vida, como também acordos internacionais sobre Direitos Humanos que o Brasil assinou afirmam ser a vida inviolável. O principal desses acordos é Pacto de São José da Costa Rica.
Art. 4º: "Toda pessoa tem o direito de que se respeite sua vida. Esse direito deve ser protegido pela lei, em geral, desde o momento da concepção. Ninguém pode ser privado da vida arbitrariamente"(grifei)
Para fins históricos,o Pacto de São José da Costa Rica ou A Convenção Americana de Direitos Humanos (CADH) é um tratado internacional entre os países-membros da Organização dos Estados Americanos e que foi subscrita durante a Conferência Especializada Interamericana de Direitos Humanos, de 22 de novembro de 1969, na cidade de San José da Costa Rica, e entrou em vigência a 18 de julho de 1978. É uma das bases do sistema interamericano de proteção dos Direitos Humanos.
Pois bem,já que a Constituição Federal e o Pacto,declaram que a vida é um direito inviolável,nos resta saber quando começa a vida.
Karl Ernest Von Baer,o Pai da Embriologia Moderna,descobriu que a vida humana começa na concepção,ou seja,no momento em que o espermatozóide entra em contato com o ovulo,fato que ocorre nas primeiras horas da relação sexual. na fase do zigoto, que toda a identidade genética do novo ser é definida. É a partir daí, segundo a ciência, inicia a vida biológica do ser humano. Todos fomos concebidos assim. O que somos hoje, geneticamente, já o éramos desde a concepção.É neste dado cientifico que o Pacto afirma que a vida deve ser protegida desde a concepção.
O Código Civil Brasileiro afirma no artigo 2º: "A personalidade civil da pessoa começa com o nascimento com vida; mas a lei põe a salvo, desde a concepção, os direitos do nascituro" (grifei). Se a lei põe a salvo desde a concepção os direitos do nascituro, parece óbvio que ela põe a salvo o mais importante desses direitos, que é o direito à vida.
Concluo que todo ataque à vida do embrião significa uma violação do direito à vida uma pessoa viva!Nenhuma lei que vise legalizar o aborto no país pode ser aprovada. Se isso acontecer, estaremos violando a Constituição Federal, os Pactos sobre Direitos Humanos que o Brasil se obrigou a cumprir e todo o Ordenamento Jurídico Brasileiro
"Tal é o efeito das más leis, que é preciso fazer leis ainda piores para conter o mal das primeiras". (Montesquieu, extraída do livro "O Espírito das Leis")


Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/direito-artigos/direito-a-vida-4573560.html

    Palavras-chave do artigo:

    vida

    ,

    direito

    ,

    direito natural

    Comentar sobre o artigo

    Agatha Gonçalves Santana

    Tradução do artigo: UBILLOS, Juan Maria. Eficacia horizontal de los derechos fundamentales: las teorias y la practica. In: TEPEDINO, Gustavo (org.) Direito civil contemporâneo: Novos problemas à luz da legalidade constitucional, São Paulo: Atlas, 2008, p. 219-237.

    Por: Agatha Gonçalves Santanal Direito> Doutrinal 07/03/2012 lAcessos: 304

    Este artigo visa analisar o grau de importância e a aplicação da jurisprudência como uma das fontes jurídicas no Direito brasileiro.

    Por: Ernesto Junior Silveira Nettol Direito> Jurisprudêncial 21/07/2010 lAcessos: 3,938
    ROSÂNGELA LEMOS DA SILVA

    Os Direitos Fundamentais são aqueles pautados no poder estatal e ações constitucionais, na delimitação dos direitos e garantias individuais e coletivas, num Estado Democrático de Direitos aos cidadãos, vistos como indivíduos em perspectivas de reivindicações indissociáveis da condição humana, inserida na teoria jusnaturalista, que prima o reconhecimento da existência de direitos naturais da pessoa humana, conforme a historicidade e processo evolutivo.

    Por: ROSÂNGELA LEMOS DA SILVAl Direitol 23/11/2009 lAcessos: 5,543 lComentário: 1

    Trabalho acadêmico voltado para discutir na seara jurídica as questões atinentes ao choque entre princípios, momento em que se aplica o princípio da proporcionalidade.

    Por: Marcelo Passianil Direito> Doutrinal 03/11/2008 lAcessos: 3,116
    Raphael Simões Andrade

    Com base no documentário "RIP, o manifesto do remix", tenta-se traçar a linha entre os direitos autorais no mundo e no Brasil, e assim explicar o motivo da referência feita no vídeo à pátria como um exemplo de liberdade cultural sem as amarras legais.

    Por: Raphael Simões Andradel Direito> Legislaçãol 12/07/2010 lAcessos: 450

    RESUMO: Prefácio da 17° edição Cursos de Paula Baptista, Lopes da Costa, João Mendes Junior, João Monteiro, Manuel Aureliano de Gusmão, Gabriel de Rezende Filho, José Frederico Marques e Moacyr Amaral Santos.

    Por: DINEIA D SZA CSTAl Direito> Doutrinal 09/07/2012 lAcessos: 562
    Adriana da Cunha Leocadio

    A Constituição Federal Brasileira de 1988 simboliza uma nova etapa e garante a todos o direito à saúde como obrigação do Estado, ad libitum da democracia no país. A saúde e sua proteção, estão abraçadas no ordenamento jurídico-constitucional, traduzindo uma miríade de aspectos que suscita pela sua relevância, impondo uma delimitação do âmbito do presente estudo.

    Por: Adriana da Cunha Leocadiol Direito> Legislaçãol 03/12/2010 lAcessos: 5,579

    O início da personalidade é uma das questões mais controversas e relevantes acerca do tema. Juristas pátrios, com respaldo de doutrina alienígena, há tempos sustentam o começo da personalidade civil anterior ao nascimento, v.g, à teoria concepcionista, que ergue a tese que o nascituro é sujeito de direitos e obrigações desde o momento de sua concepção.

    Por: marcelo teixeira de aleluial Direito> Doutrinal 28/04/2010 lAcessos: 2,000
    marlucia pontes gomes de jesus

    Este artigo relata toda a polêmica suscitada pelo livro "Por uma Vida Melhor", apresentando os comentários feitos pela mídia e pelos especialistas. Apresenta o capítulo polêmico do livro, demonstrando que as opiniões contrárias ao livro não foram fundamentadas no seu conteúdo.

    Por: marlucia pontes gomes de jesusl Educaçãol 22/07/2011 lAcessos: 706

    A III Conferencia Nacional da Cultura nos propõe algumas reflexões não só sobre cultura, mas principalmente sobre o direito à cultura

    Por: NERI P. CARNEIROl Educaçãol 07/07/2013 lAcessos: 19

    Entenda como funciona a advocacia administrativa, quais suas aplicações e como ela funciona.

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 28/03/2014

    Saiba quais são os hábitos que um bom advogado deve ter para ser bem sucedido e por que.

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 28/03/2014 lAcessos: 11

    Conheça melhor o processo de recuperação judicial, como ele funciona, quais suas funções e porque ele deve ser feito.

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 28/03/2014
    Luciano Manini

    Nos últimos anos o número de processos envolvendo pedidos de indenização por danos morais vem aumentando de maneira exponencial.

    Por: Luciano Maninil Direitol 24/03/2014
    Raddatz Advocacia

    Os consumidores que optam pela compra de apartamento na planta devem estar atentos com as cláusulas contratuais, vez que o sonho da casa própria muitas vezes acaba se tornando um verdadeiro pesadelo.

    Por: Raddatz Advocacial Direitol 20/03/2014

    Entenda melhor sobre a advocacia, quais suas funções e para que ela serve e onde ela é utilizada.

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 19/03/2014

    Saiba para que serve a advocacia e quando é a melhor hora para usá-la.

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 24/02/2014
    Luciano Manini

    O ambiente virtual já não é mais tão confuso para a Lei. Desde a explosão das redes sociais no Brasil, primeiramente com o Orkut, que a Justiça vem recebendo pedidos de indenização por dano moral, motivados por atos considerados ilícitos, como a calúnia, a difamação e a injúria, reveladas por meio de ofensas.

    Por: Luciano Maninil Direitol 24/02/2014

    "Estado de Natureza é o estado primitivo.A civilização é incompatível com o estado de natureza,ao passo que a lei natural contribui para o progresso da Humanidade."

    Por: Lídia Chaves Guedes Barretol Direitol 16/04/2011 lAcessos: 1,990

    Comportamentos de cada sociedade são peculiares.O comportamento ético e moral varia de pessoa para pessoa.Cada individuo tem seu conceito do que é ético e moral

    Por: Lídia Chaves Guedes Barretol Direitol 12/04/2011 lAcessos: 134
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast