Qual o valor do dano moral?

Publicado em: 12/01/2014 |Comentário: 0 | Acessos: 25 |

Entenda quais os critérios que a Justiça do Trabalho utiliza para fixar o valor da indenização por danos morais.

O dano moral é qualquer prejuízo, qualquer ofensa à dignidade da pessoa humana. É quando o cidadão é desrespeitado em seus atributos existenciais, e esse fato pode causar dor, sofrimento, angústia, mágoa, que são todas consequências daquela lesão.

O trabalhador que se sentir lesado propõe uma ação contra a empresa em que trabalhava, buscando a reparação por danos morais. A Justiça do Trabalho, se comprovar que houve realmente dano, vai arbitrar um valor, em reais, a ser pago pela empresa ao ex-empregado.

Para fixar esse valor, para mais ou para menos, a justiça se utiliza de vários critérios.

O primeiro deles é a análise da extensão, da gravidade do dano. Procura-se saber o quanto a pessoa foi atingida pelo dano causado. Maior a gravidade, maior a condenação.

A condição financeira das partes (empresa ofensora e empregado ofendido) também é analisada. Não é justo fixar um valor que vá levar uma pequena empresa à falência, como também não se pode arbitrar um valor que vá enriquecer o cidadão. De igual forma, um valor muito pequeno não afetará o patrimônio de uma grande empresa e não representará nada a uma pessoa que tenha uma boa condição financeira. É necessário haver um equilíbrio entre todos esses fatores.

Outro fator examinado pelos tribunais é o chamado caráter pedagógico da condenação. Isso significa que o valor deve ser fixado de tal forma que pese no bolso da empresa, para que ela seja desestimulada a tornar a cometer um novo dano como aquele.

O tempo de trabalho e de dedicação prestados pelo empregado, bem como as circunstâncias em que ocorreu o dano também são avaliados na fixação dos valores.

Deve ser pesado também o fato da empresa ser reincidente em causar semelhantes danos, bem como seu grau de culpa pela ocorrência dos fatos, e se houve contribuição da vítima para a ocorrência do dano.

Por fim, a justiça procura comparar o caso atual com casos semelhantes ocorridos anteriormente e com os valores que foram fixados naquelas situações, para que exista certo equilíbrio entre as decisões (o que se chama de ‘jurisprudência').

E o valor pode, ao final, ser revisto por meio de recurso, se for considerado irrisório ou exorbitante.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/direito-artigos/qual-o-valor-do-dano-moral-6890865.html

    Palavras-chave do artigo:

    assedio moral no trabalho

    ,

    mobbing

    ,

    bullying

    Comentar sobre o artigo

    Eventualmente, verifica-se a necessidade de se obter determinados documentos ou até mesmo informações nos órgãos públicos, contudo, na grande maioria dos casos a tentativa é frustrada em virtude de tanta burocracia. Ocorre que, o acesso a essas informações é direito constitucional do cidadão e o presente artigo se presta, justamente, a conferir mecanismos para que esse garantia seja cumprida.

    Por: Fábio Silva Andradel Direitol 28/01/2015 lAcessos: 11

    O presente artigo visa fornecer subsídios e elementos suficientes para que os proprietários revendedores de combustíveis possam reverter as multas aplicadas pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis - ANP apenas com uma pequena mudança na rotina de seus estabelecimentos.

    Por: Fábio Silva Andradel Direitol 28/01/2015

    Diante do exposto, é possível observar que a adequação das peculiaridades técnicas do meio envolvido às normas jurídicas proporcionará maior confiança na contratação virtual e contribuirá para a evolução das relações contratuais.

    Por: Natália Paz de Lyral Direitol 14/01/2015 lAcessos: 11

    Trata-se, pois, imprescindível a adoção de sistemas de criptografia que garantam a autenticidade, integridade, tempestividade e perenidade do documento. Desta forma, os contratos eletrônicos terão eficácia probatória contra terceiros. No caso de dúvida quanto à autenticidade e integridade, o contrato não será considerado inválido ou inexistente, mas poderá vir a ser comprovado em juízo por qualquer meio de prova admitido.

    Por: Natália Paz de Lyral Direitol 14/01/2015

    A expansão da Internet com propósitos comerciais, impulsionou o desenvolvimento do comércio eletrônico mediante a utilização de contratos eletrônicos. Entretanto, a vulnerabilidade desse novo ambiente de onde são celebrados os contratos eletrônicos gera insegurança entre as partes contratantes.

    Por: Natália Paz de Lyral Direitol 14/01/2015

    A discussão com relação a redução da maioridade penal causa polêmica em alguns setores da sociedade brasileira. Na nossa lei a responsabilidade penal é definida a partir dos dezoito anos de idade. Os que defendem a redução da maioridade penal objetivam considerar penalmente responsáveis os adolescentes menores de dezoito anos, pois consideram que seria essa a solução para a criminalidade.

    Por: Claudia Maria Werner Polidol Direitol 08/01/2015

    A posse é um dos assuntos mais controvertidos na doutrina civilista. Um dos pontos ainda não sedimentados em relação à posse é o reconhecimento de sua função social, assunto este abordado no presente trabalho. Para tamanha pretensão, não se pode prescindir da ligação da posse (autônoma ou causal) com o direito de propriedade, ligação essa que promove o entendimento de que a função social reconhecida em relação à propriedade deve ser também feita em relação à posse.

    Por: MARIANAl Direitol 06/01/2015

    O Direito Penal Econômico é uma matéria jurídica que visa coibir ou punir as condutas ilícitas com um conjunto de regras que tem o escopo de sancionar, com penas próprias, no âmbito das relações econômicas, as ofensas ou perigo aos bens ou interesses juridicamente relevantes. Essa ciência coaduna, perfeitamente, com a corrupção existente no alto escalão da sociedade brasileira, perfazendo com que haja uma diminuição nessa prática prejudicial para os rumos da nação.

    Por: JOSÉ CARLOS MAIA SALIBA IIl Direitol 17/12/2014 lAcessos: 14
    Fred Filho

    A história da descoberta do fenômeno do assédio moral no trabalho. Conheça como o caso de vinte e uma enfermeiras suecas que se suicidaram, ou que tentaram cometer suicídio, ajudou no estudo do assédio moral.

    Por: Fred Filhol Carreira> Recursos Humanosl 18/08/2014 lAcessos: 24
    Fred Filho

    A receita da gigante da internet para atrair, reter e motivar talentos.

    Por: Fred Filhol Negócios> Gestãol 29/05/2014 lAcessos: 30
    Fred Filho

    Conheça um pouco sobre a definição desses termos ingleses e, principalmente, os perigos e consequências de uma reestruturação mal feita.

    Por: Fred Filhol Negócios> Administraçãol 02/04/2014 lAcessos: 33
    Fred Filho

    Saiba um pouco mais sobre o assédio moral no trabalho, como se defender e como combatê-lo.

    Por: Fred Filhol Carreira> Recursos Humanosl 16/03/2014 lAcessos: 45
    Fred Filho

    O brasileiro é muito criativo, mas não apenas para o bem, como se vê nessa pequena coleção de histórias de horror.

    Por: Fred Filhol Negócios> Gestãol 13/02/2014 lAcessos: 47
    Fred Filho

    Duas verdades: chefe não é sinônimo de líder. E assédio moral não é um estilo de liderança.

    Por: Fred Filhol Negócios> Gestãol 13/02/2014 lAcessos: 46
    Fred Filho

    Uma nova ‘modalidade' de assédio moral está aparecendo cada vez mais nos tribunais.

    Por: Fred Filhol Direitol 12/01/2014 lAcessos: 33
    Fred Filho

    Recente notícia de prática de dumping social pelo Magazine Luiza levanta a questão. Saiba o que é e quem perde com isso

    Por: Fred Filhol Direitol 12/01/2014 lAcessos: 47
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast