Testamento Particular

Publicado em: 01/12/2009 |Comentário: 4 | Acessos: 53,098 |

TESTAMENTO PARTICULAR

            De acordo com o Código Civil no seu artigo 1876 e seguintes, o testamento particular é aquele escrito pelo próprio testador sem que haja a intervenção do Estado.

            O testamento particular poderá ser escrito de próprio punho ou através de processo mecânico. Se for feito na primeira hipótese deverá ser lido e assinado por quem o escreveu na presença de no mínimo três testemunhas que o devem subscrever. Feito na segunda hipótese não poderá conter rasuras ou espaços em branco, devendo ser assinado pelo testador, depois de tê-lo lido na presença de pelo menos três testemunhas que o subscreverão.

            O testamento particular será publicado citando os herdeiros legítimos. Será designada uma audiência para comprovar a validade do testamento, tendo em vista que o mesmo precisa ser confirmado (a confirmação se dá pelas testemunhas) pelo judiciário.

            Em audiência as testemunhas de forma igual devem:

A)    Manifestar-se sobre o conteúdo do testamento.

B)     Não sendo possível, deverão dizer que o testamento foi lido para eles.

C)    Reconhecerem a assinatura do testador bem como as suas assinaturas.

Se sobra uma testemunha (Exemplo: morte das outras), se ela confirmar todos os requisitos o juiz poderá tornar válido o testamento(critério dele).

Se não houver testemunhas (Exemplo: as três mortas), não será válido o testamento.

            O testamento particular poderá ser feito em língua estrangeira desde que as testemunhas entendam.

            Segue modelo de testamento particular:

  1. Eu, P.O., me encontrando no meu perfeito juízo s entendimento, livre de qualquer coação, deliberei fazer esse meu testamento particular, como efetivamente o faço, sem constrangimento, em presença de três testemunhas, Senhores            (qualificar), que se acham todas reunidas em minha residência, na Rua ...... nº.., nesta cidade de .... Estado de..., no qual exaro minha última vontade, pela forma e maneira seguinte: sou brasileiro, solteiro, com   anos de idade, tendo nascido em       ,portador do CPF nº......, filho de       e de     , não tendo descendente ou ascendente vivo, instituo meu herdeiro na totalidade de meus bens, o Sr  ( nome e qualificação); nomeio testamenteiro o Sr        (nome e qualificação). Assim expressando este testamento particular minha última vontade, pedindo à Justiça de meu País que o faça cumprir como este se contém e declara e às testemunhas, perante as quais li este mesmo testamento, que o confirmem em juízo, de conformidade com a lei. Dou, assim, por concluído este meu testamento particular, que com as aludidas testemunhas, assino, nessa cidade de____ aos ____ dias do mês de___ do ano de dois mil e (200 ).

(Assinatura do testador e das testemunhas)

CONCLUSÃO

            Por fim, pode-se dizer que o testamento particular é a maneira mais simples de se fazer um testamento, mas , é considerado um ato imperfeito até que seja confirmado perante a justiça, dessa maneira , quando sobrevinda a morte do testador, é necessário, para que tenha força legal, a publicação em juízo, a citação dos herdeiros do "de cujos", e chamamento das testemunhas para confirmar o testamento, só assim o juiz considerará eficaz a vontade expressa no documento, conforme disposto nos arts. 1.877 e 1.878.

BIBLIOGRAFIA

VENOSA, Silvio de Salvo. Direito civil: sucessões. São Paulo: Atlas, 2006.

DINIZ, Maria Helena. Curso de Direito Civil Brasileiro – Vol 6º - Direito das Sucessões, 19ª ed. São Paulo, Saraiva, 2004.

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 9 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/direito-artigos/testamento-particular-1527366.html

    Palavras-chave do artigo:

    testamento

    ,

    unaerp

    Comentar sobre o artigo

    Este trabalho tem por escopo abordar a respeito dos pressupostos e requisitos no tocante ao testamento cerrado, como forma de herança testamentaria, sendo uma das formas de testamentar.

    Por: Luiz Fernando da Silval Direito> Legislaçãol 23/11/2009 lAcessos: 3,894
    washington almeida

    Testamento é ato de ultima vontade do individuo. Dentre as varias formas de se testar uma delas é a forma publica feita no cartório de notas oralmente tomada a termo pelo tabelião ou seu substituto.

    Por: washington almeidal Direito> Doutrinal 04/11/2009 lAcessos: 19,000 lComentário: 6

    Com base no ordenamento jurídico compreendido no Código Civil de 2002, através do artigo 1868 a 1875, o testamento cerrado será escrito pelo próprio testador ou por uma pessoa designada, podendo ser escrito a punho, mecânica ou digitação no caso dessas duas ultimas sendo todas as folhas numeras e assinadas pelo testador e só terá eficácia após o auto de aprovação lavrado por tabelião diante de duas testemunhas.

    Por: Wendel Antonio Alvaresl Direitol 23/11/2014

    testamento é a manisfestação de vontade do autor da herança, que dispõe total ou parcial de seu patrimônio após a morte. testamento público é aquele escrito pelo tabelião ou seu substituto legal, no livro de notas, conforme manifestação do testador

    Por: joao flavio de oliveiral Direitol 02/12/2010 lAcessos: 3,789

    Este trabalho tem por finalidade discutir a respeito dos testamentos especiais visando aprofundar os conhecimentos sobre a matéria ministrada, com base na Lei 10.406/02(Código Civil) nos termos dos artigos 1862 ao 1880, que aborda no tocante aos testamentos Marítimo, Aeronáutico e Militar.

    Por: Vinicius de Barros Leonardol Direitol 25/11/2009 lAcessos: 2,206

    Este trabalho tem por escopo abordar aspectos relevantes a respeito do testamento particular, trazendo conhecimento a respeito da matéria nos termos da lei que rege a matéria.

    Por: Vandersonl Direitol 23/11/2009 lAcessos: 9,203 lComentário: 3

    O PRESENTE ARTIGO TEM POR FINALIDADE, TRAZER AOS INTERESSADOS NA MATÉRIAS ASPECTOS RELEVANTES A RESPEITO DO TESTAMENTO PÚBLICO, OFERENCENDO NORTE PARA QUEM PRETENDE UTILIZAR DESTE DISPOSITIVO OFERECIDO PELO NOSSO ORDENAMENTO JURÍDICO.

    Por: ALCIDES BELFORT DA SILVAl Direito> Legislaçãol 13/11/2009 lAcessos: 6,161

    Testamento cerrado: forma,requisitos e execução.

    Por: Juliana F Freitas Maniglial Direito> Doutrinal 07/12/2009 lAcessos: 5,941

    O presente trabalho vem demonstrar algumas caracteristicas do testamento, com as respectivas validades e vedações para sua produção.

    Por: Paulo Henrique Corrêa de Souzal Direitol 29/11/2009 lAcessos: 1,637

    O Direito Penal Econômico é uma matéria jurídica que visa coibir ou punir as condutas ilícitas com um conjunto de regras que tem o escopo de sancionar, com penas próprias, no âmbito das relações econômicas, as ofensas ou perigo aos bens ou interesses juridicamente relevantes. Essa ciência coaduna, perfeitamente, com a corrupção existente no alto escalão da sociedade brasileira, perfazendo com que haja uma diminuição nessa prática prejudicial para os rumos da nação.

    Por: JOSÉ CARLOS MAIA SALIBA IIl Direitol 17/12/2014

    Trata-se do processo informal de modificação da Constituição Federal, a mutação constitucional. Tema que se encontra em evidência, especialmente em decorrência da morosidade do Senado Federal em editar a resolução disciplinada pelo art. 52, X, da CF/1988.

    Por: Josildo Muniz de Oliveiral Direitol 15/12/2014

    Insolvência civil é a situação na qual uma pessoa física contrai uma determinada dívida sem estar devidamente respaldada pelo potencial financeiro de seus bens móveis e imóveis.

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 12/12/2014

    O artigo 321 descrito acima, presente no Código Penal Brasileiro, se refere ao ato da advocacia administrativa, hoje considerado crime no território brasileiro. A advocacia administrativa ocorre quando um funcionário público realiza tarefas e se move em favor para e de interesses terceiros dentro da administração pública.

    Por: Sayuri Matsuol Direitol 08/12/2014

    Revogação do testamento total ou parcial. Código Civil do Artigo 1.969 `a 1.975. Testamento como vimos é um negocio jurídico.

    Por: Clibas Clementil Direitol 07/12/2014

    Os direitos fundamentais nas relações de trabalho têm especial importância configurada na desigualdade das partes envolvidas na relação de emprego, razão pela qual se faz necessária a horizontalização dos direitos fundamentais, como forma de limitação dos poderes do empregador sobre o trabalhador, parte hipossuficiente.

    Por: Alessandro Freitas Ribeirol Direitol 03/12/2014 lAcessos: 11

    Este artigo irá abordar acerca das formas especiais de testamento (marítimo, aeronáutico e militar), bem como as suas principais peculiaridades, ressaltando que estes não são de livre escolha do homem e só são possíveis diante a existência de circunstâncias e situações excepcionais, as quais serão avaliadas ao longo deste trabalho.

    Por: Maria Eduarda M. de O. Reisl Direitol 03/12/2014 lAcessos: 13

    O presente artigo tem o objetivo principal de apresentar apontamentos acerca da redução da imputabilidade penal no Brasil. Primeiramente, traz uma análise histórica dos diferentes tratamentos dado a imputabilidade penal ao longo dos anos pelo ordenamento jurídico pátrio. Na sequência analisa-se o Estatuto da criança e do adolescente, bem como as medidas socioeducativas aplicadas aos menores infratores, visto como sujeitos em peculiar estágio de desenvolvimento.

    Por: ivaneidel Direitol 02/12/2014

    Comments on this article

    4
    Farias 21/09/2011
    Foi de muito proveito os modêlos de Testamentos aqui encontrados
    9
    Emilia 17/07/2011
    Ola. Quero saber mais sobre esta cláusula de reserva de usufruto que será gravada na escritura. Como devo proceder? É necessário pagar alguma taxa?
    4
    Maria Batista Bezerra Amoedo 02/06/2011
    Maria Aparecida Mendes: O seu pai deverá ir até o Cartório de Registro Imobiliário (CRI), e mandar gravar na escritura do Imóvel uma cláusula de reserva de usufruto (direito à moradia) em favor do filho doente. Por cautela, todos os demais herdeiros deverão assinar como intervenientes anuentes.
    25
    MARIA APARECIDA MENDES 12/05/2011
    MEU PAI TEM 83 ANOS , TEM UM FILHO QUE MORA COM ELES QUE É ESQUISOFRENIO,SOMOS EM CINCO IRMÃOS, ELE GOSTARIA DE DEIXAR UM TESTAMENTO QUE O MESMO NÃO FOSSE TIRADO DA SUA RESIDENCIA, PODENDO OUTROS IRMÃOS MORAR JUNTOS, MAS NÃO VENDER O IMÓVEL. É POSSIVEL, EU COMO FILA SOU A FAVOR.
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast