Análise do artigo 122 do Código Penal Brasileiro

Publicado em: 01/12/2013 | Acessos: 37 |

Artigo 122 Código Penal Brasileiro

 

Nomen Iuris: Induzimento, Instigação ou Auxílio a Suicídio.

Nesse delito existem três núcleos, ou seja, três elementos constitutivos do crime.

 "Induzir ou instigar alguém a suicidar-se ou prestar-lhe auxílio para que o faça:

Pena - reclusão, de dois a seis anos, se o suicídio se consuma; ou reclusão, de um a três anos, se da tentativa de suicídio resulta lesão corporal de natureza grave.

 

Tipicidade: é um crime de ação múltipla, também conhecido como plurinuclear ou de conteúdo variado, é o crime que pode ser praticado com várias condutas, nas hipóteses de suicídio pode ser verificado na forma moral ou material:

- Participação Moral: é caracterizado pelo induzimento e pela instigação

- Participação Material: é observado pela contribuição material para que ocorra o suicídio, é verifidado no auxílio ao suicídio.

 

Sujeitos do delito:

Sujeito Ativo: Qualquer pessoa

Sujeito Passivo: pessoa determinada e essa pessoa deve ter a capacidade de discernimento, se não será homicídio.

 

Consumação: A consumação se dá com a morte ou lesão grave, pois o preceito secundário do tipo incriminador prevê as duas hipóteses.

Caso a lesão não seja grave o fato será atípico.

 

Tentativa: É impossível.

 

"Parágrafo único - A pena é duplicada:

I - se o crime é praticado por motivo egoístico;

II - se a vítima é menor ou tem diminuída, por qualquer causa, a capacidade de resistência."

As hipóteses elencadas no Parágrafo único do artigo 122,CP, são causas de aumento de pena. Elas são avaliadas na terceira fase da dosimetria da pena.

 

A Ação Penal é Pública Incondicionada.

 

 

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/doutrina-artigos/analise-do-artigo-122-do-codigo-penal-brasileiro-6848284.html

    Palavras-chave do artigo:

    artigo 122

    ,

    cp

    ,

    suicidio

    Comentar sobre o artigo

    Stella Dalvi

    Um breve resumo sobre INDUZIMENTO, INSTIGAÇÃO OU AUXÍLIO A SUICÍDIO. O Direito Canônico comparava o suicídio ao homicídio. Excomunhão e negativa à sepultura cristã. Hoje: "deliberada destruição da própria vida".

    Por: Stella Dalvil Direito> Doutrinal 13/12/2011 lAcessos: 1,105
    Stella Dalvi

    EUTANÁSIA E ORTOTANÁSIA - Comentários à Resolução 1.805/06 CFM ASPECTOS ÉTICOS E JURÍDICOS - As principais diferenças e conceitos de eutanásia, ortotanásia e distanásia!

    Por: Stella Dalvil Direito> Doutrinal 20/12/2011 lAcessos: 301

    O presente texto, tem como escopo estudar a organização e as contradições perpetradas pelos ditames constitucionais ao Instituto Tribunal do Júri brasileiro, especialmente, no que concerne ao silenciamento e à ausência de motivação da decisão proferida, em total desarmonia com a Constituição da República que estabelece que o Brasil é um Estado Democrático de Direito fundado no exercício pleno da democracia e na dignidade da pessoa humana.

    Por: MARIANA GUIMARÃESl Direito> Legislaçãol 28/05/2012 lAcessos: 197

    O presente artigo reporta-se ao notório quadro de insegurança institucional que assola o Estado Brasileiro na atualidade, a começar pela instituição que se constitui na célula-mater da sociedade, qual seja a família. Diariamente nos deparamos com situações de colisão entre direitos fundamentais que, se não administradas nos limites da proporcionalidade e da razoabilidade, fatalmente nos conduzirão a um verdadeiro caos institucional. Pelo que vemos, não se pode confundir democracia com anarquia.

    Por: GEOVÁ ISAÍAS NOGUEIRAl Direito> Doutrinal 19/08/2014 lAcessos: 11

    O e-Social não permitirá ao Governo apenas uma espiadinha indiscreta, mas sim um raio-x completo de uma figura despida

    Por: Consultor Trabalhistal Direito> Doutrinal 19/08/2014

    "Temos que reconhecer que a Constituição Brasileira, bem como o ECA, garantem o acesso à educação como princípio fundamental. Este governo, por meio de seus conselhos que nada mais é do que massa de manobra dos gestores, em nada contribui para melhorar a educação em nosso estado e país".

    Por: João Clairl Direito> Doutrinal 14/08/2014
    MARCO AURÉLIO B. ABREU CHAGAS

    O registro do documento tem validade perante terceiros. Tal formalidade serve apenas para dar publicidade ao ato, de maneira que ele possa ser oponível a terceiros.

    Por: MARCO AURÉLIO B. ABREU CHAGASl Direito> Doutrinal 06/08/2014 lAcessos: 12

    O referido apresenta em sua conceituação uma distribuição democrática de responsabilidades entre o Estado e a sociedade, quer seja individualmente, quer seja comunitariamente. Dessa forma o Ente Público possui uma responsabilidade subsidiária à destes outros, devendo agir somente diante das impossibilidades dos responsáveis imediatos..

    Por: Lucas Rafael Chaves Sampaiol Direito> Doutrinal 05/08/2014

    O presente estudo buscou compreender o principio da subsidiariedade aplicado a saúde. O cuidado do Homem com a saúde remonta aos primitivos, quando usavam de sua própria saliva para curar suas feridas. Desde então, a saúde, no seu conceito e no seu tratamento, passou por constantes processos de transformação até que se chegasse aos métodos de tratamento atuais, bem como sua dimensão a partir do conceito dado pela Organização Mundial da Saúde..

    Por: Lucas Rafael Chaves Sampaiol Direito> Doutrinal 05/08/2014

    O presente estudo buscou compreender o principio da subsidiariedade aplicado a saúde. O cuidado do Homem com a saúde remonta aos primitivos, quando usavam de sua própria saliva para curar suas feridas. Desde então, a saúde, no seu conceito e no seu tratamento, passou por constantes processos de transformação até que se chegasse aos métodos de tratamento atuais, bem como sua dimensão a partir do conceito dado pela Organização Mundial da Saúde...

    Por: Lucas Rafael Chaves Sampaiol Direito> Doutrinal 05/08/2014

    O presente artigo trata sobre o histórico constitucional brasileiro, elencando os principais acontecimentos que antecederam a cada constituição, bem como presta esclarecimentos acerca da força normativa do preâmbulo constitucional.

    Por: Marcelo Bezerra Pereiral Direito> Doutrinal 04/08/2014

    Esse artigos traz diretrizes básicas para o entendimento do artigo 138 do Código Penal Brasileiro.

    Por: Daniellal Direito> Doutrinal 02/12/2013 lAcessos: 26

    Esse artigo traz as diretrizes principais para o entendimento do artigo 137 do código penal brasileiro.

    Por: Daniellal Direito> Doutrinal 01/12/2013 lAcessos: 28

    Esse artigo tem por base a análise do artigo 121 do Código Penal Brasileiro. Ele traz diretrizes principais para o entendimento do tipo penal.

    Por: Daniellal Direito> Doutrinal 01/12/2013 lAcessos: 26

    Apontamentos sobre o Artigo 171, caput do Código Penal "Art. 171 - Obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento: Pena - reclusão, de um a cinco anos, e multa."

    Por: Daniellal Direito> Doutrinal 11/09/2013 lAcessos: 60

    O presente artigo traz esclarecimentos quanto as categorias de empregado conforme a Consolidação das Leis Trabalhistas.

    Por: Daniellal Direito> Doutrinal 13/05/2013 lAcessos: 37
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast