Análise do artigo 122 do Código Penal Brasileiro

Publicado em: 01/12/2013 | Acessos: 57 |

Artigo 122 Código Penal Brasileiro

 

Nomen Iuris: Induzimento, Instigação ou Auxílio a Suicídio.

Nesse delito existem três núcleos, ou seja, três elementos constitutivos do crime.

 "Induzir ou instigar alguém a suicidar-se ou prestar-lhe auxílio para que o faça:

Pena - reclusão, de dois a seis anos, se o suicídio se consuma; ou reclusão, de um a três anos, se da tentativa de suicídio resulta lesão corporal de natureza grave.

 

Tipicidade: é um crime de ação múltipla, também conhecido como plurinuclear ou de conteúdo variado, é o crime que pode ser praticado com várias condutas, nas hipóteses de suicídio pode ser verificado na forma moral ou material:

- Participação Moral: é caracterizado pelo induzimento e pela instigação

- Participação Material: é observado pela contribuição material para que ocorra o suicídio, é verifidado no auxílio ao suicídio.

 

Sujeitos do delito:

Sujeito Ativo: Qualquer pessoa

Sujeito Passivo: pessoa determinada e essa pessoa deve ter a capacidade de discernimento, se não será homicídio.

 

Consumação: A consumação se dá com a morte ou lesão grave, pois o preceito secundário do tipo incriminador prevê as duas hipóteses.

Caso a lesão não seja grave o fato será atípico.

 

Tentativa: É impossível.

 

"Parágrafo único - A pena é duplicada:

I - se o crime é praticado por motivo egoístico;

II - se a vítima é menor ou tem diminuída, por qualquer causa, a capacidade de resistência."

As hipóteses elencadas no Parágrafo único do artigo 122,CP, são causas de aumento de pena. Elas são avaliadas na terceira fase da dosimetria da pena.

 

A Ação Penal é Pública Incondicionada.

 

 

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/doutrina-artigos/analise-do-artigo-122-do-codigo-penal-brasileiro-6848284.html

    Palavras-chave do artigo:

    artigo 122

    ,

    cp

    ,

    suicidio

    Comentar sobre o artigo

    Stella Dalvi

    Um breve resumo sobre INDUZIMENTO, INSTIGAÇÃO OU AUXÍLIO A SUICÍDIO. O Direito Canônico comparava o suicídio ao homicídio. Excomunhão e negativa à sepultura cristã. Hoje: "deliberada destruição da própria vida".

    Por: Stella Dalvil Direito> Doutrinal 13/12/2011 lAcessos: 1,228
    Stella Dalvi

    EUTANÁSIA E ORTOTANÁSIA - Comentários à Resolução 1.805/06 CFM ASPECTOS ÉTICOS E JURÍDICOS - As principais diferenças e conceitos de eutanásia, ortotanásia e distanásia!

    Por: Stella Dalvil Direito> Doutrinal 20/12/2011 lAcessos: 320

    O presente texto, tem como escopo estudar a organização e as contradições perpetradas pelos ditames constitucionais ao Instituto Tribunal do Júri brasileiro, especialmente, no que concerne ao silenciamento e à ausência de motivação da decisão proferida, em total desarmonia com a Constituição da República que estabelece que o Brasil é um Estado Democrático de Direito fundado no exercício pleno da democracia e na dignidade da pessoa humana.

    Por: MARIANA GUIMARÃESl Direito> Legislaçãol 28/05/2012 lAcessos: 217

    O presente artigo tem a finalidade de relatar as principais características, em um âmbito político e social, de um período da história brasileira: a República Velha. É essencial analisar, ainda que de forma sucinta, seus antecessores e suas conseqüências. Para tal fim, buscamos um embasamento em celebres obras como "Coronelismo, Enxada e Voto", de Victor Nunes Leal e "Os Donos do Poder", de Raymundo Faoro.

    Por: Antônio Faustino Moural Direito> Doutrinal 17/12/2014
    André Silva Barroso

    O presente trabalho trata sobre os títulos de crédito eletrônicos e a possível descaracterização do princípio da cartularidade, onde, para uma melhor compreensão sobre tal instituto, buscou-se um estudo sobre seu conceito, características e princípios. Num segundo estágio foi-se abordado os títulos de crédito eletrônicos, que surgiram pelos avanços tecnológicos principalmente pelo advento da internet.

    Por: André Silva Barrosol Direito> Doutrinal 05/12/2014
    Liziane Mont'Alverne de Barros

    A "judicialização da política" ou "politização da justiça" na composição dos cenário das ciências jurídicas e sociais nos diversos países do mundo e seus efeitos na expansão do Poder Judiciário no processo decisório das democracias contemporâneas. O presente artigo tem por escopo promover uma análise crítica do desenvolvimento desse fenômeno que vem sendo desenvolvido pelo Órgão de Cúpula do Judiciário – STF.

    Por: Liziane Mont'Alverne de Barrosl Direito> Doutrinal 04/12/2014

    O código civil concede ao testador o direito não só de instituir herdeiro ou legatário em primeiro grau, mas também o de lhes indicar substituto.

    Por: DÉBORA LUCIANO DE ALMEIDAl Direito> Doutrinal 03/12/2014 lAcessos: 13

    CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO É um mecanismo previsto na lei civil, que pode-se valer o devedor que queira desonerar-se e que esteja em dificuldades para o fazer.

    Por: Fernando Bartoli de Oliveiral Direito> Doutrinal 01/12/2014 lAcessos: 11

    Artigos 1962, 1963 e 1814 do Código Civil É o ato de manifestação da vontade do autor da herança que exclui da sucessão, um herdeiro necessário, tipificando, nos permissivos legais, a sua vontade. Dá-se por testamento somente.

    Por: Thais Luz Firminol Direito> Doutrinal 29/11/2014 lAcessos: 15

    A conquista, o governo e a manutenção do Estado são preocupações centrais do pensamento maquiaveliano. Essa tríade tem de ser mantida custe o que custar, ainda que para tanto não se observem questões de ordem ética e moral, pelo menos, a moral e a ética medievais e da Itália renascentista. O bom governante tem de manter o Estado e, para tanto, dadas as circunstancias tem que agir hora pela força, hora pela razão e outras vezes deve saber conjugar ambas, só assim conseguirá governar.

    Por: FRANCISCO ESDRAS MOREIRA ROCHAl Direito> Doutrinal 28/11/2014 lAcessos: 13

    O Direito Sucessório Brasileiro, disciplinado pelo Código Civil Brasileiro de 2002, prevê dois tipos de sucessão hereditária que podemos nos deparar quando da abertura da sucessão, qual seja: sucessão legítima e sucessão testamentária, acerca desta, mais especificamente sobre sucessão testamentária na forma pública, que discorremos no presente trabalho.

    Por: Arthur Sarilhol Direito> Doutrinal 28/11/2014 lAcessos: 11

    Esse artigos traz diretrizes básicas para o entendimento do artigo 138 do Código Penal Brasileiro.

    Por: Daniellal Direito> Doutrinal 02/12/2013 lAcessos: 42

    Esse artigo traz as diretrizes principais para o entendimento do artigo 137 do código penal brasileiro.

    Por: Daniellal Direito> Doutrinal 01/12/2013 lAcessos: 46

    Esse artigo tem por base a análise do artigo 121 do Código Penal Brasileiro. Ele traz diretrizes principais para o entendimento do tipo penal.

    Por: Daniellal Direito> Doutrinal 01/12/2013 lAcessos: 44

    Apontamentos sobre o Artigo 171, caput do Código Penal "Art. 171 - Obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento: Pena - reclusão, de um a cinco anos, e multa."

    Por: Daniellal Direito> Doutrinal 11/09/2013 lAcessos: 75

    O presente artigo traz esclarecimentos quanto as categorias de empregado conforme a Consolidação das Leis Trabalhistas.

    Por: Daniellal Direito> Doutrinal 13/05/2013 lAcessos: 47
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast